“A base de Flávio Dino mudou, mas a falta de transparência ainda é a mesma”, diz deputado Wellington após ter pedido de informação barrado

Um simples pedido de informações sobre as 830 escolas reformadas e/ou reconstruídas anunciadas pelo Governo do estado foi indeferido pela Assembleia Legislativa do Maranhão. O pedido, formalizado por meio de requerimento pelo deputado Wellington do Curso, contou apenas com dois votos favoráveis.

Sobre o indeferimento, Wellington ser lamentável a conduta da base do governador Flávio Dino, que apesar de ter mudado em alguns nomes, permanece com a falta de transparência.

‘’Se eles realmente reformaram e/ou reconstruíram as 830 escolas que tanto anunciam na propaganda enganosa do Governo, por que não enviar a relação com os nomes? Já fizemos essa solicitação quando o número era de 574 escolas. Visitamos algumas e comprovamos a mentira. Em algumas, como o Centro Robson Martins, desde 2017 até hoje, os professores e estudantes esperam pela reforma que só existiu na propaganda deles. E agora, com a mudança no Parlamento, eles indeferem um simples pedido de informação. A base de Flávio Dino mudou, mas a falta de transparência ainda é a mesma”, afirmou Wellington.

Diante do indeferimento do pedido de informações, o deputado Wellington oficiou a Secretaria de Educação do Governo do Estado do Maranhão e, caso não obtenha as informações no prazo legal, ingressará juridicamente para ter acesso aos dados. Tal solicitação justifica-se pelo projeto “De Olho nas Escolas”, que é desenvolvido por Wellington em parceria com professores e estudantes.

Deixe uma resposta