Foto: Divulgação

Anderson “Tatu” foi bastante violento com as mulheres e com a criança

Um bebê com pouco mais de um ano de idade escapou de ser degolado pelo usuário de drogas e assaltante Anderson Felipe Chagas dos Santos, 25, vulgo “Tatu”, na madrugada deste sábado, 9, na Rua Murupi, bairro do Jorge Teixeira, quarta etapa, Zona Leste de Manaus.

Passavam das 2h30 quando o criminoso arrombou uma janela dos fundos e entrou na casa onde estavam dormindo a mãe e duas tias do bebê. Ele acordou as três mulheres, as amarrou e em seguida esfaqueou cada uma delas, para obrigá-las a dizer onde tinham dinheiro e jóias.

 

Sangue e cordas usadas para amarrar as três vítimas do assalto

De acordo com as vítimas, além de tentar estuprar uma delas, o assaltante, armado com uma faca, se aproximou do bebê que estava dormindo no berço e ameaçou cortar seu pescoço se as três mulheres gritassem por socorro e chamassem a atenção dos vizinhos.

Depois do roubo e dos atos violentos cometidos no interior da casa que invadiu, Anderson “Tatu” fugiu do local, mas foi preso cerca de uma hora depois por uma guarnição da 14ª Companhia Interativa Comunitária. A mãe do bebê e suas irmãs pediram ajuda dos vizinhos e telefonaram para a polícia.

 

Faca usada no crime, celulares, relógio e algumas joias roubadas por “Tatu” (Foto: Divulgação)

O assaltante foi localizado no começo do bairro. Quando viu os policiais, ele correu para dentro de um terreno baldio e tentou fugir do flagrante.

 

“Tatu” foi preso, e dentro de uma mochila que levava nas costas os policiais encontraram a faca usada no assalto, os telefones celulares das vítimas e algumas jóias roubadas.

 As vítimas sofreram cortes de faca em algumas partes do corpo e tiveram de ser atendidas por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

O assaltante foi apresentado no 14º Distrito Integrado de Polícia (DIP) e neste domingo de manhã seguiria para o Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM).

Z Noticias