Atualidade

IMG-20160320-WA0002-1-e1458515990275

Na madrugada deste domingo (20), a Polícia Civil por intermédio da Superintendência Estadual de Combate ao Narcótico (SENARC), prendeu uma mulher identificada por Lislen Carolina Campelo Costa, de 24 anos, suspeita por participação direta no crime de tráfico de drogas.

A prisão de Lislen foi resultado de uma serie de denúncias e investigação continua que indicavam a participação da mesma no transporte intermunicipal de entorpecentes. Logo a polícia conseguiu rastrear a rota de tráfico usada pela suspeita.  Lislen recebeu voz de prisão no momento em que desembarcava na rodoviária de São Luís de um ônibus que fazia linha Davinópolis / Capital.

Na ocasião a suspeita foi abordada por equipes da SENARC coordenadas pelos delegados Valdenor Viegas e Avilásio Fonseca, que revistaram as bagagens que estavam em posse da mulher e logo constataram o crime. Foram apreendidas cinco peças de uma substância similar ao crack, que estavam acondicionadas em papel alumínio.

Em seguida Lislem Caroline, foi conduzida a sede da SENARC na capital, para prestar depoimento sobre o caso e onde foi autuada em flagrante pelo crime de tráfico e associação ao tráfico de drogas. Após os procedimentos legais de averiguações, ela será recambiada a Unidade Prisional Feminina de Pedrinhas.

A Polícia Civil segue nas investigações no objetivo de identificar a origem e o destinatário da carga de entorpecentes encontradas com a suspeita e ainda acalenta que as táticas utilizadas pelos traficantes em usar mulheres para transportar drogas tem se tornado comum, só nos três primeiros meses desse ano seis mulheres já foram presas nesse tipo de esquema criminoso.

 


IMG-20160319-WA0015

Um trabalho da Polícia Civil, por intermédio da delegacia de Santa Luzia do Tide, cidade que fica a 294 km da capital, prendeu na tarde da última quinta-feira (17), Rosângela Mendes, Raimundo Francisco e Romário da Conceição, todos suspeitos de cometer o crime de tráfico de entorpecentes naquela cidade.

O delegado Diego Rocha explicou que a prisão ocorreu após denúncias sobre a venda de entorpecentes, o que motivou a investigação dos suspeitos. A polícia passou a monitorar os envolvidos e constatou que na residência de um deles era realizada a venda do ilícito.

Além da prisão dos três suspeitos, na residência foram apreendidas 24 trouxinhas de uma substância similar ao crack. O trio foi encaminhado à delegacia da cidade para prestar depoimento, onde foram autuados em flagrante pelo crime de tráfico de drogas e vão aguardar a decisão do Poder Judiciário.

O delegado Diego Rocha informou que em Santa Luzia do Tide e regiões vizinhas a polícia tem desenvolvido várias ações para combate ao tráfico de entorpecentes.

Anselmo Oliveira – Ascom SSP


três-assassinados-em-esperantinópolis-1024x576

images (4)

 

O crime foi por volta das 20h30. Os três trafegavam em uma motocicleta Honda CG, de cor azul, quando foram surpreendidos

HOMICÍDIO

 – 07h28 Atualizado 20/03/2016

A cidade de Esperantinópoles está chocada com um triplo homicídio que aconteceu, na noite da última quinta-feira (17). As vítima forma um homem, uma mulher e o filho dela, mortos a tiros, entre os povoados Bela Vista e Centro do Meio.
O crime foi por volta das 20h30. Os três trafegavam em uma motocicleta Honda CG, de cor azul, quando foram surpreendidos por pessoas, ainda não identificadas, que realizaram a execução com vários disparos de arma de fogo.
Manoel Alves Sousa, de 42 anos, levou seis tiros; a cunhada, identificada apenas como Antônia, de 34 anos, foi alvejada com três tiros, e o filho Caíque, de nove anos, também, morreu com três disparos. Há a suspeita de que os homens queriam matar apenas Manoel Alves, mas acabaram matando a cunhada e o sobrinho dele também.
A Polícia Militar esteve no local, mas, até o momento, não há pistas dos suspeito

 

Trabalhadores foram mortos a tiros disparados por dupla de motoqueiros. (Foto: Divulgação)

Trabalhadores foram mortos a tiros disparados por dupla de motoqueiros. (Foto: Divulgação)

Fonte Jornal Pequeno

Por Nelson Melo

Foram executados com disparos de arma de fogo, nas primeiras horas da tarde de ontem sexta (18), no Anil, Ernanes Santos Mendonça e Rosalino Ferreira Filho, que eram funcionários da Mob Telecom, operadora de telecomunicações. O Jornal Pequeno apurou que eles estavam dentro do carro da empresa, um Fiat Uno branco, de placa PWX-3584, no momento em que receberam os tiros.

O subtenente Afonso, do 9º Batalhão de Polícia Militar (BPM), informou que os dois aguardavam um colega de trabalho, que estaria almoçando na Rua Giordano Mochel, naquele bairro. Dois homens em uma moto Honda Fan preta, então, surgiram ao lado do automóvel e o garupa sacou uma arma e desferiu na direção de Ernanes e Rosalino.

Os dois trabalhadores, morreram instantaneamente, e os suspeitos teriam seguido na moto em direção ao Alto do Pinho, de acordo com declarações do subtenente. Francisco, que estava dentro de sua casa, comentou que só ouviu os tiros, e, quando apareceu na porta, ainda observou os seus amigos agonizando. A Superintendência Estadual de Investigação de Homicídios e Proteção a Pessoas (SHPP) está tentando desvendar o que teria motivado a dupla execução.


1070

Nove dos 15 vereadores apenas o Vereador João Moraes (PSB) se fazia presente na plenário da câmara municipal de Pinheiro para a sessão ordinária que deveria ser realizada neste 16 de março/2016 , ocasião onde a professora Dinele Ribeiro estava inscrita para o uso da palavra como Presidenta do SIMPROSEMPI-Sindicato dos professores e Servidores da Educação de Pinheiro, Oportunidade em que a Presidenta apresentaria a pauta de reivindicações que leva os professores de todo o BRASIL ao estado de GREVE NACIONAL. Foi  mais uma vez  em vão que  professores da Rede Municipal de Ensino de Pinheiro estiveram na Casa de Leis  e a sessão não aconteceu por falta de quorum, ato que gerou insatisfação entre as pessoas que se faziam presentes na galeria da câmara aguardando o inicio dos trabalhos e a abertura da sessão .

vereadores

Fato curioso percebido por este Blog foi a quantidade de pessoas da galeria que se manisfestaram em favor dos professores gerando de imediato um clima de repúdio pela ação desmedida pela ausência dos edis  e segundo comentários supostos os gritos vindos da  galeria chamava-os de  mercenários. Pelo que eu já li… Mercenário (do latim mercenariu, de merce = comércio) é o nome pelo qual é chamado aquele que trabalha por soldo ou pagamento. O termo designa, especificamente, os soldados que lutam objetivando o pagamento ou a divisão dos despojos entre si, sem ideais ou fidelidade a um povo  e ou/ a  um estado ou nação

A gravidade da irresponsabilidade de certos vereadores na câmaras municipal de Pinheiro já é tão mal vista pela população que considera um problema cronico quando deixado de cumprir as leis como principal função, que é legislar .  Essa é uma postura continua onde em maioria o poder legislativo não desempenha o seu papel a contento com independência e harmonioso com o desejo de quem os colocou no poder.

camara

Esses são os verdadeiros vereadores “não faz nada, só busca salario” e benesses para si , seus parentes e agregados mais próximos.

Eleições virão, estão próximas , mudanças poderão acompanhar as chances de novos vereadores , novos prefeitos. Enfim, tudo que seja fundamental para uma boa gestão publica . Para que isso aconteça os critérios de escolha será feita dentre aqueles que possam ter compromisso com a defesa dos interesses coletivos.

 

 

 


Lula foi empossado como ministro da Casa Civil

Folha

suspensao nomeacao

Uma decisão da Justiça Federal de Brasília determinou, nesta quinta-feira (17), a suspensão do ato de nomeação do ex-presidente Lula como ministro da Casa Civil do governo Dilma Rousseff.

A decisão é provisória (liminar) e foi assinada pelo juiz da 4ª. Vara Federal, Itagiba Catta Preta Neto, que entendeu que há suspeita de cometimento do crime de responsabilidade por parte de Dilma. O juiz acolheu uma ação popular movida pelo advogado Enio Meregali Júnior.

A nomeação foi publicada em edição extra do “Diário Oficial da União” às 19h de quarta, mesmo dia em que o petista aceitou assumir a pasta, após encontro com a presidente Dilma Rousseff no Palácio do Alvorada.

“A posse e exercício no cargo podem ensejar intervenção, indevida e odiosa, na atividade policial e do Ministério Público e mesmo no exercício do Poder Judiciário pelo senhor Luiz Inácio Lula da Silva”, diz o juiz. “Ato presidencial que, ao menos em tese, é de intervenção do Poder Executivo, no exercício do Poder Judiciário. Ato que obsta ou é destinado a obstar o seu [do Judiciário] livre exercício”, completou.

Para Catta Preta Neto, “ao menos, em tese, repita-se, pode indicar o cometimento ou tentativa de crime de responsabilidade”.

RECURSO

O advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo, informou que o governo federal irá recorrer ainda nesta quinta da decisão que suspendeu a posse.

Segundo ele a iniciativa não tem amparo legal, porque outro magistrado já estaria cuidando do processo. “Estamos tomando o conhecimento da situação para poder recorrer ainda hoje”, disse o ministro à Folha.

AÇÃO DO PSB

Em outra frente, o PSB entrou, nesta quinta-feira (17), uma ação no STF (Supremo Tribunal Federal) pedindo que seja declarada inconstitucional a nomeação do ex-presidente Lula para o comando da Casa Civil do governo Dilma Rousseff.

O partido argumenta que a presidente Dilma Rousseff usou o cargo para manipular o foro de investigação de Lula, com objetivo de tirar as apurações envolvendo o petista das mãos do juiz Sérgio Moro, responsável pela Lava Jato no Paraná, e trazer para o STF. O PSB pede que, se não for anulada a nomeação, o STF pelo menos mantenha com Moro os processos sobre Lula.

Esse post foi publicado em 17/03/2016 às 13h49 www.jgmoreira.com.br

Para  receber mais de 39 mil reais por pagamento de serviços médicos prestados á Prefeitura Municipal de São Vicente Ferrer, governada pela prefeita Maria Raimunda Araújo Sousa e que já foi acionada pelo Ministério Publico Estadual por improbidade administrativa, o medico Giovanni Viegas Moreira pode entrar na justiça contra o município vicentino.

Giovanni Viegas, que é pinheirense e atualmente dá plantões no Hospital Municipal de São João Batista, quer que a prefeita quite o débito pendente da prefeitura que lhe é devido desde janeiro de 2013, referente aos plantões hospitalar por ele ter trabalhado no hospital daquela cidade.

Segundo o medico, a prefeita descumpriu o acordo firmado para pagamento do débito desde janeiro/2013 o que agora agrava na cobrança de juros e correções no quantum a que tem direito e espera a cobrança das correções via justiça. Em conversa com este blog, o médico nos adiantou que já acionou um advogado para estudar a legalidade da medida a ser tomada em relação à causa.

O reclamante falou que essa prefeita, durante os anos que vem governando, criou um clima de descontentamento elevado ao terror da insatisfação geral junto à população pela sua desastrosa forma de administrar o município e em especial à saúde que hoje se tornou uma indecência via o agravamento na falta de recursos e materiais para funcionamento da única casa de saúde daquele município.

“Se por ventura a prefeita Maria Raimunda não acordar para o cumprimento da responsabilidade e sacramentar a legalidade do meu pagamento com brevidade, o indicativo para a solução será a justiça.”, finalizou o Dr. Giovanni. Matéria reproduzida integralmente do Blog do Zé da Graça.

Folha de SJB


Edison Lobão (à esquerda) e Raimundo Carreiro (à direita) foram citados em delação premiada da Lava Jato. Fotos: DIda Sampaio/Estadão

Angra 3

Lobão e Raimundo Carreiro receberam propina de Angra 3, diz delator

POR JULIA AFFONSO, FAUSTO MACEDO E RICARDO BRANDT

Estadão 16/03/2016, 15h46 atualizado 17/03/2016, 07h38

Segundo petição de Rodrigo Janot ao STF, Luiz Carlos Martins, da Camargo Corrêa, ‘narrou detalhadamente’ a ‘existência de práticas ilícitas’

O diretor de energia da Camargo Corrêa, Luiz Carlos Martins, um dos delatores da Operação Lava Jato afirmou que o senador Edison Lobão (PMDB-MA) e o ministro Raimundo Carreiro, do Tribunal de Contas da União (TCU), ‘receberam propina decorrentes das contratações da usina de Angra 3′. Em depoimento à força-tarefa da Operação Lava Jato, o empreiteiro ‘narrou detalhadamente’ a ‘existência de práticas ilícitas’.

“Questionado, Luiz Carlos Martins, em seu depoimento judicial nos autos da aludida ação penal, cita Edison Lobão, senador da República pelo Estado do Maranhão e então ministro das Minas e Energia, e Raimundo Carreiro, ministro do Tribunal de Contas da União, como os agentes políticos que receberam propina decorrentes das contratações da usina de Angra 3″, informa petição do procurador-geral da República Rodrigo Janot ao Supremo Tribunal Federal (STF).

lobao-carreiro

O documento de Janot aponta que a delação de Luis Carlos Martins narrou três tipos de ‘práticas ilícitas’.

“a) formação de cartel por diversas empresas interessadas na contratação da usina termonuclear Angra 3, como a Camargo Corrêa, Andrade Gutierrez, Odebrecht, UTC, entre outras, havendo arranjo de propostas e preços entre os consórcios, de forma a, frustrando a competitividade, determinar preço, o líder e o grupo vencedor em cada lote dos certames; b) ocorrência de pagamento de propina decorrente dos citados contratos a altos funcionários da Eletronuclear; c) ocorrência de pagamento de propina decorrente dos citados contratos a agentes políticos facilitadores das negociações e contratações”, diz a petição.

Janot afirmou ao ministro Teori Zavascki, do STF, no documento, que o depoimento de Luiz Carlos Martins ‘no qual faz explícita menção a envolvimento de ministro de Estado e ministro do Tribunal de Contas da União no recebimento de propina decorrentes dos contratos celebrados com a Eletronuclear’ foi encaminhado pela 7ª Vara Federal Criminal da Seção Judiciária do Rio de Janeiro. Segundo o procurador, a delação firmada com o Ministério Público Federal foi homologada com a Justiça.

As investigações sobre propina nas obras da Usina de Angra 3 e na Eletronuclear, subsidiária da Eletrobrás, começaram a ser apuradas pela Operação Lava Jato, em Curitiba. Os investigadores suspeitam que, pelo menos, R$ 4,5 milhões tenham sido pagos por empreiteiras com obras na usina – entre elas a Andrade Gutierrez e a Engevix – a título de propina para o almirante Othon Luiz Pinheiro da Silva, ex-presidente da Eletronuclear, via empresas intermediárias.

Após decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), em setembro de 2015, para fatiar desdobramento da Lava Jato, as investigações migraram para a 7ª Vara Federal do Rio de Janeiro, sob responsabilidade do juiz Marcelo Bretas. Nesta terça-feira, 15, a 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal negou um recurso da Procuradoria-Geral da República que tentava reverter o fatiamento da Lava Jato.

COM A PALAVRA, O CRIMINALISTA ANTONIO CARLOS DE ALMEIDA CASTRO KAKAY, DEFENSOR DE EDISON LOBÃO

O criminalista Antonio Carlos de Almeida Castro Kakay, que defende o senador Edison Lobão (PMDB/MA), afirmou que ‘não há nenhuma imputação direta’ ao ex-ministro. “Até agora tenho visto várias pessoas falarem do senador Lobão sempre no sentido de que ele teria solicitado dinheiro para campanhas, mas não há nenhuma imputação direta a ele, seja para uso pessoal ou mesmo que os pedidos de dinheiro a ele atribuídos tenham surtido algum efeito.”

Na avaliação de Kakay, ‘fica difícil (responder)’.

“Chega lá o Ricardo Pessoa (dono da UTC Engenharia, uma das empreiteiras do cartel que se instalou na Petrobrás entre 2004 e 2014) e diz que o Lobão pediu dinheiro para campanha do PMDB, mas não diz quem falou, onde foi, quanto foi, em que circunstância. De modo que a defesa prefere decantar isso tudo, todas as citações ao senador, para depois se manifestar com calma.”

COM A PALAVRA, O MINISTRO RAIMUNDO CARREIRO, DO TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO

O ministro Raimundo Carreiro informa que nunca recebeu vantagens indevidas de quem quer que seja, para decidir sobre o processo que tratou de fiscalização na Usina de Angra 3 ou sobre qualquer outro processo.

Em que pese desconhecer os termos da delação mencionada, o ministro informa que já prestou esclarecimentos à Polícia Federal em 26 de outubro de 2015, oportunidade em que ofereceu à autoridade policial, de forma antecipada, a quebra de seus sigilos fiscal, bancário e telemático, em um termo devidamente formalizado, tudo no intuito de colaborar para o esclarecimento da verdade e comprovar a total falta de qualquer fundamento de denúncias que envolvam seu nome.

Prestamos abaixo informações sobre a tramitação do processo de Angra 3 do qual o ministro foi relator. Na fase inicial de instrução do processo 011.765/2012-7, o ministro Raimundo Carreiro, diante de indícios de que a futura licitação poderia ter a competitividade prejudicada, expediu medida cautelar, em 24/4/2012, homologada pelo Plenário deste Tribunal na Sessão de 25/4/2012, para que a Eletronuclear suspendesse o curso da pré-qualificação até o julgamento de mérito do processo.

Ao analisar o mérito do processo, o ministro considerou a representação parcialmente procedente e propôs a seguinte recomendação corretiva à Eletrobras:

“que, ao fixar as regras para a futura licitação, condicione a adjudicação do objeto à aceitação, pela adjudicatária, do menor preço oferecido entre todos os lances, à semelhança do procedimento preconizado no art. 4º, inciso XVII , da Lei 10.520/2002 (Lei do Pregão). Essa medida se justifica diante da possibilidade de uma única licitante, entre as duas participantes, ofertar o menor preço para ambos os pacotes. Em tal hipótese, as regras da pré-qualificação imporiam a adjudicação de apenas um lote pelo menor preço, o que afrontaria o princípio da economicidade e o próprio objetivo basilar das licitações que é a obtenção da ‘melhor proposta’, conforme o caput do art. 3º da Lei 8.666/93.”

Diligentemente, o relator propôs, ainda, que o atendimento a essa recomendação fosse devidamente monitorado pela unidade técnica do TCU responsável pela fiscalização da Eletronuclear e o assunto fosse também incluído no rol de obras a serem fiscalizadas no Fiscobras 2013, conforme se extrai da seguinte passagem do voto:

“40. Essa recomendação deverá ser objeto de monitoramento pela Secob-3, nos termos dos arts. 243 e 250, inciso III, in fine, do Regimento Interno do Tribunal, sem prejuízo do acompanhamento concomitante dos demais procedimentos inerentes à respectiva licitação, na forma dos arts. 241 e 242 do RI/TCU, especialmente no que tange à elaboração/finalização do projeto básico e do respectivo orçamento.

41. Em face da materialidade, da relevância e da complexidade dos serviços em questão, faz-se oportuno determinar, desde logo, a inclusão do empreendimento em questão (obras e montagem eletromecânica da unidade 3 da Central Nuclear Almirante Álvaro Alberto – CNAAA – Usina Termonuclear de Angra 3) no Fiscobras 2013.”

Por fim, a proposta do relator determinou o encaminhamento dos autos do processo ao Tribunal Regional Federal da 2ª Região, para ciência do juízo competente, por tratar-se de matéria conexa com o objeto dos mandados de segurança MS 2012.02.01.058112 e MS 2012.02.01.067034, impetrados pelas autoras desta representação em virtude da sua inabilitação na multicitada Pré-qualificação GAC. T/CN-005/11

Como se vê, o ministro agiu com todo o rigor técnico que o caso exigia, tendo recomendado correções, exigido acompanhamento por parte da unidade técnica do tribunal e inclusão do empreendimento no rol de obras constantes do planejamento de fiscalização de obras do TCU. O Acórdão 3.238/2012-Plenário foi aprovado de forma unânime pelos Ministros presentes à sessão do Plenário do TCU, que foi acompanhada pelo Procurador-Geral do Ministério Público junto ao Tribunal.

O ministro informa, por último, que jamais teve contato com o delator em questão.

 


carutapera0-125x95

Presos da Delegacia de Polícia de Carutapera (a 240 quilômetros de São Luís, no noroeste maranhense) se amotinaram, na madrugada e manhã de hoje (15), quebrando as grades das celas, após uma revista minuciosa realizada nas celas.

Os policiais encontraram, na revista, drogas, armas brancas, celulares e carregadores.

Para controlar a rebelião, a polícia do município pediu reforços ao policiamento de cidades vizinhas e à Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), que já enviou a Carutapera um helicóptero do Grupo Tático Aéreo (GTA).

Não há informações sobre feridos. A delegacia abriga 52 presos.

Fonte J.Pequeno

 

Foto de Jgmoreira Moreira.

No mundo da mídia onde as pessoas só deveriam falar verdades!… Na mídia verdade onde o conceito da mentira e da enganação não tem vez o “FABULOSO” está a um fio de perder tudo pela mentira que prega no dia a dia das suas invenções. Só tenho que lamentar o erro que a natureza criou….

O fabuloso é mais um homem da mídia onde a verdade moral se esconde sob o véu da ficção .

 


%d blogueiros gostam disto: