Foto: Divulgação

Dois homens foram mortos a tiros, no início da noite desta quinta-feira, na rua Danilo Corrêa, no bairro de Petrópolis, Zona Sul de Manaus.

 

As vítimas foram identificadas como Áureo Gustavo, de 19 anos, e Eduardo Paiva, de 35.

 

Áureo foi assassinado com um tiro de pistola calibre 380, e Eduardo, com três disparos no peito e 2 na cabeça.

 

A Delegacia de Homicídios deve investigar o duplo homicídio.

ATENÇÃO! IMAGENS FORTES!

 

Veja vídeo:


O adolescente tinha golpes profundos na cabeça quando foi encontrado por moradores

Um adolescente com idade estimada entre 14 e 16 anos foi assassinado com várias pauladas na cabeça na madrugada desta terça-feira, 17, na Rua 21 do Conjunto Manoa, na Zona Norte de Manaus.

Até o começo da tarde a polícia ainda não tinha conseguido identificar o menor, que foi espancado até a morte na frente de uma casa abandonada. Segundo investigações preliminares da polícia, o imóvel está desocupado e é usado como ponto de orgias entre usuários de drogas.

Os autores do crime também ainda não foram identificados. Os moradores contam que ouviram muitos gritos e tudo leva a crer que o adolescente se envolveu em uma pancadaria entre usuários de entorpecentes e foi morto por alguns deles.

 

O adolescente foi morto na frente desta casa abandonada (Foto: Divulgação) 

Os policiais da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) encontraram uma pedra e um pedaço de madeira sujos de sangue; Os objetos teriam sido usados no espancamento para matar o adolescente.

Restos de porções de drogas foram encontrados no interior da casa abandonada. Um morador revelou que o menor assassinado sempre era visto entrando e saindo do local juntamente com outros usuários de drogas.

Nenhum suspeito de participação no crime havia sido preso até às 15 hs desta terça-feira. O corpo do adolescente que, até onde se sabe, não tinha familiares residindo no conjunto ou nos arredores, também permanecia como indigente no IML.

ATENÇÃO! IMAGEM FORTE! 

Fonte: Portal do Zacarias


Foto: Reprodução

As imagens são aterradoras: sentado, um homem segura as próprias vísceras que “pularam” para fora após ele ser esfaqueado na barriga.

Segundo o leitor que enviou o vídeo para o WhatsApp do “PORTAL DO ZACARIAS” (92 – 99335-3954) e para o nosso Blog, a vítima foi esfaqueada dentro da Cadeia Pública de Santana do Acaraú, no Ceará.

O leitor não soube informar em que circunstâncias o homem foi esfaqueado e nem se ele sobreviveu.

ATENÇÃO! IMAGENS  FORTES!


O ladrão foi amarrado e entregue à polícia depois da peia que levou (Foto: Divulgação) 

No último domingo, 15, foi o dia da “caça” e não do “caçador”, e quando o ladrão identificado pelo nome de José de Arimatéa Batista, 47, vulgo “Careca”, descobriu isso já era tarde demais pra ele.

Ele levou uma impiedosa surra depois de roubar o telefone celular de dentro da bolsa de uma passageira que viajava em um ônibus da empresa Via Verde.

O veículo trafegava pela Rua Estrela de Davi, bairro do Novo Israel, Zona Norte de Manaus, quando a passageira gritou que o homem que viajava ao seu lado furtara seu telefone.

Sabendo que seu crime foi descoberto, o ladrão ainda tentou fugir pela janela do ônibus mas foi agarrado por um grupo de 20 passageiros aproximadamente e espancado até a chegada da polícia.

O telefone celular da vítima foi encontrado escondido na cueca do ladrão, que apanhou dentro do coletivo e depois foi levado para fora, onde a surra federal teve continuidade.

Policiais militares da 18ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) foram ao local do espancamento e já encontraram “Careca” com as mãos amarradas para trás com seu próprio cinto e cheio de hematomas.

O ladrão foi levado ao Serviço de Pronto Atendimento (SPA) do Conjunto Galiléa e depois foi apresentado no 18º Distrito Integrado de Polícia (DIP) onde aconteceu sua autuação em flagrante pelo crime de furto.


As primeiras informações dão conta de que os dois bandidos foram baleados, na noite desta quarta-feira, quando tentavam realizar um assalto na rua João Câmara, no bairro do Novo Aleixo, na Zona Norte de Manaus.

Eles estavam em uma motocicleta.

De acordo com outra informação, a dupla foi baleada no núcleo 16 do bairro da Cidade Nova.

Seja como for, a verdade é que os dois criminosos se deram mal.

Comentou-se em em um grupo de policiais no WhatsApp que eles foram baleados por um “justiceiro” que os perseguia em um carro.

Um deles teria morrido no local e outro foi levado para um pronto-socorro.

ATENÇÃO! IMAGENS FORTES!


Ações voltadas para o combate ao enfrentamento contra violência contra a mulher, incidiu no cumprimento de prisões na região metropolitana de São Luís. A operação identificada como “Salve Maria”, iniciou-se nas primeiras horas da manhã desta segunda-feira (09), por volta das 18hs. Os presos na operação foram identificados por Antônio Luís de Oliveira; Magno Cantanhede Araújo, Ronaldo Pereira Serejo e Paulo Eduardo Gomes Costa.

Operação “Salve Maria”, foi coordenada pela Delegacia Especial da Mulher de São Luís, com o apoio da Seccional Norte e do Departamento de Feminicídio. Nesta ação foi onde envolveu seis alvos, sendo concretizado o cumprimento de quatro mandados de Prisão Preventiva e um mandado de Busca e Apreensão, pelos crimes envolvendo a prática dos crimes de violência doméstica ou de gênero contra a mulher.

Crimes devem ser denunciados

Participaram da operação Salve Maria, contra o crime de violência contra as mulheres e a prática de crimes de violência doméstica, cerca de 40 policiais civil. A Delegada Wanda Moura Leite lembrou acerca destes crimes, na importância de se denunciar acerca desta violência contra as mulheres. Ela lembrou, que “Em qualquer situação de violência doméstica ou de gênero contra a mulher, que a vítima procure a Delegacia Especial da Mulher, que conta com um plantão de 24 hs, e denuncie a violência sofrida, o mais rápido possível, completou a delegada da DEM”.

Ascom-SSP-Ma.


Raquel caminhou até a porta do estabelecimento onde caiu e depois foi socorrida mas veio a óbito

Uma mulher conhecida como “Raquel”, de 22 anos, foi assassinada com uma facada nas costas e seu acompanhante, identificado como Samuel da Silva Vargas, 24, foi atingido com golpes no lado direito das costelas, mas sobreviveu.

O episódio aconteceu por volta das 12h20 na Rua Barão de São Domingos, no Centro de Manaus, próximo da Escadaria dos Remédios. A mulher esfaqueada foi socorrida e deu entrada com vida no Hospital e Pronto-socorro 28 de Agosto, mas faleceu na sala de operações.

A polícia ainda está apurando o crime para saber realmente o que aconteceu, mas por enquanto a versão que existe é que “Raquel” e Samuel se desentenderam com um homem, até o momento desconhecido, que empunhava uma faca e agrediu o casal dentro do bar.

No momento da luta corporal, a mulher teria saído em defesa de Samuel e terminou como a vítima fatal da briga. O agressor correu atrás de Raquel dentro de uma loja ao lado de onde tudo começou e depois de golpeá-la nas costas, largou a faca no local e fugiu.

Policiais militares realizaram buscas na área mas o assassino não foi preso. Samuel foi atendido no local por uma equipe do Samu e posteriormente foi conduzido por policiais militares até a Delegacia de Homicídios para depor sobre o crime.

Um vídeo fornecido pela gerência da loja onde “Raquel” foi esfaqueada mostra claramente o momento em que ela tenta fugir do agressor mas é alcançada por ele e golpeada uma única vez nas costas.

ATENÇÃO! IMAGENS FORTES! 

Fotos: Divulgação

Veja o vídeo:


O presidiário do regime semiaberto Helinton Alves Nogueira, de 27 anos, foi morto com mais de 15 tiros, na noite desta terça-feira (10), na rua 1º de Julho, no bairro da Glória, Zona Oeste de Manaus.

Segundo policiais da 5ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), testemunhas relataram que Helinton, que usava tornozeleira eletrônica do sistema prisional do Estado, foi morto por homens que estavam em um Fiat Uno, cuja placa ninguém anotou.

De acordo com as testemunhas, “Chuck”, como Helinton era conhecido, foi assassinado quando caminhava na rua 1º de Julho.

Os tiros causaram pânico e correria entre moradores. “Chuck” usava tornozeleira eletrônica quando foi morto

 

“Chuck” com familiares

Perita examina o corpo de “Chuck” (Fotos: Divulgação)



O corpo foi encontrado no final da tarde por moradores do ramal do Pau Rosa

O corpo de um homem, identificado através de sua Carteira Nacional de Habilitação (CNH) com o nome de Isac Oliveira Ferreira, 26, foi encontrado no final da tarde do último domingo no ramal do Pau Rosa, localizado no km 21 da rodovia BR 174, que liga Manaus a Boa Vista/Roraima (RR).

Moradores do ramal encontraram o corpo, que trajava calça azul, tênis da mesma cor e de acordo com o resultado da perícia realizada no local do crime, foi morto com pauladas na cabeça. O cadáver também apresentava alguns golpes produzidos supostamente por um punhal.

A polícia foi comunicada do crime e no mesmo ramal, aproximadamente a 1 km de onde estava o cadáver de Isac, com marcas de sangue nos bancos dianteiro e traseiro, foi encontrado seu carro Fiat Pálio Fire, de cor vermelha, placa NAI 6942,  que só teria sido deixado para trás porque ficou sem gasolina no tanque de combustível.

CNH do homem foi encontrada no porta-luvas de seu carro

O corpo foi removido do ramal pela equipe do Instituto Médico Legal (IML) e o carro de Isaac foi guinchado para o pátio do Departamento de Polícia Técnica e Científica (DPTC), onde irá  passar por perícia para coleta de impressões digitais de supostos autores do assassinato.

De acordo com o delegado titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Jeff David Mac Donald, há uma possibilidade de se tratar de um crime de latrocínio, no entanto a motivação exata deste assassinato só deverá ser confirmada no decorrer da investigação.

ATENÇÃO! IMAGENS FORTES! 

Com informações: Portal do Zacarias


Imperícia investigativa, vagarosidade processual, relatórios arquivados por inercia ou simplesmente astúcia ministradas por eles, os…  São diversos fatores que dificultam a identificação e punição dos responsáveis pelos homicídios praticados em Pinheiro-Ma  e  região da baixada, muitos com requintes de crueldade assim como :  “Havidos exatamente 05 anos do desfecho da saga misteriosa que do assassinato de José Carlos Soares Rodrigues (Zé Carlos  Seu Porra) como era conhecido.Vitimado, José Carlos, apresentou escoriações por todo o corpo, sendo diversas pauladas na cabeça, uma profunda facada no peito esquerdo, uma furada no pescoço e outra nas costas e pior a vitima, estava com as pernas amarradas. Sinal do que tudo indica não ter sido apenas um autor da barbárie. Esse bárbaro assassinato chocou a comunidade Pinheirenses em especial familiares e amigos.”   

“Este foi mais um homicídio que acabou no esquecimento das autoridades policiais, com  os  autos processuais supostamente só rabiscados prestes a serem rasgados e ou/ sendo utilizado para limpar sujeira anal; e não me digam que estas minhas palavras é falta de respeito, porque: maior falta de respeito é de  quem não busca prender o assassino (os) que cometerem a  selvageria de tirar a vida de  um ser humano indefeso, crime esse com requintes do mais alto grau de crueldade, haja visto as marcas deixadas no corpo do deficiente “José Carlos” (foto da capa) conhecido  como (seu porra)  que residia no Bairro Antigo Matadouro, fato ocorrido no dia 06/07/2013 ,encontrado morto nas imediações do Lixão no Bairro Bubulina em Pinheiro. ”   

. O caso segue sem solução.