Os dois homens receberam voz de prisão logo que os policiais militares chegaram no local da ocorrência

Dois homens que ainda não tiveram seus nomes divulgados pela polícia, foram espancados por um grupo de populares na noite de ontem, segunda-feira, 18.

O homens tentaram assaltar um casal em uma parada de ônibus situada nas imediações da Praça Nossa Senhora de Fátima, no bairro de Adrianópolis, Zona Centro-Sul de Manaus.

Os criminosos estavam armados com simulacros de armas de fogo e quando uma das pessoas que sofria a tentativa de assalto percebeu que as pistolas empunhadas pela dupla era de brinquedo partiu para cima.

Com ajuda de outras pessoas, iniciaram o espancamento que só terminou quando a polícia chegou no local.

Um dos assaltantes que foi espancado durante a tentativa de roubo 

Quando os policiais militares chegaram um dos assaltantes já estava com o rosto bastante machucado.

Segundo declarações do jovem e sua namorada que sofreram a tentativa de roubo, este mesmo indivíduo, já chegou ordenando que os telefones celulares e dinheiro fossem entregues para ele ou iria atirar para matar.

Os dois homens presos depois do espancamento que sofreram foram levados ao Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto, onde foram medicados.

Depois do atendimento no HPS os assaltantes foram conduzidos ao 1º Distrito integrado de Polícia (DIP) onde foram oficialmente acusados pelas vítimas e autuados em flagrante delito pelo crime de tentativa de roubo majorado.

ATENÇÃO! IMAGEM FORTE! 

Fotos: Divulgação: Portal do Zacarias


O deputado estadual Wellington do Curso participou juntamente com o presidente da Associação Maranhense de Doenças Genéticas e Raras-AMAGER, Paulo Ricarte e com o defensor público, Dr. Joaquim Neto, do Terceiro Seminário do Dia Mundial das Doenças Raras, no auditório do Hemomar, nesta sexta (15).

Dentre os palestrantes da mesa a médica geneticista, Dra. Maria Juliana (conhecida como “mãe dos raros”) e a consultora científica, Simone Marinho abordaram sobre a mucopolissacaridose, o aconselhamento genético e a triagem neonatal, como também as dificuldades e avanços no tratamento de pessoas com doenças genéticas e raras em todo o Estado.

O deputado Wellington falou sobre os encaminhamentos feitos ao governo do Estado, inclusive o Centro de Referência Especializado para o tratamento, como também outros solicitados na audiência pública ocorrida na Assembleia Legislativa, no dia 27 de fevereiro. E lembrou que a próxima acontecerá 60 dias após a esta realizada.

“Reafirmo meu compromisso com os portadores de doenças genéticas e raras. Me coloco a disposição através do meu gabinete para o que precisarem e estou engajado para melhorar o atendimento e a qualidade de vida destas pessoas através da criação de um Centro de Referência Especializado no tratamento destas doenças. Continuaremos lutando para que todos pacientes de doenças genéticas e raras sejam atendidos de forma completa na saúde do Maranhão, sem ter que judicializar o atendimento. Vocês não estão mais sozinhos, são raros, porém, não são invisíveis”, disse Wellington do Curso.


 Seguem dois vídeos. No primeiro, as duas jovens que aparecem na foto anunciam que mudaram de facção criminosa. 
(abre em nova janela) Seguem dois vídeos. No primeiro, as duas jovens que aparecem na foto anunciam que mudaram de facção criminosa. 

Na segunda gravação, elas aparecem sentadas no chão com os criminosos apontando armas para elas enquanto dizem que as duas “aprontaram” para a facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC).

Elas imploram para não ser mortas. Em seguida, vêm os tiros.

Segundo o leitor que enviou os dois vídeos para o WhatsApp do Blog(98-988690276 e o “PORTAL DO ZACARIAS” (92 – 99335-3954), a barbárie ocorreu no Nordeste, provavelmente no Ceará.

ATENÇÃO! IMAGENS FORTES!


Guilherme Taucci Monteiro e Luiz Henrique de Castro, os assassinos de Suzano

O vídeo que você vai ver a seguir mostra os dois homens responsáveis pelo massacre em Suzano, na Grande São Paulo, logo após cometerem suicídio.

 

Na última quarta-feira, dia 13, os dois invadiram uma escola e mataram oito pessoas e deixaram outras 15 feridas.

Assuntos relacionado

IMAGENS FORTES! SEM CENSURA: vídeo mostra assassinos atirando e depois dando machadadas em funcionários e alunos de escola em Suzano. VEJA

Assassinos planejaram massacre em escola de Suzano por mais de um ano, aponta investigação

Fotos: Reprodução

ATENÇÃO! IMAGENS FORTES! 

Com informações: Portal do Zacarias

Um homem teve o corpo queimado por um suposto desafeto no bairro São Pedro, zona Sul de Teresina, na manhã desta sexta-feira (15).

O Cidadeverde.com apurou que a vítima é Luiz José de Sousa Neto, 49 anos, e está internado no Hospital de Urgência de Teresina (HUT) com 40% do corpo queimado. Ele deu entrada no HUT por volta das 12h de hoje.
“O paciente está com 40% do corpo queimado, ferimentos nos dois braços, no rosto, nas costas e nos pés. Ele está na unidade de queimados do Hospital”, informou a assessoria do HUT.
A área do hospital é isolada e o paciente está sendo acompanhado por familiares, de acordo com a assessoria.
Segundo familiares, a vítima estava dormindo no sofá de sua residência, na rua Murilo Braga, quando um de seus desafetos aproveitou um buraco em cima do sofá. Com uma garrafa pet cheia de gasolina, o agressor jogou o combustível no corpo da vítima e ateou fogo. Ele estava sozinho em casa, acordou com o corpo em chamas e teve dificuldades de apagar o fogo. Um carroceiro que passava pelo local socorreu o rapaz.
O chefe de investigação do 3º DP, Hilton Barbosa, disse que a polícia tem dois suspeitos. Segundo Barbosa, a motivação do crime seria dívida de droga. Segundo apurou a polícia, a vítima estava devendo R$ 100,00 na boca de fumo.

CODÓ NOTICIAS-yalasena@cidadeverde.com


Uma mulher que se identificada como Patrícia, postou nas redes sociais e grupos de WhatsApp dos seus amigos, uma fotografia de seu próprio rosto, banhado em sangue para denunciar uma violência doméstica praticada contra ela por seu marido.

A selfie que foi postada no último domingo, 10, viralizou rapidamente e todos os comentários repudiam a atitude do marido acusado de agredir Patrícia que teve de se esconder na casa de seus familaires para não ser mais uma vítima de feminicídio.

Patrícia postou a selfie do rosto sangrando e logo em seguida divulgou a fotografia do agressor que ela não revelou o nome mas pede que as pessoas compartilhem para que todos fiquem sabendo quem é o que ela chamou de “MALDITO QUE SE DIZ MARIDO”.

O acusado de espancar a própria mulher já está sendo produrado por policiais da DECCM

Patrícia estava morando na Comunidade Mundo Novo, bairro da Cidade Nova, Zona Norte de Manaus, mas depois de sofrer mais uma agressão do marido rotulado como “ciumento, bêbado e covarde”, ela foi morar na casa dos pais na Comunidade Santa Inês, Zona Leste de Manaus.

De acordo com a últimas informações relativas à agressão física sofrida por Patrícia, o caso já foi comunicado na Delegacia Especializada em Crimes Contra a Mulher e a delegada titular Débora Mafra, já adotou os procedimentos cabíveis.

ATENÇÃO! IMAGEM FORTE! 

Foto: Divulgação:Portal do Zacarias


Foto: Divulgação

Francisco foi encontrado morto no começo da tarde desta sexta-feira no interior da casa abandonada

O catador de latas Francisco Marques de Alencar, 28, foi encontrado morto na tarde desta sexta-feira, 8, em casa abandonada na Rua Cambixe, bairro de São José Operário 1, Zona Leste de Manaus.

A polícia foi informada por um morador que, na última quinta-feira, 7, o catador de latas foia atingido com uma pedrada na cabeça ao travar luta corporal com um outro homem que é morador de rua do mesmo bairro.

Depois de receber o golpe na cabeça, Francisco ficou desmaiado por alguns instantes e quando recobrou os sentidos se levantou e foi embora sozinho do local.

Casa abandonada foi isolada pela polícia  até a remoção do corpo do catador de latas

Nesta sexta-feira, por volta das 13h30, alguns garotos entraram na casa abandonada para brincar e tomaram um enorme susto quando se depararam com o corpo do catador de latas.

Outros moradores comunicaram à polícia, que a partir de agora vai investigar para descobrir quem foi o homem que desferiu a pedrada na cabeça do catador de latas.

O corpo foi removido do local pela equipe do Instituto Médico Legal (IML).

ATENÇÃO! IMAGEM FORTE! 

Fotos: Divulgação


Se não houver a retirada dos animais das rodovias que interligam a baixada maranhense, animais de grande porte, como cavalos, búfalos e outros soltos nas estradas, oferecendo riscos aos condutores que trafegam nas rodovias, além de pôr a própria vida em risco; a coisa vai ficar feia e insustentável, gerando mortes e pondo em duvidas a responsabilidade por quem irá responder (no caso) pelo acidente que ceifou a vida do jovem  Marcio, por volta das 21:00 hs desta quinta-feira (07) na barragem da justina na MA-106 em Pinheiro. Márcio que fazia parte da coordenação da fazenda do amor misericordioso e que já foi interno da mesma, bateu em dois búfalos, e morreu no local, ele estava em uma motocicleta biz, quando o SAMU chegou para prestar socorro à vitima … Ela já estava sem vida

Quem responde pelo acidente: o proprietário dos animais ou os órgãos de trânsito?

Eis a questão.



Steffany foi morta com facadas pelo marido Jefferson que ainda anão foi preso

A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) registrou os assassinatos das mulheres e seu delegado titular, Paulo Martins, confirmou que foram dois crimes de feminicídio em menos de 24 horas.

No primeiro caso, a polícia espera contar com ajuda da população de Manaus e do interior do Estado para prender o lavador de carros Jefferson da Silva Pinto, 25, que é acusado de um crime brutal.

Na tarde da última terça-feira de Carnaval, ele entrou em sua casa na Rua Jasmin, bairro do Gilberto Mestrinho, Zona Leste de Manaus, e matou com pelo menos 10 facadas a sua mulher Steffany Rocha Chaves, 19.

De acordo com informações obtidas pela polícia, Jefferson matou Steffany porque ela não o deixou entrar em casa e teve de dormir na rua depois de passar um dia inteiro bebendo com alguns amigos.

 

Steffany Rocha foi morta com muitas facadas e   na frente da filha de 1 ano de idade 

O casal já vivia em total desarmonia com muitas brigas e toda vez que bebia, Jefferson sempre discutia e agredia sua mulher, por isso ela não deixou que ele entrasse em casa no dia em que foi assassinada.

A filha do casal, uma menina de 1 ano de idade, estava ao lado da mãe quando o lavador de carros entrou em casa cego de ódio, pegou a faca e matou Steffany com pelo menos 10 golpes pelo corpo.

Depois do crime Jefferson fugiu e agora está sendo procurado pela Polícia que espera contar com informações da população para descorir o paradeiro do marido assassino, através do telefone 181.

COSTUREIRA ASSASSINADA

No segundo caso de feminocídio, a costureira Solange Gama dos Santos, 43, também foi vítima fatal do marido violento, na madrugada da última segunda-feira,4, na Comunidade Campos Sales, bairro do Tarumã, Zona Oeste de Manaus.

“Sol”, como eram mais conhecida, foi morta por estrangulamento e depois foi enterrada em uma cova rasa em uma área de mata dos fundos de sua casa.

O cadáver da costureira só foi encontrado na manhã da última terça-feira, 5, quando familiares que já suspeitavam do crime foram para o local procurar e localizaram “Sol” enterrada em uma cova rasa.

A costureira Solange Gama foi estrangulada e enterrada pelo marido, que não aceitava a separação (Fotos: Divulgação)

O pedreiro Manoel Francisco de Menezes, 53, com quem a costureira já vivia havia três anos, foi preso e confessou a autoria do feminicídio no mesmo dia em que o corpo foi encontrado.

Em seu depoimento, o pedreiro confessou que matou Solange porque ela queria a separação e no dia do crime ela estava juntando suas roupas em uma sacola para ir embora de casa quando foi assassinada.

A Delegacia de Homicídios ainda investiga uma suposta participação de outras três pessoas, entre elas um caseiro amigo de Manoel Francisco, no assassinato e sepultamento do corpo da costureira.

Com informações : Portal