Prefeito João de Fátima, o "Queiroz"

Baseada na Notícia de Fato nº 052/015, a manifestação é de autoria do titular da Promotoria de Justiça da Comarca, Leonardo Santana Modesto.

Na Ação, o representante do MPMA ressalta que a conduta negligente do prefeito em não pagar dívidas do Município acarreta prejuízo ao erário de Monção.

Para Leonardo Modesto, a conduta viola a Lei de Responsabilidade Fiscal (Lei Complementar nº 101, de 4 de maio de 2000), configurando ato de improbidade administrativa. “Apesar de ter sido notificado para apresentar justificativa, o prefeito permaneceu inerte”, acrescenta.

PEDIDOS

Na Ação, o membro do MPMA requer que o gestor municipal seja condenado a ressarcir aos cofres municipais o valor de R$ 27.728,37, referentes aos juros da dívida.

Entre os pedidos estão a condenação do prefeito à perda da função pública; à suspensão de direitos políticos, pelo período de três a cinco anos, e à proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios e/ou incentivos fiscais pelo prazo de três anos.

Outro pedido é a condenação de João de Fátima Pereira ao pagamento de multa de até 100 vezes o valor da remuneração recebida à época da dívida.

Na manifestação, Leonardo Modesto também solicita que a Cemar informe os débitos atualizados do Município de Monção junto à empresa. O promotor requer, ainda, o encaminhamento, pela Câmara de Vereadores, das leis orçamentárias referentes aos anos de 2014 e 2015.

O município de Monção fica localizado a 316 km de São Luís.


 Othelino Neto disse que uma das obras mais festejadas foi a construção da estrada que liga o município de Paulino Neves a Barreirinhas

O deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) destacou, na sessão desta segunda-feira (26), a ida do governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), a Paulino Neves e a Tutoia, no final de semana, onde anunciou obras estruturante para a região dos Lençóis Maranhenses e entregou títulos de terra. “Administrando bem os recursos, evitando o desperdício, combatendo a corrupção, mesmo em um ambiente de crise, o governo do Estado vem mostrando que é possível corrigir distorções históricas, honrar compromissos de campanha e levar o desenvolvimento para todos os maranhenses, de forma que inclua os historicamente abandonados”, disse o parlamentar.

Durante o pronunciamento, Othelino frisou que, em Paulino Neves, o governador anunciou a realização de um sonho  antigo do povo: a construção da ponte de concreto sobre o Rio Novo, que passa no meio da cidade e a separa de Barreirinhas e de Tutoia. Segundo o deputado, no local, hoje tem uma via de madeira, já bastante velha, que foi feita há décadas, e agora o governador cumpre um compromisso, inclusive assumido publicamente naquele município, no período de campanha.

O deputado também destacou que a construção da ponte está associada também a outra obra que foi anunciada pelo governador e, amplamente, festejada pelo povo, que é a da estrada que liga o município de Paulino Neves a Barreirinhas. Para Othelino, a obra é de grande impacto, não só para aquelas cidades, mas para todo o Maranhão, em especial para o polo dos Lençóis Maranhenses, pois vai permitir, dentre outras coisas, a melhoria da qualidade de vida das pessoas e o desenvolvimento maior do turismo porque vai ligar o Parque Nacional à Rota das Emoções para fazer chegar mais rápido ao Delta do Parnaíba, Jericoacoara, interligando litorais do Maranhão, do Piauí e do Ceará.

“Trata-se de uma obra muito marcante que vai ser iniciada esta semana. É uma parceria, inclusive, com a empresa que vai instalar o projeto de energia eólica lá. Ela fará a terraplanagem e o governo do Estado, a pavimentação da estrada. Serão 35 km que vão, dentre outras coisas, reduzir a distância de quem vai de São Luís para Fortaleza, algo em torno de 200 km”, disse o deputado.

EM TUTOIA –  Othelino destacou ainda que, em Tutoia, o governador  anunciou mais obras de asfalto, recebeu a doação do terreno para a construção de uma unidade do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema).

“Foi realmente um momento importante para o município de Tutoia. E nós vimos e percebemos a alegria das pessoas com aquelas obras e projetos que foram anunciados no final de semana”, frisou.

O deputado disse que, após o anúncio desses investimentos em Tutoia, acompanhou o governador em uma vistoria na obra que vai solucionar o problema da água no município.


Deputados participam de entrega de títulos de terras e anúncio de obras em Tutoia e Paulino Neves

Nice Moraes/Agência Assembleia

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão, deputado Humberto Coutinho (PDT), acompanhado do governador Flávio Dino (PCdoB), participou neste sábado (24), das solenidades de anúncios de importantes obras nos municípios de Tutoia e Paulino Neves, que irão beneficiar cerca de 100 mil habitantes.

A comitiva do governador – composta pelos deputados Othelino Neto (PCdoB) e Levi Pontes (SD); os secretários de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação, Bira do Pindaré, de Educação, Áurea Prazeres e de Turismo, Delma Andrade;  o secretário adjunto de Infraestrutura,  Ednaldo Neves; o diretor-presidente da Caema, Davi Teles e  Mauro Jorge, diretor do Iterma – inicialmente, anunciou o pacote de quatro medidas do governo do Estado para o município de Tutóia, que fica localizado a 450 quilômetros de São Luís.

As melhorias anunciadas foram: a realização de obras de pavimentação asfáltica; melhorias no sistema de abastecimento de água; construção de um Instituto de Tecnologia (IEMA) e a entrega de 23 títulos de propriedade de terras que irão beneficiar mais de 1.500 famílias, numa área de mais de 18 mil hectares.  Durante a solenidade – que aconteceu na área onde será construído o IEMA, os líderes comunitários receberam das mãos das autoridades, os títulos de terra.

Durante a sua fala, Flávio Dino explicou que apesar da crise, está cumprindo a promessa feita durante a sua campanha. Também disse que o governo está enfrentando os problemas com coragem e determinação. “Nós estamos mostrando o cumprimento da nossa palavra feita em campanha. Nós precisamos continuar nesse caminho; estamos fazendo essas obras para beneficiar o turismo nessa região”, afirmou o governador, agradecendo o apoio do presidente Humberto Coutinho e dos deputados Othelino Neto e Levi Pontes.

Progresso

O presidente Humberto Coutinho disse que aquele era um momento importante para as populações daquelas cidades. Também destacou o compromisso e competência do governador Flávio Dino. “Para mim é uma grande alegria está acompanhando o governador Flávio Dino. Onde ele está, chega o progresso. Isso prova que esse é um governo sério e comprometido com as comunidades. Aqui estão sendo anunciadas obras que ele prometeu e isso prova o compromisso e competência do governador Flávio Dino. Eu sou deputado do Maranhão e fico satisfeito de estar aqui com todos vocês”, afirmou o presidente Humberto Coutinho.

Ao destacar a importância da presença do governador e comitiva, o deputado Levi Pontes falou da sua satisfação em fazer parte daquela comitiva  e afirmou que as ações do governo vão trazer mais desenvolvimento àquela cidade. “Apesar das dificuldades, o governador está atento às necessidades dos municípios”, afirmou ele, enfatizando que o sistema de água está na agenda positiva do governo, bem como a distribuição de títulos de terras, educação, saúde, dentre outras medidas.

Othelino Neto disse que aquele era um momento importante onde estavam sendo anunciadas obras estruturantes pelo governo do Estado. “Para a Assembleia Legislativa é um momento especial estar participando do anúncio dessas obras que vão trazer mais desenvolvimento para essa região”.

O presidente do Iterma, Mauro Jorge disse que aquele era um momento histórico para aquelas comunidades. “Com a posse do título eles vão conseguir linhas de crédito para a melhoria de vida das famílias”, enfatizou Mauro Jorge.

O prefeito Raimundo Baquil também destacou a importância daquelas obras para a cidade. “Este momento é muito importante para o nosso município, pois esta inciativa do governo vai trazer mais desenvolvimento. Agora, abriu-se uma porta para todos os seguimentos; vamos trabalhar com esses projetos que o governo nos concede, pois essa região é rica em belezas naturais”.

Comunidades

Uma das comunidades beneficiadas foi Baixão da Raposa, cujo presidente da Associação dos Moradores é Joardson Rocha que falou da sua alegria de participar daquela solenidade. Segundo ele, há mais de 20 anos que as famílias lutam pela posse da terra. “Para mim, hoje é um sonho que está sendo realizado; é uma vitória com o meu povo que tanto sofre. Agora, vai mudar tudo em todos os aspectos”, disse ele.

O presidente da Associação dos Pescadores e Moradores do Povoado Seriema, Francisco Oliveira, disse que aquele título era um sonho daquela comunidade, que possui 500 famílias. “Era um sonho meu e de todos os companheiros receber esse título, para que essas terras fossem oficializadas e assim podermos fazer empréstimos de linhas de crédito”.

Paulino Neves

Em Paulino Neves, o governador Flávio Dino e comitiva anunciaram as obras que serão feitas no setor educacional e infraestrutura. Naquele município também foram entregues quatro títulos fundiários que irão beneficiar mais de 300 famílias.

Uma importante obra que será feita, será a construção de uma ponte de concreto sobre o Rio Novo, cuja extensão é de 142 metros e que vai custar mais de R$ 6 milhões. Esta ponte – cujas obras vão iniciar na próxima semana – vai substituir a estrutura antiga de madeira, única ligação entre os dois lados da cidade.

Ao anunciar o pacote de obras o governador Flávio Dino disse que o intuito é impulsionar o turismo naquela região, em especial, os municípios de Tutóia e Paulino Neves que estão localizados no Delta do Parnaíba e fazem parte da chamada ‘rota das emoções’.

Nova pavimentação

As ruas de Paulino Neves também vão receber nova pavimentação, com blocos de concreto. A medida é fruto de emenda parlamentar do vice-presidente da Assembleia Legislativa, Othelino Neto. “O governador vem fazendo um novo momento que vai mudar a vida do povo do Maranhão e, em especial, de Paulino Neves. Eu estou feliz em está aqui, pois devo o meu mandato ao povo daqui.”.

O prefeito Raimundo Lídio Filho expressou a sua alegria e agradecimento por está naquele momento tão importante para a cidade. “Ele está cumprindo a promessa para mostrar que todos nós somos iguais. Essa ponte era um sonho antigo de todos nós. Hoje essa cidade é um pólo de desenvolvimento para a região. Nós estamos nos preparando para vivermos os melhores momentos que essa cidade já teve. Paulino neves deixou de ser aquela cidade acanhada”, finalizou ele, agradecendo os apoios do governador, de Humberto Coutinho, Othelino Neto e Levi Pontes.

Esforço integrado

Outro destaque da solenidade foi a presença do proprietário da empresa Agiliza, Walder Ary, que falou da parceria com o Iterma na montagem da empresa de energia eólica em Tutóia e Paulino Neves. Junto com o instituto, a empresa estará ajudando as comunidades que receberam os títulos fundiários.

“Esse esforço é integrado com o governo Flávio Dino que deu apoio junto às comunidades com o intuito de potencializar a implantação e expansão da energia renovável na região. A melhor coisa que fizemos foi a parceria que possibilitou o pagamento dos valores devidos ao Iterma para a questão dos títulos de terras que estavam sendo vendidos às comunidades”

A energia Energia eólica – que é a transformação da energia do vento em energia útil – enquanto alternativa aos combustíveis fósseis, é renovável e está permanentemente disponível, podendo ser produzida em qualquer região. Ela é limpa: não produz gases de efeito estufa durante a produção e requer menos terreno. “O impacto ambiental é geralmente menos problemático do que o de outras fontes de energia”, enfatizou Walder Ary, destacando ainda, as vantagens para as comunidades onde se inserem os Parques Eólico: são compatíveis com outros usos e utilizações do terreno como a agricultura e a criação de gado; possibilita a criação de emprego, a geração de investimento em zonas desfavorecidas e traz benefícios financeiros aos proprietários e zonas camarárias.

Vantagens

Dentre as vantagens para o estado, conta a redução da elevada dependência energética do exterior, nomeadamente a dependência em combustíveis fósseis; poupança devido à menor aquisição de direitos de emissão de CO2 por cumprir o protocolo de Quioto e associações comunitárias e menores penalizações por não cumprir; a possível contribuição de cota de gases de efeito estufa para outros setores da atividade econômica. Além disso, é uma das fontes mais baratas de energia, podendo competir – em termos de rentabilidade – com as fontes de energia tradicionais.

Outras autoridades

Também presentes às solenidades os prefeitos, Leo Costa, de Barreirinhas; de Raposa, Talita Laci; de Água Doce do Maranhão, Rocha Filho; de Araioses, Valéria; de Brejo, Dr. Omar, vereadores, secretários municipais, demais lideranças políticas, comunitárias e a população em geral.

 


lula

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva – Ailton de Freitas / Arquivo O Globo

SÃO PAULO – Pesquisa Ibope, divulgada nesta segunda-feira pelo jornal “O Estado de S. Paulo”, revela que a rejeição ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva aumentou. Segundo o levantamento, o percentual daqueles que dizem que não votariam de jeito nenhum em Lula aumentou de 33% (maio de 2014) para 55%. O índice dos que votariam no ex-presidente em 2018 é de 23%. Em maio do ano passado, o percentual de possíveis eleitores era de 33%.

O levantamento, realizado entre os dias 17 e 21 de outubro, pesquisou o potencial de voto de alguns dos principais políticos que podem vir a disputar a presidência da República em 2018.

O Ibope também testou os nomes dos tucanos Aécio Neves, Geraldo Alckmin e José Serra, além de Marina Silva (Rede) e Ciro Gomes (PDT). A rejeição a Lula foi a maior entre todos os nomes testados. Mas os outros nomes também apresentam aumento na rejeição. De acordo com o Ibope, cresceu o percentual dos que não votariam de jeito nenhum em Aécio (de 42% para 47% em um ano), em Marina (de 31% para 50% em um ano) e em Serra (de 47% para 54% em dois anos). Não há comparativo para a rejeição a Alckmin e a Ciro Gomes, ambos com rejeição de 52%.

Apesar da rejeição, o índice dos que votariam em Lula é maior do que a dos adversários: 23%. Aécio Neves aparece com 15%, seguido por Marina, com 11%. Serra tem 8%, Alckmin tem 7% e Ciro, 4%.

Ainda segundo o Ibope, na soma de eleitores que votariam com certeza ou poderiam votar, há empate técnico entre Aécio (42%), Lula (41%) e Marina (39%). Serra e Alckmin ficam, respectivamente, com 32% e 30%. Ciro aparece com 20%.

Lula é o mais conhecido entre os políticos, já que apenas 2% o desconhecem. Ciro é o mais desconhecido, por 24% dos eleitores. E 19% não conhecem Alckmin. O percentual sobre Aécio chega a 9% e para Marina, 10%. No caso de Serra, 11% o desconhecem.

As taxas não somam 100% porque um eleitor pode apontar que votaria em mais de um candidato ou que não votaria em nenhum deles.


Camila BomfimDa TV/ Atualizado www.jgmoreira.com.br

O lobista Alexandre Paes dos Santos foi preso na manhã desta segunda-feira (26), em uma nova fase da Operação Zelotes da Polícia Federal. Em uma ação conjunta, agentes da PF, do Ministério Público e da Receita Federal ainda devem cumprir 5 mandados de prisão preventiva, 18 mandados de busca e apreensão e 9 de condução coercitiva. A operação é feita nos estados de São Paulo,Piauí, Maranhão e no Distrito Federal.

Os agentes realizaram busca e apreensão na empresa de marketing esportivo LFT, do filho do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Luis Claudio Lula da Silva. Segundo as investigações, a empresa tem ligação com a consultoria Marcondes e Mautone, investigada na Zelotes.

A Operação Zelotes investiga fraudes no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf), ligado ao Ministério da Fazenda. Segundo a PF, esta nova etapa da operação investiga um consórcio de empresas que, além de manipular julgamentos dentro do Carf, negociava incentivos fiscais a favor de empresas do setor de automóveis.

Fases da Zelotes
A Operação Zelotes começou em 26 de março de 2015. O esquema investigado, de acordo com a PF, consistia em pagamento de propina para integrantes do Carf com o objetivo de anular ou reduzir débitos tributários de empresas com a Receita Federal.

Segundo as investigações da PF, o esquema teria fraudado até R$ 19 bilhões da Receita. Na primeira fase da operação, agentes da PF apreenderam R$ 1 milhão em espécie, além de carros de luxo, em duas casas de Brasília.

Em setembro, agentes da PF fizeram buscas em escritórios de contabilidade de São Paulo, do Rio Grande do Sul e do DF.

No dia 8 de outubro a PF fez a 3ª fase da Zelotes e cumpriram sete mandados de busca e apreensão em Brasília e no Rio de Janeiro.

Investigação
As investigações apontam que conselheiros suspeitos de integrar o esquema criminoso passavam informações privilegiadas de dentro do Carf para escritórios de assessoria, consultoria ou advocacia.

Esses escritórios, de acordo com os investigadores, procuravam empresas multadas pela Receita Federal e prometiam controlar o resultado dos julgamentos de recursos.

A Polícia Federal aponta que, para isso, além de promover tráfico de influência, o grupo corrompia conselheiros envolvidos com o julgamento dessas multas e manipulava o andamento dos processos com a venda de pedidos de vista ou alteração da pauta de julgamentos.

Muitas dessas consultorias, ainda conforme as investigações, tinham como sócios conselheiros e ex-conselheiros do Carf. A PF suspeita que, em troca dessas facilidades, empresas multadas pagavam propina. Segundo os investigadores, boa parte dos supostos honorários pagos pelas empresas a título de consultoria era, na verdade, repasse de propina.


BLOG DA SILVIA TERESA

Anúncio de obras de infraestrutura para a região dos Lençois Maranhenses foi feito neste final de semana em Paulino Neves e em Tutoia

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), anunciou, neste final de semana, ações estruturantes para a região dos Lençóis Maranhense, entre elas a obra que interligará os municípios de Paulino Neves e Tutoia, orçada em R$ 6 milhões. Serão investidos mais de R$ 7 milhões em Infraestrutura nos dois municípios.

Flávio Dino – que estava acompanhado dos deputados Othelino Neto (PCdoB), Humberto Coutinho (PDT) e Levi Pontes (SD), além de secretários estaduais –  ressaltou que as ações do governo para a região pretendem, além de melhorar a qualidade de vida da população, potencializar o turismo, fortalecendo a economia regional, promovendo justiça social e diminuindo as desigualdades.

A previsão do governo Flávio Dino é de que, até o final deste ano, sejam pavimentados 723 km de ruas e avenidas em 107 municípios do Maranhão. Em Tutoia e Paulino Neves, o governador vistoriou as obras das adutoras que garantirão o abastecimento pleno de água nos municípios. A atual gestão encontrou as obras paradas e este ano retomou a reconstrução da rede de distribuição de água para a região.

A ida do governador aos municípios de Tutoia e Paulino Neves também foi marcada por ações de cidadania. O presidente da Associação dos Pequenos Produtores Rurais de Lagoinha, Erivaldo Silva, comemorou a entrega dos títulos de regularização fundiária.


O paciente Sebastião Paulino, ao lado da enfermeira Nadilene Nogueira e seu acompanhante, Raimundo França;

“Tratamento melhor que o daqui de Pinheiro não tem não”, comemora Sebastião Paulino dos Inocentes, 42 anos, um dos mais de 1.300 pacientes que receberam atendimento no Hospital Regional da Baixada Maranhense, Dr. Jackson Lago, inaugurado no dia 28 de setembro pelo governador Flávio Dino e que está absorvendo toda a demanda por tratamento de alta complexidade de 34 cidades da Baixada Maranhense.

Até a última quinta-feira (22), o Hospital já realizou 44 internações ortopédicas, 21 internações cirúrgicas, 24 internações médicas, sete pediátricas e seis internações na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Os casos que necessitaram de cirurgias foram 24 ortopédicas, cinco neurológicas e 24 intervenções cirúrgicas gerais.

 
Dona Ângela dos Santos observando o filho, Clebernilson, que brincava com um jogo eletrônico;

 

A lavradora Ângela dos Santos, moradora de São Bento, já tinha levado seu filho Clebernilson, de 11 anos, a vários hospitais da região, sem conseguir identificar qual o problema de saúde. “Ele começou com uma forte pneumonia, causando um derrame pulmonar. Aqui os médicos fizeram vários exames e descobriram que ele tem um sopro no coração (cardiopatia), e nesses 10 dias que estou aqui ele tem melhorado bastante”, contou a mãe emocionada.

Também foram realizados atendimentos no setor ambulatorial de alta complexidade, foram mais 1.167 atendimentos distribuídos entre a clínica geral, pediatria, ortopedia, cirurgias, neurologia e oftalmologia. Ao todo, o hospital já realizou, antes mesmo de completar um mês após a inauguração, 1.322 atendimentos.

Para o Dr. Rafael Hortegal, clínico geral, a maioria dos pacientes atendidos no Hospital Dr. Jackson Lago são de cidades próximas, e não só de Pinheiro. No setor de trabalho do médico, a maioria dos pacientes que atende são de Central do Maranhão, Bacuri, Cururupu, Peri Mirim, e entorno.

O médico Rafael Hortegal, ao lado do paciente Antonio Rodrigues e seu irmão;

 

“O primeiro paciente internado aqui no dia 28 de agosto, veio do município de Central e recebeu alta na semana passada, dia 18. Chegou aqui com a diabetes descontrolada, muitas infecções fúngicas na pele e com sequelas de AVC. Analisando a situação financeira da família, seria pouco provável que o paciente tivesse condições de ir até São Luís procurar atendimento médico especializado de alta complexibilidade. O tratamento foi feito aqui com uma medicação que eu nunca tinha visto na região”, explicou Dr. Hortegal, que há três anos trabalha na região da Baixada.

O médico complementa que sente-se orgulhoso de ter sua formação aqui no Maranhão e de poder continuar tratando dos maranhenses em um hospital do porte do Dr. Jackson Lago. “Para mim é uma honra trabalhar em um hospital desse porte, pois nesses três anos trabalhando nos municípios de Palmeirândia, Peri Mirim e Mirinzal, locais com limitações no tocante ao tratamento médico, eu posso ver o quanto é importante um hospital dispor de um suporte avançado e próximo”.

Por todas essas comodidades, o pescador e morador de Peri Mirim, Sebastião Paulino dos Inocentes, agradece o tratamento recebido. “Quero ficar logo bom, voltar a pescar meus peixes e vender. Queria agradecer a Deus por ter colocado tanta gente boa para cuidar de mim”, completou emocionado conta o pescador.

Durante reunião da Comissão Intergestora Regional de Pinheiro (CIR), realizada na sexta-feira (23) e que reuniu os gestores de 17 municípios para a assinatura do Termo de Gestão Compartilhada, dentro dos parâmetros dos Conglomerados Intermunicipais de Saúde, o secretário de Estado da Saúde, Marcos Pacheco, comemorou o sucesso e o êxito do hospital neste primeiro mês de atendimento.

 
                      Equipe Multidisciplinar do Hospital da Baixada Maranhense.

“Ficamos muito satisfeitos pelo impacto assistencial que o Hospital Dr. Jackson Lago tem dado aos municípios e, principalmente, aos maranhenses nesse primeiro mês de funcionamento. O governador Flávio Dino luta para acabar com as ‘procissões de ambulâncias’, termo usado pelo saudoso professor Jackson para falar da luta do nosso povo em busca de um atendimento médico resolutivo”, destacou Marcos Pacheco ao falar da importância da regionalização dos serviços de saúde.

O secretário Marcos Pacheco, também explicou a importância de ser mantido o atendimento nos hospitais municipais. “Já conversei com os prefeitos e expliquei que, o Hospital da Baixada veio para somar, e que nenhum gestor poderá fechar as portas dos hospitais municipais por cauda disso. Não é justo com o povo! Pelo contrário, daremos as mãos e pactuaremos agora, em CIR, que todos ajudarão uns aos outros, até chegarmos a um padrão aceitável que permita diminuir o sofrimento das pessoas. O maior compromisso do governo Flávio Dino é com elas e para elas”, pontuou Marcos Pacheco.


BANDEIRA PRONTA

 

Desde que a mídia local começou a fazer apologia aos pré-candidatos a prefeito/2016 em Pinheiro-Ma, este blog começou também um trabalho de pesquisa de opinião publica que nos trouxe um resultado surpreendente: Passamos a entender que é mais difícil apontar em quem votar do que em quem não devemos votar. Fato este que nos leva a percepção do que excluir da agenda o pré-candidato se torna mais fácil. Visto que o correto seria se pudesse votar em todos a considerar que a intenção deles seria a de servir e não se servir da maneira que acontece com a maioria dos que se elegem.

Diante da exposição relacionada às situações que nos indicam em quem não votar,  das perguntas da pesquisa as respostas, apresentaram critérios de indicação para cada candidato, ainda que passível de falhas cometidas anteriormente por quem já governou e governa e os pretendentes a governar.

Na visão do blog, mencionaríamos a obrigação dos candidatos terem currículo impecável e em segundo plano, porque as rejeições existem mais vivas do que nunca em relação a muitos pré-candidatos que pelo fato das pesquisas eleitorais encomendadas pelos seus partidos poderá eliminá-los do pleito. Mas, se de tudo a indicação for favorável, será preciso haver a ocorrência de um monte de características positivas. Porque diante do descrédito que alcançaram diante do eleitorado. Uma só não basta.

Vários exemplos deverão ser seguidos: Ser honesto. É mais que obrigação o que por si só não basta dizer, porque terão que trazer a indução de outros predicados que podemos enumerar como sejam:

* Capacidade pra articular frases numa mesma oração (começo, meio e fim)

* Sábios conhecedores da tabuada onde a soma seja exata, tal qual o 2+2 = 4

* Exclusão do vinculo com parentes já detentores de mandato popular. Esses que vivem do erário a resolver os problemas deles e não da população.

* Candidatos que já tenham feito algo útil em favor do povo e não apenas para si e sua família ou grupo de interesse aliado.

*Candidatos que não se importe só em ser eleito e não buscar atender os anseios populares.

*De certos existem muitos outros pontos positivos que podem indicar um bom candidato. Para tanto basta se tornar cumulativo e somar com a população, falando a mesma língua, o que lhes dará a mera obrigação de passar confiança ao eleitor.

* É preciso votar sim: Em candidatos que não sejam falastrões, demagogos, ilusionistas, mentirosos, profissionais, falaciosos, mal intencionados e que lhe inspire confiança.

Invertendo papeis- Tudo aqui mencionado tem critérios a serem observados; segundo se nenhum candidato quer na área executiva ou legislativa não se enquadre dentro de desses e outros critérios… Não merecem o voto do eleitor Pinheirense.

Nas eleições municipais em 2016, seremos todos sócios do bem estar do nosso município e da sua população. Para escolher nosso Prefeito e os representantes do poder legislativo, obedecendo aos critérios de cada candidato no que toque: HONESTIDADE, COMPETÊNCIA, ADEQUAÇÃO À FUNÇÃO E DEDICAÇÃO AO TRABALHO.

Ta mais fácil ou mais difícil escolher diante desses critérios?

Vamos começar a pensar?…

Pelo menos em alguém que seja melhor, já é o primeiro passo!

ESPERO VC’S EM 2016.


Prefeito de São José de Ribamar Gil Cutrim (PMDB) (Foto: De Jesus / O Estado)

Prefeito de São José de Ribamar Gil Cutrim
(PMDB) (Foto: De Jesus / O Estado)

Juiz Jamil Aguiar condenou Gil Cutrim por improbidade administrativa.
Prefeito contratou servidores em vez de convocar aprovados em concurso.

Do G1 MA

O juiz Jamil Aguiar da Silva condenou, em decisão divulgada nesta sexta-feira (23), o prefeito de São José de Ribamar (MA), Gil Cutrim (PMDB), à perda da função pública e à suspensão dos direitos políticos por cinco anos.

A decisão também determina que o gestor pague multa de 50 vezes o valor da última remuneração recebida e seja proibido de contratar com o Poder Público ou receber incentivos fiscais ou creditícios pelo prazo de três anos.

A medida responde à ação ajuizada pela 1ª Promotoria de Justiça Cível de São José de Ribamar. A promotora Elisabeth Albuquerque de Sousa Mendonça apresentou provas de que, em 2012, houve a criação e preenchimento de cargos comissionados por servidores contratados mesmo após ter sido realizado, no ano anterior, concurso público para substituição de servidores admitidos por contratações temporárias.

Antes de ajuizar a ação, o órgão ministerial chegou a firmar Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Município, que assumiu o compromisso de convocar os aprovados no concurso, mas descumpriu o acordo por duas vezes.

Esclarecimento
Em nota, a Prefeitura de São José de Ribamar ressaltou que 378 aprovados no concurso já foram nomeados, restando a nomeação de apenas 10%, e disse que vai emitir pronunciamento assim que for notificada da decisão. Leia a íntegra da nota abaixo:

O prefeito ainda não foi notificado oficialmente sobre a referida decisão do juiz Jamil Aguiar da Silva. Assim que o for, tomará as medidas judiciais necessárias e cabíveis visando restabelecer a verdade.

Causou estranheza tal decisão, uma vez que a mesma contraria o que reza a Lei nº 8.429/92, no seu Artigo 20, que determina que a perda da função pública e a suspensão dos direitos políticos só se efetivam com o trânsito em julgado da sentença condenatória.

No início deste mês, o Tribunal de Justiça do Maranhão, através da sua 1ª Câmara Criminal, rejeitou denúncia, também formulada pelo MPE, que versava sobre os mesmos objetos expostos contra o prefeito na ação acatada pelo juiz Jamil Aguiar da Silva.

O prefeito provou que não houve descumprimento do Termo de Ajustamento de Conduta (todas as nomeações estão respaldadas na Lei n. 962/2012, devidamente analisada e aprovada pelo Poder Legislativo Municipal, inexistindo qualquer questionamento judicial sobre a mesma), mostrando que a administração municipal já nomeou 378 aprovados no último concurso público, faltando apenas menos de 10% para serem chamados.

O referido concurso, é importante salientar, está em plena vigência de prazo. “A conduta do gestor não se enquadra na descrição da denúncia ofertada e se entende pelo não recebimento da mesma”, afirmou, na ocasião, o desembargador Bayma Araújo, cujo voto, foi acompanhado pela maioria.


DINELE

Suspeita de fraude na prefeitura  de Pinheiro -Ma Começa a repercutir no Estado e denunciada na imprensa nacional

O Prefeito de Pinheiro teria usado verba Federal para abrir poços em terreno particular.

Vindo de uma entrevista nesta terça feira 20/10/2016, a Professora Dinele Carneiro, ao Jornalista João Moraes numa emissora de radio local , ratificando a sua ida a Câmara Municipal de Pinheiro, para denunciar irregularidades na perfuração de 79 poços artesianos que deveriam ser construídos nas escolas municipais deste município.

Em todas as redes sociais usadas neste município, Estado e já a nível nacional repercute uma suspeita de fraude na aplicação da verba federal na prefeitura de Pinheiro,de acordo com a denuncia o prefeito Filuca Mendes(PMDB) teria desviado o dinheiro para  fins desconhecidos não concluindo o trabalho da perfurações dos poços nas escolas publicas municipais determinadas no projeto nos diversos povoados que deveriam ter sido beneficiados no nosso  município

 

A professora Dinele diz, que o que a levou a fazer essas denuncias, foram diversas crises ocorridas durante o ano de 2014 na educação e, o constante envio de milhões de reais aos cofres públicos pelo governo federal, e que apesar da chegada de todo esse dinheiro, nada de concreto acontecia, ou seja, a execução das obras dos poços.

As denuncias foram levadas ao ministério publico, porém, pouco fez em relação ao caso, e que ao invés do MP apurar tai denuncia, o mesmo incumbiu a professora, a fazer diversas constatações nas escolas através de relatórios, que após, fizesse denuncia ao órgão fiscalizador da aplicação da lei. A comissão fiscalizadora do SINPROSEMPI, então voltou as escolas, e ali ficou patente diversas irregularidades, como: escavações não concluídas, encanações jogadas por toda parte, caixa d’água quebradas, a única verdade ali, era a falta de água potável, que deveria ser oferecida as escolas para serem consumidas pelo alunos.

A presidenta do SINPROSEMPI relata que houve comunidades, em que os poços que foram iniciados,  entupiram por não haver continuidade e a falta de pagamento do serviço prestado as empresas, que já tinham iniciado os serviços. Dai vem um grande conflito e uma enorme falta de respeito com esses alunos e funcionários que tem que enfrentar quilômetros, para apanhar água em baldes que são trazidos na cabeça, e que servirá para o preparo da alimentação escolar das crianças dessas escolas.

 

 

De acordo com levantamentos feitos pelo sindicato, entre 2013 e 2015, foram recolhidos aos cofres municipais, cerca de R$ 2.290,850,00 ( Dois milhões, duzentos e noventa mil oitocentos e cinqüenta reais) que foram empregados em projetos de perfuração de poços nas escolas da rede municipal. o que afirma Dinele.

Ao se reportar sobre a  denuncia o Vereador Elizeu de Tantan disse: Esses projetos ficaram desde a administração do prefeito Zé Arlindo, com dinheiro na conta, para a construção de 79 poços artesianos, que de acordo com o edil, o então prefeito de Pinheiro, sacou todo os recursos, que seriam para a construção e finalização dos poços, e hoje o que se ver nas comunidades, onde esses poços artesianos poderiam estar servindo para contribuir com a escassez de água, o que se vê, é uma grande calamidade, por irresponsabilidade da gestão publica atual, que simplesmente desviou esses recursos, e que só Deus sabe onde foram colocados.

O Vereador ainda ressalta que todos os diretores que assinaram cheques  em brancos para o prefeito, serão chamados pela câmara de vereadores, e terão que dar explicações, e de pronto a mesa da casa deverá  abrir um CPI para apurar essas denuncias, devido a gravidade que o fato requer.

O Blog procurou manter contato com o prefeito através de celular, mas o telefone estava desligado. Nossa intenção seria obter dele se as informações procedem, claro que negaria; e creditaria as acusações como uma perseguição política da oposição o que para tanto,ele já tem as  palavras decoradas que sempre usa nas suas defesas