Política

 

DELEGACIA DE ZE DOCA

Operação de combate ao tráfico prende nove pessoas no interior do MA (Foto: Divulgação/Polícia)

Na manhã desta quinta-feira (12), a Polícia Civil, por meio da Superintendência Estadual de Repressão Narcotráfico (SENARC ) e da 8ª Delegacia Regional de Zé Doca, prendeu nove pessoas nos municípios de Maracaçumé e Junco do Maranhão, durante a “Operação Incruso Sem Drogas”. Através da operação foram feitos levantamentos de bocas de fumo e de comércio que vendiam armas e munições e que eram responsáveis pelo alarmante número de homicídios  e roubos na região.

Operação de combate ao tráfico prende nove pessoas no interior do MA (Foto: Divulgação/Polícia)

Foram apreendidas quantidades de crack e maconha, seis espingardas, dinheiro e uma vasta quantidade de munições.

Os presos foram conduzidos para a Delegacia de Polícia Civil de Governador Nunes Freire, onde estão sendo autuados em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e posse irregular de arma de fogo de uso permitido.

(Fonte: Jornal Pequeno)


JOAQUIM

 

estadao_conteudo_cor-1-2-1200x255-1-200x43-4-5-1-1-1-1

Após o Senado votar pela admissibilidade do processo de impeachment de Dilma Rousseff, o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa questionou a maneira como o processo foi conduzido e, embora tenha admitido que Dilma falhou como presidente, disse que Michel Temer não tem legitimidade para governar o País. Para ele, o ideal seria que novas eleições fossem convocadas, mas admitiu que dificilmente o STF aprovaria algo desse tipo.

joaquim

(Foto: Divulgação EBC)

Barbosa participou nesta quinta-feira, 12, de evento em São Paulo, para o qual foi convidado para discorrer sobre as instituições brasileiras. Afirmou ter sido uma coincidência o evento ter caído no mesmo dia em que o Senado votou o processo de impeachment. Aproveitou, portanto, para fazer algumas provocações aos parlamentares.

“Tenho sérias duvidas quanto à integridade e à adequação desse processo pelo motivo que foi escolhido. Se a presidente tivesse sendo processada pelo Congresso por sua cumplicidade e ambiguidade em relação à corrupção avassaladora mostrada no País nos últimos anos, eu não veria nenhum problema. Mas não é isso que está em causa”, afirmou.

Para Barbosa, o descumprimento de regras orçamentárias, principal motivo apontado no pedido de impeachment, não é forte o suficiente para afastar um presidente. “Temos um problema sério de proporcionalidade, pois a irresponsabilidade fiscal é o comportamento mais comum entre nossos governantes em todas as esferas. Vejam a penúria financeira dos nossos Estados, o que é isso senão fruto da irresponsabilidade orçamentária dos governadores”, provocou.

O ex-ministro reconheceu que, “do ponto de vista puramente jurídico”, o impeachment pode ser justificado, mas disse que tem “dúvidas muito sinceras” quanto à sua “justeza e ao acerto político que foi tomado para essa decisão”. “O impeachment é a punição máxima a um presidente que cometeu um deslize funcional gravíssimo. Trata-se de um mecanismo extremo, traumático, que pode abalar o sistema político como um todo, pode provocar ódio e rancores e tornar a população ainda mais refratária ao próprio sistema político”, alertou Barbosa.

Ele também não poupou críticas a Dilma Rousseff. Para ele, a petista não soube conduzir o País, não soube se comunicar com a população, fez péssimas escolhas e limitou-se a governar para seu grupo político e aliados de ocasião. “Não digo que ela compactuou abertamente com segmentos corruptos em seu governo, em seu partido e em sua base de apoio, mas se omitiu, silenciou-se, foi ambígua e não soube se distanciar do ambiente deletério que a cercava, não soube exercer comando e acabou engolida por essa gente”, disse.

Apesar das críticas a Dilma, Barbosa afirmou que Temer não tem legitimidade para governar o Brasil. “É muito grave tirar a presidente do cargo e colocar em seu lugar alguém que é seu adversário oculto ou ostensivo, alguém que perdeu uma eleição presidencial ou alguém que sequer um dia teria o sonho de disputar uma eleição para presidente. Anotem: o Brasil terá de conviver por mais 2 anos com essa anomalia”, afirmou o ex-ministro, que também criticou o PSDB. “É um grupo que, em 2018, completará 20 anos sem ganhar uma eleição”.

A solução, disse Barbosa, seria a convocação de novas eleições. “Eliminaria toda essa anomalia e o mal estar com o qual seremos obrigados a conviver nos próximos dois anos”. Admitiu, no entanto, que provavelmente o STF rejeitaria a aprovação no Congresso de uma emenda constitucional para a convocação de novas eleições. Diante disso, afirmou que Dilma deveria ter renunciado há alguns meses, sob a condição de que Temer fizesse o mesmo e, assim, o Congresso fosse obrigado a convocar novas eleições, sem necessidade de emendas.

Ao fim de sua palestra, Barbosa ressaltou que está preocupado com o futuro das instituições brasileiras. “Eu me pergunto se esse impeachment não resultará em golpe certeiro em nossas instituições, eu me pergunto se elas não sairão fragilizadas, imprestáveis”, questionou. “E vai aqui mais uma provocação: quem, na perspectiva de vocês, vai querer investir em um País em que se derruba presidente com tanta ligeireza, com tanta facilidade e com tanta afoiteza? Eu deixo essa reflexão a todos”, concluiu.


OTHELINO HOJE

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO MARANHÃO

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DO DEPUTADO OTHELINO NETO

DATA – 11/05/2016

 

Othelino critica empresários que ingressaram na Justiça contra licitação do transporte público 

  Othelino Neto: Os empresários querem impor que a população de São Luís continue usando, indefinidamente, ônibus sem a menor condição de carregar pessoas com dignidade

 

O deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) fez um discurso duro, na sessão desta quarta-feira (11), criticando as empresas que entraram com ações, pedindo liminar para evitar que, nesta quinta-feira (12), aconteça o certame que vai permitir a oxigenação, a melhora do sistema de transporte público da cidade de São Luís. “Alguns empresários, com a finalidade de manter os seus lucros, estão tentando evitar que cerca de 700 mil usuários tenham serviço de melhor qualidade”, denunciou o parlamentar.

Segundo Othelino Neto, os empresários querem impor que a população de São Luís continue usando, indefinidamente, ônibus sem a menor condição de carregar pessoas com dignidade. “Pasmem, mas os empresários de ônibus, alguns, com raríssimas exceções, se é que existem, querem isto, querem impor isso à cidade e ainda buscar via Poder Judiciário e, pior, além de fazerem essa tentativa de violência contra os ludovicenses, eles ainda estão constrangendo a Justiça, porque têm a ousadia de anunciar, antes de protocolar ação, que vão conseguir as liminares para suspender o certame que está marcado para amanhã, no auditório da Fiema”, comentou.

O deputado criticou os empresários por estarem querendo antecipar uma decisão judicial, além de exporem a população a ônibus que se parecem com verdadeiras “latas velhas”. “Querem agora antecipar a decisão judicial, como se pudessem antever, como se tivessem bola de cristal para saber quem tem razão e que algum magistrado iria dar razão a essas solicitações que nada têm de legal, elas têm apenas o objetivo específico de manter essa situação que não serve para a população de São Luís”, afirmou.

Manobras

Othelino disse que vai acompanhar de perto, denunciando essas manobras, porque a população de São Luís toda precisa saber que os empresários estão tentando conspirar para impor a permanência dessa situação aos usuários do transporte público em São Luís.

“Confio que a Justiça vai apreciar essas ações com o devido cuidado e, naturalmente, se posicionar dentro daquilo que estabelecem as leis. E reitero aqui que vejo com satisfação essa postura determinada do prefeito Edivaldo Holanda Júnior de não ceder às pressões, de ousar e enfrentar este grupo poderoso de empresários que diz ter poder para tudo, para demover políticos de fazer essa licitação. Dizem ter poder de influenciar no Judiciário, embora tenhamos convicção de que não têm”, enfatizou.

Othelino reiterou, na tribuna, que o prefeito Edivaldo Holanda Júnior enfrenta esses empresários para fazer valer os interesses maiores da população de São Luís e que todo o Maranhão, em especial todo o povo de São Luís, vai saber, inclusive, quem são os empresários que estão atentando contra a população de São Luís. “Nós vamos citá-los aqui na tribuna, nominalmente, nos meios de comunicação para que o povo saiba quem são aqueles que atentam contra a sua soberania, contra o seu direito de consumidor e contra o direito sagrado de ir e vir com dignidade”, finalizou o deputado.


DOCUMENTO.jpg II

“TÁ VENDO ESTE HOSPITAL MOÇO,

EU TAMBÉM TRABALHEI NELE.

FOI UMA BOA CONSTRUÇÃO PRA SERVIR A POPULAÇÃO

DESTE MEU POBRE LUGAR…”.

Já a muito o único hospital que vinha funcionando precariamente em São Bento –Ma  (Hospital Vicente Ribeiro Aragão) veio à consequência da INTERDIÇÃO no dia de  hoje 11/05 pela incompetência administrativa e displicência dos gestores públicos do município, Carrinho de João Muniz e Isaac Filho.

A INTERDIÇÃO veio da Ação Cível Publica  1514-41.2015.8.10.0120 e do órgão  publico fiscalizador que os apenou pela displicência e má gestão do hospital, condição de funcionamento não condizente com o que pede as Normas de Vigilância Sanitária, OMS e SUS e fato da desobediência pelo não cumprimento no que tocava a reforma do referido hospital, já requerida anteriormente pelo Ministério Publico.

Para colher mais informações sobre a INTERDIÇÃO do Hospital Vicente Ribeiro Aragão, procuramos a direção do hospital, mas não obtivemos êxito por não encontrar ninguém nas dependências do hospital, pois desde a madrugada os pacientes que se encontravam nas dependências do hospital foram transferidos às escondidas para o posto medico municipal do Bairro de Outra Banda, já contrariando a determinação judicial dado que o posto medico não atende as qualidades e condições de receber os pacientes que ali estavam internados.

Fontes fidedignas que não quiseram se identificar, nos relataram que a falta de material hospitalar era uma constante, funcionários com salários em atraso sempre falando das dificuldades e dizendo-se trabalhar porque abraçam a profissão, disseram ainda ter pacientes que foram dispensados em plena fase de recuperação como foi o caso do cidadão  de nome Raimundo, que estava internado no hospital, por acidente de trânsito, foi mandado embora. Ele fez as radiografias numa clínica particular. Ele estava com a clavícula, tornozelo e pé quebrados. Não foi encaminhado, mas viajou por conta própria para Pinheiro em busca de recursos no Hospital Dr. Jackson Lago.

DOCUMENTO.jpg II

A situação que encorpou o abandono desse hospital  que vinha servindo a população é de lamentar… Infelizmente o que poderia ser um promissor município tem hoje o fruto patente do descaso na infraestrutura completamente destruída, queda de todos os índices na área Social, Saúde, Educação e demais setores administrativos, provocando um caos total gerado pelo desgoverno dos inábeis herdeiros dos políticos que enredaram, reeditaram e reproduziram a película filme “POR DETRÁS  DA CORTINA DO MAU CARÁTER ADMINISTRATIVO”

LAMENTAVEL…

Se lamentável e vergonhoso eu só tenho que ficar agregado às crenças do Site   MinhaPátria SãoBento nas palavras de Ronaldo Gonçalves.

 

MinhaPátria SãoBento

5 h ·

Um povo sem saúde, segurança e educação é um povo escravizado em sua própria terra
Gostaria de uma justificativa dos governantes! Será que o povo de São Bento está imune as doenças?

Mãe guarde as folhas de pião roxo, pois será a salvação.

 

 

 

 


 

13102704_110231089388037_4325291117795874536_n

 

 

 

 

 

 

 

 

 

《BLOGUEIRO ZÉ DA GRAÇA, APROVEITA PRA FAZER GRAÇA COM A GESTÃO DO PREFEITO》

A POPULAÇÃO JÁ NÃO AGUENTA MAIS O IRAQUE, EM QUE A CIDADE DE PINHEIRO, TÁ SE TRANSFORMANDO. FORMADOR DE OPINIÃO NO MUNICÍPIO, O BLOGUEIRO ZÉ DA GRAÇA, APROVEITOU A CRATAERA EM UMA DAS RUAS DE PINHEIRO, TIROU O SOFÁ DE SUA SALA E PÔS AO RELENTO EM PROTESTO PELO DESCASO E PELO ABSURDO QUE A CIDADE VEM SE TRANSFORMANDO

MEU LAZER II


Deputado Othelino Neto

Deputado Othelino Neto

O deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) destacou, na sessão desta terça-feira (10), o empenho do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) para realizar a licitação no transporte público de São Luís. Segundo o parlamentar, a sociedade deve se tranquilizar, pois ele está cumprindo com o seu dever e vem mantendo posição dura com relação à realização do certame, honrando os votos dos ludovicenses que o elegeram.

“Nós, deputados estaduais, estamos também acompanhando, vigilantes, para não aceitar qualquer tipo de manipulação que venha evitar a licitação do transporte em São Luís”, disse Othelino Neto ao ler, na tribuna, trecho da abertura do Informe JP, uma coluna tradicional do Jornal Pequeno que diz que está chegando ao fim o monopólio de desconforto e humilhação dos passageiros de São Luís.

Othelino disse que, finalmente, São Luís  caminha para resolver esse  problema no transporte público. Segundo o deputado, a partir da quebra do monopólio, com a licitação, os novos concessionários dos serviços terão que trazer novos ônibus, que melhorar os serviços, terão compromissos contratuais, que serão exigidos pela Prefeitura de São Luís, a cumprir.

Sobre os comentários de que empresários do transporte público de São Luís começam a se movimentar e preparam uma suposta ação judicial para evitar que a concorrência aconteça, Othelino disse que prefere não acreditar que os donos das empresas, que prestam péssimos serviços à população,  tenham essa audácia de fazer essa investida contra o povo de São Luís.

“Agora que se chegou, finalmente, à condição de se fazer a licitação, os empresários estariam falando na possibilidade de tentar judicialmente embargá-la  apenas para garantir, continuar ganhando dinheiro à custa do sofrimento do povo de São Luís. Espero eu que eles não cometam este atentado contra a população e, se o fizerem, confiamos que a Justiça não cederá a esta pressão porque, até como o próprio nome diz, a Justiça, o Poder Judiciário vai zelar pela legalidade e pelo bem-estar de todos”, comentou Othelino.

O parlamentar disse que a realização da licitação será uma data histórica para São Luís, pois representará um novo momento para o transporte público da capital maranhense. O pronunciamento do vice-presidente da Assembleia Legislativa foi aparteado pelos deputados Edivaldo Holanda (PTC), Sérgio Frota (PSDB) e Levi Pontes (PCdoB).


A Justiça do Maranhão aceitou uma denúncia oferecida pelo Ministério Público Estadual (MPMA) contra a ex-governadora Roseana Sarney (PMDB), o ex-secretário de Saúde Ricardo Murad e outras 14 pessoas, entre elas servidores públicos e representantes de construtoras, por irregularidades na construção de hospitais.

Justiça aceita denúncia contra Roseana Sarney e Ricardo Murad Justiça aceita denúncia contra Roseana Sarney e Ricardo Murad

Entre as denúncias, o MPMA alega que foram adquiridos terrenos para a construção de hospitais com valor superfaturado e com fraude no processo licitatório. A ação penal acusa o ex-secretário Ricardo Murad de compactuar com as fraudes nos contratos devido ao cargo que ocupava, sendo, então, solidariamente responsável. O MPMA também alega que o dinheiro proveniente da fraude, no valor de R$1,9 milhões, foi usado para financiar a reeleição da ex-governadora Roseana Sarney no pleito de 2010.

Em nota, a ex-governadora Roseana Sarney disse que nunca foi ouvida sobre a questão e que a denúncia é genérica, sem nenhum fato específico imputado contra ela, apenas a coautoria pelo fato de ser governadora à época. Roseana Sarney disse ainda que sempre agiu dentro da lei e em nenhum momento autorizou despesas ou interferiu administrativamente no caso que está sendo investigado.

A ex-governadora encerrou a nota dizendo que que esta é mais uma ação movida por quem sempre atuou com métodos de perseguição política. “O fato da ação ter sido provocada por políticos que sempre fizeram oposição a mim me dá a certeza de que se trata de mais uma perseguição, mas isso não me intimidará. Não tenho medo a irei me defender de mais uma injustiça”, disse.

Já o ex-secretário de Saúde Ricardo Murad não comentou a decisão porque está de licença médica e ainda se recupera de uma cirurgia cardíaca.

 


DIQUES A fim de dirimir eventuais dúvidas acerca da importância do projeto Diques da Baixada Maranhense, publicamos hoje informações compiladas pelo Dr. Alexandre Abreu, engenheiro civil e membro destacado do Fúrum em Defesa da Baixada Maranhense. O projeto Diques da Baixada prevê a construção de 71 quilômetros de diques,, abrangendo os municípios de Viana, Matinha, São João Batista, São Vicente Ferrer, Cajapió, São Bento e Bacurituba.

A obra consiste em um sistema de diques e vertedouros, em sentido paralelo à margem da baía de São Marcos. Quem conhece bem a realidade social da Baixada sabe do grande alcance social e do impacto positivo desse projeto para a nossa microrregião. Sem exagero, ele representa a redenção dos municípios abrangidos, com melhoria imediata no IDH da população rural beneficiada.

Os objetivos fundamentais do Sistema de Diques da Baixada são: a) proteção das áreas baixas contra a entrada de água salgada pelos igarapés, decorrente das variações da maré, protegendo assim os ecossistemas e os mananciais de água dessa região; b) contenção e armazenamento de água doce nos campos naturais durante a estação chuvosa, retardando assim o escoamento para o mar, sem alterar, no entanto, as cotas máximas naturais de inundação; e c) aumentar a oferta da disponibilidade hídrica em boas condições durante o ano, para usos múltiplos. O material a ser usado nessa construção é basicamente barro do campo que será retirado ao longo do caminhamento da construção. Serão utilizados também a piçarra para a crista da barragem e o concreto para a construção dos vertedouros. Serão construídos 23 vertedouros que permitirão o controle da lamina d´água, bem como a velocidade do escoamento das águas do campo.

Com a retirada do material ao longo da construção para a execução dos diques, será criado um canal de aproximadamente 1,50m de profundidade e largura variando de 30 a 40m, que acompanhará toda a extensão da construção, permitindo o tráfego de pequenas embarcações (canoas etc) além de servir como reservatório de água doce propiciando a pesca de peixes nativos durante todo o ano. Os campos da Baixada não ficarão permanentemente cheios. O ciclo existente hoje será preservado, os campos continuarão possuindo a época da cheia e a época de seca, apenas o ciclo de cheia se prolongará por mais tempo beneficiando toda a região. Com a construção dos diques, o SEBRAE pretende desenvolver arranjos produtivos para favorecer a agricultura familiar, pecuária, piscicultura, pequenas criações, além de inúmeras outras oportunidades para melhorar a vida dos moradores que serão diretamente beneficiados.

Quem pode ser contra um projeto dessa envergadura?


Hoje (06) em uma reunião em que participavam na Reitoria da UFMA/Campus Pinheiro, alguns pró-reitores, Professores e alunos do curso de Medicina, o Diretor do Campus/Pinheiro, membros da diretoria do DCE e a própria Reitora Sra. Nair Portela. De acordo com Wallas Rockfield, pinheirense e diretor do DCE/UFMA diante de todos ali presentes o Filuca, o que se intitula representante do povo pinheirense, aquele que “vomita” arrogância, palavras do acadêmico, “Filuca teve a pachorra de defecar pela boca o seguinte comentário preconceituoso contra todos os pinheirenses de bem.

CAMPUS PINHEIRO

“EU FICO MUITO FELIZ EM VER QUE OS PROFESSORES DA UFMA ESTÃO CASANDO COM PINHEIRENSES E ASSIM ESTÃO AUMENTANDO O “PEDIGREE” DE PINHEIRO”. defecou Filuca Mendes.

” É este o representante de Pinheiro o que diz que ama sua cidade, mas que na verdade sente vergonha de seus moradores. Infelizmente eu passei por essa, diante de todos ali presentes. Foi nítido a cara de espanto e repudio de todos que estavam ali, me deu asco, vontade de vomitar, fora o desconforto de diante de todos o prefeito da minha cidade, se mostrar tão preconceituoso”, desabafou Wallas.

O pinheirense e diretor do DCE da UFMA que esteve presente a essa fatidica reunião, continua os seus comentários quase que implorando a todos nós pinheirenses um minuto de lucidez, ele ainda diz o seguinte: ” Ele ainda tem o despautério de falar em reeleição. Se o povo de Pinheiro tiver coragem de votar nesse ser repugnante, eu vou realmente acreditar que Pinheiro gosta de ser massacrado, que coletivamente deva existir algum elemento estocolmico”. Como Pinheirense eu desprezo esse ser de tamanha pequenez. Além de repudiar qualquer tipo de preconceito.

Wallas faz um apelo a todos os pinheirenses que tiverem a coragem de se indignar com mais essa faceta de Filuca Mendes ” Faço um apelo a todos, não permitam que esse câncer continue definhando a nossa linda cidade”, concluiu indignado.

2016050618284020160506182908

 

 

 


 

iNAUGURAÇÃO HOSPITAL

 

 

 

 

 

 

 

A Secretaria de Estado da Saúde-Ma, governo Flavio Dino avalia como muito positiva os resultados  alcançados de um trabalho conjunto da equipe de profissionais motivados e felizes sob a administração do Diretor geral Dr. Leonardo Sá à frente da administração do Hospital Macro Regional da Baixada, Dr. Jackson Lago durante estes oito meses do seu funcionamento.

O Hospital Regional Dr. Jackson Lago integra a rede estadual de saúde e é administrado pelo médico Dr. Leonardo Sá que segundo ele lhe impôs muitos desafios gerenciais, mas graças a Deus todas as metas já foram cumpridas e as dificuldades superadas.

A modernidade do Hospital é de tamanha grandeza e trabalha com tecnologia de ponta através de profissionais de competência reconhecida e atende praticamente todas as complexidades da Medicina. Ou seja, um local de excelência em saúde e responsabilidade social.

 

Hospital-Regional-de-Pinheiro-II

Por conta da tecnologia o Hospital Dr. Jackson Lago  está pronto para atender quaisquer emergências clínicas e cirúrgicas de alta complexidade. Para isso, conta com as mais avançadas tecnologias em equipamentos de saúde disponíveis na área de saúde como, Tomógrafo MultiSlice em 3D, Ultrassom 3D, Ressonância Magnética em 3D, Ecógrafo com Análise Espectral Doppler, Videogastroscopia, Videocolonoscopia, Ventilador Pulmonar, aparelhos de anestesia atualizados, monitores multiparâmetros e tecnologia laser para diversas aplicações, sistema de digitalização de imagens radiológicas e muitos outros equipamentos de vanguarda para exames e tratamentos na área da saúde.

A estrutura do Hospital Macro Regional Dr. Jackson Lago funcionando normal e em sua plenitude já havidos oito meses é a demonstração da capacidade da administração do Dr. Leonardo Sá, fato que já é reverenciado pelo Governador Flavio Dino.

Em sendo o Hospital essa estrutura complexa de funcionamento, formada por um conjunto de atividades interligadas que precisam funcionar em sintonia com todos os setores administrativos o que torna a valorização na importância do atendimento de excelência aos nossos pacientes, só nos resta listar abaixo com o dado Hospital em números, o agradecimento da

população pela competência dos trabalhos prestados pelo Dr. Leonardo Sá na direção geral do Hospital, dizendo da nossa satisfação!…

Porque satisfeito é a palavra  correta para justificar A PRESTATIVIDADE E O RESPEITO QUE ESSE SER HUMANO TEM PARA COM O POVO DA BAIXADA E EM ESPECIAL O POVO PINHEIRENSE!

Hospital em números

122 leitos de internação, sendo 26 de clínica médica 26 de clínica pediátrica 26 de clínica ortopédica 26 de clínica cirúrgica 12 leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e 6 de Unidade de Cuidados Intermediários (UCI).

Especialidades: Cirurgia geral, clínica médica, oftalmologia, gastrenterologia, pediatria, neurocirurgia, cardiologia, ginecologia e ortopedia e traumatologia.

1.015 cirurgias: distribuídas entre neurocirúrgicas, oftalmológicas, ortopédicas, pediátricas e gerais.

8.362 consultas médicas: em cardiologia, cirurgia geral, clínica médica, gastrenterologias, neurologia, oftalmologia, pediatria, ortopedia e traumatologia.

34.263 atendimentos: da equipe multidisciplinar em psicologia, nutrição, fonoaudiologia, fisioterapia, serviços social, 10.257 procedimentos: de apoio e diagnóstico em radiologia, ultrassonografia, tomografia, endoscopia, eletrocardiografia, exames citopatológicos e diagnósticos em oftalmologia.

61.513 exames clínicos laboratoriais 639 procedimentos são realizados por dia Cerca 400 profissionais Exames Diagnóstico por Radiologia, Diagnóstico por Ultrassonografia, Diagnóstico por Tomografia, Diagnóstico por Endoscopia, Diagnóstico em Laboratório Clínico, Eletrocardiografia, Eletroencefalografia, HOLTER, MAPA, Exames Citopatológicos, Ecocardiografia, Diagnóstico em Oftalmologia, Mamografia e Teste Ergométrico

 

 


%d blogueiros gostam disto: