DEGUSTANDO O DINHEIRO PUBLICO

O prefeito de Palmeirândia, Jorge Luis Santos Garcia (57 anos) aproveitou-se de uma soneca tirada pelo Ministério Público do Maranhão, para fechar um volumoso contrato com a empresa de Carlos Henrique Muniz Pereira, o objeto contratado segundo o extrato será a manutenção da rede pública de iluminação, em tese a empresa deverá atuar na troca de lampadas, todavia o contrato com vigência até 31 de dezembro mas na prática quem faz esse trabalho são os próprios funcionários ligados a administração, o que merece uma investigação do promotor em atuação na Comarca não só por essa questão mas pelo fato suspeito do valor fechado ter sido acima de R$ 700 mil reais, sendo que o município de 18 mil habitantes anualmente não gasta nem 40% deste valor com estas despesas, o que pode se configurar como uma forma sucinta de desvio de recursos públicos em Palmeirândia.
Fonte: Portal do Baixadeiro

Deixe uma resposta

DEGUSTANDO O DINHEIRO PUBLICO

O prefeito de Palmeirândia, Jorge Luis Santos Garcia (57 anos) aproveitou-se de uma soneca tirada pelo Ministério Público do Maranhão, para fechar um volumoso contrato com a empresa de Carlos Henrique Muniz Pereira, o objeto contratado segundo o extrato será a manutenção da rede pública de iluminação, em tese a empresa deverá atuar na troca de lampadas, todavia o contrato com vigência até 31 de dezembro mas na prática quem faz esse trabalho são os próprios funcionários ligados a administração, o que merece uma investigação do promotor em atuação na Comarca não só por essa questão mas pelo fato suspeito do valor fechado ter sido acima de R$ 700 mil reais, sendo que o município de 18 mil habitantes anualmente não gasta nem 40% deste valor com estas despesas, o que pode se configurar como uma forma sucinta de desvio de recursos públicos em Palmeirândia.
Fonte: Portal do Baixadeiro

Deixe uma resposta