A policia foi chamada assim que a idosa foi encontrada morta pela filha mais nova

Uma idosa de 67 anos identificada pela polícia com o nome de Francisca Bernardes da Silva, moradora do bairro do Mauazinho, na Zona Leste de Manaus, foi encontrada morta por estrangulamento, logo no começo da manhã, quando uma de suas filhas foi à sua casa fazer uma visita.

 

De acordo com o delegado Juan Valério, titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros,  e com informação do perito que esteve no local do crime, há suspeita de que a idosa sofreu violência sexual antes de ser morta.

 

O quarto de Francisca estava revirado como se um ou mais participantes do crime procurassem dinheiro ou objetos de valor antes da fuga.

 

Na casa morava apenas a idosa e o seu filho mais velho, que vive em estado vegetativo, após ficar tetraplégico e com sequelas mentais, devido a um acidente que sofreu.

 

A filha caçula de Francisca encontrou a mãe quando foi lhe fazer uma visita, como sempre fazia todo começo de semana.

 

Delegado já designou uma equipe para  investigar a morte da idosa (Foto: Divulgação) 

A polícia foi chamada e já tem uma mulher suspeita de participação direta ou indireta na morte de Francisca, que vinha recebendo inclusive ameaças em seu celular.

 

Uma mulher que viveu com o filho de Francisca antes de ele ficar em estado vegetativo, segundo salientou um dos investigadores da Delegacia de Homicídios, é a primeira suspeita.

O nome da mulher não foi revelado mas os policiais garantiram que ela será chamada para prestar depoimento dentro das próximas horas.

 

Depois do exame pericial no local do crime, os peritos autorizaram que a equipe do Instituto Médico Legal (IML) fizessem a remoção do corpo da idosa.