Emerson morreu na hora e de forma violenta nas mãos dos seis inimigos

O usuário de drogas e morador de rua, Emerson Souza Ferreira, 21, foi morto a facadas e pauladas, por volta das 10h deste domingo na Avenida Leopoldo Péres, bairro do Educandos, na Zona Sul de Manaus.

Ele tinha rixa com um grupo de cheira-colas e caminhava ao lado da mulher, Patrícia Viana da Costa Pessoa, 25, quando foi cercado por sete homens e assassinado.

A mulher da vítima contou que primeiramente Emerson foi derrubado ao chão com uma forte paulada na cabeça, depois recebeu chutes e em seguida cada um dos agressores pegava a faca da mão do comparsa ao lado e aplicava pelo menos um golpe.

De acordo com Patrícia Viana, o grupo de assassinos só parou de chutar o corpo Emerson e de esfaqueá-lo quando constataram que ele não respirava mais.

 

Emerson morava havia quase um ano debaixo da ponte do Educandos com Patrícia Viana, que não soube dizer o motivo do crime.

 

Dos sete homens que participaram do assassinato de Emerson, apenas três deles foram identificados por Patrícia Viana pelos apelidos de “Japonezinho”, “Caio” e “Sapinho”.

O corpo foi removido do local pelo Instituto Médico Legal.