brADESCO III

Um grupo armado explodiu a agencia do Bradesco na madrugada desta quarta feira 03/02, na cidade de Peri-Mirim. O fato aconteceu por volta das 03 h 10 minutos e quando a policia foi acionada dando conta do ato criminoso , os bandidos em numero de 04 (quatro)  que pilotavam duas (02) motos Honda Titan ja tinham se evadidos.

Na saída em fuga depois de destruírem os caixas eletrônicos e parcialmente a agencia, os meliantes ainda saíram efetuando disparos afim de intimidar  policiais e população da cidade. Depois de verificada as buscas pelas vias de acesso da cidade, a policia ainda faz diligencias no sentido de identificar e prender os bandidos.

 


 AGERPE

No primeiro ano de governo Flávio Dino, agricultores familiares assentados do Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNCF) no Maranhão, foram beneficiados com a liberação de recursos para execução de Subprojetos de Investimentos Comunitários (SIC), que visa dar condições de infraestrutura básica e produtiva das associações de trabalhadores rurais.

São R$ 11.781.232,55 milhões de SIC que a Secretaria de Estado da Agricultura Familiar (SAF), por meio da Unidade Técnica Estadual (UTE), que coordena o crédito fundiário no estado, operacionalizou para beneficiar os empreendimentos rurais de centenas de famílias assentadas do Programa no Maranhão.

Os recursos liberados do SIC estão beneficiando 127 associações de produtores rurais, atendendo cerca de 2.630 mil famílias de 41 municípios nas regiões de Alto Turi, Baixada Maranhense, Baixo Parnaíba, Centro Maranhense, Cerrado Maranhense, Cocais, Itapecuru, Leste Maranhense, Médio Mearim, Pedreiras, Pindaré, Presidente Dutra, Sertão Maranhense, Timon e região Tocantina.

AGERP II

O valor liberado para cada associação vai garantir às famílias investir em projetos, que ao todo, são 545 em andamento, como construção de imóveis e casas de farinha, mini usinas de arroz, cercar os lotes com arame farpado, além de comprar animais para projetos de piscicultura, avicultura, ovinocultura, suinocultura, bovinocultura, plantios produtivos, campos agrícolas, aquisição de tratores, além de outras benfeitorias para desenvolver a vida do homem do campo maranhense. Os recursos do SIC são não-reembolsáveis, ou seja, somente o financiamento para a compra da terra será pago.

De acordo com o secretário de Estado da Agricultura Familiar, Adelmo Soares, o Governo do Estado tem dado suporte ao desenvolvimento territorial do estado no sentido de beneficiar famílias de agricultores e assentados para aquisição de terras e estruturar os imóveis rurais.

“Conseguimos, em 2015, a liberação de aproximadamente R$ 12,5 milhões de recursos do SIC, número histórico para o PNCF no Maranhão que trouxe de volta para estas famílias a esperança e dignidade. O Governo do Estado, por meio da SAF, ao longo do primeiro ano de gestão, uniu esforços para garantir aos agricultores familiares e assentados, que se encontram em situação de pobreza, acesso às políticas públicas e melhorias da qualidade de vida do homem do campo,” ressaltou o secretário.

AGERP III

Em Codó, na associação de produtores rurais do povoado Bela Vista, 17 famílias foram beneficiadas com a liberação do SIC e estão, finalmente, voltando a sonhar com a melhoria da produção da agricultura familiar do povoado.

Para o presidente da Associação de Bela Vista, Samuel Trindade, a comunidade está otimista em ver que os projetos estão sendo implantados após anos de espera. Bela Vista foi beneficiada com projetos de avicultura, bovinocultura, centro de manejo de bovino e campo agrícola. Já implantado, para o projeto de avicultura a associação recebeu 1.500 aves para criação e, com a renda da comercialização a comunidade comprou novos pintos, e hoje, são 2 mil aves prontas para a venda.

 “Nossa expectativa é de melhorar a produção e gerar uma renda para a nossa comunidade. O Programa paralisou e agora voltou 100% e estamos confiantes que o governador Flávio Dino ainda fará muito mais para que projetos como esse alcance o pequeno produtor”, disse seu Samuel.

No povoado Cigana, no município de Tuntum, numa área de 597 hectares, 39 famílias do assentamento contempladas com o SIC trabalham com o projeto de ovinocultura. Os assentados de Cigana já possuem outros projetos, como suíno e bovinocultura, adquiridos com recursos do Pronaf A. Há sete anos que Cigana não recebia projetos do crédito fundiário devido à paralisação do Programa na gestão passada.

Seu Adálio Gomes, presidente da associação de Cigana, ressaltou a satisfação de o governador Flávio Dino, por meio da SAF, ter honrado o compromisso de destravar o SIC no Maranhão e de trabalhar para desenvolver, fortalecer e valorizar os agricultores familiares.

“A gente esperou muito pra que viessem outros projetos para Cigana. São 150 ovinos divididos entre as 39 famílias, e nós já dobramos a criação de ovelhas e já estamos no 5° lote de ovinos e queremos que aumente mais para melhorar a vida dos moradores,” frisou.

Outro município beneficiado com SIC é Itapecuru-Mirim. No povoado Guanaré, 42 famílias de assentados foram beneficiadas com projetos de avicultura, açude para abastecimento, bovinocultura e caprinocultura.

Em apenas três meses desenvolvendo o projeto de avicultura, a associação comercializou o primeiro lote das galinhas caipiras. Foram 500 aves vendidas e a renda será utilizada para a compra de novos pintos.

“Antes dos projetos virem para nosso povoado, trabalhávamos apenas com roça, plantio de mandioca e horta. E agora estamos otimistas para melhorar nossa renda com a comercialização fruto dos projetos e acreditamos que esse é um Governo que trabalha para o bem do povo”, contou o representante da associação de Guanaré, Raimundo da Conceição.

Segundo o superintendente de Reordenamento Agrário da SAF, Valdinar Barros, entre 2013 e 2014, na gestão estadual passada, foram investidos apenas R$ 653 mil de recursos do SIC, número inferior ao que a atual gestão do Governo do Estado conseguiu, em apenas 2015, com a liberação de cerca de R$ 12 milhões para dar qualidade de vida, renda e desenvolvimento dessas famílias que tiram da terra o sustento.

“Uma das políticas que visam o desenvolvimento rural é o PNCF, do Governo Federal, que oferece aos trabalhadores rurais condições para financiar um imóvel rural e permite ainda, estruturar os imóveis com os recursos do SIC. E o Governo do Estado está trabalhando para que o PNCF alcance todos os assentados do Maranhão,” destacou o superintendente.

 


Justiça do Maranhão determina a prisão preventiva de Ribamar Alves (Foto: Divulgação/Tribunal de Justiça)

01/02/2016 17h45 – Atualizado em 01/02/2016 17h45

Ele foi preso em flagrante por estupro e atualmente está preso na capital.
Defesa do prefeito tenta nessa segunda-feira (1º) um habeas corpus.

Do G1 MA

A Prefeitura de Santa Inês, a 250 km de São Luís, está sem gestor desde a prisão de Ribamar Alves (PSB), ocorrida na última sexta-feira (29). Ele foi preso em flagrante por estupro e atualmente cumpre prisão preventiva no Centro de Detenção Provisória do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, na capital.

Apesar da ausência do gestor, os setores continuam funcionando dentro da normalidade, segundo o chefe de gabinete. Na Câmara de Vereadores, até o momento, não tem nenhuma movimentação oficial sobre o caso do prefeito Ribamar Alves. Eles estão aguardando uma posição do presidente da Câmara

O presidente da Câmara de santa Inês, vereador Orlando Mendes, disse que está aguardando o próximo passo da Justiça, já que os advogados de defesa do prefeito estão tentando nessa segunda-feira (1º) um habeas corpus.

Caso a Justiça negue este pedido e mantenha Ribamar Alves preso, os vereadores irão decidir em reunião o que será feito na ausência do prefeito do município.

Prisão
Ribamar Alves foi preso em flagrante pelo estupro de uma jovem de 18 anos. Segundo a polícia, a vítima é missionária da Igreja Adventista e trabalha como colportora (jovens que vendem livros para pagar os estudos).

Segundo o delegado Rafael Reis, a vítima afirmou, em depoimento, que o crime aconteceu entre 21h e 23h de quinta-feira (28). O prefeito teria convidado a jovem para a casa dele afirmando que compraria os livros que estavam à venda.

Após chegar à casa, ela aceitou sair no carro dele e conta que o prefeito teria entrado em um motel sem se identificar na entrada, onde a levou para o quarto e praticou o crime. A vítima afirmou que deixou claro que não queria fazer sexo e chorou durante todo o ato.

Prefeito de Santa Inês (MA) Ribamar Alves, na chegada a São Luís (Foto: Reprodução: TV Mirante)Prefeito de Santa Inês (MA) Ribamar Alves, na chegada a São Luís (Foto: Reprodução: TV Mirante)

 


Laudo de exame de conjunção carnal feito em jovem que acusa prefeito de estupro (Foto: Policia Civil)Laudo de exame de conjunção carnal feito em jovem
que acusa prefeito de estupro (Foto: Policia Civil)

01/02/2016 09h23 – Atualizado em 01/02/2016 09h39

Ribamar Alves (PSB) foi preso em flagrante na sexta-feira (29).
Ele estuprou estudante adventista de 18 anos, segundo a polícia.

Do G1

O laudo do Instituto Médico Legal (IML) confirma que o prefeito de Santa Inês, Ribamar Alves (PSB), manteve relações sexual com a estudante de 18 anos. Ele foi preso em flagrante por estupro e permanece no Centro de Detenção Provisória (CDP) do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís.

O resultado do exame revela que a relação sexual não teve vestígios de violência e apontou ainda a existência de uma “ferida contusa com sangramento discreto na comissura posterior dos lábios”. Foi encontrado ainda “secreção espessa esbranquiçada no introito vaginal”.

O exame não apontou lesões corporais externas e constatou que a genitália externa está compatível com o desenvolvimento normal, além de rupturas himenais antigas. Laudo foi atestado pela médica legista Márcia Sandra de Castro Moraes.

“Quando ele foi deixá-la em casa, a conduziu a um motel, sem sua anuência. No motel, pediu que ele não tirasse sua roupa, mas ele não atendeu e que não ofereceu mais resistência porque ficou com medo do que pudesse acontecer. Informa que ele a forçou a praticar sexo vaginal sem proteção e que sua última relação sexual havia sido aos 14 anos de idade”, relatou a estudante.

Prefeito de Santa Inês (MA) Ribamar Alves, na chegada a São Luís (Foto: Reprodução: TV Mirante)Prefeito de Santa Inês (MA) Ribamar Alves, na chegada a São Luís (Foto: Reprodução: TV Mirante)

Prisão
Ribamar Alves foi preso em flagrante, na sexta-feira, pelo estupro de uma jovem de 18 anos. Segundo a polícia, a vítima é missionária da Igreja Adventista e trabalha como colportora (jovens que vendem livros para pagar os estudos).

Segundo o delegado Rafael Reis, a vítima afirmou, em depoimento, que o crime aconteceu entre 21h e 23h de quinta-feira (28). O prefeito teria convidado a jovem para a casa dele afirmando que compraria os livros que estavam à venda.

Após chegar à casa, ela aceitou sair no carro dele e conta que o prefeito teria entrado em um motel sem se identificar na entrada, onde a levou para o quarto e praticou o crime. A vítima afirmou que deixou claro que não queria fazer sexo e chorou durante todo o ato.

Justiça do Maranhão determina a prisão preventiva de Ribamar Alves (Foto: Divulgação/Tribunal de Justiça)Justiça do Maranhão determina a prisão preventiva
de Ribamar Alves (Foto: Divulgação/TJ)

Juíza
No dia 18 de dezembro de 2013, Alves teria tentado beijar à força a juíza Larissa Tupinambá, que trabalhava em Santa Inês na época. O caso, confirmado pela Associação dos Magistrados do Maranhão (AM-MA), ocorreu quando o prefeito se encontrou com a magistrada para tratar de assuntos referentes ao Município.

O prefeito chegou a ser autuado por assédio sexual, mas, em 2014, teve o crime desclassificado como contravenção penal de “importunação ofensiva ao pudor”, delito previsto na Lei de Contravenções Penais (3.688/41). Como teve o delito revertido, Alves pagou multa fixada pela Justiça e não é considerado reincidente.


Tentativa de assalto aconteceu no fim da manhã deste domingo (31), na capital (Foto: Márcia Carlile/G1)

Tentativa de assalto aconteceu no fim da manhã deste domingo (31), na capital (Foto: Márcia Carlile/G1)

31/01/2016 15h04 – Atualizado em 31/01/2016 15h04

Tentativa de assalto aconteceu no fim da manhã deste domingo (31).
Dois suspeitos fugiram e ainda não foram reconhecidos pela polícia.

Parte de uma agência bancária do Banco do Brasil (BB) foi quebrada no fim da manhã deste domingo (31), no bairro São Francisco, em São Luís, após uma tentativa de assalto.

Segundo informações do comandante do Comando de Policiamento de Área Metropolitana I (CPAM I), coronel Pedro Ribeiro, dois homens ainda não identificados abordaram um norte-americano identificado como Smith no interior da agência e anunciaram o assalto. “Eu apurei através dos policais do Ciops que dois elementos tentaram assaltar um norte-americano”, conta.

Ainda conforme o coronel, a vítima mesmo percebendo que os dois suspeitos estavam armados decidiu iniciar uma luta corporal. Acuados com a altura e força do norte-americano, os dois homens decidiram fugir do banco em uma motocicleta sem leva nenhum objeto de valor do norte-americano.

“Eles partiram para cima do americano, só que o cara parece que tinha cerca de dois metros e era muito forte. Eles ficaram com medo e fugiram em uma moto. Eles não levaram nada”, finaliza.


Lima Verde

O crime tem características de execução, pois os tiros atingiram a cabeça da mulher.

Bairro Lima Verde / Paço do Lumiar

30/01/2016 – 14h14 Atualizado 31/01/2016

A população do bairro Lima Verde, localizado na cidade Paço do Lumiar, está chocada com o assassinato de uma mulher. A vítima, que ainda não foi identificada pela polícia, foi morta a tiros e o corpo deixado em um matagal, no loteamento Saramanta.

O crime tem características de execução, pois os tiros atingiram a cabeça da mulher. De acordo com informações colhidas com populares, a vítima estava com outra mulher no momento do assassinato e ela teria conseguido fugir dos criminosos.


Prefeito de Santa Inês (MA) Ribamar Alves, na chegada a São Luís (Foto: Reprodução: TV Mirante)

Prefeito de Santa Inês (MA) Ribamar Alves, na chegada a São Luís (Foto: Reprodução/TV Mirante)

29/01/2016 13h21 – Atualizado em 29/01/2016 22h01

Ribamar Alves (PSB), de 61 anos, foi preso nesta sexta-feira (29).
Ele já havia sido acusado de assédio sexual contra juíza, em 2013.

Márcia CarlileDo G1 MA

O médico e prefeito de Santa Inês, Ribamar Alves (PSB), de 61 anos, foi preso em flagrante pelo crime de estupro, na manhã desta sexta-feira (29), na cidade, que fica a 250 km de São Luís. Segundo informações da Polícia Civil, a vítima é natural do Paraná, possui 18 anos e trabalha como colportora (jovens que vendem livros para pagar os estudos).

O delegado Regional de Santa Inês, Rafael Reis, confirmou, em entrevista coletiva realizada na sede da secretaria, na capital maranhense, que o ato criminoso ocorreu na noite de quinta-feira (28) em um motel. Segundo a jovem, o prefeito teria passado direto na entrada.

“O fato se deu entre 21h e 23h de ontem. A vítima foi até a casa do prefeito vender livros e ele a convidou para um passeio, com a desculpa de que iria comprar os livros após o passeio. Dentro do carro, ele abordou ela e entrou direto em um motel. E, lá, apesar de não ter sido agredida, foi caracterizado o estupro. Ela teria até chorado durante o ato”, relata.

Conforme o delegado, a jovem confirmou, em depoimento à polícia, que Ribamar Alves já havia entrado em contato com ela pelo celular. “Após o crime, a vítima nos procurou e ela disse, em depoimento, que, na verdade, ele já vinha assediando ela”, conta.

Rafael Reis disse que a vítima está muito traumatizada e que ainda hoje será examinada por uma equipe do Instituto de Criminalística (Icrim). “Ela chorava muito e está muito traumatizada. Ela vai ser averiguada por profissionais do Icrim”, afirma.

De acordo com o delegado, Ribamar Alves será autuado pelo crime de estupro, previsto no artigo 213 do Código Penal, que prevê pena de seis a dez anos de reclusão. Após depoimento, o prefeito será encaminhado para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas. “Ele vai ser enquadrado no Artigo 213 e ainda hoje ele vai direto para uma unidade da Sejap em Pedrinhas”, finaliza.

O prefeito chegou a São Luís de helicóptero, na tarde desta sexta-feira, e prestou depoimento na sede da secretaria. Por telefone, o advogado Ronaldo Ribeiro, que defende Ribamar Alves, confirmou que o prefeito manteve relações sexuais com uma mulher e que ela maior de idade. “Foi tudo consensual”, afirma.

Assédio sexual
No dia 18 de dezembro de 2013, Ribamar Alves teria assediado sexualmente a juíza de Santa Inês, Larissa Tupinambá. O caso, confirmado pela Associação dos Magistrados do Maranhão (AM-MA), ocorreu quando o prefeito teria buscado a juíza para tratar de assuntos do Município.

O prefeito chegou a ser autuado por assédio sexual, mas, em 2014, teve o crime desclassificado como contravenção penal de “importunação ofensiva ao pudor”, delito previsto na Lei de Contravenções Penais (3.688/41).

Como teve o delito revertido, Alves pagou multa fixada pela Justiça e não é considerado reincidente. Na tarde desta sexta-feira, a magistrada publicou, por meio das redes sociais, que é “dia de justiça”.

“Dia de Justiça. Ela pode demorar, mas quando se impõe, é altiva e forte. Só tem um lado: o certo. Não se rende a influências, não se verga para o lado mais forte e nem se mancha com a politicagem. Quando chega faz transbordar de felicidade quem só dela se socorre. Acreditar no lícito, no digno e no correto sempre vai trazer retorno. O ímpio, leviano, despudorado, imoral e abjeto se inunda no mar de lama do cotidiano em que vive suas torpezas”, afirmou.


TRES

As pessoas  que ler  artigos da pagina facebook  Pinheiro Maranhão Brasil, produzido de forma irresponsável e caluniosa extremamente suspeita buscando criar fatos  para atingir aliados políticos e também o Diretor do Hospital Regional Jackson Lago, no qual o produtor da matéria usa de forma intempestiva essa ação conjugada com as dores do cotovelo e o medo pelo que virá a acontecer  nas eleições do outubro próximo   aqui em Pinheiro.

O patusco autor dessa parodia conseguiu um fato inédito: (Péssima repercussão) isso pelo fato de querer lacrar o que ainda repercute das ações  ignominiosas talvez… De quem lhe paga para criar esses desairosos textos desmedidos e levianos com intuito de atingir o Diretor Geral do Hospital, objetivando claramente as eleições de outubro na qual o Diretor atual, Dr. Leonardo Sá  sairá candidato a prefeito de Pinheiro.

Essa publicação irresponsável e caluniosa insere-se de um movimento patrocinado por mesquinhas forças políticas que, afastadas do governo do estado ficou desorientado frente aos êxitos da administração do Dr. Leonardo Sá como Diretor do Hospital,e que tem os olhos do Governo Estadual voltados para o seu crescimento político  com amplas chances de derrotar seus adversários. (ai a lua cresce e  eles piram ! rsrsrsrs)

Em textos dessa publicação facciosa o autor prega factoide, sem ao menos verificar a veracidade das informações para poder repassar aos leitores fatos reais que a ética jornalística exige e que consideramos de fundamental importância  ao fortalecimento da democracia . O NOSSO REPUDIO. E  que,  ao invés de pensarem os autores  desses insignificantes textos a  confundir administração de saúde publica com política partidária pense primeiro na avaliação de como a população recebe essas informações mentirosas.

“Cada coisa tem seu  tempo e seu  lugar determinado.”

Dentro de uma disputa política,  esperamos  que tudo se dê no campo do debate sobre propostas para o desenvolvimento e mudanças benéficas à população, evitando-se a via da calúnia e da fofoca como arma política e eleitoral.

( Faça uso do seu Gardenal * conforme prescrição médica)

 


CADÊ O DINHEIRO

Uma cidade como tantas outras, um município como tantos outros, aqui prefeitos como tantos outros neste País da Alice, terra princesa “LUGAR BOM DE SE VIVER” onde silencio é capa da corrupção e o Portal da Transparência Municipal é um quadro negro invisível sem um rascunho sequer.

 

TRANSFERÊNCIA DE RECURSOS POR ESTADO/MUNICÍPIO

UF: MARANHÃO   EXERCÍCIO: 2012

imprimir

Total destinado aos favorecidos situados no Estado R$ 14.359.155.672,06
Total destinado ao Governo do Estado: R$ 4.686.640.487,01
Total destinado aos favorecidos situados nos municípios do Estado: R$ 9.672.515.185,05
Total destinado aos favorecidos situados no município PINHEIRO: R$ 98.536.057,19
Total destinado à ação Implantação, Construção e Ampliação de Unidades de Pronto Atendimento – UPA: R$ 1.050.000,00
Total destinado ao favorecido FUNDO MUNICIPAL DE SAUDE DE PINHEIRO [FUNDO MUNICIPAL DE SAUDE DE PINHEIRO]: R$ 1.050.000,00
Mês Fonte – Finalidade Modalidade de Aplicação     Valor (R$)
Dezembro/2012 STN – Convênios/Contratos de Repasses/Fundo a Fundo/Outros     910.000,00
Julho/2012 STN – Convênios/Contratos de Repasses/Fundo a Fundo/Outros     140.000,00

 

Saúde12L4 – Implantação, Construção e Ampliação de Unidades de Pronto Atendimento – UPA 1.050.000,00

 

 

Investimento na construção ou reforma de Unidades de Pronto Atendimento – UPA

Série histórica | Valor do investimento em R$ R$ 1.400,000, 00

PINHEIRO | MA
Ano
CONSTRUÇÃO REFORMA
2014
R$ 1.400.000,00 R$ 0,00

 

2013
R$ 1.400.000,00 R$ 0,00
2012
R$ 1.400.000,00 Sem dados

Desde 2012, fiquei a cheiricar no Portal da Transparência Municipal da Prefeitura de Pinheiro, algo em tempo real que fizesse jus a aplicação dos recursos destinados pelo Governo Federal ao FUNDO MUNICIAPL DE SAÚDE DE PINHEIRO a mísera quantia de Cr$ 1.400.000,00 destinados à Implantação, Construção e Ampliação de Unidade de Pronto Atendimento UPA, repassados em duas (02) parcelas Julho e Dezembro/2012, conforme demonstrativo acima.

Pra cá, onde portal da transparência e a Lei de improbidade Administrativa poderiam exigir investigação de FORTES INDICIOS no desvio desses recursos dado ao fato de desconhecermos a construção e ou/ ampliação de qualquer UPA, as águas do rio Pericumã, lavam silenciosamente mais um suposto desvio de verba publica.

Enquanto isso vamos assistindo na tela da transparência um fiapo do imbróglio representado por cada um administrador que passa na PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHEIRO “LUGAR BOM DE SE VIVER”

CADÊ O DINHEIRO DA UPA

 


 

Alunos assistem às aulas sentados no chão em Fortaleza (Foto: Sindiute / Divulgação)

28/01/2016 06h00 – Atualizado em 28/01/2016 09h08

Alunos assistem ao primeiro dia de aula sentados no chão em Fortaleza

Turmas usaram cadeira de plástico para apoiar livros e cadernos; veja fotos.
Secretaria disse que cadeiras foram enviadas para o segundo dia de aula.

 Do G1

Alunos da Escola Municipal de Ensino Infantil e Fundamental (Emeif) Waldemar Barroso, emFortaleza, tiveram um primeiro dia de aulas sem conforto nesta quarta-feira (27). Algumas turmas da instituição assistiram às aulas sentadas no chão e usando cadeiras de plástico como apoio para livros e cadernos.

A falta de estrutura foi flagrada por imagens enviadas ao G1 pelo Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Fortaleza (Sindiute). Nas fotos, é possível ver a maioria das crianças no chão e escorada nas paredes das salas durante a aula. Uma das alunas apoiou o caderno nas próprias pernas para copiar os conteúdos do quadro.

O diretor do Sindiute, Wellington Soares, afirma que a falta de cadeiras ocorre em outras escolas da capital cearense. “Essa situação mostra a falta de estrutura que está acontecendo em várias escolas da cidade, onde alguns professores estão até abrindo mão de suas mesas para servirem de cadeiras aos alunos”, reclama Soares.

Alunos assistem às aulas sentados no chão em Fortaleza (Foto: Sindiute / Divulgação)Alunos assistem às aulas sentados no chão em Fortaleza (Foto: Sindiute / Divulgação)

Novas carteiras
Em nota, a Secretaria Municipal da Educação (SME) informou que novas carteiras foram enviadas à Escola Municipal Waldemar Barroso. A SME informou ainda que a carência das carteiras foi “provocada devido ao aumento das matrículas” e que “7.000 novos conjuntos de carteiras foram adquiridos neste ano para as escolas da rede municipal de ensino”.

A secretaria não respondeu se alunos de outras escolas da cidade também estão sem carteiras para assistirem às aulas, como denuncia o sindicato.

O G1 entrou em contato com a direção da escola, que confirmou o recebimento do material e que os alunos devem assistir às aulas em carteiras apropriadas nesta quinta-feira (28).