Ewelenn Klewia Valino Gomes foi presa em São Luís (Foto: Divulgação/Polícia)Ewelenn Klewia Valino Gomes foi presa em São Luís
(Foto: Divulgação/Polícia)

24/11/2015 16h14 – Atualizado em 24/11/2015 20h17 www.jgmoreira.com.br

Ewelenn Klewia Valino Gomes foi presa em São Luís.
Adolescente de 16 anos também foi apreendida na operação.

Do G1

Droga apreendida estava pronta para ser comercializada em São Luís (Foto: Divulgação/Polícia )Droga apreendida estava pronta para ser comercializada no Maranhão (Foto: Divulgação/Polícia )

Foi presa em flagrante nesta terça-feira (24), no bairro Ivar Saldanha, em São Luís, Ewelenn Klewia Valino Gomes, de 21 anos. Com ela foram encontrados aproximadamente 20 kg de maconha prensada que estava pronta para ser comercializada na capital.

Segundo informações de Tiago Bardal, delegado da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), a suspeita já estava sendo investigada pela a polícia há seis meses. “O nosso trabalho de investigação contra a Ewelenn já estava em andamento cerca de seis meses e hoje nós fechamos o cerco e a prendemos em flagrante”, relatou.

Ainda conforme o delegado, o material apreendido está avaliado em aproximadamente 160 mil reais. Ele acrescenta que a droga, também conhecida como “Skank”, é considerada uma das mais concentradas, já que ela é geneticamente modificada. “Essa maconha está avaliada em oito mil reais cada quilo. Ela é cara e quem a consome tem na maioria das vezes o alto poder aquisitivo. É uma droga geneticamente modificada”, explicou.

De acordo com o delegado Tiago Bardal, todo o material apreendido teria iniciado a sua rota no Paraguai e após ter chegado ao estado do Pará seria comercializado em São Luís. “O que a gente já sabe é que a droga veio do Paraguai com destino ao estado Pará. Lá ela foi distribuída para São Luís, onde seria vendida”.

O delegado disse que além da suspeita, também foi apreendida uma adolescente de 16 anos que iria iniciar a comercialização com Ewelenn. “Na operação nós também apreendemos uma adolescente de 16 anos que estava trabalhando em conjunto com a Ewelenn”.

Ewelenn Klewia Valino Gomes e a adolescente, que não tinham passagem pela a polícia, serão encaminhadas respectivamente para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas e a Vara da Infância, ambos em São Luís.

Ewelenn Klewia irá responder pelos os crimes de tráfico de drogas, associação por tráfico e corrupção de menor. Já a adolescente será por ato infracional semelhante ao tráfico de drogas.


VOTOMA DE LINCHAMENTO

Duplo homicídio é registrado na Vila Luizão, um por linchamento (Foto: Domingos Ribeiro)

24/11/2015 10h00 – Atualizado em 24/11/2015 15h00 WWW.JGMOREIRA.COM.BR

Caso aconteceu em área urbana de ocupação irregular, por volta das 6h45.
Vítima de linchamento teve rosto esmagado e garganta cortada.

Maurício ArayaDo G1 MA

Um duplo homicídio, sendo um por linchamento, foi registrado na região da Vila Luizão, Região Metropolitana de São Luís (MA), no início da manhã desta terça-feira (24). O caso aconteceu em uma área urbana de ocupação irregular, por volta das 6h45.

A primeira vítima foi identificada como Raimundo Nonato da Silva, de 30 anos. Ele saiu do barraco onde morava, atravessou a rua e de dentro do barraco à frente, três suspeitos – que, segundo a polícia, aguardavam sua saída – dispararam contra Raimundo da Silva, que morreu no local.

Os suspeitos fugiram pela lateral da Unidade de Educação Básica (UEB) de Ensino Fundamental Governador Leonel Brizola. Em perseguição, moradores da invasão conseguira capturar um dos suspeitos, identificado como Marcelo Lisboa Alves, de 21 anos. A tiros e pedradas, ele foi morto pelos populares. Marcelo teve o rosto esmagado pelas pedradas e a garganta cortada.

Segundo o capitão Moreira, da Unidade de Segurança Comunitária (USC) da Vila Luizão, uma equipe da Polícia Militar do Maranhão (PM-MA) havia passado 10 minutos antes pelo mesmo local dos homicídios, como parte de buscas em outra ocorrência.

“Diuturnamente, a gente faz rondas aqui. Aqui não é por falta de policiamento, não. Aqui é a população que não coopera. Não ajuda a gente”, disse o militar, em tom de desabafo.

De acordo com as primeiras informações colhidas pela PM-MA no local dos crimes, Raimundo da Silva e Marcelo Alves eram amigos, ao ponto de um frequentar a casa do outro.

“Segundo a própria mãe dele, viu que Marcelo atirou nele, ainda chegou a falar com ele”, conta o capitão Moreira.

A polícia ainda não identificou o suspeito que matou Raimundo da Silva e já iniciou as buscas pelos outros dois fugitivos.

´Vídeo mostra jovem sendo linchado depois de furtar bicicleta no Maranhão (Foto: Reprodução / G1)Vídeo mostra jovem sendo linchado depois de
furtar bicicleta no Maranhão

Linchamentos
É o segundo caso de linchamento registrado em menos de 72h na Ilha de São Luís. Um vídeo enviado para o G1 no sábado (21)mostra um jovem sendo espancado por moradores do bairro Jardim América, em São Luís.  Ele teria tentado roubar uma bicicleta, mas acabou sendo perseguido pela vítima e por populares que viram a movimentação.

Segundo a polícia, a vítima estava em uma ‘lan house’ e deixou sua bicicleta do lado de fora do estabelecimento. O suspeito, identificado como Jardiel de Jesus Silva, 26 anos, aproveitou o descuido e tentou furtar a bicicleta.


MENOR ESTUPRADADESDE AS PRIMEIRAS HORAS DE DOMINGO DIA 22/11 O MUNICÍPIO DE URBANO SANTOS CHORA A MORTE DE MAISA, VITIMA DE 06 ANOS QUE FOI ENCONTRADA AGONIZANDO E COM SINAIS DE VIOLÊNCIA NUM MATAGAL.
Essa barbárie chocou a população devido o requinte de crueldade dessa criança brutalmente ,morta , após ser sequestrada e estuprada. 
A Menina Maisa , filha de família evangélica, segundo  informações, foi sequestrada de sua residência, no bairro Queimadas, na noite de sábado, 21, e pra infelicidade da família foi encontrada por populares na manhã de domingo (22) num matagal, agonizando, em estado de choque e com sinais de violência sexual.
A menor foi imediatamente levada ao hospital do município, onde infelizmente não resistiu e veio a falecer.
Chocada com o ocorrido, a prefeita do município, Iracema Vale, teria solicitado um táxi aéreo, para remoção da menor a capital, mas infelizmente não havia mais tempo para Maísa.
Até o momento não há informações de suspeitos da barbárie, sendo que as polícias Militar e Civil estão em busca de pistas, a fim de identificar, ou identificá-los.
Repudiando esse crime horrendo a página deixa aqui os sinceros votos de pesar aos familiares da vítima. 

 

 

 


Carreta da dupla Jorge e Mateus bateu de frente com motocicleta (Foto: PRF)

Carreta da dupla Jorge e Mateus bateu de frente com motocicleta (Foto: PRF)

22/11/2015 12h01 – Atualizado em 23/11/2015 08h35 www.jgmoreira.com.br

Acidente aconteceu neste domingo (22), na BR-010, em Estreito.
Veículos bateram de frente; motociclista de 18 anos morreu no local.

Um acidente envolvendo uma carreta com a logomarca da dupla Jorge e Mateus e uma motocicleta matou o jovem José da Silva Vidal, de 18 anos. O fato aconteceu por volta de 3h30 deste domingo (22), no Km 132 da BR-010, próximo a Estreito, no Maranhão, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

De acordo com a PRF, os dois veículos vinham em sentidos opostos e bateram de frente. O perito do Instituto de Criminalística (Icrim) que esteve no local, Fernando Alves de Andrade, concluiu que a colisão se deu na pista contrária a da motocicleta, que era conduzida pela vítima.

Jovem de 18 anos morreu em acidente com carreta da dupla Jorge e Mateus (Foto: PRF)Jovem de 18 anos morreu em acidente com
carreta da dupla Jorge e Mateus (Foto: PRF)

A conclusão do Icrim indica que o jovem teria invadido a contramão e batido de frente com a carreta. O rapaz morreu na hora. A perícia também afirma que a vítima não possuía habilitação e que o corpo apresentava indícios de ingestão de bebida alcoólica.

O motorista da carreta, identificado como Marcos Fabiano de Souza Silva, foi autuado por “homicídio culposo por acidente de trânsito”, conforme o artigo 302 do Código de Trânsito Brasileiro (Lei 9.503/1997).

De acordo com o site oficial da dupla, Jorge e Mateus fizeram um show em Santarém, noPará, no sábado (21), e têm show marcado para este domingo, em Araguaína, no Tocantins.

 


 

 PINHEIROFOTO23:33
PINHEIROFOTO23:33
Foi assassinado com dois tiros na cidade de Buriticupu o Blogueiro e ex promotor de Shows em Imperatriz e toda região tocantina, sul do Pará e norte do Tocantins, Roberto Lano, ele inclusive já teve residencia fixa em Imperatriz mais ultimamente esta tomando de conto de uma casa noturna em Buriticupu. Roberto trabalhou também de locutor na campanha da Deputado Valeria Macedo e Deoclides Macedo.
Segundo informações, Orislandio Timóteo Araújo, mais conhecido como Roberto Lano, estava nas proximidades do pé de amêndoa no centro de Buriticupu na noite deste sábado(21), quando um elemento em uma moto se aproximou e efetuou tiros contra o DJ atingindo-o na cabeça, Roberto Lano não resistiu e morreu no local.
O crime aconteceu na por volta das 21 hrs e 30 / minutos.21/11/2015

MPF quer cassar licenças de rádio e TV de Lobão, Roberto Rocha, Sarney e Victor Mendes

Outros 36 congressistas também estão na mira de ação baseada em dispositivo da Constituição

Informação Folha de São Paulo (Yuri Almeida)

O Ministério Público Federal, por meio de suas sedes estaduais, promete desencadear ações contra 32 deputados federais e oito senadores que aparecem nos registros oficiais como sócios de emissoras de rádio ou TV pelo país. No Maranhão, os alvos da iniciativa inédita – lançada com aval do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e coautoria do Coletivo Intervozes (entidade que milita na área de comunicação) – são os senadores Edison Lobão (PMDB-MA) e Roberto Rocha (PSB-MA), e os deputados federais Sarney Filho e Victor Mendes, ambos do PV. A informação é da Folha de São Paulo.

No Ministério das Comunicações, todos eles constam como sócios de emissoras.

Baseado em dispositivo da Constituição que proíbe congressista de “firmar ou manter contrato com empresa concessionária de serviço público” (Artigo 54), a Procuradoria pedirá suspensão das concessões e condenação que obrigue a União a licitar novamente o serviço e se abster de dar novas outorgas aos citados.

No total, contando com os maranhenses, 40 parlamentares radiodifusores aparecem como sócios de 93 emissoras.

Conflito

Outro argumento das ações da Procuradoria é o do conflito de interesses. Os procuradores lembram que cabe ao Congresso apreciar atos de outorga e renovação de concessões. Conclui então que congressistas radiodifusores “estarão propensos” a votar sempre pela aprovação para não prejudicar futuras análises de seus processos.

As peças citam uma sessão da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara de 2011 que deu aval a 38 concessões e 65 renovações em apenas três minutos e com só um deputado presente. Citam ainda casos de políticos que votaram na aprovação de suas próprias outorgas ou renovações.

O Advogado Bráulio de Araújo, do Intervozes, afirma que, no futuro, também poderá entrar com ações contra políticos que escondem a propriedade de rádios e TVs em nome de parentes ou laranjas.

Nessa primeira leva, só serão acionados veículos que têm o próprio parlamentar no quadro societário.

Além dos processos da Procuradoria, uma Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental sobre o tema está sendo formulada para ser levada ao STF. Nesse tipo de ação, os ministros não são provocados a condenar ou absolver casos individuais, mas a analisar a situação em geral à luz da Constituição.

Outro lado

Procurado para se manifestar sobre o assunto, o deputado federal Victor Mendes alegou que a legislação permite esse tipo de participação, desde que ele não exerçam funções administrativas na emissora.

Já o senador Roberto Rocha disse que não faz mais parte da sociedade das rádios citadas. Edison Lobão e Sarney Filho não responderam aos questionamentos.

Procurado, o Ministério das Comunicações não quis comentar a iniciativa do MPF, argumentando não haver sido notificado.


 

RAPOSA

Durante uma operação da Polícia Civil, por meio da Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico, três pessoas foram presas em flagrante no município de Raposa.

Os suspeitos foram presos com a posse de 5kg de crack, quantidade que poderia valer até mais de R$100.000,00. Lucivaldo Mendes Peje, Alfredo Rodrigues Soares e GLayce Kelly da Silva Monteiro foram presos enquanto negociavam a venda da droga.

Alfredo Rodrigues já havia sido preso por tráfico internacional de drogas no ano de 2006 e Lucivaldo Mendes Peje foi preso no passado, suspeito de ter envolvimento no assassinato do policial militar Carlos Magno, em dezembro de 2013.


Beatriz observando os colegas feridos após abordagem da PM na MA-201 (Foto: Arquivo pessoal / Beatriz Novaes)

Beatriz observando os colegas feridos após abordagem da PM na MA-201 (Foto: Arquivo pessoal)

Vítima diz que ela e colegas, um deles baleado, não puderam se defender.
PM alega que policiais só atiraram depois de serem recebidos por tiros.

Do G1 MA

A estudante universitária Beatriz Novaes, de 18 anos, que estava em um carro que capotou na rodovia MA-201 (Estrada de Ribamar) após ser atingido por vários disparos efetuados pela Polícia Militar, na noite de quarta-feira (18), negou que ela e os amigos de faculdade, André Costa e Roberto Allan Fajardo (cabo da PM), baleado nas pernas durante ação, estivessem armados e tivessem atirado contra os policiais do Grupo de Serviço Avançado (GSA).

Segundo Beatriz, cerca de uma hora depois, os policiais do GSA confirmaram a identidade de Fajardo e o encaminharam para o Hospital do Servidor, na Cidade Operária. Os dois estudantes foram conduzidos para o Hospital Municipal Clementino Moura (Socorrão 2) e de lá levados para a delegacia da Cidade Operária para prestar esclarecimentos.

Vários tiros foram disparados pela PM contra o carro dos universitários   (Foto: Arquivo pessoal / Beatriz Novaes)Vários tiros foram disparados pela PM contra o carro dos universitários (Foto: Arquivo pessoal / Beatriz Novaes)

“Eles alegaram que só atiraram porque nós disparamos primeiro, o que não é verdade. No carro em que estávamos não tinha nenhuma arma de fogo, pois a arma do policial (Roberto Fajardo) estava em Viana, onde trabalha nos fins de semana. Apenas o coldre estava dentro do carro”, afirmou Beatriz ao G1.

O estado de saúde do cabo Fajardo não foi divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (SES). Ele continua internado no Hospital do Servidor.

Perseguição
A estudante disse que estavam voltando da faculdade, quando perceberam que estavam sendo seguidos por um carro preto. O veículo possuía vidros fumês e não possuía qualquer tipo de identificação, segundo relatou a estudante.

“Quando o carro veio em alta velocidade para alcançar o nosso carro, por instinto, seguimos em direção da Avenida 1 (Maiobão), pois até então imaginávamos que fossem bandidos e em momento algum houve identificação por parte dos policiais. Eles (PMs) atiraram e no decorrer do caminho o desespero tomou conta. Todos estavam deitados no assoalho do carro”, disse.

A intenção dos estudantes era chegar até a Estrada de Ribamar, onde costuma ter viaturas da Polícia Rodoviária Militar. Como não encontraram qualquer socorro, aceleraram em direção ao bairro Forquilha até que um dos tiros acertou o pneu do veículo, que capotou.

Medo e desespero
Após o capotamento, o veículo preto parou e de lá desceram quatro homens e se aproximaram do carro onde os estudantes estavam. Para Beatriz aqueles seriam seus últimos momentos.

“O desespero tomou conta quando vi o carro capotar logo após os tiros. Fiquei com muito medo de morrer, principalmente quando eles gritaram me mandando sair (do carro) se não iam atirar. Foi a situação mais difícil que eu passei na vida”, afirmou.

Fajardo (cabo da PM) saiu do veículo pela janela da frente e ao perceber que se tratava de policiais cruzou as mãos atrás da cabeça e se identificou como policial, mas mesmo assim os homens do GSA (serviço velado da PM) teriam atirado, segundo relatou Beatriz.

“Atiraram nas duas pernas dele a queima roupa. Fajardo caiu e começou a implorar pela vida dele, dizendo que não havíamos feito nada, e gritando de dor. André saiu se rendendo e eu fiquei por último, pois estava no banco traseiro. Depois eles ficaram apontando arma para gente, nos ofenderam, enquanto estávamos deitados em meio a destroços”, explicou.

Versão da PM
Em nota enviada ao G1 na quinta-feira (19), a PM disse que a equipe do Serviço de Inteligência deu ordem de parada o que teria sido desobedecido pelos ocupantes. Afirmou ainda que desconhece a informação de que os policiais militares tenham efetuado disparos a queima roupa nos ocupantes do veículo e que os tiros efetuados foram para forçar a parada do carro.

Vítimas sentadas no chão aguardando atendimento médico (Foto: G1 MA)Vítimas sentadas no chão aguardando atendimento médico (Foto: G1 MA)

Na ocasião, o comandante da Companhia de Policiamento Metropolitano (CPM2) da PM, coronel Vieira Aquino, disse que o cabo não atendeu a ordem de parada feita e ainda teria efetuado disparos, o que ocasionou a reação dos policiais e o capotamento do veículo onde estavam o cabo Roberto Allan e os estudantes André e Beatriz.

Sem resposta
O G1 entrou em contato, por e-mail, com o governo do Maranhão para saber se haverá a apuração da conduta dos policiais do GSA; se foi confirmado que o cabo Faljardo efetuou disparos contra a guarnição; se houve perícia técnica no local; e se os policiais envolvidos no caso foram afastados.

Os questionamentos foram feitos na noite de sexta-feira (20), mas até a publicação desta matéria não obtivemos retorno.


Foto de Domingos Costa Leite.

Ação criminosa aconteceu na tarde desta sexta feira (20)
Dois homens renderam as pessoas na agência.

Dois homens, que ainda não foram identificados pela a Polícia, assaltaram na tarde desta sexta feira (20)a agencia dos correios da cidade de São Bento-Maranhão- Baixada Ocidental.

Os ladrões, que eram dois, segundo informações de populares, chegaram na agência fortemente armados e anunciado o assalto. Eles renderam as pessoas e levaram do cofre uma quantia em dinheiro que ainda não foi divulgada pela gerência da agência.     levaram a arma do Vigilante e de um policial que estava a paisano, e que havia chegado no momento em que os criminosos faziam o assalto. Levaram também alguns  celulares e o dinheiro do caixa. A polícia procura pelos assaltantes.

Ainda conforme as pessoas que se encontravam na agencia, os criminosos  fugiram do local em uma motocicleta sem deixar pistas, teriam dito que não queriam o dinheiro do povo e sim do governo.


 

Bombeiros salvam passageiros do catamarã que naufragou em São Luís (Foto: Douglas Pinto/TV Mirante)

20/11/2015 10h19 – Atualizado em 20/11/2015 10h39

Catamarã tinha cerca de 50 pessoas a bordo.

Do G1 MA

Bombeiros salvam passageiros do catamarã que naufragou em São Luís (Foto: Douglas Pinto/TV Mirante)

Um catamarã de nome “Carcará” naufragou próximo ao Espigão da Ponta D’Areia, em São Luís, na manhã desta sexta-feira (20). A embarcação saiu às 6h da cidade de Alcântara. Segundo passageiros, havia mais de 50 pessoas no local. O excesso de pessoas teria causado o naufrágio. Todas as pessoas foram resgatadas pelo Corpo de Bombeiros

 “Foi horrível, o catamarã começou a estalar e foi largando os pedaços. Graças a Deus, não aconteceu nada com a gente. Deus nos ajudou”, disse, ainda assustada, a idosa Maria das Graças.

Os passageiros teriam avisado aos responsáveis pela embarcação que ela estava naufragando, mas eles se recusaram a tomar providências imediatas. “Não sei nem explicar, foi muito rápido. Eles colocaram muita gente, nós avisamos que estava afundando e eles diziam que era só um ‘suspiro’. Perdemos tudo, documentos, tudo”, disse a passageira Katia Helena Costa Lopes.

Ninguém ficou ferido no naufrágio desta sexta-feira (20), em São Luís (Foto: Douglas Pinto/TV Mirante)Ninguém ficou ferido no naufrágio desta sexta-feira (20), em São Luís (Foto: Douglas Pinto/TV Mirante)

%d blogueiros gostam disto: