Othelino Neto avalia que a visita do ministro Kassab foi positiva ao Maranhão

10/06/2015 17:01:15 – Agência Assembleia.7jy32

 

O deputado Othelino Neto (PCdoB) declarou, na sessão desta quarta-feira (10), que a visita do ministro das Cidades, Gilberto Kassab, ao Maranhão, no começo da semana, foi um fato positivo, que não pode ser ignorado.

 

“A visita de um ministro da República ao Maranhão é sempre um fato muito bom. Apenas me causou estranheza a tentativa de dizer quem foi o padrinho desta visita”, declarou Othelino, ao fazer comentários sobre a visita do ministro Kassab ao município de Pinheiro, na Baixada Maranhense.

 

Othelino observou que, em Pinheiro, o seu grupo político faz oposição ao prefeito Filuca Mendes: “Mas pouco importa quem está levando o ministro ao município de Pinheiro. O município está cheio de problemas, as pessoas precisando de intervenções dos governos municipal, estadual e federal. Se um ministro vai à cidade de Pinheiro, isso não deve ser razão de reclamação ou de crítica ou de tentar se apossar daquilo que eventualmente vai ser feito pelo Governo Federal na cidade, pois isto não leva a lugar nenhum”.

 

Em seu discurso, o deputado frisou que o Governo do Estado do Maranhão vai inaugurar, no próximo mês de agosto, o Hospital Regional de Pinheiro. E que a parceria com o Governo Federal é indispensável: “Qualquer ministro que vá a Pinheiro ou a outra cidade é bom que vá, é bom que leve obras do Governo Federal, é bom que retome o ‘Minha Casa, Minha Vida’, é bom que retome projetos que sejam do Governo Federal que estão paralisados, e com isso o beneficiado vai ser a cidade. Então, acho que essa discussão não tem muito sentido”, afirmou Othelino, frisando que a tentativa de destacar a visita do ministro a Pinheiro como mérito de um deputado federal ‘é coisa da política menor’.

 

Sobre o pronunciamento feito por outros deputados, enfocando este mesmo assunto, na sessão desta quarta-feira, Othelino Neto salientou sua posição: “Quantos ministros forem lá, se o deputado Victor Mendes conseguir levar outros, que leve. Nós aqui, quem atua, por exemplo, mais fortemente na Baixada, no município de Pinheiro, eu pessoalmente coloquei Emenda para o município de Pinheiro, para ajudar, apesar de ser, como já disse, oposição ao prefeito Filuca.  Então, é uma discussão estéril vir para cá querer dizer que foi um que pediu ou foi o outro que conseguiu”

 

Ele disse, ainda, que o importante é que a obra aconteça, o benefício chegue à cidade e que, principalmente, numa cidade importante como a cidade de Pinheiro, que se eleve o nível da discussão política. “Porque esse disse-me-disse de tentar se apadrinhar de obras, e obras que nem começaram ainda, é uma discussão estéril e que não leva a lugar nenhum”, ressaltou Othelino Neto.


 SECRETARIA DE ESTADO DA CULTURA

BUMBA BOIBUMBA BOI II(12) – 09.06.2015 às 11:24:07

Por: Assessoria de Comunicação

O Governo do Maranhão realiza a abertura da programação oficial dos festejos juninos na próxima sexta feira (12), na Praça Maria Aragão. Articuladas sobre um projeto chamado ‘São João de Todos’, as festividades deste ano reafirmam o compromisso da gestão estadual com cultura popular, que movimentará parte considerável da população maranhense, durante um total de 18 dias em 20 arraiais espalhados na região metropolitana de São Luís.

Junto a Prefeitura de São Luís, por meio de parceira inédita para realização do São João, o Governo dá o ponta pé inicial à temporada junina em meio a uma cerimonia com tom de homenagem no Arraial da Praça Maria Aragão, a partir das 19h.

“A homenagem a Humberto do Boi de Maracanã, e a Donato do Boi de Axixá permite com que o São João do Maranhão seja visto não como um evento pontual, mas como um espaço de trocas que propiciem aprendizagem e vivência do patrimônio cultural. Somado a isso, reunimos esforços e preparamos um projeto que distribui de forma mais democrática os arraiais, tornando possível congregar diferentes públicos”, expos a Secretária de Estado da Cultura, Ester Marques.

A titular da pasta reforçou o novo formato da temporada junina adotado pelo Governo Flávio Dino, assim como as novidades que estão sendo preparadas para público. Dentre elas, o Arraial do Ipem, que este ano volta a funcionar no espaço social do servidor público estadual no bairro no Calhau. O Arraial do Parque Folclórico da Vila Palmeira também é outro espaço onde o Estado retorna de forma intensiva.

O Parque, que vinha sendo administrado por terceiros é uma dos destaques do ‘São João 2015’, e faz parte, junto ao Arraial da Maria Aragão e o do Ipem, dos três arraiais de referência que o Governo do Estado prepara para o período junino deste ano.
“A retomada da realização dos festejos juninos, em espaços como este, demonstra o elevado grau de preocupação que o Governador Flávio Dino tem com a questão da descentralização de ações políticas nas mais diferentes áreas”, pontou a Secretária de Cultura, Ester Marques.

PROGRAMAÇÃO
Com uma programação definida para ter início a partir do dia 12 de junho, exclusivamente na Praça Maria Aragão, o ‘São João de Todos’ ganhará impulso a partir do dia 19 de junho, período tradicional de maior movimentação nos arraiais da capital, e quando vão entrar em funcionamento os seguintes espaços da grade oficial do Governo no São João 2015: Ipem, Ceprama, Parque Folclórico da Vila Palmeira, Viva Anjo da Guarda, Viva Bairro de Fátima, Viva Cidade Operária, Viva Coroadinho, Viva Desterro, Viva Estiva, Viva Ipase, Viva João Paulo, Viva Liberdade, Viva Monte Castelo, Viva Vila Embratel, Viva Vinhais, Praça Nauro Machado, Praça da Faustina, Casa do Maranhão e Praça da Saudade/Madre Deus.

Funcionando até o dia 29 de junho, com uma média de seis apresentações por noite passarão pelos arraiais do Governo do Estado um total de quase mil grupos folclóricos entre Bumba Bois, Tambores de Crioula, Quadrilhas Juninas, Danças do Coco, Cacuriás, Danças Portuguesas e shows musicais que completam festa grande festa chamada ‘São João de Todos’.
Toda esta programação detalhada será distribuída nos arraiais, por meio das agendas culturais e também no portal exclusivo do Governo do Estado para o São João, que entra no ar na quarta feira (10).

SERVIÇO
O que: Noite de abertura da temporada junina do Governo do Estado e da Prefeitura de São Luís.
Onde: Praça Maria Aragão (Beira Mar)
Horário: 19h
Entrada franca


ENFORCAMENTO II

ENFORCAMENTO

Na manhã de hoje foi encntrado morto por enforcamento (suicidio),  o jovem conhecido por Robson (21 anos) que morava num sobradinho que fica encima do frigorifico onde o mesmo trabava localizado em frente ao Mercadinho Pinheirense . Bairro Fomento-Pinheiro

 O Jovem que recorreu ao suicidio, era natural do Povoado Entre Rios (Presidente Sarney). As causas do enforcamento, segundo populares foi provido mediante um teste de HIV que o mesmo se submeteu, tendo o resultado soro positivo. Diante disso, foi abandonado pela sua esposa deixndo-o  bastente abalado moralmente perante toda sua familia e a  opinião publica .

Lamentamos profundamente o ocorrorido.


Deputados governistas contestam críticas da Oposição à área da Segurança Pública

08/06/2015 22:20:54 – Agência Assembleia

 

Os deputados Rogério Cafeteira (PSC), Othelino Neto (PCdoB) e Marco Aurélio (PCdoB) contestaram, na sessão desta segunda-feira (8), críticas de deputados da oposição a problemas na área da segurança Pública do Estado. O líder do Governo, Rogério Cafeteira, declarou que a Polícia está intensificando operações com todo o comando reforçado para atuar no sistema de transporte coletivo de São Luís, em que ocorreram recentemente diversos assaltos com mortes de passageiros.

 

Rogério Cafeteira frisou que as forças de segurança estão reforçando o esquema de enfrentamento da violência e da criminalidade em todo o Estado. Segundo o líder do Governo, desde o início de 2015 até o momento, a Polícia Militar e Civil realizaram um total de 1.118 prisões em todo o Estado. As ações do Sistema de Segurança já prenderam assaltantes de banco, assaltantes comuns, homicidas, traficantes de drogas e agiotas.

 

O deputado Othelino Neto assinalou que existe uma diferença crucial entre a forma como o atual Governo conduz a segurança pública e a forma como era conduzida anteriormente. “Primeiro, o governador, ele de fato, acompanha pessoalmente as ações da Secretaria de Segurança. Diferente do governo anterior, que a governadora abandonou o governo muito antes do governo acabar, estava preocupada com outras coisas”, assinalou Othelino.

 

Por sua vez, o deputado Marco Aurélio afirmou que o governo precisa melhorar a segurança pública: “Reconhecemos o esforço do governo do Estado do Maranhão. Agora a oposição ataca na forma recheada de incoerências e da intencionalidade de apenas prejudicar o que se está construindo e de desmerecer o que se está construindo. Aí, sim, questiono, porque o passado nos traz ao nosso discurso de hoje. Como é que num passado tão próximo de cinco meses atrás, seis meses atrás, havia no poder um grupo que tinha o poder de fazer e não fazia”, frisou o deputado Marco Aurélio.

 

Em seu discurso, o deputado Marco Aurélio observou que “o governo tem a sua pauta, o governo tem responsabilidade, e quem pauta o governo não é incoerência do passado, é o povo”.


Janine Ribeiro informou que cursos com notas 4 e 5 terão prioridade sobre os cursos de nota 3 Ministro afirma que novos contratos serão abertos; formação do professor será prioridade

Terça-feira, 09 de junho de 2015 – 10:11

O ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro, anunciou na noite de segunda-feira, 8, no programa Roda Viva, daTV Cultura, em São Paulo, que haverá mais vagas para os estudantes da educação superior que pretendem obter o benefício do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). “Vamos fazer uma segunda edição do Fies; novos contratos serão possíveis”, disse.

De acordo com Janine Ribeiro, outros detalhes, como quantidade de vagas, serão anunciados posteriormente. “O que sabemos é que vamos priorizar as regiões Norte e Nordeste e cursos que o país mais precisa, como os de engenharia, de formação de professores e das áreas de saúde”, destacou. Além disso, como já ocorreu na primeira edição do Fies este ano, os cursos com nota 4 e 5 nos indicadores de qualidade do Ministério da Educação terão prioridade.

Durante uma hora e meia, o ministro falou sobre diversas iniciativas do MEC, como o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) e o Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Ele reiterou ainda a prioridade do governo com a educação, mesmo com os ajustes fiscais necessários. “O slogan Pátria Educadora não é ufanista; abrange uma ideia de sociedade mais educada. É todo um processo.”

A bancada de entrevistadores, liderada por Augusto Nunes, contou com Guiomar Namo de Mello, educadora e integrante do Conselho Estadual de Educação de São Paulo; Maria Helena Castro, socióloga e diretora-executiva da Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade); João Gabriel de Lima, diretor de redação da revista Época; Fábio Takahashi, repórter do jornal Folha de S. Paulo; e Paulo Saldaña, repórter do jornal O Estado de S. Paulo.

Assessoria de Comunicação Social


Mas por que os pupilos da oligarquia só enxergam agora o avanço da criminalidade?

Adriano Sarney, nascido e criado na oligarquia que faliu o Sistema de Segurança, agora tem a fórmula para combater a criminalidade

Quem vê os deputados Andrea Murad (PMDB) e Adriano Sarney (PV), pupilos da oligarquia, todos os dias na tribuna para alardear o crescimento da criminalidade no Maranhão, que já vem evoluindo há muitos anos, durante vários governos do grupo Sarney, há de se perguntar por que eles não deram as “soluções” para os problemas quando seus parentes estavam comandando o Estado.

Onde eles estavam quando cabeças eram decepadas e arremessadas pelas grades do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, naquelas famosas rebeliões, ocorridas no governo Roseana? O que disseram diante de tanta carnificina, incêndio nos ônibus, crianças queimadas, policiais mortos?

Andrea Murad, que teve o pai como secretário de Segurança, agora tem a "solução" para ressuscitar o sistema que o grupo Sarney faliu

Agora, depois de décadas de descaso do grupo Sarney com a Segurança Pública e após a alternância de poder ocorrida há apenas cinco meses, é muito fácil ter “garganta” para considerar, somente agora, que a a criminalidade cresceu no Maranhão. Apontam agora “brilhantes ideias” e por que não auxiliaram seus parentes para evitar que o crescimento da violência se tornasse um grave problema para o Estado?

Hoje, os pupilos fizeram mais um jogo de cena no plenário da Assembleia Legislativa para cobrar isso e aquilo em relação a Segurança Pública, como se tivessem as soluções para “ressuscitar” o sistema que foi destruído pelo grupo Sarney. E não é preciso citar, além dos já mencionados acima, os inúmeros erros da Segurança Pública, no período oligárquico. A população tem a memória boa. Há apenas cinco meses, o Maranhão estava tomado pelo caos também nesta área.

A tática é aterrorizar

A estratégia da falecida oligarquia está mais do que clara. A tática é aterrorizar a população, utilizando todo o sistema de comunicação, que está em seu poder, e tentar passar para a população que a criminalidade no Maranhão só aumentou agora, nesses últimos cinco meses de governo Flávio Dino.

Os telejornais da Mirante se transformaram em verdadeiros boletins de ocorrência (BOs). Qualquer assalto, crime, ocorrência, que eram rotina e até mais acentuados, durante os governos do grupo Sarney, agora passam a ser as principais notícias do sistema. Como disse, recentemente, um amigo meu: “daqui a pouco até roubo de bolsa de madame vai virar matéria”.

Incrível, mas, por mais de cinco décadas, o grupo Sarney era totalmente “cego” para o avanço da criminalidade e, de repente, sem os benefícios do governo, apresenta-se “curado” da cegueira. É como se nada  tivesse acontecido no passado e a alavancada da violência tenha se dado apenas a partir de primeiro de janeiro deste ano, com o governo Flávio Dino. Perdoem-me, pupilos, mas eu acho que aí faltou “oleo de peroba”.

 6  6  0  0  

– See more at: http://silviatereza.com.br/#sthash.rMwjbnt9.dpuf


Governo investiu R$ 235,5 milhões em Segurança nos primeiros quatro meses, aponta Othelino

 DATA – 08/06/2015

 COLADA POLICIA

 O deputado criticou a Oposição que só agora sabe enxergar a Segurança Pública, pois vive uma crise de abstinência do poder

Em mais um debate sobre Segurança Pública, o deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) destacou, na sessão desta segunda-feira (08), que, só nos primeiros quatro meses deste ano, o governo do Estado investiu R$ 235,525 milhões na área, 25% a mais, se comparado ao mesmo período do ano passado, durante o governo Roseana Sarney. No pronunciamento, o parlamentar frisou que há diferenças entre a atual gestão e a passada nesse setor. Uma delas é o fato do governador Flávio Dino (PCdoB) acompanhar as ações.

“Agora, há hoje uma grande diferença entre a forma que se governa. Flávio Dino acompanha as ações de Segurança, enquanto que a ex-governadora Roseana Sarney abandonou o Estado”, disse Othelino Neto ao frisar que Segurança Pública se faz com investimentos,  acompanhando de perto, exigindo resultados, dando mais condições e valorizando as polícias Militar e Civil.


Governo investiu 25% a mais em Segurança em relação ao ano passado, diz Othelino

08/06/2015 22:08:02 – Assecom/ Dep. Othelino Neto

 

Em mais um debate sobre Segurança Pública, o deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) destacou, na sessão desta segunda-feira (8), que, só nos primeiros quatro meses deste ano, o governo do Estado investiu R$ 235,5 milhões na área, 25% a mais, se comparado ao mesmo período do ano passado, durante o governo Roseana Sarney.

 

No pronunciamento, o parlamentar frisou que há diferenças entre a atual gestão e a passada nesse setor. Uma delas é o fato do governador Flávio Dino (PCdoB) acompanhar as ações.

 

“Agora, há hoje uma grande diferença entre a forma que se governa. Flávio Dino acompanha as ações de Segurança, enquanto que a ex-governadora Roseana Sarney abandonou o Estado”, disse Othelino Neto ao frisar que Segurança Pública se faz com investimentos, acompanhando de perto, exigindo resultados, dando mais condições e valorizando as Polícias Militar e Civil.

 

Segundo o deputado, os esclarecimentos foram para dar uma satisfação à sociedade e uma resposta àqueles que trabalharam para destruir o Maranhão e agora querem ser os detentores das fórmulas pra salvar o Estado. “A meta perseguida não é só reduzir o índice de homicídios, de latrocínios, enfim, melhorar os indicadores de violência. Se nós pudermos, se o governo puder chegar a zero ou a perto de zero é isso que se deseja”, frisou.

 

DESCASO COM A SEGURANÇA

 

O deputado disse que é obrigação do atual governo, sob o comando do governador Flávio Dino, combater o avanço da criminalidade, mas ressaltou que essa situação foi criada por conta do descaso do governo anterior. Segundo o parlamentar, as causas dos elevados índices de violência estão em grande parte nas desigualdades do Maranhão.

 

“E como é que se combate? Com politicas sociais e é claro com o aparato policial. E aí fica o discurso repetido de que havia que colocar mil policiais nas ruas. Eles vão ser direcionados sim. O governador vai cumprir o seu compromisso. Agora os policiais precisam estar treinados, capacitados”, reiterou.

 

O deputado criticou a Oposição que, segundo ele, só agora sabe enxergar a Segurança Pública, pois vive uma crise de abstinência do poder. De acordo com Othelino, parece até que o Maranhão começou em 1ºde janeiro e que antes, até 31 de dezembro, não morria ninguém, não havia homicídio, assalto, latrocínio.

 

“Porque o grupo do ex-senador José Sarney perdeu o mando, agora tudo começou a acontecer de ruim no Maranhão. Olhem para o próprio umbigo. Vejam o que vocês fizeram com o Maranhão”, alfinetou Othelino Neto.


OS TRES  Vejo na mídia – pseudo-s analistas políticos, blogs, jornais, muita especulação e uma excessiva preocupação com as futuras candidaturas à prefeitura de Pinheiro. Todos tentando de uma forma ou de outra desconstruir seus oponentes.

A forma que pré-candidatos estão colocando a disputa eleitoral, tenho a leve impressão de que alguém  está tratando a disputa num tom de já ganhou cujo o grande vencedor é o candidato e não seus eleitores, haja visto que faltando mais de um ano pra as eleições municipais e carregando consigo a empolgação e a pressa por chegar ao poder municipal, começa a encenar e mostrar boletins de pesquisas de intenção de votos, supostamente fantasiosas e desnecessárias demonstrando assim a sua infantilidade política.

Recente… O que eu chamo de boletim pré-datado de pesquisa eleitoral, EXATAmente  conclamou o jovem suplente de deputado Luciano Genésio (SD) como sendo o 1º colocado na intenção simulada  de votos em Pinheiro, para uma eleição que está ainda por vir daqui a um ano e quatro meses.

O que me deixa perplexo é saber que ele talvez esteja pensando que já tem a eleição definida pela sua pesquisa e sem saber também que essa explosão de alegria não é nada boa para quem tem Leonardo Sá (PDT) e Filuca Mendes(PMDB) como seus concorrentes.

 O primeiro (lEONARDO SÁ) é um nome forte visto pelos empresários Pinheirense e com bastante influência junto ao Governo do Estado e ao poder da sigla partidária PC do B, que tem suas ações coordenadas na Baixada pelo Deputado Othelino neto que é o principal articulador do projeto político do Governador Flavio Dino, nesta região.

Do outro lado o concorrente Filuca, poderá trazer dor de cabeça aos dois, (Leonardo e Luciano) porque já conhecemos como ele usa a maquina pública municipal e pode empulhar o eleitorado como sempre fez com suas falsas promessas.

É muito cedo,  para se definir o resultado das eleições por pesquisa. Se pesquisa eleitoral definisse eleição é só lembrar que na eleição de deputado estadual, Luciano era quinto mais votado no Maranhão. Que diga Guará, Exata etc… que faziam ditas pesquisas.

Tudo ainda é complexo porque ainda na foram postos à mesa, diante da vista do eleitor, qualquer projeto político  de benefícios a pinheiro por nenhum dos candidato o que supostamente o sustentaria a tese do já ganhei.

Nossa opinião:

Conhecemos todos os candidatos, só desconhecemos tanta empolgação e tendência é claro, se não houver uma união entre Luciano e Leonardo Sá, aí o cenário muda para os dois por conta e risco da eleição de deputado estadual ,onde Luciano novamente será candidato e Leonardo também concorrerá a uma cadeira na assembléia (Mais vale um passarinho preso dos que dois voando)


Sisu do meio do ano abre inscrições para 55,6 mil vagas

Inscrições para o Sisu devem ser feitas até o dia 10 de junho.
MEC divulgou lista de vagas em 72 instituições de ensino superior

Sisu do meio do ano abre inscrições para 55,6 mil vagas (Foto: Reprodução/sisu.mec.gov.br)Sisu do meio do ano abre inscrições para 55,6 mil vagas (Foto: Reprodução/sisu.mec.gov.br)

O Ministério da Educação abriu, na madrugada desta segunda-feira (8), as inscrições para a edição do meio do ano do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). As inscrições vão até 23h59 desta quarta-feira (10) e devem ser feitas pelo site oficial do programa.

O Sisu é um processo seletivo que usa as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para selecionar estudantes em cursos de graduação de universidades federais e institutos tecnológicos de ensino superior. Para participar, é preciso ter feito o Enem em 2014 e obtido nota acima de zero na redação.

A segunda edição do Sisu 2015 selecionará alunos para 55.571 vagas em 72 instituições públicas de ensino superior. O Ministério da Educação abriu nesta terça-feira (2) a consulta de vagas.

A lista disponível na página do sistema aponta vagas em 234 cidades de 25 estados do país (não há vagas no Amazonas e no Mato Grosso). Serão selecionados estudantes para 298 carreiras em 1.564 cursos de graduação. Medicina, por exemplo, é oferecido em 24 universidades federais.

O número de vagas desta edição é maior que o da seleção de meio de ano de 2014, quando 67 instituições aderiram ao sistema e ofereceram 51.412 vagas.

Nesta edição, a única nota válida para participar do Sisu será a do Enem 2014. Para se inscrever na seleção, o candidato não pode ter tirado zero na redação.

UFMG registou mais de 186 mil inscrições e mais de 146 mil candidatos inscritos para cerca de 3,5 mil vagas (Foto: Raquel Freitas/G1)UFMG oferecerá vagas em 56 cursos no segundo semestre de 2015 (Foto: Arquivo/Raquel Freitas/G1)
CALENDÁRIO

Inscrições
8 a 10 de junho

Resultado
15 de junho

Matrícula
19, 22 e 23 de junho

Lista de espera
15 e 26 de junho

Calendário
O processo seletivo do Sisu para o segundo semestre terá apenas uma chamada e o resultado, que será divulgado no dia 15 de junho, poderá ser consultado na página do Sisu na internet. A matrícula deverá ser realizada nos dias 19, 22 e 23 de junho na instituição em que o aluno foi selecionado.

Para fazer parte da lista de espera, o candidato deve entrar no site do Sisu entre os dias 15 e 26 de junho. As universidades terão de 19 a 26 de junho para informar as vagas disponíveis no site.

Como participar
Ao acessar o sistema, os estudantes poderão checar todas as vagas disponíveis para a seleção. Porém, cada estudante poderá se inscrever em duas opções de vagas. No ato da inscrição, será preciso escolher, em ordem de preferência das vagas, a instituição, o local de oferta, o curso e o turno em que ele é ministrado.

Até as 23h59 desta quarta, o estudante poderá trocar suas opções no sistema quantas vezes quiser, e também cancelar sua inscrição. Durante o período, o Sisu informará a nota de corte de cada curso e turno, ou seja, a nota mínima para ser aprovado naquele curso, segundo o número total de inscritos e o número de vagas oferecidas. O Sisu considera apenas as últimas opções cadastradas no momento do fechamento das inscrições.

Na hora de fazer as duas opções de vaga, o candidato deve escolher uma das três modalidades de concorrência: a concorrência pelo sistema de cotas que segue a lei federal, a concorrência pelo sistema de ação afirmativa determinado pela instituição de ensino que oferece a vaga, e a ampla concorrência.