17/06/2015 15h59 – Atualizado em 18/06/2015 08h05

Polícia de Balsas se preocupa com aumento de armas clandestinas

Mais de 50 armas de fogo já foram apreendidas na cidade.
Maioria das armas utilizadas em assaltos são clandestinas.

Do G1 MA, 

A grande quantidade de armas clandestinas usadas em assaltos tem preocupado as autoridades de segurança em Balsas, a 810 km de São Luís. Segundo informações da Polícia Militar do município maranhense, já foram apreendidas nesse ano, até o momento, mais de 50 armas de fogo.

A Polícia acrescenta ainda que a maioria das armas não possui nenhum registro e estão em poder de adolescentes ou jovens de no máximo 25 anos de idade. Os policiais afirmam que
essas armas clandestinas, geralmente, são usadas na prática de assaltos.

Ainda de acordo com a própria Polícia, a circulação de armas clandestinas na cidade  de Balsas também teria relação com o tráfico de drogas. Nesse caso, as armas estariam servindo como moeda de troca. Segundo o comandante do 4º Batalhão da Polícia Militar de Balsas, o tenente-coronel Juarez Medeiros, várias operações estão sendo intensificadas a fim de diminuir o número de circulação de armas consideradas clandestinas.

“Só para se ter uma ideia nós já conseguimos aumentar em 30 por cento a apreensão de armas em relação ao mesmo período do ano passado. Esse trabalho que está sendo feito também está tendo ajuda da população que tem nos ajudando ligando para o 190, denunciando aquelas pessoas que estão possuindo armas. A Polícia Militar tem chegado de imediato, principalmente pelo esquadrão de motos e recuperado essa grande quantidade de armas aqui na cidade”, explicou.


BANDIDOS MOTO TAXISTASEis aí sociedade. Postos os miseráveis, réus confessos do assassinato do moto taxista Riba, assassinado por volta das 16; 00 horas de ontem na Vila Zé Arlindo.

 

O serviço de inteligência da Policia, prendeu na tarde desta quarta-feira (17) dois suspeitos de terem assassinado o  moto taxista.  O sem camisa chama-se CÔCO  outro ERICK-Marginais Pinheirenses.

 

Os dois monstros de índoles demoníacas, frios, atrozes e calculistas alimentados por drogas queimadas pelo fogo do inferno tal qual seus corpos também haverão de arder nas mesmas chamas.

 

E ainda há quem diga que esses monstros não mereçam a pena de morte, por se tratar de uma punição extrema, degradante e desumana.( E eles são humanos ?…) Seria que para o dois a pena de morte violaria o direito à vida?

 

Seria a pena de morte uma forma de punição violenta para quem violenta o seu semelhante com requintes de  crueldade da maneira de como agiram esses filhos do demônio no caso do moto taxista.

 

Perdão senhores leitores- Não consigo encontrar uma forma de punição para esses monstros a não ser: Eletrocussãomoto taxista iii, enforcamento, câmara de gás, decapitação, apedrejamento ou injeção letal se nem mesmo neste país as autoridades não institui prisão perpetua

 


Após a explosão, um princípio de incêndio ameaçou as acasas próximas à agência (Foto: Portal iDifusora)

Uma agência bancária no município de Bequimão foi explodida por bandidos na madrugada de hoje. Os moradores acordaram assustados com o barulho e ainda ajudaram a polícia a conter as chamas que ameaçavam alcançar outras casas próximas à agência.

Os suspeitos que estavam em duas motos e um carro fugiram com o dinheiro. A polícia não conseguiu encontrar os bandidos.

Publicidade

A POLICIA DE PINHEIRO-MA / Prendeu agora a pouco MOTO TAXISTA VIII

 


 

O deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) destacou, na sessão desta quarta-feira (17), a realização dos festejos juninos em São Luís, de forma unificada em uma parceria entre o Governo do Estado e a Prefeitura, e a ação de recuperação asfáltica em vários pontos da cidade. “Isso é o fim da sabotagem à capital maranhense. O governador Flávio Dino é visto, constantemente, saindo da Prefeitura e caminhando até o Palácio dos Leões ou vice-versa”, registrou o parlamentar.

 

Segundo Othelino Neto, a Prefeitura de São Luís passou muitos anos sendo sabotada de forma vil e politiqueira, “simplesmente porque o prefeito Edivaldo Júnior não aceitou curvar-se ao mandonismo do grupo que governava ou desgovernava o Maranhão até o final do ano passado”. Para o deputado, é de suma importância para a capital esse trabalho conjunto entre governo e município.

 

O deputado ressaltou, durante o pronunciamento, que quem ganha com essa parceria é a população. “Os beneficiados com essas obras serão os mais de um milhão de habitantes de São Luís que precisam da Prefeitura, do governo do Estado e do governo federal trabalhando juntos por esta cidade”, reforçou.

 

Othelino disse que, desta vez, o Maranhão tem um governador,  de  1º de  janeiro para  cá,  que  de fato está preocupado  com São  Luís. Segundo relatou o deputado, antes  uma cidade  de  dez  mil habitantes recebia  milhões  do governo do  Estado, mas  a Prefeitura  da capital  não poderia ter o mesmo.  “Qual o pecado  do prefeito  Edivaldo Holanda Júnior? Não foi lá baixar  a cabeça  para  a política  do então governo.  Então,  realmente  é um novo momento que  o Estado vive hoje”, frisou.

 

Anos difíceis

 

Em aparte, o deputado estadual Edivaldo Holanda (PTC) referendou o pronunciamento de Othelino e reiterou que o prefeito da capital passou dois anos difíceis, sendo discriminado pelo governo Roseana Sarney, e que hoje está em um novo momento. “A alegria, a expectativa quanto à eleição do governador Flávio Dino, em São Luís, deu-se porque a cidade sabia que ele iria estender a mão a essa capital e ao prefeito jovem, que tanto foi discriminado. Então, o povo festeja hoje esse apoio, essa parceria entre governo do Estado e da Prefeitura de São Luís”, afirmou.

 

Othelino destacou ainda que, não só as obras de pavimentação, mas as intervenções de mobilidade urbana, as avenidas interbairros que vão facilitar e diminuir o problema dos congestionamentos, as parcerias que se estendem à rede pública de saúde fazem a capital viver um novo momento. “O ex-senador Sarney, num artigo, afirmou que São Luís entrou no mês de junho mais triste. Eu vejo diferente. Acho que a cidade vive um momento ainda com muitos problemas, mas começam a surgir parcerias de forma articulada com o governo para que a população possa ter mais intervenções do poder público”, comentou.

Sobre o os artigos de José Sarney, Othelino disse que o ex-senador não conseguiu entender que a porta de saída foi aberta e permanece numa postura que, na verdade, conspira contra a própria militância política dele de mais de 50 anos. “Mas, até para não atentar contra a sua longa e importante carreira política, ele deveria ter compreendido o recado das urnas, da sociedade, ir para casa, virar um observador da política, participar como um cidadão e não como um político rancoroso que perdeu o mando e agora fica distribuindo palavras cheias de ódio no seu jornal”, afirmou.

 

 

 


Leonardo-Sá (2)

Pesquisa encomendada por Luciano Genésio em Pinheiro, realizada pelo instituto Exata, que entrevistou 503 pessoas entre os dias 02 a 05 de junho, aponta crescente e menor índice de rejeição do pré-candidato a prefeito de Pinheiro, Leonardo Sá.

A pesquisa Exata de Opinião Pública avaliou o atual prefeito da cidade, Filuca Mendes com 39% de rejeição, seguido do ex-prefeito Zé Arlindo com 24% e Luciano Genésio, filho do ex-prefeito Zé Genésio com 10% de rejeição, confirmando assim, Leonardo Sá com maior aceitação do eleitorado pinheirense com apenas 7% de rejeição.

Na pesquisa é confirmado o sentimento de mudança, e aponta Leonardo Sá derrotando o atual prefeito Filuca Mendes, numa disputa entre os dois candidatos.

Outro índice favorável a Leonardo, que apontou a Exata, é que em todos os cenários, o pré-candidato a prefeito se manteve sempre acima de 22%, aparecendo com 33% e até 48% vencendo as eleições.

Foto (3) (1)

A crescente de Leonardo Sá em Pinheiro é comparada as eleições municipais de 2012 na capital do estado, onde as primeiras pesquisas de intenção de votos divulgadas apontavam Edvaldo Holanda Junior (PTC) com apenas 17%, mas contava em seu favor o menor índice de rejeição, em relação aos demais candidatos, e não deu outra, Edvaldo foi para o segundo turno e derrotou o atual prefeito da época, João Castelo.

De posse dos gráficos da pesquisa, o pré-candidato a prefeito de Pinheiro, Leonardo Sá, afirmou que mesmo sendo uma pesquisa realizada por encomenda por Luciano Genésio, outro pré-candidato a prefeito, os números para ele, foram satisfatórios. “A vontade do povo é soberana, e nem com pesquisa encomendada, tiveram a coragem de esconder o sentimento de mudança que aflorou no coração do povo sofrido da minha queria cidade de Pinheiro”, disse Leonardo.


caneta do governador

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), está muito atento aos “movimentos” de determinados secretários e até do próprio vice-governador, Carlos Brandão (PSDB), desde o início do governo, quando lhes foi passada uma séria determinação em relação à Comunicação que não vem sendo cumprida por alguns auxiliares. Fora isso, o chefe do Executivo cobra produtividade e para isso há um prazo.

Fonte bem situada do governo Flávio Dino revelou ao blog que o governador estuda mudanças e adequações em sua equipe de governo que devem ser anunciadas nos próximos meses. Uma das marcas da atual  gestão tem sido a cobrança de resultados e a avaliação da capacidade que o gestor tem de planejar.

Quanto à recomendação feita pelo governador aos seus auxiliares sobre a questão da comunicação, “movimentos” de determinados secretários evidenciam, claramente, que a determinação vem sendo descumprida. São auxiliares que, na verdade, estão preocupados somente com o próprio umbigo, com a imagem deles próprios e, desta forma, terminam sendo injustos e prejudicando quem lhes deu oportunidade.

Mas vamos aguardar os “puxões de orelha” e o andar dessa carruagem. Ingênuo é aquele que acha que não vem sendo notado!

http://silviatereza.com.br/ Reeditado 17/06/2015- www.jgmoreira.com.br


EM PINHEIRO-MA A VIOLENCIA NÃO PARA, ASSALTOS, ESTUPROS, ROUBOS, FURTOS, TRAFICO DE DROGAS, O INDICE DA CRIMINALIDADE AVANÇA  A SOLTO SEM QUE A SEGURANÇA  POLICIAL ENCONTRE UMA MANEIRA DE CONTER ESSA ONDA BRUTAL QUE STÁ APOVORANDO A SOCIEDADE LOCAL E OS MUNICIPIOS VIZINHOS.moto taxista

moto taxista iii

MAIS UM ASSASSINATO CRUEL /  HOJE MAIS MOTO TAXISTA AINDA DE NOME DESCONHECIDO FOI ENCONTRADO MORTO COM REQUINTES DE CRUELDA

 

Na tarde de onten 16/05 ,o moto txista foi encontrado num matagal da  Zé Arlindo(Bairro da periferia considerando muito perigoso)

 

As informações de populres que presenciaram o corpo que foi recolhido pelo corpo de bombeiros, o reconhecera como sendo moto taxista de nome Riba morador da Vila Tony Ferreira,(outro Bairro perigos sismo )

O que as fotos do corpo da vitima mostra é que supostamento a mesma ainda tentou se defender.

Como já se tem por costumeira essas ações de assassinato de Moto taxista, não descartamos que a causa foi para roubar a moto.

 

 


FONTENELE

O plenário da Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão fez um minuto de silêncio, na sessão desta terça-feira (6), pelo falecimento do comentarista esportivo Herberth Fontenele, 71 anos, ocorrido na madrugada de hoje.

Ícone do rádio maranhense, Herberth Fontenele, que lutava contra um câncer de próstata desde 2009, foi internado no último domingo, no Hospital UDI, em São Luís.  Ao mesmo tempo em que realizava o tratamento contra a doença, ele seguia trabalhando normalmente na Rádio Mirante AM e na TV Mirante. Fontenele também participava das transmissões do Campeonato Brasileiro da Série B pelo Sport TV.

1519551616-1807583614noticia

Fontenele era da cidade de Piracuruca (PI) e veio para o Maranhão aos 17 anos de idade. Iniciou a carreira em uma rádio no Piauí, como operador. Veio para São Luís integrar equipe que foi montada na Rádio Timbira, em 1963, coordenada por Djard Martins.

Homenagens

Ao prestarem solidariedade aos familiares de Herberth Fontenele, os deputados Othelino Neto (PCdoB), Edilázio Júnior (PV), Souza Neto (PTN), Glauberth Cutrim (PRB), Alexandre Almeida (PTN), Sérgio Frota (PSDB), Roberto Costa (PMDB) e Eduardo Braide (PMN) lamentaram a grande perda para a imprensa maranhense esportiva.

“É uma grande perda para a imprensa esportiva. Fontenele – que durante mais de 50 anos militou comentando o futebol maranhense – era um homem de respeito, sujeito de bom nível, dedicado à causa do esporte e torcedor apaixonado do Sampaio Correia. Fica a nossa solidariedade, não só à família do Fontenelle pela perda, mas também a toda a imprensa maranhense. Que Deus o tenha e que conforte os amigos que ele aqui deixou, a sua família e o esporte maranhense”, enfatizou Othelino Neto.

Edilázio Júnior também destacou a perda para o esporte maranhense. “Deixo aqui os meus sentimentos pela perda irreparável para o esporte maranhense. Ele que foi um grande pai, um grande marido, um grande amigo, um grande torcedor. Fica aqui a saudade de todos aqueles que escutam o rádio AM desse grande radialista e comentarista esportivo, Herbert Fontenele”.

O deputado Souza Neto também subiu à tribuna para lamentar a grande perda para crônica esportiva, em nome da Associação dos Cronistas Esportivos (ACLEM), através do presidente Tércio Dominice, leu uma Nota de Pesar pela morte de Fontenele.

“Herbert foi uma figura importantíssima para o esporte, principalmente, para o futebol do Maranhão. Ele, que era uma pessoa polêmica, era querido pelos motenses, pelos maqueanos e todos do futebol, em geral. Que Deus o tenha, e, mais uma vez, em nome ACLEM, quero dizer que é uma tristeza enorme a perda do Fontenele. Fica aqui, o meu abraço a toda a sua família”, acentuou Souza Neto.

O deputado Glauberth Cutrim frisou que cresceu escutando as declarações polêmicas e apaixonadas de Fontenele pelo esporte maranhense. Também disse que, pela grande amizade que tem por Márcio, filho de Fontenele, acompanhou de perto a luta contra a doença.

“Quero me juntar a todos que aqui já passaram e que registraram a solidariedade pelo falecimento de um jornalista que se consolidou na imprensa desportiva e que, infelizmente, travava uma guerra desigual com o câncer, veio a óbito e, certamente, deixará a imprensa desportiva de luto e com um vazio muito grande”, acentuou o deputado Alexandre Almeida.

“É com o coração apertado que venho, hoje, à tribuna falar da passagem de um grande amigo, o maior nome da imprensa esportiva do Maranhão nos últimos 50 anos, Herbert Fontenele Filho.   Ele era o comentarista do povão, crítico, irreverente, polêmico, porém, sincero e honesto. Não tenho dúvida Herbert deu uma contribuição imensa ao esporte, ao futebol maranhense e vai deixar uma  lacuna que dificilmente será preenchida”, enfatizou Sérgio Frota.

O deputado Roberto Costa, que também prestou homenagem,  destacou a paixão que Fontenele tinha pelo Sampaio Correa e o momento especial que teve com Fontenele quando da entrega do Troféus Mirante. “Foi um momento especial porque é uma homenagem extremamente justa e, mais importante, em vida. As homenagens a Fontenele aqui hoje na tribuna são extremamente justas pela história que o Fontenele fez no esporte do Maranhão”, afirmou Roberto Costa.

“Eu tenho certeza que a família do Herbert Fontenele é orgulhosa, é honrada em ter um bom pai de família”, disse Eduardo Braide, destacando a grande lacuna deixada ao esporte do Maranhão.

“É uma grande perda para o futebol maranhense. Nós, bolivianos, estamos perdendo um grande homem. Lamentamos e abraçamos seus familiares neste momento; que Deus lhes dê conforto”, disse Paulo Neto.


recursos2

Queda de recurso é corresponde somente a este primeiro semestre de 2015. Previsão é de que novos cortes sejam efetuados nos próximos dois repasses deste mês.

 

Levantamento elaborado pela Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM), com base em informações prestadas pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM) e Receita Federal, revela que, somente neste primeiro semestre do ano, as cidades maranhenses foram prejudicadas com a perda de cerca de R$ 38 milhões do Fundo de Participação dos Municípios, cujos repasses são efetuados pela União.

Na última quarta-feira (10), foi creditada nas contas das prefeituras maranhenses, referente ao primeiro decênio deste mês, a quantia de R$ 131,3 milhões. No mesmo período do ano passado, o valor pago foi de R$ 136,7 milhões, o que representa uma queda de repasse de 3,95% e uma diminuição de mais de R$ 5,4 milhões nos cofres dos municípios.

A situação de crise financeira das cidades maranhenses pode se agravar, ainda mais, se confirmadas as previsões da Receita Federal, que apontam que a queda de repasses para os próximos dois decênios deste mês – dias 20 e 30 – pode ultrapassar a casa dos 11%.

Janeiro foi o mês no qual os municípios maranhenses sofreram a maior perda de repasses do FPM. Foi registrado um decréscimo de R$ 15 milhões nas contas das prefeituras referente ao mesmo período do ano passado.

Em fevereiro, a queda de repasses foi orçada em R$ 6,6 milhões. No mês seguinte, o corte foi de R$ 1,1 milhão. Abril as prefeituras perderam cerca de R$ 3,6 milhões, encerrando o mês de maio com um déficit orçamentário, ocasionado pela diminuição dos repasses por parte da União, de R$ 6,2 milhões.    http://silviatereza.com.br / Reeditado www.jgmoreira.com.br


%d blogueiros gostam disto: