oficio comissao

O presidente da Comissão Especial que visa fazer um levantamento de todos os bens imóveis públicos do Estado com nome de pessoas vivas, deputado estadual Othelino Neto (PCdoB), enviou ofícios aos secretários de Educação, Áurea Prazeres, e de Gestão e Previdência, Felipe Camarão, solicitando a lista de prédios que se encontram nessas condições. O objetivo é cumprir a Lei Federal que proíbe esse tipo de homenagem a personalidades que ainda estão entre nós, independente de serem adversárias ou aliadas.

Segundo o presidente Othelino Neto, além de a Constituição Federal proibir a colocação de nomes de personalidades, que ainda estão entre nós, em órgãos públicos, já há jurisprudência nesse sentido vedando e considerando ilegais os atos que realizaram essas homenagens. O deputado explicou que está previsto no Artigo 37 o impedimento para colocação de nomes de pessoas vivas em órgãos públicos, pois fere o princípio da impessoalidade, a Lei Federal 6.454 de 1977.

“Não bastando isso, tem jurisprudência dos tribunais superiores do Brasil, considerando ilegal a colocação de qualquer nome de pessoa viva em órgão público, independente de cor partidária, de ser político ou não ser político”, disse Othelino.

A Comissão foi criada, na última quarta-feira (01), por meio da resolução 864, baixada pela Mesa Diretora da Casa, a partir de requerimento do deputado Othelino Neto (PCdoB). Além de Othelino, a Comissão tem como vice-presidente Glalbert Cutrim (PRB) e como relator Rogério Cafeteira (PSC). Os deputados Fábio Macedo (PDT), José Inácio (PT), Cabo Campos (PP) e Roberto Costa (PMDB) ficaram como membros titulares.

Os parlamentares têm 90 dias, a partir da instalação, para apresentar os resultados, ou seja, o levantamento de todos os órgãos do Estado que ainda tenham nomes de pessoas vivas. Ficaram como suplentes os deputados Marco Aurélio (PCdoB), Edson Araújo (PSL), Rafael Leitoa (PDT), Levi Pontes (SD), Ricardo Rios (PEN), Leo Cunha (PSC) e Nina Melo (PMDB).

Determinação do MP

Além do trabalho da Comissão, 50 cidades do Maranhão, determinadas pelo Ministério Público Federal, passarão por modificação nos nomes de prédios estaduais que contiverem inscrições, gravuras, pinturas, letreiros, faixas, placas, cartazes ou qualquer outra forma de identificação por nome de pessoa viva, atribuídos a bens públicos de qualquer natureza.

A orientação do MP destaca o cumprimento de Lei 6,454/77, que veda homenagem a pessoas vivas em logradouros públicos em todo o território nacional.

 


03/07/2015 17h20 – Atualizado em 03/07/2015 20h55

Homem mantém ex-namorada como refém por 20 horas em Pedreiras, MA

Antônio Carlos da Conceição foi preso no fim da tarde desta sexta-feira (3).
Ele não aceitou o fim do relacionamento com Maria Nilde Silva de Sousa.

Do G1 MA

Um homem identificado como Antônio Carlos da Conceição foi preso na tarde desta sexta-feira (3), em Pedreiras, a 245 km de São Luís, após manter, por 20 horas, como refém, a sua ex-namorada, reconhecida como Maria Nilde Silva de Sousa, de 32 anos

Segundo informações do major Maurício Bezerra, comandante do 19º Batalhão de Pedreiras, Maria estava, por volta das 20h desta quinta-feira (2), em uma praça próxima de sua casa, quando foi abordada por seu ex, que armado decidiu colocá-la em um veículo, de cor prata e levá-la para uma casa, no bairro do Mutirão, que ele havia alugado com o intuito de mantê-la em cárcere privado.

“Ele arquitetou toda a situação. Após ele ter alugado uma casa no bairro do Mutirão há alguns dias, como nos foi informado pela a proprietária da casa, ele começou a observar a sua ex e quando ela se encontrava sozinha em uma praça ele a abordou com uma arma e a levou para o cativeiro”, relatou o comandante.

Ainda conforme o major, o caso chegou ao conhecimento da Polícia após os amigos e familiares terem registrado na delegacia o desparecimento de Maria, que não apareceu na manhã desta sexta-feira (3) em seu local de trabalho, deixando todos preocupados. “Os familiares e amigos mais próximos dela procuraram a Polícia depois que ela não apareceu para trabalhar”.

Após algumas horas de buscas, as Polícias Civil e Militar conseguiram encontrá-la em uma residência, onde ela estava sendo mantida como refém por seu ex-namorado, que não aceitou o fim do relacionamento ocorrido no último dia 12 de junho.

No local, policiais civis e militares, da Força Tática, e mais uma magistrada da Comarca de Pedreiras realizaram as negociações com o sequestrador que, ao longo do dia, fez exigências como a presença de uma equipe de reportagem para cobrir o sequestro.

Para o major Maurício Bezerra, que acompanhou todo o caso, a negociação foi bastante cansativa. “Foi uma negocição bastante cansativa, mas graças a Deus nós logramos êxito e tudo terminou bem”, ficalizou o comandante do 19º Batalhão de Pedreiras.

Maria Nilde Silva de Sousa foi encaminhada para o hospital da cidade, onde foi medicada em virtude do seu estdao emocional. Já Antônio Carlos da Conceição foi levado para a Delegacia Regional de Pedreiras, onde ficará a disposição da Justiça.

 


03/07/2015 18h04 – Atualizado em 03/07/2015 18h20

Estudantes da UFMA usam biquínis em protesto (Foto: Acervo Pessoal / Jairiane Muniz)

Estudantes da UFMA usam biquínis em protesto (Foto: Acervo Pessoal / Jairiane Muniz)

Regulamento pede ‘trajes dignos’ e proíbe manifestações e uso de cigarro.
Protesto aconteceu nesta sexta (3), no Campus do Bacanga, em São Luís.

Do G1 MA

Alguns estudantes usaram roupas de banho para protestar no Campus do Bacanga da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), na tarde desta sexta-feira (3), em São Luís. Segundo a participante do movimento Andressa Passos, a manifestação é contra o Regulamento Disciplinar do Corpo Discente que regula a conduta dos alunos dentro da universidade e foi aprovado nesta semana pelo Conselho Universitário (Consun).

Segundo Passos, após as aulas, aproximadamente 15 alunos trocaram de roupa nos banheiros e saíram com os trajes de praia em uma caminhada que partiu do Centro de Ciências Humanas (CCH), passando pelo prédio da Reitoria e terminou na Área de Vivência. Os manifestantes gritavam palavras utilizadas no regimento como “moral”, “ética” e “indisciplina” e leram as normas aos alunos.

“Em meio a tantos assaltos dentro da UFMA e insegurança, eles criam normas de condutas morais e de ética e censuram nosso direito de manifestações. E qual é o verdadeiro significado de moral? São termos muitos relativos. Cada pessoa tem o seu ponto de vista”, reclama.

Para os estudantes, as normas que vêm causando polêmica entre os universitários são “provocar ou participar de atos de indisciplina ou outras manifestações que perturbem a ordem”; “comparecer à instituição e nela permanecer condignamente trajado”; e “fumar nas dependências da instituição na forma da legislação vigente”.

“É uma forma de privação dentro da universidade tu ter que vir só com roupas que não ‘ofendam’ outras pessoas. Cada um tem um jeito de se vestir, tem um modo de viver. A gente não tá mais no ensino médio”, protesta.

A estudante informou não há um líder do movimento e que o protesto é uma iniciativa de alguns alunos dos cursos teatro e artes visuais, que organizaram o ato pelo WhatsApp.

Esclarecimento
Em nota, a assessoria de comunicação da UFMA informou que as normas não estão em vigência e explicou que regulamento contém apenas propostas apresentadas pelos membros do Consul.Leia a íntegra da nota da UFMA abaixo:

A Universidade Federal do Maranhão, por meio da Assessoria de Comunicação, esclarece que o texto do Regulamento Disciplinar Discente contém propostas apresentadas por membros do Conselho Universitário que serão ainda apreciadas,  podendo ser acatadas ou não pelo relator.

O texto definitivo do documento para que ele assim possa produzir os efeitos no âmbito acadêmico ainda será finalizado, não havendo, portanto, até o momento, qualquer norma em vigência.


 

NOVO OTHELINO

oficio comissaoNESTA DATA /

Atendendo o que determina a Comissão Especial, criada pela Resolução Administrativa nº 864/2015.

 O Presidente da Assembléia Legislativa do Maranhão, Deputado Othelino Neto envia Oficio ao Secretário de Estado de Gestão e Previdência- Felipe Costa Camarão, solicitando a lista de bens Imóveis pertencentes ao Estado do Maranhão que foram atribuídos nomes a pessoas vivas.


ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO MARANHÃO

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DO DEPUTADO OTHELINO NETO

 

NOVO OTHELINO

  Durante o pronunciamento, Othelino citou o trabalho que vem sendo realizado na Saúde, iniciado pelo Hospital da Mulher

O deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) destacou, na sessão desta quarta-feira (27), avanços alcançados pela gestão do prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Jr (PTC). Segundo o parlamentar, o chefe do Executivo, pelas circunstâncias políticas em que se elegeu, foi, de forma radical, perseguido e sabotado durante dois anos pelo grupo Sarney.

“Foi sabotado no aspecto do governo do Estado não fazer nem aquilo que era a sua obrigação, em retaliação ao prefeito por ser de uma corrente política diferente. Quando falo de sabotagem é impedir e atrapalhar, inclusive, transferências federais para o município de São Luís. E quando falo de perseguição, refiro-me a uma campanha orquestrada por um sistema de comunicação, que tenta desqualificar a imagem de prefeito”, comentou Othelino.

O deputado disse que toda essa estratégia adotada contra o prefeito, na verdade, era para tentar desqualificar a mudança. Segundo Othelino, agora a Prefeitura de São Luís e a população contam, objetivamente, com a parceria do governo do Estado, que ajuda a cidade e que vai, não só através de convênios já realizados, mas de intervenções em parceria com a Prefeitura, realizar as obras que a cidade de São Luís precisa e merece.

Durante o pronunciamento, Othelino citou o trabalho que vem sendo realizado na Saúde, iniciado pelo Hospital da Mulher, que realizou 70 mil atendimentos só em 2014 e comparando-se com o ano de 2012, mais do que dobrou a sua demanda com qualidade. Ele destacou que o HM tem a primeira unidade de referência em neurocirurgia, além da garantia dos serviços de mastologia e também da atenção e prevenção do câncer de mama, da ampliação do número de leitos de internação e da UTI. No ano passado, foram 536 cirurgias naquela unidade.

Hospital da Criança e Socorrões

O deputado fez ainda referência ao Hospital da Criança que passa por uma reforma, em que já estão sendo construídos 25 novos leitos de enfermaria e, em breve, estarão prontas mais quatro salas para centro cirúrgico. Segundo ele, um dado que merece destaque é a UTI pediátrica com 11 novos leitos. “Só para termos uma ideia, na rede privada de São Luís, no Maranhão, não existe UTI pediátrica. E na rede pública há poucos leitos. Com essa nova estrutura do Hospital da Criança, vamos começando a reduzir esse déficit grande no Maranhão e, em específico, na cidade de São Luís”, afirmou.

Othelino destacou, na tribuna, ainda as intervenções realizadas nos Socorrões I e II. Segundo o deputado, o primeiro está em reforma e, em breve, contará com mais dez leitos de UTI instalados e prontos para atender a população, além dos serviços voltados para a humanização. “O objetivo é humanizar mais o atendimento nos hospitais de maneira que não só os pacientes, que são o foco principal, sejam mais bem atendidos e com mais rapidez, mas também que os familiares tenham um ambiente mais favorável dentro daquelas unidades”, frisou.

O deputado disse também que o Socorrão II passa pela primeira grande intervenção desde que foi colocado em funcionamento, em 1998. Segundo Othelino, o hospital ganhará mais 76 novos leitos para atender a população e será construído, em breve, um anexo à UTI, acrescentando 11 novos leitos.

Othelino destacou também uma série de obras de infraestrutura que estão sendo realizadas na capital maranhense em ruas e avenidas dos bairros, a exemplo do que acontece no Aririzal, no Turu, na Vicente Fialho, etc.

Apartes

Os deputados Edivaldo Holanda (PTC) e Graça Paz (PSL) se manifestaram, por meio de apartes, durante o pronunciamento de Othelino Neto. O primeiro parabenizou o colega e acrescentou que

o Hospital da Mulher, que hoje é um Centro de Referência no Estado do Maranhão, conta hoje com os melhores médicos em neurocirurgia, operando diariamente a população carente.

Segundo Edivaldo, os dois Socorrões são mantidos com investimentos de cerca R$ 16 milhões, funcionando para todo o Maranhão. O deputado disse que o prefeito Edivaldo Júnior investe 11% acima da obrigação constitucional, na área da Saúde, retirando da infraestrutura, por exemplo, da cidade para atender àqueles que sofrem e que recorrem aos hospitais municipais.

“A crise que o país enfrenta beira à recessão, e os municípios, sobretudo, as capitais brasileiras também. Mas mesmo assim, o prefeito, em um esforço hercúleo, tem desenvolvido um trabalho brilhante nos bairros desta cidade, nas avenidas e está aí o seu trabalho para ser conferido pela população”, reforçou Edivaldo.

Já a deputada Graça Paz destacou a atuação da primeira-dama do Município, Camila Braga, nos bairros de São Luís, vendo as necessidades das crianças, dos jovens, dos idosos e levando essas demandas para que o prefeito possa estar tomando providências. “Sabemos da sensibilidade da mulher, como é que ela age, e a primeira-dama está agindo muito com o coração, com o sentimento”, afirmou.


gustavo 179

gustavo 182gustavo 237gustavo 236gustavo 169gustavo 171

Como forma de reconhecer e agradecer pelos serviços  prestados do Dr. Leonardo Sá  como médico , Vereador e pré- candidato a Prefeito de Pinheiro, a Comunidade de Bom Viver / Pinheiro ofereceu na noite de ontem 01/07 um jantar de confraternização a ele e a todos os Vereadores da Câmara Municipal de Pinheiro, engajados  dede já, na sua campanha rumo à eleição municipal/ 2016.

A “festa em família” como disse o Dr. Leonardo ao se pronunciar aos moradores da Comunidade que ali foram prestigiar o evento, contou com a presença dos edis, Lucas do Beiradão, Enésio Vitorino Ferreira, João Moraes,Stélio Cordeiro e Selma da Colônia dos Pecadores.

 

A “Festa em família” contou também com a presença das autoridades, das diversas gerências da Regional do Estado e autoridades  apartidários nas pessoas do Coronel Ramos da Policia Militar e o Capitão do Exercito José Raimundo Moreira, este ultimo irmão do Jornalista José das Graças, que também se fez presente ao evento.

Em seu pronunciamento o Dr. Leonardo Sá, fez um relato da caótica situação do nosso município, reafirmando o seu desejo de dar o Maximo de si, contribuindo  para que nossa terra progrida e saia do marasmo; implementando diversos  programas de gestão, serviços e obras realizando sempre o trabalho voltado para o povo, com responsabilidade, respeito, comprometimento e transparência.

O Dr. Leonardo Sá disse ainda que, quer ser Prefeito de Pinheiro para cuidar das pessoas, ajudar as comunidades rurais, tornando-as parceiras em todos os projetos, principalmente na saúde e agricultura construindo juntos um futuro de mais prosperidade, mais oportunidades e acima de tudo recuperar a auto-estima do povo da zona rural, fazendo uma administração voltada para as pessoas. Quero recolocar o nosso município no mapa do desenvolvimento e buscar recursos juntos aos órgãos federais e estaduais sempre com o intuito de beneficiar o nosso municipio e a nossa gente, finalizou.

 

O jantar aconteceu na residência do Líder Comunitário, RIBINHA DO BOM VIVER, aliado político do grupo Leonardo Sá e Othelino Neto, que aproveitou a oportunidade se dirigindo em fala aos presentes, reafirmou seu apoio a candidatura do Dr. Leonardo Sá e confirmou o seu desejo de concorrer a uma cadeira na Câmara Municipal de Pinheiro, na eleição 2016.

 


 

Cantor sertanejo esteve na missa de sétimo dia do amigo na noite desta quarta-feira, 1º, Em Goiânia.

Marina DutraEspecial para o EGO/

Missa de 7º dia de Cristiano Araújo  (Foto: Evandro José / EGO)Marrone na missa de 7º dia de Cristiano Araújo (Foto: Evandro José / EGO)

Amigo da família do cantor Cristiano Araújo, Marrone, da dupla com Bruno, emocionou o público ao subir no palco da missa de sétimo dia em Goiânia e prestar sua última homenagem ao sertanejo – que morreu no último dia 24. Antes de cantar, Marrone revelou que o espírito do cantor o visitou no quarto de um hotel, quando ele estava no Nordeste.

“Eu senti a presença de Cristiano. Sonhei que ele estava na minha cama, eu peguei ele e ele estava se tremendo todo. Acho que ele passou nesta noite para se despedir de mim”, disse abalado.

Em outro momento, ao relembrar o jeito humilde e bondoso de Cristiano, Marrone disse ter se “arrepiado das cabeças aos pés”. “Caramba! Eu senti a presença de Cristiano agora e me arrepiei das cabeças aos pés”, afirmou pausadamente.

O sertanejo ainda afirmou que ele e Bruno se sentiam muito honrados por terem conhecido o Cristiano Araújo, que recebeu uma educação exemplar de seu pai, João Reis. “Sou amigo da família há muitos anos. Conhecia o Cristiano desde os quatro anos. Fico feliz de ver essa multidão aqui, porque se existe esse tanto de pessoas, é porque todas o amavam muito. Tenho certeza que ele vai cantar lá no céu.”


DOCUMENTO OTHELINO

 OTHELINO HOJE.jpg I

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO MARANHÃO

ASSESSORIA DO DEPUTADO OTHELINO NETO

DATA – 01/07/2015

Instalada a Comissão que levantará prédios públicos do Estado com nomes de pessoas vivas

  A comissão será presidida pelo deputado estadual Othelino Neto

A Assembleia Legislativa do Maranhão instalou, nesta quarta-feira (01), a Comissão Especial que visa fazer um levantamento de todos os bens públicos do Estado, que têm nomes de pessoas vivas, com o objetivo de cumprir a Lei Federal que proíbe esse tipo de homenagem a personalidades que ainda estão entre nós, independente de serem adversárias ou aliadas. Ela foi criada por meio da resolução 864, baixada pela Mesa Diretora da Casa a partir de requerimento do deputado Othelino Neto (PCdoB).

Na primeira reunião, os parlamentares elegeram o trio que comandará os trabalhos. A Comissão será presidida por Othelino Neto (PCdoB), terá como vice-presidente Glalbert Cutrim (PRB) e como relator Rogério Cafeteira (PSC). Os deputados Fábio Macedo (PDT), José Inácio (PT), Cabo Campos (PP) e Roberto Costa (PMDB) ficaram como membros titulares.

A partir da instalação, a Comissão terá 90 dias para apresentar os resultados, ou seja, o levantamento de todos os órgãos do Estado que ainda tenham nomes de pessoas vivas. Ficaram como suplentes os deputados Marco Aurélio (PCdoB), Edson Araújo (PSL), Rafael Leitoa (PDT), Levi Pontes (SD), Ricardo Rios (PEN), Leo Cunha (PSC) e Nina Melo (PMDB).

Segundo o presidente Othelino Neto, além de a Constituição Federal proibir a colocação de nomes de personalidades, que ainda estão entre nós, em órgãos públicos, já há jurisprudência nesse sentido vedando e considerando ilegais os atos que realizaram essas homenagens. O deputado explicou que está previsto no Artigo 37 o impedimento para colocação de nomes de pessoas vivas em órgãos públicos, pois fere o princípio da impessoalidade, a Lei Federal 6.454 de 1977.

“Não bastando isso, tem jurisprudência dos tribunais superiores do Brasil, considerando ilegal a colocação de qualquer nome de pessoa viva em órgão público, independente de cor partidária, de ser político ou não ser político”, disse Othelino.

Recomendação do Ministério Público

Em cumprimento à recomendação da Procuradoria da República, o governador Flávio Dino já assinou decreto que determina a ocultação ou remoção de inscrições com nomes de pessoas vivas em prédios públicos sob administração ou pertencentes ao Poder Executivo do Estado do Maranhão. Os novos nomes serão sugeridos pelas Secretarias de Estado, observando os critérios de que o homenageado já tenha falecido, probidade e relevante contribuição ao campo temático.

A partir de 2015, 50 cidades do Maranhão determinadas pelo Ministério Público Federal passarão por modificação nos nomes de prédios estaduais que contiverem inscrições, gravuras, pinturas, letreiros, faixas, placas, cartazes ou qualquer outra forma de identificação por nome de pessoa viva, atribuídos a bens públicos de qualquer natureza. A orientação do MP destaca o cumprimento de Lei 6,454/77, que veda homenagem a pessoas vivas em logradouros públicos em todo o território nacional.

O decreto assinado na tarde de terça (30) dispõe que unidades educacionais e de saúde, museus, bibliotecas, sedes de repartições e serviços públicos, prédios, monumentos, ginásios, estádios, autarquias, fundações, institutos e quaisquer logradouros públicos (praças, ruas, avenidas, travessas, pontes, bairros, vilas, distritos, parques), bem como obras públicas nessas cidades não poderão conter nome de pessoas vivas.

A primeira orientação partiu da Procuradoria de Caxias, em 13 de agosto de 2014, quando o Governo do Estado foi pela primeira vez notificado para o cumprimento da orientação. Em 4 de março de 2015, foi a vez da Procuradoria Federal em Bacabal fazer a recomendação ao Governo do Maranhão. O não cumprimento de tais recomendações do MP resultariam em ações judiciais ao Estado e às autoridades políticas competentes.


Menor infrator não teria gostado de ser chamado de “dentuço” e “beiçudo”.
Arma usada para o crime foi uma espingarda do pai do menor infrator.

Do G1 MA, com informações da TV Mirante

Um adolescente de 14 anos matou outro adolescente da mesma idade com um tiro de espingarda em Codó, a 300 km de São Luís. Segundo o jovem, ele vinha sofrendo bullying por parte da vítima. O crime aconteceu na rua em que os dois moravam.

A vítima foi Marcos Antônio da Silva Santos. Segundo a polícia, a motivação do crime teria sido porque o menor infrator não teria gostado de ser chamado de apelidos considerado por ele depreciativos, entre os quais “dentuço” e “beiçudo”. Por conta disso, o menor se armou e matou o colega que morava na mesma rua e estudava na mesma escola que ele.

“Pelo que nós ouvimos até o momento, o menor infrator vinha sofrendo alguns xingamentos por parte da vítima. Acabou atirando e tirando a vida dele”, disse o delegado regional, Alcides Nunes Neto.

O menor infrator usou uma espingarda velha que pertence ao seu pai para cometer o crime. A arma foi encontrada em um dos cômodos da casa que fica no bairro de Nova Jerusalém.

O jovem disse em depoimento ao delegado que só queria assustar o colega para que ele parasse de o apelidar, mas acabou atingindo a cabeça da vítima após apertar o gatilho. “Ele está sendo autuado e de acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) ele poderá ficar apreendido pelo máximo de três anos”, finalizou o delegado.


Atualizado- www.jgmoreira.com.br 01/06 -06:15min

O mês de junho de 2015 registrou queda de 46% nas ocorrências de roubos a coletivos, em relação ao mesmo período no ano passado. O Governo do Estado, através da Secretaria de Segurança Pública, colocou em ação a Operação Catraca, que consiste em rondas nos coletivos para evitar assaltos a ônibus e garantir tranquilidade e segurança aos usuários do transporte público na Região Metropolitana de São Luís.

Segundo o balanço feito pelo Sindicato das Empresas de Transportes de São Luís, entre os dias 1º e 25 de junho de 2015 houve queda de 46% nos roubos a coletivos em relação ao mesmo período do ano passado e queda de 78% em relação ao mês de junho de 2013. O secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela, afirma que a Operação Catraca continuará com ações preventivas para evitar assaltos e roubos nos ônibus que rodam em São Luís.

Através de blitz, revistas, busca de armas e drogas a Polícia Militar tem desenvolvido um trabalho que visa combater a violência nos coletivos.  A operação responsável pela segurança nos coletivos é chamada de Operação Catraca e faz parte de uma série de ações integradas da Segurança Pública para combater os principais tipos de crime na Região Metropolitana.

Dados da capital revelam que o último trimestre observou uma grande diminuição no número de roubos em coletivos no total. O levantamento do Sindicato mostra que em relação a abril deste ano, o mês de junho registrou uma queda de 67 ocorrências (abril) para 14 (em junho), o que corresponde a redução de 79% na quantidade de crimes nos coletivos. O governador Flávio Dino assegura que ações de prevenção e combate à criminalidade continuarão a promover cada vez mais segurança a toda à população.

Número de homicídios também é menor

O número de homicídios registrados no mês de maio também é menor, se comparado com as ocorrências no mesmo mês do ano passado, além de aumento da quantidade de armas apreendidas em todo o estado, se comparamos os dados com o mesmo período do ano passado. A variação é de 13% em relação ao mesmo período do ano passado. Em 2014, foram registrados 71 homicídios dolosos na capital enquanto em 2015, esse número caiu para 62.

Entre janeiro e maio de 2015, foram apreendidas 554 armas durante as prisões e operações realizadas pela Polícia Militar. Esse dado revela a saída das ruas de armamento ilegal e potencialmente perigoso.