O ladrão apanhou até perder os sentidos e só não foi linchado porque a polícia chegou rápido no local

Um ladrão de 25 anos aproximadamente se arrependeu amargamente do dia em que nasceu, depois de ser pego roubando no final da tarde da última quarta-feira, 24, na Avenida Igarapé de Manaus, no Centro, Zona Sul de Manaus.

O criminoso atacou duas jovens que passavam pelo local, apontou um canivete, roubou os telefones celulares de ambas e saiu correndo, mas não foi muito longe porque levou uma rasteira de um homem que vinha no sentido oposto.

Depois de cair ao chão, o ladrão não teve mais condições de se levantar porque rapidamente um grupo de populares se reuniu em sua volta e deu início a um “arraial” de pancadas com muitos chutes, murros e tapas.

Policiais da 24ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) já encontraram o ladrão desmaiado de tanto apanhar e conseguiram negociar com os agressores para que não constinuassem com a agressão.

As duas jovens assaltadas tiveram seus telefones celulares recuperados e devolvidos ainda no local da ocorrência, e o ladrão, depois de ser levado ao pronto-socorro, foi apresentado no 1º Distrito Integrado de Polícia.

ATENÇÃO! IMAGEM FORTE! 

 Foto: Divulgação


Foto: Reprodução

O vídeo que você vai ver no final desta postagem está circulando em grupos de policiais no WhatsApp.

Comenta-se que o fato se deu  em Manaus, no último dia 14.

O bandido se deu mal, muito mal. Se é que não acabou no cemitério.

Veja as imagens e descubra o que aconteceu com o criminoso.


O bandido ficou com o rosto deformado depois da surra que levou

O assaltante Manoel Lira Correa, 20, vulgo “Nenê”, foi espancado por um grupo de populares, na noite do último sábado, 6, depois de participar de uma tentativa de roubo à Drogaria FarmaBem, situada na Avenida Penetração 2, no bairro do Japiim, Zona Sul de Manaus.

Dois bandidos que participaram da tentativa de assalto conseguiram fugir correndo. “Nenê” foi agarrado e apanhou por cerca de meia hora com muitos chutes, murros e pauladas desferidos pelos agressores.

O espancamento só foi encerrado quando um sargento, um cabo e dois soldados da Força Tática chegaram ao local e evitaram o linchamento do assaltante. “Nenê” já estava com o rosto todo desfigurado, banhado em sangue e outros hematomas no peito e nas costas.

Funcionários da Drogaria FarmaBem confirmaram para os policiais militares que o assaltante e outros dois indivíduos entraram no estabelecimento armados com faca e anunciaram o assalto. Houve reação de clientes e o trio criminoso saiu em fuga.

“Nenê” tropeçou quando corria e foi agarrado pelo grupo de pessoas.

 

Depois do espancamento o assaltante foi entregue aos policiais da Força Tática. O bandido foi levado ao pronto-socorro e em seguida seria apresentado no 3º Distrito Integrado de Polícia (DIP).

 

ATENÇÃO! IMAGEM FORTE! 

Foto: Divulgação: Portal do Zacarias


O ladrão foi amarrado e entregue à polícia depois da peia que levou (Foto: Divulgação) 

No último domingo, 15, foi o dia da “caça” e não do “caçador”, e quando o ladrão identificado pelo nome de José de Arimatéa Batista, 47, vulgo “Careca”, descobriu isso já era tarde demais pra ele.

Ele levou uma impiedosa surra depois de roubar o telefone celular de dentro da bolsa de uma passageira que viajava em um ônibus da empresa Via Verde.

O veículo trafegava pela Rua Estrela de Davi, bairro do Novo Israel, Zona Norte de Manaus, quando a passageira gritou que o homem que viajava ao seu lado furtara seu telefone.

Sabendo que seu crime foi descoberto, o ladrão ainda tentou fugir pela janela do ônibus mas foi agarrado por um grupo de 20 passageiros aproximadamente e espancado até a chegada da polícia.

O telefone celular da vítima foi encontrado escondido na cueca do ladrão, que apanhou dentro do coletivo e depois foi levado para fora, onde a surra federal teve continuidade.

Policiais militares da 18ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) foram ao local do espancamento e já encontraram “Careca” com as mãos amarradas para trás com seu próprio cinto e cheio de hematomas.

O ladrão foi levado ao Serviço de Pronto Atendimento (SPA) do Conjunto Galiléa e depois foi apresentado no 18º Distrito Integrado de Polícia (DIP) onde aconteceu sua autuação em flagrante pelo crime de furto.


Marison vendia droga no local e foi executado por três homens desconhecidos

O ex-presidiário Marison de Oliveira Mendonça, 40, foi perseguido e assassinado com cinco tiros por três homens no final da tarde de ontem, quinta-feira, 3, quando vendia droga no beco Francisco Galvão, na Avenida Ipanema, bairro Amazonino Mendes, Zona Norte de Manaus.

Os assassinos chegaram ao local em um carro Honda Civic de cor escura, de acordo com moradores do beco que testemunharam o crime e confirmaram em “off” para os policiais da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) que a vítima vendia droga no local todas as noites.

Um dos moradores que fez o relato do que viu contou que Marison estava logo na entrada do beco e chegou a correr quando viu os três homens descerem armados do carro com pistolas nas mãos, mas o trio criminoso correu atrás dele e os disparos feitos acertaram as costas do ex-presidiário.

Policiais militares foram ao local confirmar o crime

 

Equipe do Instituto Médico Legal removeu o corpo do traficante

O traficante já estava no chão agonizando quando um dos assassinos chegou diante dele e disparou um tiro de misericórdia em sua cabeça e correu em seguida para o carro onde os comparsas já aguardavam com motor ligado e fugiram do local em disparada.

Para a polícia, não resta a menor dúvida de que a morte de Marison, que também era conhecido na área como “Marreco”, tem ligação com o tráfico de drogas. O corpo foi removido para o Instituto Médico Legal (IML) e uma investigação já está em andamento na Delegacia de Homicídios e Sequestros.

ATENÇÃO! IMAGEM FORTE! 

Fotos: Divulgação Portal do Zacarias


Segundo o grupo de WhatsApp intitulado Apoio Policial, o homem que aparece na foto é um bandido que, ao tentar assaltar passageiros de ônibus na Avenida Djalma Batista, na Zona Centro-Sul de Manaus, na noite desta quarta-feira, foi imobilizado e em seguida espancado até a chegada de uma viatura da Polícia Militar.

“Esse vagabundo acabou de passar por uma sessão de descarrego aqui na Djalma Batista, próximo ao Plaza Shopping. Ele tentou assaltar um ônibus porém não obteve êxito e caiu nas graças do povo”, ironiza um integrante do grupo.

O grupo não diz para que Distrito Integrado de Polícia (DIP) o criminoso foi levado.

 

 

Foto: Divulgação

Veja o assaltante sendo espancado:

 Com informações: Portal do Zacarias

Polícia Civil do Maranhão por intermédio da Equipe de Captura do Departamento de Combate ao Roubo a Instituições Financeiras-DICRF, da Superintendência Estadual de Investigações Criminais-Seic, capturou na manhã do último sábado (28) na cidade de Bacabal – MA, Josimario Nobre de Macedo (50), conhecido por “Ná Macedo”.
Josemário, encontrava-se foragido após ter sentença condenatória confirmada pelo Tribunal de Justiça do MA, pela prática de crime de Latrocínio, ocorrido em 2013, na cidade de São Mateus – MA. Durante uma incursão feita pelos integrantes do Departamento de Combate ao Crime Organizado-DCCO, também da Seic, na cidade de Lago da Pedra, fora preso pela prática do referido latrocínio, que teve como vítima o empresário Valmir Queiroz Filho, de 43 anos, ocorrido no dia 28 de abril de 2013, no município de São Mateus.
Havia, ainda, em desfavor de NÁ MACEDO, mandado de prisão, com sentença condenatória pelos crimes de formação de quadrilha e assalto a banco. Em 2011, Ná Macedo teria sido preso por roubo de cargas e assalto a agências bancárias, por suspeita de chefiar uma quadrilha interestadual de assaltantes de banco e de agências dos Correios, quando mais cinco integrantes do bando foram, também, presos em uma operação comandada pelo Subtenente PM José Antônio, após terem assaltado a agência dos Correios de Lago da Pedra /MA e a casa de um empresário em Lago do Junco/MA.
A prisão foi legalizada e o preso encaminhado para o Presídio, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.
 -Ma.

O bandido foi surrado pelos moradores e levou dentada do cão vira latas

Moradores da Rua Baru, no bairro Jorge Teixeira, Zona Leste de Manaus, não perdoaram um bandido que tentou assaltar uma idosa quando ela voltava de um mercadinho.

O homem de 20 anos aproximadamente foi amarrado com as mãos para trás e submetido a uma violenta sessão de espancamento, que teve golpes de pau, chutes, murros e, por mais incrível que possa parecer, segundo testemunhas, até o cachorro de um dos moradores partiu para cima e aplicou várias mordidas no bandido.

Uma fotografia enviada por um leitor assíduo do do Portal e do Blog, mostra o momento em que o cachorro morde o criminoso.

 

                                                 O bandido no momento em que foi pego roubando  por alguns moradores (Foto: Divulgação) 

Foi mais um espancamento de bandido pela população revoltada e furiosa com a onda de assaltos e também foi mais uma ocorrência policial que só não terminou em linchamento porque uma guarnição da Polícia Militar chegou ao local e livrou o bandido da morte.

Cheio de hematomas pelo corpo, entre elas as mordidas do cachorro, o criminoso foi levado por policiais militares para o pronto-socorro e em seguida apresentado no 14º Distrito Integrado de Polícia (DIP).

 Fonte : Portal do Zacarias

Foto: Divulgação

O homem acusado de assalto apanhou do grupo de pessoas antes de a polícia chegar ao local

A polícia agiu rápido e evitou o linchamento de um homem de 25 anos aproximadamente que fazia assaltos a populares, por volta das 11h30 de ontem, sábado, na frente do Ginásio Poliesportivo Amadeu Teixeira, na Avenida Constantino Nery, bairro de Flores, Zona Centro-Sul de Manaus.

Duas jovens que passavam a pé no local foram as primeiras vítimas do homem, que estava visivelmente drogado e rendia as vítimas usando uma faca e tomava delas telefones celulares, dinheiro e até mesmo o par de tênis de uma das moças atacadas.

Um grupo de homens que passava de carro no local dos assaltos parou para socorrer as jovens assaltadas, foi informado quem era o autor do roubo e ele ainda tentou fugir correndo, mas foi pego e em seguida foi iniciada a “justiça com as próprias mãos” na frente do Ginário Poliesportivo.

Quando a guarnição da Polícia Militar chegou ao local pelo menos dez pessoas já estavam batendo no assaltante, que também foi pego com uma sacola contendo celulares roubados e outros objetos que ele estava roubando para trocar por drogas, como ele mesmo confessou aos policiais.

Os objetos foram recuperados e devolvidos para as vítimas.

O assaltante não portava documentos e foi apresentado no 10º Distrito Integrado de Polícia (DIP).


Uma mulher foi morta com três tiros, na noite desta quarta-feira, quando, na companhia de outros dois criminosos, assaltava um ônibus no bairro de Nossa Senhora de Fátima, na Zona Norte de Manaus.

 

Os tiros teriam sido disparados pelo segurança de uma empresa de transporte.

 

Não há informações, até o momento, se os comparsas da mulher foram presos ou conseguiram fugir.

 

Mais informações a qualquer  momento.

 

Fotos: Divulgação

Com informações: Portal do Zacarias