Vendedor ambulante é atacado e morto a facadas durante tentativa de assalto em rua do bairro…
O vendedor sempre teve medo de voltar tarde da noite para casa

Foto: Divulgação Portal do Zacarias

O vendedor ambulante Jefferson Araújo de Alencar, 31, reagiu a um assalto praticado por três viciados em drogas e foi assassinado com várias facadas pelo corpo, na última terça-feira à noite, na rua Projetada, bairro  Jorge Teixeira, Zona Leste de Manaus.

Um dos membros da família que não quis se identificar contou aos policiais da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) que Jefferson foi morto quando voltava de mais um dia de trabalho como vendedor de trufas em terminais de ônibus.

O vendedor ambulante foi agredido e atingido com pelo menos cinco facadas, depois de ser cercado pelos três homens que supostamente estavam drogados e tentaram tomar o dinheiro que ele trazia para casa.

Moradores da rua chegaram a presenciar uma parte da tentativa de assalto que culminou em assassinato e identificaram pelo menos um dos envolvidos no crime, cujo primeiro nome e apelido foram informados aos policiais da Delegacia de Homicídios.

Jefferson era pai de dois filhos menores e segundo a família ele tinha bastante medo de voltar para casa tarde da noite todos os dias depois de vender todas as trufas que ele mesmo fazia, dentro dos terminais de ônibus da Zona Leste.

De acordo com o delegado titular da DEHS, Jeff David Mac Donald, uma equipe de investigadores está nas ruas do bairro onde o crime aconteceu e tenta prender um dos participantes do assassinato, que foi reconhecido pelas testemunhas oculares.


“Tarcilo” morreu na hora e o ocupante da garupa conseguiu fugir baleado

Por volta das 15h desta terça-feira, 21, mais um assassinato, que pode ter ligação com o tráfico de drogas e com a guerra sangrenta entre as facções criminosas que atuam em Manaus, aconteceu no bairro Petrópolis, Zona Sul de Manaus.

O jovem, identificado até o momento com nome de “Tarcilo”, foi morto com vários tiros por ocupantes de um carro não identificado na Rua Aristofano Antony, bairro Raiz, ao lado da escola São Lázaro, Zona Sul de Manaus.

Moradores ficaram assustados com os tiros disparados pelos assassinos

 De acordo com testemunhas, o jovem e um segundo homem, que seria seu primo, chegaram no local em uma motocicleta e estavam esperando alguém na entrada de um beco, quando os atiradores apareceram repentinamente.

“Tarcilo” foi atingido na cabeça e morreu. O homem da garupa, mesmo baleado em uma das pernas, conseguiu fugir correndo e se salvou, apesar de um dos assassinos ter saído correndo atrás dele e disparando tiros em sua direção por alguns instantes.

Os participantes do crime deixaram o local logo em seguida. Os moradores, assustados com o barulho de tantos tiros em plena tarde, ainda acionaram o Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu).

A equipe de socorro da base da Zona Sul chegou rápido na rua Aristofano Antony, mas não se pode fazer mais nada por “Tarcilo”, que foi diagnósticado como morto com um tiro na cabeça e outro no meio das costas.

O outro homem que foi baleado na perna e que seria membro da família do jovem assassinado ainda não foi encontrado pela polícia, mas como ele deve procurar atendimento médico por conta de seu ferimento, todas as unidades hospitalares estão em alerta.

Moradores disseram que o beco onde “Tarcilo” e o primo estavam parados é considerado um ponto bastante movimentado de venda de entorpecentes, por isso a polícia já levanta a suspeita da ligação do crime com o tráfico de drogas.

O corpo foi removido e levado para o Instituto Médico Legal. A motocicleta que ele pilotava quando foi morto foi transportada para a sede da Delegacia de Homicídios, onde já foi instaurado um procedimento de investigação.

ATENÇÃO! IMAGENS FORTES! 

Fotos: Divulgação Portal do Zacarias

VEJA VÍDEO! 


Foto: Divulgação Portal do Zacarias

Victor Kellyson foi executado com tiros no peito e cabeça

Um homem identificado como Victor Kellyson dos Santos Evangelista, 25, foi assassinado na noite do último sábado, 18, na Rua 2 de Agosto, bairro da União, Zona Centro-Sul.

Um tiro atingiu o peito, outros cinco perfuraram o lado esquerdo do seu rosto e todos foram disparados de pistolas calibre 380, segundo a polícia.

“Vitinho”, como era mais conhecido, estava dirigindo seu carro Gol, preto, quando foi interceptado e executado por quatro homens.

O quarteto assassino chegou ao local em um carro de cor escura, com placa, marca e modelo que não foram identificados pelas testemunhas do crime.

O carro foi intercerptado a pouco metros da casa de “Vitinho”

De acordo com policiais da Delegacia de Homicídios, o homem executado residia na mesma rua e tinha saído de casa para comprar leite para o filho de 2 meses de vida.

Os assassinos deixaram o local em alta velocidade logo depois do crime, e o corpo de “Vitinho” foi removido pelo Instituto Médico Legal ao término do trabalho da perícia.

A Delegacia de Homicídios vai investigar o crime.

 

ATENÇÃO! IMAGENS FORTES! 

 

Fotos: Divulgação Portal do Zacarias


Foto: Divulgação

O corpo de Eli foi removido pelo IML

O mototaxista Eli Coutinho Pinheiro, 33, foi encontrado morto na casa onde morava sozinho, por volta das 3h da madrugada desta segunda-feira, 20.

De acordo informações da Delegacia de Homicídios, a vítima residia na Rua 4, Comunidade Cidade Alta, quarta etapa do bairro Jorge Teixeira, Zona Leste de Manaus.

Um dos vizinhos do mototaxista, que não quis se identificar, relatou para os policiais que ouviu gritos pedindo socorro e com apoio de outros moradores foi até à casa de Eli.

Imaginando que ele estava correndo perigo, os vizinhos entraram na casa e já encontraram o mototaxista esfaqueado e dando os últimos suspiros.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e a equipe que foi ao local do crime logo confirmou que Eli Coutinho já estava morto.

O piso da casa tinha muitas manchas de sangue (Foto: Divulgação)

Os vizinhos não viram quem ou quantas pessoas entraram na casa do mototaxista e participaram de sua morte, que pode ter sido um latrocínio.

A casa estava toda revirada, inclusive as gavetas da cômoda e do guarda-roupas estavam jogadas no chão do quarto onde Eli foi encontrado momentos antes de morrer.

O corpo foi removido pelo do Instituto Médico Legal (IML) somente quando já estava amanhecendo, tendo em vista que a equipe estava atendendo outros casos de morte.

A Delegacia de Homicídios vai investigar o assassinato do mototaxista.


Faca que o aposentado cravou no tórax de seu agressor (Foto: Divulgação) 

Foto: Divulgação

Januário Crisóstomo foi preso em flagrante depois de esfaquear e matar Protásio Meireles

O aposentado Januário Crisóstomo do Vale, 85, reagiu à uma agressão física e matou com uma facada no tórax o seu vizinho, que também era vendedor ambulante, Protásio Meireles dos Reis, 52, no final da tarde da última segunda-feira, 23, no município de Tefé, no interior do Amazonas.

O homicídio aconteceu dentro de um bar da Rua Barão do Rio Branco, bairro do Juruá, depois que Protásio Meireles trocou ofensas morais com o aposentado. Protásio “partiu para cima de Januário, aplicando-lhe murros e chutes e foi atingido com uma facada fatal.

De acordo com testemunhas o vendedor ambulante havia sido acusado de roubar dinheiro do aposentado e depois de receber informação de terceiros que Januário Crisóstomo estava bebendo em um bar de perto da sua casa foi tomar satisfação com ele e acabou esfaqueado.

Algumas pessoas que testemunharam o episódio socorreram Protásio, que deu entrada com vida na unidade hospitalar de Tefé, mas o profundo golpe no tórax provocou hemorragia interna e a morte do vendedor ambulante na sala de operação.

 

O aposentado não saiu do local do crime e após a chegada de uma guarnição da Polícia Militar recebeu voz de prisão em flagrante delito. Ele foi apresentado na 5ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Tefé, município distante 523 Km de Manaus em linha reta.


Raquel caminhou até a porta do estabelecimento onde caiu e depois foi socorrida mas veio a óbito

Uma mulher conhecida como “Raquel”, de 22 anos, foi assassinada com uma facada nas costas e seu acompanhante, identificado como Samuel da Silva Vargas, 24, foi atingido com golpes no lado direito das costelas, mas sobreviveu.

O episódio aconteceu por volta das 12h20 na Rua Barão de São Domingos, no Centro de Manaus, próximo da Escadaria dos Remédios. A mulher esfaqueada foi socorrida e deu entrada com vida no Hospital e Pronto-socorro 28 de Agosto, mas faleceu na sala de operações.

A polícia ainda está apurando o crime para saber realmente o que aconteceu, mas por enquanto a versão que existe é que “Raquel” e Samuel se desentenderam com um homem, até o momento desconhecido, que empunhava uma faca e agrediu o casal dentro do bar.

No momento da luta corporal, a mulher teria saído em defesa de Samuel e terminou como a vítima fatal da briga. O agressor correu atrás de Raquel dentro de uma loja ao lado de onde tudo começou e depois de golpeá-la nas costas, largou a faca no local e fugiu.

Policiais militares realizaram buscas na área mas o assassino não foi preso. Samuel foi atendido no local por uma equipe do Samu e posteriormente foi conduzido por policiais militares até a Delegacia de Homicídios para depor sobre o crime.

Um vídeo fornecido pela gerência da loja onde “Raquel” foi esfaqueada mostra claramente o momento em que ela tenta fugir do agressor mas é alcançada por ele e golpeada uma única vez nas costas.

ATENÇÃO! IMAGENS FORTES! 

Fotos: Divulgação

Veja o vídeo:


o sargento teria sido morto em uma tentativa de assalto

O sargento da Polícia Militar do Amazonas, Ayub Carlos França de Araújo, foi baleado nas costas, na noite desta quarta-feira, 27 de junho de 2018, em frente ao Shopping Samaúma, localizado na Avenida Noel Nutels, bairro da Cidade Nova, Zona Norte de Manaus, e morreu instantes depois no Serviço de Pronto-Atendimento Danilo Corrêa.

Informações ainda não confirmadas dão conta de que o sargento foi baleado por três homens que faziam um arrastão em frente ao shopping.

Os criminosos teriam levado a pistola dele.

O vídeo que você vai ver agora mostra o sargento no chão, baleado, ainda vivo.

Segundo o tenente Adilson, Ayub estava em uma barraca de comida em frente ao shopping quando viu quatro homens tentando assaltar pedestres.

Ele então interveio e entrou em luta corporal com um dos assaltantes, que conseguiu lhe tomar a arma e atirou à queima-roupa nas costas dele.

Em seguida, dois dos bandidos roubaram a moto de placa LXA-7025 e fugiram. Os outros dois, inclusive o que atirou no sargento, fugiram a pé em direção ao bairro do Riacho Doce.

Logo depois, várias viaturas da 6ª Companhia Interativa Comunitária, da Rocam e da Força Tática realizaram buscas na área, mas não conseguiram localizar os delinquentes.

ATENÇÃO! IMAGENS FORTES!


O homem desconhecido foi perseguido e assassinado em local de venda e consumo de drogas

Um homem de 25 anos aproximadamente foi perseguido e executado a tiros por um grupo criminoso na madrugada do ultimo domingo, 24, na terceira etapa do Conjunto Viver Melhor, na Zona Norte de Manaus.

Uma testemunha viu da janela de sua casa três indivíduos correndo atrás do homem, que chegou a tomar distância dos seus perseguidores mas foi alvejado com um tiro nas costas, caiu ao chão e foi assassinado com mais quatro disparos, todos na cabeça.

Passavam poucos minutos das 2h da madrugada quando o crime aconteceu, e uma guarnição da Polícia Militar chegou a interceptar e revistar suspeitos de envolvimento no homicídio mas não foram encontradas provas e não ocorreram prisões.

O local é ponto de venda e consumo de entorpecentes no horário noturno, por isso a equipe da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) que esteve no Conjunto Viver Melhor III acredita que o homem foi morto em algum acerto de contas com traficantes rivais.

O cadáver foi removido do local e até o começo da manhã não estava identificado.

ATENÇÃO! IMAGENS FORTES! 


A Polícia foi avisada do assassinato e ouviu testemunhas no local do crimeA Polícia foi avisada do assassinato e ouviu testemunhas no local do crime 

Um homem com aparência de 20 anos de idade foi executado com cinco tiros na cabeça no começo a madrugada deste sábado, 23, no bairro do Monte das Oliveiras, Zona Norte de Manaus.

O crime aconteceu na Ruan Coletora Norte/Sul por volta de( 01 hs )e testemunhas relataram à polícia que dois homens ocupantes de um carro Fiat Siena, branco, placa não identificada, foram os autores do assassinato.

A vítima estava em pé e sozinha em um dos trechos da rua quando a dupla chegou rapidamente e já desceu do veículo com as armas em punho e efetuando os disparos de pistolas calibres 380, segundo a polícia.

 

Mais uma execução misteriosa para  a polícia investigar (Foto: Divulgação) 

Os cartuchos que estavam perto do corpo quando os policiais da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros chegaram ao local foram recolhidos e devem passar por exames e balística.

O homem assassinado não devia ser morador da área porque não foi reconhecido por ninguém e até o começo da manhã deste sábado permanecia sem identificação no Instituto Médico Legal (IML).

Um inquérito criminal já foi instaurado na Delegacia de Homicídios para investigar este assassinato.

Com informações: Portal do Zacarias

O corpo de “Rubenick” ficou estirado no chão e foi encoberto por moradores com um pedaço de papelão

Um traficante de drogas do bairro da Praça 14 de Janeiro, na Zona Sul de Manaus, foi executado com três tiros de pistola calibre 8 milímetros que atingiram sua cabeça, no final da tarde da última quinta-feira, 6.

De acordo com a polícia, o traficante identificado até agora como nome de “Rubenick” foi morto por dois homens que chegaram ao local do crime em uma motocicleta Cross de cor preta.

“O traficante estava em pé na esquina das ruas Ramos Ferreira com a Jonathas Pedrosa quando a morte chegou em cima de duas rodas e a vida acabou para ele”, disse um dos policiais.

 

Os tiros foram certeiros e mortais na cabeça de “Rubenick”

A polícia acredita que o assassinato de “Rubenick” tenha ligação com a vida criminosa que levava e com sua atuação no tráfico de entorpecentes no bairro da Praça 14 de Janeiro.

 

Os policiais da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros informaram que a vítima respondia na Justiça do Estado pelo crime de tráfico de drogas.

Assim que atiraram e mataram “Rubenick”, os dois homens foram embora do local e o corpo do traficante foi removido cerca de duas horas depois pela equipe do IML.