Arão-“O ESTUPRADOR”

ESTE HOMEM É UM ESTUPRADOR EM SÉRIE. VOCÊ O CONHECE? GRAÇAS À POLÍCIA CIENTÍFICA DO AMAZONAS, ELE JÁ ESTÁ NA CADEIA

Dois casos de estupro ocorridos em Manaus, em novembro de 2014 e março de 2015, que tinham sido arquivados por falta de identificação de autoria, foram elucidados essa semana pelo Banco de Perfis Genéticos do Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC). Vestígios de DNA encontrados nas vítimas foram confrontados com o acervo de perfis genéticos de amostras de crimes e presos condenados, o que permitiu a identificação de Arão Amorim de Lima, 31.

 

Arão já está no Centro de Detenção Provisório Masculino 2, acusado de outro estupro ocorrido em 16 de novembro de 2014, na Cidade de Deus, zona norte de Manaus. Conforme análise de perfil genético e modus operandi do acusado, ele é considerado um estuprador em série. Com o trabalho da Polícia Científica, agora ele é identificado como autor de três estupros.

 

De acordo com o inquérito da Polícia Civil, o primeiro estupro praticado por Arão ocorreu dia 13 de novembro de 2014, na Redenção, zona centro-oeste. O acusado trabalhava como mototáxis e insistiu em fazer a corrida de duas adolescentes. Ele desviou o caminho, levou as meninas para um matagal, onde violentou sexualmente uma delas, uma adolescente de 14 anos. Além do estupro, Arão roubou a bolsa e o celular da vítima.

 

Três dias depois, na Cidade de Deus, fez outra vítima: uma mulher de 24 anos. Após o estupro, em um terreno baldio, ele subtraiu pertences da jovem. Segundo as investigações, a vítima o reconheceu trafegando em via pública dez dias depois de ser violentada. Ela registrou o caso no 13º Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde as investigações iniciaram.

 

A polícia identificou uma terceira vítima do estuprador em série. O crime ocorreu em março de 2015, no bairro Cidade Nova, quando ele estuprou uma mulher de 22 anos, seguindo a mesma linha de atuação. Como mototaxista, levou a mulher para um local abandonado, onde a violentou e roubou. Dois meses depois desse crime, Arão foi preso pela Polícia Civil em decorrência do estupro praticado na Cidade de Deus, em 2014.

 

Conforme a gerente dos Laboratórios de Biologia e Genética Forense do Instituto de Criminalística, Daniela Koshikene, os vestígios genéticos do autor dos crimes foram coletados nos corpos das vítimas de 14 e 22 anos. Esse material foi inserido no Banco para pesquisar a compatibilidade com alguma das amostras do acervo. No Amazonas, o Banco já coletou os perfis genéticos de condenados do antigo regime semiaberto e do fechado do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), e o trabalho continua com a coleta em outras unidades prisionais.

 

“Eram dois casos de autoria desconhecida. É preciso lembrar que o estupro é um dos crimes que tem a investigação mais difícil, pois não tem testemunhas, e o reconhecimento como método de identificação pode não ser eficiente. Acontece de forma rápida e traumática, e muitas vezes a vítima não consegue identificar o autor”, salientou.

 

Os dados coletados nas vítimas também são comparados com vestígios dos bancos de dados de outros estados. Segundo Koshikene, a análise do material biológico gerou as provas fundamentais para reabrir os casos.

 

O que nós tivemos agora foi o banco de perfil genético indicando que ele é autor de mais dois estupros, é uma prova pericial irrefutável que vai fazer com que os inquéritos sejam desarquivados. Ele será indiciado pelos dois crimes e responderá judicialmente”, afirmou a gerente.


Foto: Reprodução

O vídeo que você vai ver no final desta postagem está circulando em grupos de policiais no WhatsApp.

Comenta-se que o fato se deu  em Manaus, no último dia 14.

O bandido se deu mal, muito mal. Se é que não acabou no cemitério.

Veja as imagens e descubra o que aconteceu com o criminoso.


Foto: Divulgação

O bandido foi espancado até a policia chegar para socorrê-lo e evitar seu linchamento

Os passageiros de um ônibus da linha 034 deram uma “surra federal” em um assaltante que pegaram tentando roubar o telefone celular de uma senhora que viajava no veículo.

A tentativa de roubo aconteceu por volta das 19h30 da noite da última quarta-feira, 17, na Avenida Max Teixeira, bairro da Cidade Nova, Zona Norte de Manaus.

Um dos passageiros chegou a usar a própria faca tomada das mãos do assaltante para golpear suas costas e o rosto, antes da chegada de policiais militares ao local.

Ônibus retornava do centro da cidade quando  aconteceu a tentativa de assalto (Foto: Divulgação) 

O assaltante entrou no ônibus no começo da Avenida, no sentido Centro/bairro, e quando o veículo já estava se aproximando do Terminal 3, tentou praticar o crime e se deu mal.

Os policiais militares tiveram que entrar no coletivo para resgatar o assaltante das mãos dos passageiros.

O ladrão foi apresentado no 6º Distrito Integrado de Polícia (DIP) onde foi autuado em flagrante delito.

ATENÇÃO! IMAGEM FORTE!

Foto: Divulgação Portal do Zacarias


O criminoso – provavelmente um traficante de drogas – foi trocar tiros com policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) do Rio e acabou sendo atingido com um tiro de fuzil calibre 7.62 nas nádegas.

O estrago só não foi maior porque o bandido usava no bolso de trás da calça uma pistola Glock, que absorveu um pouco o impacto do tiro.

Levado para o pronto-socorro, ele recebeu atendimento médico e depois foi levado para a delegacia para ser autuado por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito.

Pistola Glock usada pelo criminoso no bolso de trás da calça

ATENÇÃO! IMAGENS FORTES!

Fotos: Divulgação Portal do Zacarias


O bandido foi surrado pelos moradores e levou dentada do cão vira latas

Moradores da Rua Baru, no bairro Jorge Teixeira, Zona Leste de Manaus, não perdoaram um bandido que tentou assaltar uma idosa quando ela voltava de um mercadinho.

O homem de 20 anos aproximadamente foi amarrado com as mãos para trás e submetido a uma violenta sessão de espancamento, que teve golpes de pau, chutes, murros e, por mais incrível que possa parecer, segundo testemunhas, até o cachorro de um dos moradores partiu para cima e aplicou várias mordidas no bandido.

Uma fotografia enviada por um leitor assíduo do do Portal e do Blog, mostra o momento em que o cachorro morde o criminoso.

 

                                                 O bandido no momento em que foi pego roubando  por alguns moradores (Foto: Divulgação) 

Foi mais um espancamento de bandido pela população revoltada e furiosa com a onda de assaltos e também foi mais uma ocorrência policial que só não terminou em linchamento porque uma guarnição da Polícia Militar chegou ao local e livrou o bandido da morte.

Cheio de hematomas pelo corpo, entre elas as mordidas do cachorro, o criminoso foi levado por policiais militares para o pronto-socorro e em seguida apresentado no 14º Distrito Integrado de Polícia (DIP).

 Fonte : Portal do Zacarias

Um bandido de aproximadamente 20 anos de idade foi levado quase morto para o Hospital e Pronto-Socorro Dr. João Lúcio Pereira, na manhã deste sábado, 31, depois de ser violentamente espancado por um grupo de moradores da Rua 5 de Setembro, no bairro da Grande Vitória, Zona Leste de Manaus.

O homem foi agarrado pelos moradores quando tentava assaltar uma mulher que estava inclusive com uma filha de colo quando foi atacada. Uma guarnição da Polícia Militar evitou o linchamento do criminoso afastando os mais de cincoenta agressores que batiam com pedaços de pau.

Os policiais acionaramo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) qwue enviou uma equipe ao local do espancamento e levou o bandido desmaiado para o HPS. Algumas pessoas disseram que a revolta foi maior ainda porque o assaltante não respeitou nem mesmo a criança de poucos meses de vida que a mãe levava nos braços.

Um segundo homem teria participado da tentativa de assalto mas conseguiu fugir, mesmos sendo perseguido pelos moradores. De acordo com informação da equipe do Samu que atendeu a ocorrência, o bandido espancado tinha graves hematomas, um profundo golpe na cabeça e tudo indicava que sofreu traumatismo craniano.

ATENÇÃO! IMAGEM FORTE!

Foto: Divulgação / Portal do Zacarias



(Foto: Divulgação/Seic)

Operação do Centro de Inteligência da SSP do Maranhão em conjunto com Seic prendeu em Imperatriz Antônio Erasmo da Silva Santos em Imperatriz.


 

Operação do Centro de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA) em conjunto com a Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic) prendeu na cidade de Imperatriz, a 626 km de São Luís, o assaltante de banco Antônio Erasmo da Silva Santos, de 24 anos, em cumprimento ao mandado de prisão expedido pela Primeira Vara Criminal da Comarca de São Luís.

Antônio Erasmo, que também é conhecido como “Júnior”, é acusado de integrar uma organização criminosa que realizou o assalto ao Banco do Brasil da cidade de Itinga do Maranhão no último dia nove de maio deste ano.  Além deste crime, Antônio Erasmo da Silva Santos possuía antecedentes criminais por porte ilegal de arma de fogo e formação de quadrilha.


Bonifácio Sousa Rolim Junior, o “Tripa”, como é conhecido em Coroatá-MA, mais uma vez tentou assaltar uma residência, agora no município de São Mateus-MA. O que ele não esperava era a reação de populares que conseguiram detê-lo e revoltados com a audácia do indivíduo lincharam o mesmo.
“Tripa” havia sido preso no dia 8 de setembro e conseguiu fugir da delegacia de Coroatá horas depois. Ele estava escondido em São Mateus onde continuou a praticar crimes.
Bonifácio tem uma vasta ficha criminal, principalmente por arrombamento a residências. Talvez pela certeza que continuará solto, o indivíduo não se intimida com ameaças e continua desafiando as autoridades policiais.
Do Blog Erico Polêmico

Foto: Divulgação

O homem foi atingido com facadas por todo o corpo e morreu no local

Um homem foi assassinado com facadas no começo da manhã deste sábado, (16/09)em uma das esquinas da rua Lobo D’Almada no Centro de Manaus.

O homicídio seria o resultado da rixa pessoal entre viciados que “perambulam” noite e dia na área central.

 

Segundo testemunhas, antes do homem ser assassinado com os golpes de faca, ele foi imobilizado e espancado por um grupo de cinco elementos desconhecidos.

Policiais civis da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) e policiais militares da 24ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), prenderam suspeitos de participação no crime, mas estas autorias ainda não foram confirmadas.

Vendedores ambulantes que trabalham naquela área do Centro de Manaus disseram que o homem assassinado sempre era visto andando na área, com aparência de drogado.

Os peritos do Instituto de Criminalística informaram no local do crime que a vítima recebeu sete facadas no peito, barriga e pescoço.

A vítima tinha em torno de 20 anos de idade e foi removida do local por volta das 08h pela equipe do Instituto Médico Legal (IML)

Fonte: Portal do Zacarias


Foto: Divulgação

Anderson “Tatu” foi bastante violento com as mulheres e com a criança

Um bebê com pouco mais de um ano de idade escapou de ser degolado pelo usuário de drogas e assaltante Anderson Felipe Chagas dos Santos, 25, vulgo “Tatu”, na madrugada deste sábado, 9, na Rua Murupi, bairro do Jorge Teixeira, quarta etapa, Zona Leste de Manaus.

Passavam das 2h30 quando o criminoso arrombou uma janela dos fundos e entrou na casa onde estavam dormindo a mãe e duas tias do bebê. Ele acordou as três mulheres, as amarrou e em seguida esfaqueou cada uma delas, para obrigá-las a dizer onde tinham dinheiro e jóias.

 

Sangue e cordas usadas para amarrar as três vítimas do assalto

De acordo com as vítimas, além de tentar estuprar uma delas, o assaltante, armado com uma faca, se aproximou do bebê que estava dormindo no berço e ameaçou cortar seu pescoço se as três mulheres gritassem por socorro e chamassem a atenção dos vizinhos.

Depois do roubo e dos atos violentos cometidos no interior da casa que invadiu, Anderson “Tatu” fugiu do local, mas foi preso cerca de uma hora depois por uma guarnição da 14ª Companhia Interativa Comunitária. A mãe do bebê e suas irmãs pediram ajuda dos vizinhos e telefonaram para a polícia.

 

Faca usada no crime, celulares, relógio e algumas joias roubadas por “Tatu” (Foto: Divulgação)

O assaltante foi localizado no começo do bairro. Quando viu os policiais, ele correu para dentro de um terreno baldio e tentou fugir do flagrante.

 

“Tatu” foi preso, e dentro de uma mochila que levava nas costas os policiais encontraram a faca usada no assalto, os telefones celulares das vítimas e algumas jóias roubadas.

 As vítimas sofreram cortes de faca em algumas partes do corpo e tiveram de ser atendidas por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

O assaltante foi apresentado no 14º Distrito Integrado de Polícia (DIP) e neste domingo de manhã seguiria para o Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM).

Z Noticias