O assaltante Eliomar da Silva Fonseca, 21, vulgo “Leleco”, e uma adolescente de 16 anos foram apresentados à imprensa nesta quinta-feira, 11, pelo delegado titular Adriano Félix, na Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD), com sede no bairro da Alvorada 2, Zona Centro-Oeste de Manaus.

Lely Braga foi assaltada e morta (Foto: Divulgação)

Os dois estão envolvidos diretamente no latrocínio que teve como vítima a idosa Lely Braga de Almeida, de 83 anos, ocorrido no dia 22 de dezembro de 2017.

O assassinato aconteceu durante um assalto em sua casa, onde também mantinha um comércio de estivas em geral, no bairro da Colônia Terra Nova, na Zona Norte.

“Leleco” e a adolescente confessararam que pularam o muro dos fundos da casa da idosa, com a intenção de roubar. Eles disseram que usaram máscaras feitas com meias para não serem reconhecidos, e depois de pegarem a quantia de R$ 500 reais da vítima, arrastaram Lely Braga para o quintal, amarraram-na e depois a mataram.

Primeiramente “Leleco” amarrou a vítima e em seguida a adolescente agrediu e matou a idosa. “A menor diz que enforcou e depois aplicou pauladas na cabeça da comerciante, um ato criminoso de extrema covardia pela idade avançada da vítima e pelo fato de ela não ter reagido”, disse o delegado Adriano Félix

Uma denúncia anônima ajudou os policiais da DERFD na elucidação do latrocínio.

Fonte: Portal do Zacarias