Na manhã deste sábado (09), a Equipe de Policiais da 3°DRPC – Chapadinha através da Delegacia Especial da Mulher -DEM, cumpriu Mandado de Prisão Preventiva e Busca e Apreensão domiciliar contra Roberto Wellington Felix da Silva, em razão da suspeita de que o mesmo seja autor de uma série  de estupros e tentativas de estupros praticado em Chapadinha e cidade vizinha.
Os fatos criminosos aconteceram em série entre meados do mês de Outubro de 2017 a maio de 2018. E em resposta a Polícia Civil do MA, efetuou a prisão do suspeito com êxito.

 

Na casa do autor foi apreendido uma motocicleta pop de cor branca, chassi 9C2JB0100GR054988, ano/modelo 2015/2016, sem placa; um capacete rosa da marca TAURUS e uma camisa preta da FORMAV, formação  de vigilantes, todos objetos reconhecidos pelas vitimas e que colocam o suspeito diretamente nas  cenas dos crimes. O mesmo será encaminhado à UPR de Chapadinha e colocado à disposição da justiça.

ASCOM/SSP 


 

O município de Chapadinha já tem os seus pré-candidatos aos cargos de deputado estadual e deputado federal.

Tratam-se da médica Thaiza Hortegal (PP) e do empresário Eduardo Sá (PHS), cuja parceria política foi confirmada recentemente.

A dobradinha vitoriosa, tendo Thaiza como pretendente a uma vaga na Assembleia e Sá a uma para Câmara, respectivamente, ocorreu graças a uma articulação bem-sucedida patrocinada pelo prefeito da cidade de Pinheiro, João Luciano (PP).

Thaiza, além de ser primeira-dama de Pinheiro e possuir relevantes serviços prestados à municipalidade no setor da saúde, é filha do atual vice-prefeito de Chapadinha, Talvane Hortegal, que está dedicando apoio incondicional a pré-candidatura da jovem médica.

Conhecido na região como “Mão Santa”, Talvane é considerado um dos melhores cirurgiões do estado. Na última eleição ele concorreu a deputado federal, conquistando mais de 23 mil votos; consolidando-se como uma das maiores e mais respeitadas lideranças políticas de Chapadinha e municípios próximos.

Quem também terá lugar garantido e assegurado nos palanques de Chapadinha é o deputado federal Waldir Maranhão (PSDB).

O empresário, que lidera as pesquisas em Chapadinha, e a jovem a médica estão unidos para este pleito cheios de disposição e projetos que correspondem com o cenário atual do estado do Maranhão e do país; tanto a região do Baixo Parnaíba, quanto na região da Baixada sofrem com a falta de representatividade política nas esferas estadual e federal; buscando suprir essa necessidade da população, os dois estão unidos por um Maranhão mais desenvolvido com a certeza que esse desenvolvimento será alcançado com a renovação por políticos engajados e comprometidos com o povo.

Com informações: Blog  


Vice-prefeito Talvane Hortegal quer saber para onde está indo seu salário

O prefeito de Chapadinha Magno Bacelar terá que se explicar ao Ministério Público a respeito do destino dos salários do vice-prefeito da cidade, médico Talvane Hortegal. Ocorre que desde agosto do ano passado, o pagamento do vice não tem sido feito e ninguém sabe dizer para onde está indo.

Antes disso, mais especificamente até julho de 2017, os salários estavam sendo depositados na conta do vice que, desde quando assumiu o mandato, solicitou que os valores fossem doados integralmente a instituições filantrópicas do município, sendo elas a APAE, a Associação dos Idosos Motinha e o Boa Vontade.

A decisão, segundo Hortegal, aconteceu em razão dele já prestar serviços como médico da cidade e também como uma forma de ajudar mais diretamente as instituições.

Assim que tomou conhecimento de que o dinheiro estava sendo colocado em sua conta, o vice-prefeito procurou o prefeito de Chapadinha para esclarecer a situação. Na época, ele estava há dois meses sem receber salário como médico.

Os valores depositados indevidamente em sua conta, de acordo com ele, serão devolvidos, junto ao Ministério Público, às entidades. Os honorários como médico serão cobrados na Justiça.

Agora resta saber cadê os oito meses de salários do cargo de vice-prefeito que não têm sido pagos. Desde que foi descoberta a confusão dos salários, o prefeito Magno Bacelar e a primeira-dama Danúbia não recebem mais o Dr. Hortegal e sumiram da cidade.

A situação é grave e precisa ser esclarecida pela atual gestão com urgência. Fica o alerta ao órgãos de fiscalização sobre a confusão que ocorre em Chapadinha.

Em tempo: no documento abaixo, a secretária de Administração do município, Ana Vilela, confirmou que o vice-prefeito, conforme havia afirmado, não recebe qualquer remuneração elo cargo ocupado.

Com informações: Blog do Luis Pablo