Deputado Wellington vistoria escola pública e comprova mais uma propaganda enganosa de Flávio Dino

Por meio do Projeto “De Olho nas Escolas”, o deputado estadual Wellington do Curso visitou o Centro de Ensino Coelho Neto, escola da Rede Pública Estadual, localizada no Turu, em São Luís-MA. A visita de inspeção foi feita após vários estudantes irem até à Assembleia externar a precária situação em que a escola se encontra, nesta quinta (11).

Ao avaliar o caso, constatou-se que a escola, onde nem a biblioteca funciona por falta de estrutura. O investimento de mais de R$ 57mil para a última reforma feita pelo “Governador da Propaganda”, que ninguém viu onde de fato foram aplicados.

“Recebemos essa denúncia dos alunos e fomos até a escola constatar a realidade. No local, mato em toda a área externa; 80% das carteiras em situação precária; goteiras; biblioteca desativada por falta de estrutura; consultório odontológico sem funcionar há 03 anos e um prédio que, nem de longe, parece ter sido reformado. Na publicidade enganosa de Flávio Dino, essa escola consta na propaganda de mais de 800 escolas reformadas. Já recebeu mais de R$ 57 mil reais. Fica o questionamento: onde aplicaram esse recurso? Para pintar o muro? Professores e alunos querem saber. Essa é mais uma manipulação do governador da propaganda. Já encaminhamos o relatório ao Governo para que se pronuncie sobre o caso. Além disso, iremos apurar até identificar o real destino desses recursos” ,disse o professor e deputado Wellington.


Foto-legenda - O deputado reiterou que o governo Flávio Dino está muito bem avaliado na maioria dos municípios e que a oposição deve saber disso O deputado reiterou que o governo Flávio Dino está muito bem avaliado na maioria dos municípios e que a oposição deve saber disso

Publicado em

Fonte- Blog da Silvia Tereza

O deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) rebateu, na sessão desta terça-feira (04), críticas da oposição quanto ao resultado positivo das eleições municipais para o grupo político do governador Flávio Dino (PCdoB) no Maranhão. Na tribuna, ele voltou a fazer uma análise dos números de prefeitos eleitos de cada partido e disse que os adversários estão desesperados.

“Então, o que a oposição saudosista tenta passar, nada mais é do que o desespero de quem sentiu que nas urnas o povo do Maranhão continua sinalizando no sentido da construção de um Estado diferente”, comentou.

Segundo Othelino, o Partido Verde, praticamente, foi extinto do mapa eleitoral do Maranhão, uma sigla que teve vários prefeitos eleitos, restaram apenas sete. O PMDB, que já foi o maior partido do Maranhão, que teve 47 prefeitos eleitos em 2012, terminou com 23 nessas eleições de 2016. “Isso sem contar com os outros partidos que compuseram a base do antigo governo e que foram, de forma flagrante, rejeitados nas urnas”, frisou.

No caso de Codó, de acordo com Othelino, o candidato do PCdoB perdeu a eleição para o eleito Francisco Nagib, que é do PDT, partido hoje da base do governador Flávio Dino. “Foi uma opção política que ele fez de vir para a base do governador. Quer dizer, então, que quando a análise favorece aos interesses de vocês de querer diminuir a vitória do nosso campo político, então vocês fazem esse tipo de conto?”, indagou ao alfinetar a oposição.

Sobre o resultado da eleição em Coroatá, Othelino disse que a queda do grupo Murad  teve um efeito muito simbólico, assim como em Peritoró e Alto Alegre também, uma outra baixa da mesma força familiar. Segundo ele, caiu uma oligarquia que mandava e desmandava naquela região.

Avaliação do governo

O deputado reiterou que o governo Flávio Dino está muito bem avaliado na maioria dos municípios e que a oposição deve saber disso, pois manda fazer pesquisas. Para o deputado, se somados PCdoB, PDT, PSDB e outras siglas aliadas, pode-se ver que foi uma avassaladora vitória dos partidos do campo do governo Flávio Dino.

Othelino disse que a oposição faz agora uma leitura saudosista, de quem sabe que perdeu o mando e que não mais vai recuperar. “O povo do Maranhão fez com que o grupo, que comandava o Estado até 2014, ficasse pequeno demais, minúsculo, e algumas pessoas, alguns políticos que eram aliados de vocês optaram por esse novo campo por entender a mensagem do povo e são bem-vindos aqui. Então, fiquem, parem com esse discurso porque isso não cola, basta ver a boa avaliação do governador Flávio Dino”, finalizou.


  1. Faço mudanças na equipe de governo sempre levando em conta novos desafios e metas que cada conjuntura oferece.

  2. A enfermeira Dra Karla Trindade, que era a Secretária de Articulação de Políticas Públicas, passa a ser a subsecretária de Saúde.

  3. O Dr. Carlos Lula é o novo secretário de Saúde. O Dr. Marcos Pacheco é o novo Secretário Extraordinário de Articulação de Políticas Públicas


NETO V

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO MARANHÃO

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DO DEPUTADO OTHELINO NETO

DATA -11/11/2015

  Othelino Neto: “Aquela obra não tem um dono, ela é do povo de Bequimão, das milhares de pessoas, de mais de uma dezena de povoados que serão beneficiados”

O deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) destacou, na sessão desta quarta-feira (11), ações do governo Flávio Dino (PCdoB) na Baixada Maranhense, como o andamento das obras da ponte do Balandro, em Bequimão, e o início do programa “Mais Asfalto” em Pinheiro. “Vi a alegria estampada nos rostos das pessoas pelas importantes conquistas na região que já foi beneficiada também com a inauguração do hospital Dr Jackson Lago com sede em Pinheiro, mas que atende diversos municípios”, frisou.

O parlamentar disse que, inicialmente, o governo do Estado disponibilizou oito quilômetros de asfalto para o município de  Pinheiro que sofre com buracos, embora isso seja de responsabilidade da Prefeitura. O deputado destacou também que o secretário estadual de Infraestrutura, Clayton Noleto, representando o governador Flávio Dino, foi também a Santa Helena levar o programa de pavimentação.

Othelino lamentou o fato de aqueles que, no passado, trabalharam contra a ponte do Balandro, agora tentarem se tornar padrinhos dessa obra. Ele afirmou que soube por aliados locais que o prefeito de Bequimão, Zé Martins, anda espalhando na cidade que aquilo é uma conquista da gestão dele, querendo passar uma falsa impressão à população.

“Aquela obra não tem um dono, ela é do povo de Bequimão, das milhares de pessoas, de mais de uma dezena de povoados que serão beneficiados. Mas se tem alguém que não tem crédito por aquela obra é o atual prefeito de Bequimão que nunca lutou por isso. É uma obra do governo do Estado, desejada e sonhada pela população”, enfatizou.

Lendas e realização

Othelino disse que uma série de lendas rondam a ponte do Balandro, pois ela foi prometida por vários governos, em período de eleição, mas nunca havia sido concluída. “Na população de Bequimão, já existia um descrédito com relação àquela obra. Conversando com o governador Flávio Dino, ele nos dizia que, já em 2010, esteve lá e ouviu a reivindicação das pessoas. E chegou, inclusive, a ir à Ponte do Balandro para olhar o retrato do descaso, da falta de compromisso de quem, até outro dia, mandava no Maranhão”, comentou.

O deputado afirmou que, em 2014, quando o governador Flávio Dino, à época, candidato, retornou a Bequimão, novamente, encontrou a Ponte do Balandro na mesma situação. A obra estava parada e a empresa licitada não respeitava o contrato, penalizando a população.

“O certo é que, para o bem do povo de Bequimão, aquela ponte agora está sendo construída porque foi preciso um governo popular e democrático, que não fosse só mídia, para que pudesse realizar esse projeto e, finalmente, construir a tão sonhada ponte do Balandro, no município de Bequimão”, afirmou.

O deputado disse que, há muitos anos, lideranças locais de Bequimão, município que é uma de suas bases eleitorais e que lhe deu votações expressivas, lutam pela realização da ponte do Balandro. “Lembro-me bem do empenho do ex-prefeito Diniz, cobrando a conclusão daquela obra, dos vereadores Nestor, Sassá, Elanderson, do então vice-prefeito Cesar Cantanhede, do ex-prefeito Leonardo Cantanhede e de outros pela conclusão daquela ponte que agora está finalmente acontecendo”, afirmou.


O deputado registrou também a inclusão do município no programa “Mais Asfalto” com 10 Km de pavimentação e a inauguração do Centro de Especialidades Médicas

Othelino Neto, que também participou da audiência, enfatizou, durante o pronunciamento, que a estrada de 60 Km beneficiará também outros municípios maranhenses, como São Roberto, Lago da Pedra, Esperantinópolis, Lagoa Grande e Pedreiras. “Sonho de décadas, essa obra terá grande impacto regional, facilitando o escoamento da produção e, consequentemente, estimulando a economia da região. Recebi com grande alegria o anúncio desta obra”, disse o deputado.O deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) destacou, na sessão desta quarta-feira (04), o anúncio do lançamento do edital para licitar a obra de construção da MA-012 que liga Barra do Corda a São Raimundo Doca Bezerra, durante audiência entre o governador Flávio Dino (PCdoB) e o prefeito Eric Costa (PCdoB), no Palácio dos Leões. O parlamentar registrou também a inclusão do município no programa “Mais Asfalto” com 10 Km de pavimentação e a inauguração do Centro de Especialidades Médicas.

Durante a audiência, que também contou com a presença do secretário estadual de Articulação Política, Márcio Jerry, Flávio Dino reiterou a importância da política de diálogo constante com os gestores municipais, como estratégia para conhecer os pleitos e demandas de cada município, e, assim, levar o desenvolvimento necessário.

“Quero reafirmar o compromisso de fazer com que Barra do Corda receba os serviços públicos que são essenciais para que a população viva com mais dignidade”, destacou o governador.

Obras para Barra do Corda

O Centro de Especialidades Médicas, que será inaugurado em dezembro, realizará atendimento clínico, em neurologia e cardiologia clínica, endocrinologia e ortopedia à população da cidade e dos municípios vizinhos. O governador anunciou, ainda, a pavimentação de 10km de ruas e avenidas de Barra do Corda, com as obras do programa ‘Mais Asfalto’.

“Também uma grande novidade é o início da licitação para a MA-012, que liga Barra do Corda até o município de São Raimundo do Doca Bezerra, um sonho antigo da região.  Hoje mesmo autorizei o lançamento do edital de licitação da obra”, anunciou Flávio Dino, que atendendo ao pleito do prefeito, garantiu o envio de uma equipe da Caema para reconhecer os problemas de captação e abastecimento de água em Barra do Corda.

O prefeito da cidade avaliou positivamente o encontro com o governador. “Superou todas as nossas expectativas. Nós tivemos a feliz notícia de que Barra do Corda será contemplada com algumas obras que vem melhorar em muito a qualidade de vida do nosso povo. Hoje o governador já anunciou e ratificou compromisso com a nossa região, levando obras importantes”, relatou Eric Costa.


 

 

 

 

 

 

LEONARDO MAIS FLAVIOPARABÉNS, SERVIDOR! Neste dia 28 de outubro, parabenizo todos os servidores públicos brasileiros, em especial do nosso querido Maranhão e da Assembleia Legislativa, por esta data toda especial. Expresso aqui meu agradecimento e o meu reconhecimento aos servidores efetivos, comissionados, requisitados e aposentados pelo que representam para o nosso desenvolvimento. Eles são, exatamente, os elementos necessários e imprescindíveis ao Serviço Público e ao crescimento do nosso Estado. FELIZ DIA, SERVIDOR!SERVIDOR PUBLICOSERVIDOR PUBLICO II


BLOG DA SILVIA TERESA

Anúncio de obras de infraestrutura para a região dos Lençois Maranhenses foi feito neste final de semana em Paulino Neves e em Tutoia

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), anunciou, neste final de semana, ações estruturantes para a região dos Lençóis Maranhense, entre elas a obra que interligará os municípios de Paulino Neves e Tutoia, orçada em R$ 6 milhões. Serão investidos mais de R$ 7 milhões em Infraestrutura nos dois municípios.

Flávio Dino – que estava acompanhado dos deputados Othelino Neto (PCdoB), Humberto Coutinho (PDT) e Levi Pontes (SD), além de secretários estaduais –  ressaltou que as ações do governo para a região pretendem, além de melhorar a qualidade de vida da população, potencializar o turismo, fortalecendo a economia regional, promovendo justiça social e diminuindo as desigualdades.

A previsão do governo Flávio Dino é de que, até o final deste ano, sejam pavimentados 723 km de ruas e avenidas em 107 municípios do Maranhão. Em Tutoia e Paulino Neves, o governador vistoriou as obras das adutoras que garantirão o abastecimento pleno de água nos municípios. A atual gestão encontrou as obras paradas e este ano retomou a reconstrução da rede de distribuição de água para a região.

A ida do governador aos municípios de Tutoia e Paulino Neves também foi marcada por ações de cidadania. O presidente da Associação dos Pequenos Produtores Rurais de Lagoinha, Erivaldo Silva, comemorou a entrega dos títulos de regularização fundiária.


Rejeitado requerimento de Adriano Sarney para envio de tropas federais ao MA

02/06/2015 17:11:21 – Agência Assembleia

 

 

O Plenário rejeitou, na sessão desta terça-feira (2), o Requerimento Nº 264/2015, de autoria do deputado Adriano Sarney (PV), que pedia que fosse encaminhado ofício ao governador Flávio Dino, para que fosse protocolado pelo Poder Executivo, junto ao Ministério da Justiça, um pedido de apoio de tropas federais, com base no Decreto Nº 5.289/04, posteriormente atualizado pelo Decreto Nº 7.957 de 2013.

 

Este Decreto, em seu Artigo 4º, prevê que “a Força Nacional de Segurança poderá ser empregada em qualquer parte do território nacional, mediante solicitação expressa do respectivo governador do Estado, Distrito Federal ou de ministro de Estado”.

 

No requerimento, Adriano Sarney argumentava a necessidade da Força Nacional, com o objetivo de “suprimir a crescente onda de insegurança no Maranhão, provocada por sucessivas mortes de militares e civis, fugas de presídios, chacinas, armas extraviadas e baixo efetivo policial”.

 

Ao fazer na tribuna a defesa de sua proposição, o deputado Adriano Sarney argumentou que o governador Flávio Dino e o secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela, teriam afirmado em rede nacional, na mídia local, nas redes sociais e em eventos públicos que o efetivo policial do Maranhão é o menor do Brasil.

 

“Aqui não se trata de colocar a culpa em governos passados ou em governos atuais, aqui se trata de consertar o problema atual: a violência nas ruas; a insegurança nas ruas, o sentimento de insegurança que existe hoje nas ruas, tanto na nossa capital quanto no nosso interior. A vinda das tropas federais para o Maranhão vai provisoriamente tapar essa lacuna do nosso sistema de segurança. Não temos tempo para contratar, não temos tempo para efetivar novos policiais militares”, declarou Adriano Sarney.

 

Ele acrescentou que o governador Flávio Dino está mostrando boa vontade, “apesar de viver muito no seu mundo virtual, mas está mostrando boa vontade ao chamar excedentes do concurso que foi feito no governo Roseana Sarney, mas não é o suficiente. Este ano não vamos ter nenhum policial a mais na rua. Este ano – vamos usar a racionalidade -, não vamos ter nenhum policial a mais na rua, pelo contrário, os policiais que estão se aposentando vão sair. O nosso efetivo este ano vai diminuir”.

 

Discursando na tribuna, Adriano Sarney pediu apoio à aprovação do requerimento de sua autoria: “Quero que vossas excelências parem, fechem os olhos e imaginem como seria a nossa capital com esse efetivo a mais, até que a gente ganhe tempo para que o governador Flávio Dino consiga efetivamente colocar nas ruas os policiais que ele tanto quer treinar e que ele tanto quer colocar nas ruas. Não sei se vai conseguir, mas até que ele consiga, nós precisamos que as forças federais estejam aqui”, frisou Adriano Sarney, em seu pronunciamento.

 

Os argumentos apresentados por Adriano Sarney, e reforçados por discursos dos deputados Edilázio Júnior e Júnior Verde, foram contestados pelo líder do Governo, Rogério Cafeteira, e pelo deputado Othelino Neto. Ao final da votação, o requerimento de Adriano Sarney foi rejeitado com o total de 15 votos; apenas sete parlamentares votaram a favor da proposição.


O deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) abriu um extenso debate, na sessão desta segunda-feira (01), com outros parlamentares sobre Segurança Pública. Ele iniciou o pronunciamento reiterando que o governo Flávio Dino está voltado, sim, também para o combate à criminalidade no Estado e citou investimentos, entre eles o aumento do efetivo de militares, reaparelhamento da polícia, etc, medidas tomadas já no início da nova gestão.

Othelino disse que confia e acredita na Polícia Militar do Maranhão. Segundo ele, para evitar fatos lamentáveis como o ocorrido em Vitória do Mearim, é preciso que os futuros policiais que foram convocados sejam treinados para compreender qual é o papel de um PM. “São as polícias Militar e Civil, que são responsáveis pela Segurança Pública do Maranhão, e esses profissionais têm que ser valorizados e agora, neste governo, estão sendo reconhecidos, não só com o chamamento de novos policiais, mas com a aquisição de viaturas, armamentos, etc”, comentou. Durante o pronunciamento, Othelino disse ter certeza de que o governador Flávio Dino (PCdoB) desaprova toda e qualquer frase ofensiva de secretário do governo contra qualquer parlamentar.

Ele disse que o chefe do Executivo é um homem de posições muito claras e não é um político que fica em cima do muro, mas, sempre que se refere à Assembleia Legislativa e aos deputados o faz com todo respeito. O parlamentar lembrou, inclusive, que o chefe do Executivo já esteve na Casa mais de uma vez, onde enfatizou a importância da oposição no parlamento.

Segundo o deputado do PCdoB, quem diz que o atual governo não investe em Segurança Pública está movido por uma extrema má vontade política, porque, no primeiro dia de governo, Flávio Dino já anunciou as medidas imediatas para melhorar o sistema e reduzir os índices de violência. De acordo com o parlamentar, foram convocados, inicialmente, mil policiais. “Ninguém aqui em sã consciência há de considerar que a Segurança Pública do Maranhão está do jeito que nós queremos. O que nós desejamos é que chegue a um ponto em que não tenhamos homicídios ou tragédias como aquela ocorrida em Panaquatira”, disse Othelino, durante o pronunciamento que recebeu apartes dos deputados Marco Aurélio (PCdoB), Levi Pontes (SD), Eduardo Braide (PMN), Edilázio Júnior (PV), Zé Inácio Rodrigues (PT), Rigo Teles (PV), Júnior Verde (PRB) e Fernando Furtado (PCdoB) . Treinamento Na tribuna, Othelino reiterou o comentário que fez na semana passada de que não se pode colocar a arma na cintura de mil pessoas, que passaram no concurso da Polícia, e entregar uma carteira de policial e colocá-lo na rua sem treinamento, pois isso iria expor a vida do profissional e a sociedade, porque eles não estarão ainda preparados para executar a função. Segundo o deputado, a capacitação já começou. Dos mil militares que já foram convocados, apenas cerca de 350 chegaram aptos a fazer o curso. “Foram chamados outros para que pudessem completar os primeiros mil, tal qual anunciou o governador Flávio Dino. Então, isso aí é fato concreto. Não adianta tentar desdizer o que é óbvio”, disse Othelino. O deputado afirmou que não dá para esperar que esses policiais já estejam na rua no dia seguinte. Segundo o parlamentar, até o final do ano, após concluírem o curso, aqueles que estiverem aptos vão para as ruas aumentar o contingente.

“Não se muda a situação da Segurança Pública do dia para a noite. Isso é um processo que está acontecendo, claro que todos nós temos pressa”, frisou. Governo de Roseana Durante o pronunciamento, Othelino voltou a criticar o estado em que o Maranhão foi entregue pelo grupo Sarney. “Foi uma condição vexatória. Nós viramos notícia nacional durante vários anos por conta da total ausência do governo na Segurança Pública. O ex-secretário Aluísio Mendes mais se preocupava em fazer campanha do que, propriamente, chefiar e comandar o sistema. E a ex-governadora Roseana Sarney, essa nem se fala, deixou de governar muito antes de terminar o mandato dela”, disse. Segundo o deputado, as dificuldades enfrentadas hoje na Segurança são frutos de políticas públicas equivocadas, comandadas pelo grupo que saiu do poder em 31 de dezembro. “Sei que alguém vem depois e vai dizer: parem de olhar para o passado, mas não dá para parar, pois não é possível compreender o presente sem conhecer o passado”, afirmou.


O deputado OtCONFERENCI IIhelino Neto (PC do B) Participou na  data de ontem 08/05,  do ato político de abertura da Conferência Estadual do PCdoB, no auditório Fernando Falcão da Assembleia Legislativa, com a presença do governador Flávio Dino e da deputada federal Luciana Santos, de Pernambuco, que assumirá a presidência nacional do partido.CONFENCIA IIICONFERENCA