Dois homens, cada um com um tiro na cabeça e outro nas costas, foram executados e seus corpos foram jogados em uma lixeira da Avenida Flamboyant, estrada que conduz ao Distrito Industrial 2, na Zona Leste de Manaus, no começo da madrugada desta sexta-feira.

Desta vez quem encontrou os corpos não foi nenhum morador da área, como sempre acontece em casos de encontro de cadáver, mas sim uma guarnição da 14ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), que patrulhava aquela área da Zona Leste e se deparou com o duplo homicídio.

Um dos homens executados tinha idade aproximada de 30 anos e o outro, logo ao lado do primeiro, segundo a polícia não possuía mais de 20 anos de idade, tinha uma tatuagem em forma de dragão em um dos antebraços e estava com as mãos amarradas para trás.

 

O local onde os corpos foram jogados é  bastante escuro durante a noite

Num primeiro momento, a polícia segue novamente a possibilidade do duplo homicídio ser mais um resultado sangrento da guerra entre traficantes de drogas como vem acontecendo quase todos os dias em bairros e zonas diferentes da capital.

Os corpos foram removidos do local e até a metade da manhã ainda não havia identificação de nenhuma das vítimas, de acordo com funcionários da recepção do órgão.

A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) deve investigar o caso.

ATENÇÃO! IMAGEM FORTE!

Foto: Divulgação Portal do Zacarias


O corpo de um homem ainda não identificado foi encontrado no início da manhã deste domingo (13), na Avenida Abiurana, próximo a uma fábrica no Distrito Industrial, Zona Sul de Manaus.

De acordo com informações da 7ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), uma denúncia anônima realizada por volta das 5h30 informou a localização do corpo.

O Departamento de Polícia Técnico Científica (DPTC) afirmou que a vítima possuía oito perfurações causadas por disparos de pistola ponto 40, que atingiram a cabeça e o tórax.

Nenhum documento de identificação foi encontrado junto ao corpo, que foi conduzido ao Instituto Médico Legal (IML).

O homem possui idade entre 16 e 20 anos, vestia bermuda jeans e camisa vermelha escura.

A Polícia Civil investiga o caso.

 

 


Guerra entre traficantes de drogas  continua sangrenta : Foto /Divulgação)

O usuário de drogas Leonardo Uchoa Oliveira, 19, foi assassinado com dez tiros de pistolas no começo da madrugada desta terça-feira, 23, por um grupo de homens que invadiu sua casa na Rua Projetada 4, bairro de Santo Agostinho, Zona Oeste de Manaus.

 

A porta dos fundos do imóvel foi arrombada com chutes e tiros na fechadura segundo um dos membros da família do rapaz assassinado. Ele também foi ameaçado de morte, mas foi poupado pelos criminosos quando um deles confirmou que Leonardo já estava morto.

 

Um dos vizinhos de Leonardo relatou aos policiais da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) que os autores do crime chegaram ao local em um carro Fiat Siena.

 

Os três já desceram do veículo empunhando armas de fogo.

 

Um perito do Departamento de Polícia Técnica e Científica (DPTC) examinou o corpo e revelou que os tiros atingiram a cabeça, peito, abdômen e as costas do usuário de drogas.

Uma investigação foi iniciada na DEHS e o nome de pelo menos um traficante que vinha ameaçando Leonardo de morte foi repassado aos policiais.


Três pessoas foram assassinadas a tiros na noite desta segunda-feira, em Manaus. Dois na Zona Leste e um na Zona Norte.

O primeiro homicídio ocorreu por volta das 21 horas, no bairro do Coroado.

A vítima foi identificada apenas pelo nome de “Jhony” e usava tornozeleira eletrônica quando foi morto.

Ele morava na rua Flávio Costa, uma das ruas com mais ocorrências de tráfico de drogas no bairro do Coroado.

O segundo assassinato ocorreu no bairro Amazonino Mendes, mais conhecido como “Mutirão”, e teve como vítima um homem chamado “Sueco”, que seria traficante de drogas.

O terceiro homicídio foi registrado no bairro do Novo Israel. Sem mais informações no momento. Um vídeo (veja abaixo) mostra o corpo da vítima logo após sua morte.

ATENÇÃO! IMAGENS FORTES!

Imagens do assassinato no bairro do Coroado:

 

 

 

 

 

 

Imagens do assassinato no Mutirão:

 

 

 

“Sueco” tinha envolvimento com o tráfico de drogas

 

 

Imagens do assassinato no bairro do Novo Israel:

 

 Com informações: Portal do Zacarias

Quatro tiros de pistola calibre 9 milímetros, todos atingindo a cabeça, foi como morreu um homem com o nome ainda desconhecido, 20 anos de idade aproximadamente, trajando no momento de sua execução, calção amarelo com listras pretas e camisa azul de meia.

O homicídio aconteceu na primeira hora da madrugada desta segunda-feira, 19, na Rua Osvaldo Aranha, bairro de Santo Antônio, Zona Oeste de Manaus e segundo já foi apurado na investigação da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros, o local do crime é considerado como ponto movimentado de venda de drogas.

Testemunhas do crime contaram que momentos antes de morrer o homem foi visto na esquina da rua, com um cigarro de maconha acesso em uma das mãos e como parecia estar bastante entorpecido, ele não se importava com as pessoas que passavam pela rua e observavam a prática de seu vício.

Um morador que viu o crime da janela de sua residência disse que dois homens apareceram rapidamente no local, a pé, discutiram com o usuário de droga e logo em seguida um deles sacou a pistola da cintura e fez os quatro disparos fatais contra a cabeça da vítima que morreu na hora enquanto a dupla criminosa fugia correndo do local.

O cadaver foi removido por volta de 1h30 pela equipe do Instituto Médico Legal. Policiais do 5º Distrito Integrado de Polícia (DIP) confiram que a área é vermelha e que o homem seria um vendedor e usuário de drogas que pode ter se endividado com traficantes a acabou assassinado. 

 

Fotos: Divulgação  Portal do Zacarias


O acusado de trafico de drogas identificado até o momento pela polícia com o apelido de “Velho”, 38, foi assassinado a facadas e tiros na cabeça e peito, no começo da madrugada desta sexta-feira, 16, em um beco do bairro de São Francisco, na Zona Sul de Manaus.

Uma única testemunha do crime localizada pela equipe da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) contou que estava na janela de sua casa fumando um cigarro àquela hora da madrugada quando viu três homens espancando, atirando e dando facadas no traficante.

“Velho”, como seu próprio apelido traduz, era um velho conhecido da polícia, com várias entradas em delegacia pelo crime de porte e comercialização de substâncias entorpecentes, tendo inclusive uma prisão em flagrante que o levou a cumprimento de pena em um dos presídios estaduais.

A hipótese mais provável para o assassinado do traficante é que ele teria passado a dever dinheiro para algum traficante mais forte que lhe fornecia droga e como sempre acontece nesse tipo de dívida contraída, o homem acabou pagando com a vida, salientou um dos policiais da DEHS.

Um perito do Instituto de Criminalística também confirmou que entre tiros e facacas, o traficante tinha mais de dez perfurações pelo corpo.

 

Uma equipe do Instituto Médico Legal (IML) também foi acionada e removeu o cadáver do local do crime.

 

ATENÇÃO! IMAGENS FORTES! 

 

 

Fotos: Divulgação Portal do Zacarias


O homem foi encontrado morto ao lado do vaso sanitário com muitos tiros pelo corpo

O Motel Pleno, que fica na Avenida Perimetral , bairro do Novo Aleixo, Zona Norte de Manaus, foi invadido por um grupo criminoso no final da noite de ontem, quarta-feira, 28, e um homem de 40 anos aproximadamente, que estava hospedado em um dos apartamentos, foi espancado e assassinado logo em seguida com 9 tiros de pistola calibre 380.

Funcionários do motel viram quando quatro homens chegaram em um carro Fiat Siena vermelho, que estava com as placas dobrada ao meio para não serem anotadas pelas testemunhas.

Os assassinos foram direto ao quarto onde estava hospedado o alvo.

A porta do apartamento foi arrombada a chutes e tiros na fechadura.

Tudo indica que o homem estava sozinho no momento de sua execução, mas a polícia recebeu informação de que ele teria recebido a visita de uma mulher no começo da noite. Câmeras de segurança do motel devem ajudar a identificar a pessoa que fez companhia ao homem e que pode ter participação no crime.

Guarnição da Polícia Militar foi aconada logo depois do assassinato

 

O motel foi invadido no final da noite pelo grupo assassino

 

Apartamento onde a vítima estava

teve a porta arrombada a tiros e chutes 

Equipe do IML removeu o corpo do homem morto no motel

Depois que os criminosos fugiram, os funcionários entraram no apartamento e encontraram o hóspede morto no banheiro com o corpo todo perfurado com tiros na cabeça, peito, abdôme e nas costas. Foram nove disparos de pistola no corpo, segundo confirmou um perito do Instituto de Criminalística, que foi ao motel juntamente com a equipe de plantão da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Dentro do apartamento os policiais não encontraram nenhum documento que ajudasse na identificação do homem executado. Um dos funcionário disse que a vítima estava hospedada no motel desde a tarde de terça-feira, quando chegou e informou que era de outra cidade e ficaria lá pelo menos três dias. Ele pagou adiantado e só pediu uma refeição no tempo em que esteve hospedado, até ser assassinado.

O corpo continuava no Instituto Médico Legal (IML) sem identificação até o começo da manhã desta quinta-feira, 1.

 

ATENÇÃO! IMAGEM FORTE! 

 

Fotos: Divulgação

Portal do Zacarias


Foto: Divulgação

O traficante comandava “bocas” em vários bairros da Zona Oeste 

O conhecido traficante do bairro da Glória, na Zona Oeste de Manaus, Onildo Fereira Azevedo, 38, vulgo “Sukatão”, foi executado com cinco tiros de pistola 9 milímetros por volta das 21h de ontem (13), por dois homens que chegaram ao local em uma motocicleta de cor preta.

No momento do crime, o traficante estava sentado na frente de uma panificadora localizada na rua Oswaldo Cruz e tentou correr quando percebeu a aproximação dos dois homens, mas ao virar de costas foi atingido com o primeiro tiro em cima do pulmão direito.

 

Já caído no chão e agonizando, “Sukatão” foi alvejado com outros quatro tiros, sendo três na cabeça e um no peito, em cima do coração, de acordo com o perito que examinou o corpo.

A rua estava movimentada e muitas pessoas testemunharam o crime, que pelo fato de a vítima ser um conhecido traficante de drogas no bairro, a polícia não tem dúvidas de que se tratou de mais uma execução motivada por acerto de contas entre traficantes.

 

Assassinato pode ter sido obra de traficantes rivais de “Sukatão”

 

Há informações de que “Sukatão” comandava a maioria das bocas de fumo do bairro onde morava e tinha outros pontos de venda de drogas em bairros vizinhos ao da Glória, como o Santo Antônio, São Raimundo e São Jorge, todos na Zona Oeste da cidade.

 

O traficante foi removido e levado para o Instituto Médico Legal (IML) depois que um grupo de evangélicas se reuniu e rezou diante do corpo por cerca de meia hora.

 

Veja vídeo:

 


Foto: Divulgação

Paulo Haddad teria sido assassinado por inimigos que tinha no tráfico de drogas

O traficante de drogas Paulo Haddad, 45, mais conhecido como “Paulo Frouxo”, foi executado dentro de sua casa, na Rua 01, bairro do São José Operário 3, Zona Leste de Manaus, com dez tiros, por volta das 22h do último domingo, 4.

Segundo informações de testemunhas, dois homens usando bonês pretos chegaram em uma motocicleta, invadiram a casa do traficante e ambos dispararam os tiros de pistolas calibres 9 milímetros e 380.

“Paulo Frouxo” estava na sala vendo televisão e ainda tentou correr para o quarto, mas foi alvejado nas costas, caiu no chão agonizando e recebeu outros tiros à queima-roupa que atingiram a cabeça e o peito do traficante.

 

A frente da casa do traficante ficou

repleta de curiosos depois do crime 

Um dos vizinhos de Paulo Haddad disse que os dois homens saíram da casa naturalmente, sem correr, conversando com bastante tranquilidade, chegando até a dar gargalhadas como se nada tivesse acontecido e foram embora na motocicleta.

O traficante “Paulo Frouxo” tinha má fama no bairro pela vida que levava, tendo sido preso várias vezes por crime de tráfico de drogas.

Equipe do Instituto Médico Legal removeu o corpo depois que foi encerrado o trabalho do Instituto de Criminalística (IC) e um inquérito policial já foi instaurado na Delegacia de Homicídios para investigar o crime.

Fonte: Portal do Zacarias


Foto: Divulgação

O cadáver foi encontrado por moradores que chamara a polícia logo em seguida

Um homem de aparência bem jovem, que a polícia acredita ser um adolescente, foi encontrado morto por estrangulamento, dentro de uma mala no final da Rua Sena, bairro do João Paulo II, Zona Leste de Manaus.

Assim que o dia começou a clarear, por volta das 5h30 desta segunda-feira, os primeiros moradores que saíam de suas casas para trabalhar se depararam com a mala e dentro dela estava o cadáver com as pernas e os pés para o lado de fora.

A mala foi amarrada com fios elétricos, e assim que foi aberta, os policiaisi da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) e os peritos do Instituto de Criminalística (IC) também constataram muitos sinais de espancamento na vítima.

No final da rua existe uma pequena área de mata e durante a madrugada, comentaram os moradores, quase sempre alguns usuários de drogas se reúnem no local para consumir entorpecentes e bebidas alcoólicas.

O homem não foi reconhecido por ninguém que estava no local, não tinha nenhum documento de identificação pessoal e depois do exame pericial foi removido pela equipe do Instituto Médico Legal (IML).

Com informações: Portal do Zacarias