Foto: Divulgação

O policial militar confirma o encontro de cadáver e aproveita para fotografar a vítima

O cadáver de um um homem com mordaça na boca, além dos pés e mãos amarrados, foi encontrado no começo da manhã desta quarta-feira, dentro de uma casa que está com a obra paralisada há vários meses na Comunidade Paraíso Verde, próximo ao Conjunto Viver Melhor 2, Zona Norte de Manaus.

Segundo policiais militares da 15ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), o homem trajava bermuda jeans, camisa de meia e sapatilha, todos de cor azul, e foi executado depois de ser torturado, com pelo menos dois tiros na cabeça e um disparo nas costas.

Um grupo de garotos que brincava na área encontrou o cadáver e a Polícia Militar foi avisada depois que a notícia do crime circulou rapidamente entre os moradores da comunidade Paraíso Verde, que é oriunda da invasão de uma área de mata ao lado do Conjunto Viver Melhor 2.

Foi o terceiro crime de assassinato registrado naquela área de Manaus em pouco mais de 24 horas. Na terça-feria de manhã, foi encontrado decapitado o traficante “Billy”. Na noite do mesmo dia foi assassinado Fernando Nunes Vieira, 31, e nesta quarta-feira de manhã, moradores encontraram o homem amarrado na casa em construção.

A polícia investiga os crimes.

 

Fotos: Divulgação

Fonte: Portal do Zacarias.


Foto: Divulgação

O cadáver foi jogado em um pequeno barranco às margens da rodovia

Um homem com idade aproximada de 30 anos, enrolado em uma rede, estrangulado, foi encontrado na manhã desta quarta-feira, jogado em um barranco de pouca profundidade no quilômetro 38 da rodovia AM-010, nas proximidades da granja “Minha Moça”. Manaus.

O cadáver devia estar no local há pelo menos dois dias e já começava a entrar em decomposição, de acordo com perito do Instituto de Criminalística e de policiais da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), que chegaram ao local por volta das 10h30 da manhã.

Moradores da área encontraram o corpo (Foto: Divulgação)

Havia marcas de espancamento no corpo do homem, de cabelos encaracolados, escuros, cortados em estilo militar, com várias tatuagens com figuras de dragão, trajando apenas uma bermuda e uma camisa de meia de cor clara, informou um dos investigadores da DEHS.

Moradores de ramais e de comunidades das margens da rodovia AM-010 foram os primeiros a encontrar o corpo do homem, no começo da manhã. O homem foi enrolado em uma rede e os assassinos fizeram uma espécie de pacote, amarrando a vítima com fios elétricos.
O cadáver foi removido do local e até o começo da tarde ainda não tinha qualquer identificação.


Foto: Divulgação

O cadáver foi encontrado por moradores que chamara a polícia logo em seguida

Um homem de aparência bem jovem, que a polícia acredita ser um adolescente, foi encontrado morto por estrangulamento, dentro de uma mala no final da Rua Sena, bairro do João Paulo II, Zona Leste de Manaus.

Assim que o dia começou a clarear, por volta das 5h30 desta segunda-feira, os primeiros moradores que saíam de suas casas para trabalhar se depararam com a mala e dentro dela estava o cadáver com as pernas e os pés para o lado de fora.

A mala foi amarrada com fios elétricos, e assim que foi aberta, os policiaisi da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) e os peritos do Instituto de Criminalística (IC) também constataram muitos sinais de espancamento na vítima.

No final da rua existe uma pequena área de mata e durante a madrugada, comentaram os moradores, quase sempre alguns usuários de drogas se reúnem no local para consumir entorpecentes e bebidas alcoólicas.

O homem não foi reconhecido por ninguém que estava no local, não tinha nenhum documento de identificação pessoal e depois do exame pericial foi removido pela equipe do Instituto Médico Legal (IML).

Com informações: Portal do Zacarias


Foto: Divulgação

o cadáver tinha perfurações de tiro e de faca segundo informação da polícia

Um corpo do sexo masculino, com perfurações de bala, golpes de faca no peito, pescoço, cabeça e tórax, foi encontrado enterrado em uma cova rasa na área de mata que fica por trás do conjunto habitacional Viver Melhor, primeira etapa, no bairro de Santa Etelvina, Zona Norte de Manaus.

Os pés do homem estavam amarrados com um pedaço de corda e o corpo teria sido levado para o local, durante a madrugada, por um grupo de homens que teria chegado em uma Hilux, que saiu do local por volta das 03hs da madrugada, de acordo com relatos de alguns moradores.

Assim que a tarde começou, pessoas que moram mais próximas do local se reuniram, entraram no matagal e descobriram o corpo que estava bastante encharcado de barro, devido a forte chuva que caiu na cidade durante quase todo o período da manhã, principalmente nas Zonas Norte e Leste.

Equipes da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Perícia Técnica e Científica, Corpo de Bombeiros e uma guarnição da Polícia Militar trabalharam na área de mata de difícil aceso para a retirada do cadáver do homem desconhecido, que posteriormente foi levado para o Instituto Médico Legal IML.

 


Foto: Divulgação

O corpo estava dentro de um saco e foi jogado pro três homens em um carro

Um homem morto por enforcamento e com outras marcas de violência pelo resto do corpo, com os pés e mãos amarrados, foi jogado de dentro de um carro, no final da tarde de domingo, na frente do portão de entrada da creche do Batalhão da Polícia Militar, bairro de Petrópolis, Zona Sul de Manaus, onde também está instalado o Comando Geral da PM.

O homem desconhecido tinha mais ou menos 25 anos, trajava uma calça preta e camisa de meia azul.

De acordo com um perito criminal do Departamento de Polícia Técnica e Científica (DPTC), a vítima também tinham alguns golpes de arma branca nas costas e no tórax.

Testemunhas relataram que três homens pararam o carro, abriram o porta-malas rapidamente, retiraram o corpo, jogaram no portão da creche e depois foram embora do local em alta velocidade.

Até o começo da manhã desta segunda-feira, o homem assassinado ainda não havia sido identificado.

Uma equipe da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros investiga o caso.

 

Fotos: Divulgação  Portal do Zacarias


Foto: Divulgação

O cadáver foi visto boiando logo no começo da manhã por moradores do bairro

O corpo de um homem em adiantado estado de putrefação boiou nesta sexta-feira de manhã na Orla fluvial do bairro da Glória, por trás da Escola Paula Francinete. Moradores do local avistaram o cadáver e avisaram a polícia.

O corpo estava bastante inchado e já exalava um mau cheiro, de acordo com um soldado da equipe do Corpo de Bombeiros chamada para retirar o corpo de onde emergiu e que também fica perto da Unidade Básica de Saúde do bairro.

A vítima trajava apenas uma bermuda vermelha e pelo estado avançado de podridão em que foi encontrada, não foi possível identificar a idade, quem seria a pessoa morta e tão pouco, o perito da polícia teve condições de saber se haviam tiros ou facadas no corpo.

Uma equipe de policiais da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) também esteve no bairro da Glória para dar início à investigação de mais este crime misterioso que tem poucos indícios e suspeitas de ter sido um afogamento, mas sim um assassinato.
Moradores que assistiram o trabalho policial no local onde o cadáver boiou chegaram a lembrar aos policiais que a orla fluvial do bairro da Glória tem sido área onde têm boiado muitos cadáveres nos últimos meses.

 

ATENÇÃO! IMAGENS FORTES! 

 

Fonte : PORTAL DO ZACARIAS Fotos: Divulgação


Foto: Divulgação

O homem foi atingido com facadas por todo o corpo e morreu no local

Um homem foi assassinado com facadas no começo da manhã deste sábado, (16/09)em uma das esquinas da rua Lobo D’Almada no Centro de Manaus.

O homicídio seria o resultado da rixa pessoal entre viciados que “perambulam” noite e dia na área central.

 

Segundo testemunhas, antes do homem ser assassinado com os golpes de faca, ele foi imobilizado e espancado por um grupo de cinco elementos desconhecidos.

Policiais civis da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) e policiais militares da 24ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), prenderam suspeitos de participação no crime, mas estas autorias ainda não foram confirmadas.

Vendedores ambulantes que trabalham naquela área do Centro de Manaus disseram que o homem assassinado sempre era visto andando na área, com aparência de drogado.

Os peritos do Instituto de Criminalística informaram no local do crime que a vítima recebeu sete facadas no peito, barriga e pescoço.

A vítima tinha em torno de 20 anos de idade e foi removida do local por volta das 08h pela equipe do Instituto Médico Legal (IML)

Fonte: Portal do Zacarias


A imagem pode conter: uma ou mais pessoas

Um integrante de um facção criminosa que atuava no bairro da Cidade Olímpica, morreu na manhã desta terça-feira (08), durante um confronto com policiais do Serviço de Inteligência (SI) do 6º BPM.

Segundo a polícia, o homem identificado como Wilton Carlos Miranda Pereira, estava em uma residência localizada no bairro Jardim Turu, quando a equipe policial chegou para cumprir o mandado de prisão em aberto.

Ao perceber a presença da polícia, o homem realizou os disparos. Houve intensa troca de tiros e ele foi baleado. Os policiais ainda levaram o criminoso para a UPA do Parque Vitória, mas não resistiu aos ferimentos.

A imagem pode conter: 1 pessoa, listras e close-up

“Craw” como era conhecido, possuía passagens pela polícia pelos crimes de tráfico de drogas e homicídio qualificado e era considerado o líder de uma facção criminosa.


Três fugitivos de Pedrinhas recapturados no bairro Itapera.

O detento morto em Itapera ainda não teve seu nome divulgado.

Mais um preso, dos 32 que fugiram na noite de domingo (21) de uma unidade do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, foi morto por forças policiais, num confronto em Itapera (zona rural de São Luís), no começo da madrugada desta segunda (22). O detento morto em Itapera ainda não teve seu nome divulgado. Três outros presos fugitivos de Pedrinhas que estavam com ele num carro tomado de assalto foram recapturados. Eles foram identificados como Marcos André Morais Silva, Gleilson dos Anjos Santos e Francisco Walison Moreira da Conceição.

Agora já são três presos fugitivos da Unidade Prisional de Ressocialização de São Luís 6 (UPRSL 6), antigo Centro de Detenção Provisória (CDP, o “Cadeião”) mortos durante a fuga, que ocorreu por volta das 20h30 de domingo. Nove presos já foram recapturados. Vinte permanecem foragidos.


O corpo do Jovem  de 13 anos, que morreu afogado no Rio Pericumã nesta cidade de Pinheiro, na tarde de ontem (20 /04) , quando banhava com um grupo de amigos   teria caído e desaparecido dentro do referido Rio ,nas imediações da ponte José Sarney no bairro do Campinho. ,   foi encontrado no inicio da  manhã por volta de 09h30 min desta sexta-feira (21).

Por toda à tarde de ontem as equipes dos Bombeiros de Pinheiro fizeram várias buscas nas imediações do ocorrido, não obtendo exito. Na manhã desta sexta-feira as buscas foram reinicias.

De acordo com informações obtidas no local, alguns canoeiros começaram as buscas bem cedo e localizaram o corpo do jovem boiando próximo ao local que teria desaparecido, após encontrarem acionaram o corpo de Bombeiros que foi ao local retirar o corpo da água.