O governador Flávio Dino recebeu na noite de segunda-feira (11), no Palácio dos Leões, o prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio, a primeira-dama de Pinheiro e pré-candidata a deputada estadual Dra. Thaiza, o deputado federal André Fufuca e o presidente da Assembleia Legislativa, Othelino Neto, acompanhado de uma comitiva com lideranças políticas. O encontro teve o intuito de intensificar as parcerias já realizadas entre o Governo do Maranhão e a prefeitura de Pinheiro. Na reunião, foi anunciada a extensão do Programa Mais Asfalto, além da ampliação da rede estadual de saúde em Pinheiro.

A intensificação das parcerias do Governo do Estado com a cidade de Pinheiro é essencial para manter o desenvolvimento na região da Baixada. “Sabemos da importância da cidade, temos reconhecido isso historicamente, mediante ao apoio à cultura, à infraestrutura, à saúde. E hoje acertamos a expansão do programa Mais Asfalto para os bairros de Pinheiro que nunca receberam asfalto e a ampliação dos programas na rede de saúde estadual e municipal”, comentou o governador.

Para o prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio, o encontro vem a consolidar a parceria entre a gestão municipal e a estadual. “Nós já temos muitos programas em andamento, e agora o governador reforça essa parceria e anuncia mais uma etapa de extensão do Mais Asfalto e na saúde. Unimos forças em prol do nosso município, o que é muito importante para o desenvolvimento da nossa cidade”, relata.

O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, Othelino Neto, participou da pactuação das parcerias entre município e o estado. “Tratamos de programas importantes para a cidade de Pinheiro, e ficou acertado que vai haver mais investimentos na infraestrutura e na saúde, além dos outros programas que estão sendo executados na cidade. Essas parcerias são importantes para melhorar e garantir o maior benefício ao cidadão, o principal interessado”, analisa.

Também estiveram presentes na reunião para debater soluções para o município de Pinheiro e região da Baixada o superintendente de Articulação da Baixada, Penaldon Jorge, o deputado federal Weverton Rocha, o secretário de Estado de Comunicação Social e Assuntos Políticos, Ednaldo Neves, e o secretário-chefe da Casa Civil, Rodrigo Lago.

Fonte: Blog do John Cutrim/Jornal Pequeno


  “Sai-se muito maior de um processo quando se demonstra para a sociedade que se sabe perder”

O deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) voltou à tribuna, na sessão desta quinta-feira (27), para rebater e criticar estratégia eleitoreira do parlamentar Wellington do Curso que, segundo ele, para defender o novo aliado, o candidato do PMN, Eduardo Braide, trouxe para a tribuna uma denúncia infundada contra o prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Jr, às vésperas da eleição do segundo turno. “Faltam três dias para as eleições. Sai-se muito maior de um processo quando se demonstra para a sociedade que se sabe perder. Quando o político é mau perdedor, ele sai menor do que entrou”, alfinetou.

Othelino Neto rebateu as acusações de Wellington do Curso contra Edivaldo Holanda Jr e lembrou a ele que a Justiça julgou improcedente, esta semana, uma outra denúncia infundada, envolvendo o ISEC, feita por ele, derrubando um factoide, uma estratégia de quem queria criar um clima no processo eleitoral sem necessidade. “E a decisão foi muito clara, arquivando o processo do factoide. Que essa decisão sirva de exemplo para que procurem se fundamentar melhor para não tentar criar um clima de instabilidade na campanha eleitoral”, comentou.

O deputado sugeriu a Wellington que faça a campanha do seu candidato, nas ruas, mas que não tente macular a imagem do prefeito Edivaldo Holanda Júnior que, nesses quatro anos, não sofreu uma só investigação por denúncia de corrupção. “E é por isso e por outras razões que hoje o prefeito aparece com uma liderança folgada e se avizinha de uma grande e importante vitória. Disse ontem aqui nesta tribuna e enfatizo, em nenhum momento temos o desejo ou a intenção de afirmar que a gestão do prefeito é perfeita, porque não é. Tem problemas, mas fez muito e está fazendo muito, inclusive para o incômodo dos adversários, que ficam criticando a prefeitura porque está pavimentando ruas”, disse.

Othelino apelou aos adversários para que respeitem o processo eleitoral,  a inteligência dos ludovicenses, porque não vai ser com factoides, reprisando vídeos e distribuindo na internet, que vai se conseguir ganhar a eleição. “O candidato adversário vai perder a eleição porque a população está escolhendo o caminho mais seguro, porque não está querendo improvisos, porque não está querendo aprovar na incerteza e porque o segundo turno foi muito bom para mostrar quem é um e quem é o outro”, frisou.

Segundo Othelino, Wellington fez um primeiro turno brilhante e teve uma votação expressiva, então deve respeitar os adversários e saber perder. “Haverá um vencedor e um vencido, mas em muitas eleições, mesmo quando se perde se ganha, desde que se saiba perder, aí sim pode até sair maior do processo eleitoral”, analisou.


DATA – 19/10/2016

Segundo Othelino Neto, encontrar uma mácula em Edivaldo Holanda Júnior, no que diz respeito à forma transparente com que trata os recursos públicos, ninguém conseguiu até agora

O deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) registrou, na sessão desta quarta-feira (19), que o prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Jr (PDT), candidato à reeleição, nunca teve contra a sua administração nenhuma comprovação de ilicitudes, nenhuma denúncia embasada de corrupção. Ele destacou a transparência das ações da atual gestão em tempos de criminalização da política.

De acordo com Othelino Neto, não há nada que manche a administração do prefeito Edivaldo Holanda Jr nesses quase quatro anos de gestão. “Estamos há 11dias das eleições, e o prefeito da capital nunca teve contra si uma única comprovação ou denúncia embasada de corrupção, de desvio de recursos do município. Isso é algo raro ainda. Mas no momento em que se avizinha a eleição e se radicalizam as tensões, as paixões vão aumentando e o clima fica mais acalorado”, disse o deputado.

Segundo Othelino Neto, encontrar uma mácula em Edivaldo Holanda Júnior, no que diz respeito à forma transparente com que trata os recursos públicos, ninguém conseguiu até agora. “O que prova que o prefeito é um gestor probo, sério e que aproveita os recursos que já são reduzidos e que diminuíram, ainda mais, com a crise pela qual passa o país, para investir naquilo que a cidade realmente merece, combatendo o desperdício, a corrupção”, comentou.

Para o deputado, Edivaldo Holanda Júnior vai completar o seu primeiro mandato e, pela vontade do povo de São Luís e com a bênção de Deus, será reeleito sem uma denúncia de corrupção contra sua administração. De acordo com o parlamentar, assim, ele cumpre o seu dever e, ao mesmo tempo, dá uma lição de que é possível governar prezando pelo cumprimento da legislação.

“Nesse sentido, achei importante deixar registrado este episódio. Não raro, numa etapa dessas, já seriam muitas as denúncias contra o prefeito, mas Edivaldo Holanda Júnior consegue passar, neste momento de criminalização excessiva da política, como um gestor que combate o desperdício de recursos públicos e, principalmente, a corrupção”, frisou Othelino.

Política e criminalização

Na tribuna, Othelino disse ainda que a tentativa de criminalizar, excessivamente, a política, de desqualificar os políticos e de colocar  todos numa vala comum para ter o desprezo da sociedade, isso não faz bem para a democracia, é ruim para a sociedade porque não se pode conceber uma democracia forte e segura sem que os políticos sejam respeitados.

“Existem maus políticos? Sim. Mas há muitos bons políticos, dentre os quais boa parte deles está aqui neste plenário. Eu acho que o que está acontecendo no país, isto é, as apurações, as investigações, as punições merecem o nosso aplauso, mas essa tentativa de criminalizar a política e de execrar os políticos, ela não faz bem para o Brasil”, finalizou o deputado.


DATA: 17/10/2016 

De acordo com Othelino, o Ibope não erra por incompetência, mas sim porque faz pesquisa segundo os interesses de quem o contrata

O deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) registrou, na sessão desta segunda-feira (17), o histórico de erros do Ibope no Maranhão. Segundo ele, há algumas eleições, a empresa, de forma despudorada e descarada, tenta enganar o eleitorado maranhense e, agora, em 2016, no segundo turno, age para iludir o eleitor de São Luís. Para o parlamentar, o dono do instituto, Carlos Montenegro, não passa de um “vendedor de resultados”.

De acordo com Othelino, o Ibope não erra por incompetência, mas sim porque faz pesquisa segundo os interesses de quem o contrata. “O senhor Montenegro não é dono de instituto, ele é um vendedor de resultados de pesquisa, de acordo com o preço de quem paga melhor e mais. Ocorre que aqui em São Luís, aqui no Maranhão, uma pesquisa do Ibope e nada é a mesma coisa. Não serve para nada, todo mundo sabe que depende de quem contratar e de quem chegar e pagar primeiro”, denunciou.

O deputado disse que o Ibope tem fama histórica de manipular resultados de pesquisas no Maranhão. “O pior é ver um instituto de renome nacional, em toda eleição, repetir o feito, da mesma forma acintosa, tentando manipular números e a vontade da população. Quem aqui esqueceu que o Ibope, em 2014, faltando poucos dias para o pleito, deu que o então candidato a governador, Flávio Dino, tinha 42% de intenções de voto contra 30% do também então candidato Lobão Filho?! Resultado da eleição: 63% para o governador Flávio Dino, 33% dos votos para o adversário”, comentou.

Para o Senado, em 2014, segundo Othelino, na véspera da eleição, o Ibope deu 51% de intenções de voto para o então candidato, ex-ministro Gastão Vieira, e 40% para o hoje senador Roberto Rocha (PSB). “Vejam como mente, descaradamente, o instituto Ibope. Errou para governador, para senador,  de novo no primeiro turno de São Luís, este ano, e agora aparece com uma pesquisa, completamente, fora da realidade para tentar induzir o eleitor de São Luís ao erro”, denunciou o deputado.

Pesquisa das ruas

Othelino disse que a campanha de Edivaldo Holanda Jr à Prefeitura de São Luís está percebendo nas ruas que o resultado é muito diferente do que determinados institutos, em particular o Ibope, tentam passar. “A população de São Luís não haverá de trocar, com todo o respeito ao candidato adversário, o certo pelo duvidoso. Não haverá de interromper este trabalho que vem sendo feito com muita competência pelo prefeito Edivaldo Holanda Junior. É o que nós percebemos nas ruas. Se o povo de São Luís desejar, é o que vai acontecer na grande e inquestionável pesquisa, que é a do próximo dia 30 de outubro”, afirmou.

O deputado disse que foi à tribuna ratificar a denúncia de que o Ibope tenta, de novo, enganar a população e induzir ao erro. Ele garantiu que vai denunciar a tentativa de manobra feita pelo Ibope, quantas vezes forem necessárias, porque o instituto é useiro e vezeiro em vender pesquisas eleitorais em todo o país.

“Muitos de nós aqui conhecemos alguém que já negociou resultado de pesquisas do Ibope. Então, aqui não cola e o que vale é a vontade do povo inteligente e não os tostões a mais que pagam para o senhor Montenegro dar o resultado e os números que convêm aos seus interessados”, frisou e concluiu.


Deputado deu a boas-vindas aos prefeitos aliados em jantar

Deputado deu a boas-vindas aos prefeitos aliados em jantar

Publicado em

O vice-presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Othelino Neto (PCdoB), reuniu uma parte dos prefeitos eleitos e aliados, em um restaurante de São Luís, na noite de quinta-feira (14), para dar as boas-vindas e conversar sobre planos e projetos para as próximas administrações que se iniciam em janeiro e contam com o seu apoio.

Compareceram ao jantar os prefeitos eleitos pelo PCdoB em São Bento, Luizinho  Barros; Barra do Corda, Eric Costa; Alcântara, Anderson Wilker; Esperantinópolis, Aluizinho do Posto; e Vargem Grande, Carlinhos Barros. Marcou presença ainda o prefeito eleito de Timbiras, Antônio Borba (PSDB).

No Maranhão, o PCdoB elegeu 46 prefeitos e 26 vice-prefeitos. Othelino Neto apoiou e marcou presença em movimentos de campanha de candidatos do partido em diversos municípios do Maranhão. “Estivemos empenhados no processo de mudança, nessas eleições municipais, como oportunidade  de libertarmos, de vez, o nosso povo do atraso, proporcionado pela velha política que ainda atua em algumas regiões. O nosso partido foi muito bem e elegeu a maioria dos prefeitos que se somam aos da base aliada”, avaliou.

Outras siglas da base aliada ao governo também foram muito bem, nas eleições municipais, sobretudo o PSDB e o PDT, contabilizando, ao todo, cerca de 150 eleitos entre os 217 municípios.

Da base aliada, o PSDB elegeu 29, o PDT 28 e o PSB 13, fora os eleitos de outros partidos aliados como PP e etc. O PMDB, partido da família Sarney, havia eleito 46 nas eleições passadas e, nesse pleito, cravou apenas 24. O PV, que havia eleito 20, desta vez elegeu apenas sete.

Apoio de Othelino

Em Barra do Corda, Othelino levou o seu apoio ao prefeito Eric Costa (PCdoB), que disputou a reeleição, e ao vice Leandro Sampaio (PSDB). A campanha no município foi marcada por muitos embates com o grupo que dominava a região e desejava retornar ao poder, mas que não obteve êxito.

Em Alcântara, Othelino apoiou o prefeito eleito pelo PCdoB, Anderson Wilker. Um jovem que representa o “novo” na política daquele município.

Em Esperantinópolis, o deputado também levou o seu apoio a Aluizinho do Posto (PCdoB). No município, a militância do PCdoB também não deixou por menos, mobilizou e fez uma campanha alegre e criativa.

Em São Bento, o deputado garantiu o seu apoio ao prefeito eleito Luizinho Barros que também enfrentou uma campanha difícil e saiu das urnas vencedor.

Já em Vargem Grande, Othelino garantiu seu apoio a Carlinhos Barros que se reelegeu com grande vantagem.

Fonte/ Blog. Silvia Tereza


Deputados receberam vaqueiros que reivindicam contra o fim das vaquejadas em todo o país

Deputados receberam vaqueiros que reivindicam contra o fim das vaquejadas em todo o país

O presidente em exercício Othelino Neto (PC do B) e o deputado  Vinícius Louro (PR) receberam, na manhã desta terça-feira (11), uma comitiva da Associação dos Vaqueiros do Maranhão – AVMA – que veio pedir o apoio da Assembleia Legislativa do Maranhão para se juntar à mobilização nacional em prol da legalização das Vaquejadas no país.

Eles entregaram uma carta aberta aos deputados onde a AVMA manifesta repúdio à recente decisão do Supremo Tribunal Federal que declarou inconstitucional a Lei de Regulamentação da Vaquejada no Estado do Ceará e que se estenderá a todo o país. Os membros da associação afirmaram que a decisão do STF configura de forma negativa e injusta, uma das maiores manifestações culturais e esportivas, principalmente, do povo nordestino.

“Agradecemos o apoio dos deputados Othelino Neto e de Vinícius Louro pela nossa luta. Pedimos o apoio dos demais integrantes da Assembleia do Maranhão para se unirem nessa causa, visando não permitir que, mais uma vez, o nosso povo seja tolhido de promover uma das maiores festas, autêntica, secular e cultural rural que são as vaquejadas. Nós estamos muito otimistas e o apoio desta Casa é fundamental”, disse o presidente da AVMA, Régis Tavares.

Othelino Neto e Vinícius Louro manifestaram total apoio ao movimento e afirmaram que a Casa vai formar uma comissão para buscar apoio junto à bancada federal maranhense.  “Conte conosco nessa mobilização, pois é uma causa justa. Acho que essa decisão do STF é preocupante porque acaba não avaliando os impactos que vão causar aos vaqueiros e às demais pessoas que se envolvem diretamente nas vaquejadas.  Quando o Supremo legisla acaba invadindo as prerrogativas do Poder Legislativo e isso, fere o estado democrático de direito”, disse Othelino Neto.

Ao agradecer o apoio dado por Othelino Neto ao movimento, Vinícius Louro frisou que o apoio da Assembleia Legislativa é muito importante. “Sabemos que a Casa não vai resolver a situação. Mas, a vinda de vocês à esta Casa foi importante, pois hoje o Maranhão e o restante do país ficou orgulhoso em ver a movimentação de vocês”, disse o deputado Vinícius Louro.

Geração de emprego em renda

Régis Tavares afirmou que as vaquejadas são responsáveis pela geração de cerca de um milhão de empregos diretos e indiretos nos milhares eventos que acontecem nos mais diversos municípios do país. Segundo ele, não há justificativa para deixar na clandestinidade milhares de praticantes, tratadores, motoristas, treinadores, criadores, locutores e demais envolvidos com a vaquejada, pois os mesmos contribuem com a geração e emprego e renda.

“Sem sombra de dúvida, a votação do STF só mostrou o desconhecimento de parte no nosso Judiciário às atuais regras das Associações Nacionais que regem esse esporte, em especial, a Associação Brasileira de Vaquejada  e a Associação Brasileira de Criadores de Cavalo Quarta de Milha”, disse Régis Tavares, frisando ainda que, atribuir a essa modalidade equestre o acometimento de violência e maus tratos aos animais é desconhecer as medidas de proteção aos bois, a instituição da cauda artificial e o cuidado com os cavalos que cada vaqueiro, tratador r proprietário tem.

Segundo Régis Tavares, “cercear a prática da vaquejada é que se constitui numa medida violenta que induziria ao declínio da indústria do cavalo em todo o Brasil”.

Deixe uma resposta


othelino-0410

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO MARANHÃO

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DO DEPUTADO OTHELINO NETO

DATA – 04/10/2016/ www.jgmoreira.com.br

O deputado destacou que o saldo político destas eleições foi muito positivo para a base aliada do governo

O deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) fez, na sessão desta segunda-feira (03), um balanço positivo do resultado das eleições no Maranhão e destacou que o governador Flávio Dino (PCdoB) foi o grande vencedor deste processo. Segundo ele, a base aliada ao governo se fortaleceu em todo o Estado e o PCdoB foi o que mais elegeu gestores municipais. Foram 46 prefeitos, além de 26 vice-prefeitos.

Othelino destacou que o saldo político destas eleições foi muito positivo para a base aliada do governo. O deputado citou vitórias importantes como em Barra do Corda, onde o prefeito Eric Costa, depois de uma campanha muito alegre, foi reconhecido pela qualidade do seu mandato e o reelegeu.

Na cidade de Açailândia também foi reeleito o prefeito Juscelino Oliveira do PCdoB. Em São Bento, foi eleito o ex-prefeito Luisinho Barros com uma expressiva votação. O mesmo se repetiu com Valéria Castro, no município de Presidente Sarney, também do PCdoB. Em Vargem Grande, por exemplo, um quadro do PCdoB, Carlinhos Barros, foi eleito com 65% dos votos daquela cidade. Uma votação expressiva, deixando o adversário com cerca de um terço dos votos.

Othelino destacou ainda o município de Alcântara, onde o jovem Anderson Wilker teve 63% dos votos, disputando contra o atual prefeito Domingos Arakém, que teve apenas 16% dos votos na cidade. “Esses são alguns dos muitos exemplos de candidatos do PCdoB que foram eleitos e que muito nos alegra que tenham conseguido chegar à Prefeitura e certamente farão um bom trabalho. Mas não comemoro só as eleições, as vitorias dos candidatos do PCdoB também”, comentou.

Partidos aliados

O deputado reconheceu também a vitória de vários candidatos de partidos aliados que compõem a base de apoio ao governador Flávio Dino. O PSDB elegeu 29 prefeitos. O PDT, 28. O PSB, presidido pelo prefeito reeleito de Timon, Luciano Leitoa, elegeu 13 prefeitos. Desses, o município marcante, importante, um dos maiores do Maranhão, é o município de Timon. “Uma vitória maiúscula que atesta a grande liderança do prefeito Luciano Leito”, ressaltou.

E, em contrapartida, segundo Othelino Neto, partidos que antes mandavam no Maranhão, que historicamente faziam a grande maioria dos prefeitos, não tiveram o mesmo êxito de antes. O PMDB elegeu 47 prefeitos, em 2012, e agora conseguiu emplacar apenas 24. O Partido Verde, dos deputados Adriano Sarney e Edilázio Júnior, elegeu 20 prefeitos, em 2012, e agora apenas sete. “Isso exemplifica, de forma marcante, como a população do Maranhão está apostando neste novo caminho que foi iniciado em 2014, de um Maranhão diferente, que contemple a todos e que passa, de forma gradual, a romper com o atraso para dignificar o seu povo, deixando de condenar sua população a ter os piores indicadores sociais no Brasil”, pontuou.

Em seu pronunciamento, Othelino disse que o governador Flávio Dino receberá todos os prefeitos, independente de cor partidária, nessa nova safra que tem um perfil de mudança. “Nós do PCdoB, saímos satisfeitos desta eleição – convictos de que a responsabilidade aumenta, porque teremos muito mais quadros nos partidos aliados governando municípios – e estamos com a consciência tranquila de que a participação do governador Flávio Dino, nessas eleições, aconteceu de forma republicana, indo aos municípios enquanto cidadão, sem uso da máquina para beneficiar candidatos, acabando com a farra de convênios eleitoreiros que acontecia no passado e, assim, permitindo que a população fizesse a sua opção e escolhesse, livremente, os seus representantes”, afirmou


 
 sessao-plenaria

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO MARANHÃO

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DO DEPUTADO OTHELINO NETO

DATA – 26/09/2016 Atualizado 28/09/2016 13:25h

 Othelino repudiou também o preconceito demonstrado pela oposição ao comunismo e disse que tem orgulho de ser do Partido Comunista do Brasil

O deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) rebateu, na sessão desta segunda-feira (26), a oposição contra acusações ao governo Flávio Dino (PCdoB) quanto ao período eleitoral. Segundo o parlamentar, a postura dessa atual gestão é diferente e, por exemplo, a farra de convênios acabou. Ele disse que isso pode ser observado, comparando-se este ano das eleições municipais com o de 2012, para ver a diferença dos valores conveniados no final do período que a legislação permite.

“Com relação à suposta intromissão do governo nas eleições municipais, eu  fico observando, deputado Edilázio, deputado Adriano Sarney, V. Ex.ªs falando em comissão de governo, em campanhas eleitorais, até parece que vocês não viveram os tempos, que graças a Deus já passaram, onde de fato havia uma intervenção forte, marcante e, muitas vezes, ao arrepio da lei, nas eleições municipais”, alfinetou.

Rebatendo as críticas, Othelino disse que a polícia não está no interior do Estado para fazer política e sim para garantir segurança, coibindo a compra de votos, etc. “Uma força-tarefa oferecida à Justiça Eleitoral que recebeu, inclusive, essa assistência que o governo está dando, colocando as forças policiais para evitar a compra de votos e garantir a lisura do pleito. Agora é certo que essa prática da polícia atuar para coibir compra de votos ainda deve incomodar V. Exas”, disse.

Segundo Othelino, o governador Flávio Dino vai para esta campanha, nos momentos de folga, e faz questão de dizer que está como um cidadão, um líder político e ele diz isso em alto e bom som. “Poderia ele ter, por exemplo, se licenciado ou mesmo no horário de expediente estar andando o Maranhão, tem vários aliados pedindo, insistindo pela presença do governador, mas ele restringe tudo ao final do expediente, durante a semana, ou aos finais de semana. Inclusive andando sem utilizar as estruturas do Estado. É assim que se faz. No governo anterior, as farras eram generalizadas”, afirmou.

Discriminação ao PCdoB

Othelino repudiou também o preconceito demonstrado pela oposição ao comunismo e disse que tem orgulho de ser do Partido Comunista do Brasil. “Levantamos as bandeiras, historicamente, aliadas às causas populares. Agora, de outras práticas nós poderíamos até nos envergonhar, mas de sermos comunistas não. Somos com muito orgulho. E este governo, apesar de não ter um império de comunicação, permanece muito bem avaliado em todo o Estado”, disse.

Segundo o deputado, as pesquisas eleitorais realizadas também avaliam o governo Flávio Dino e temos observado que a aprovação é elevada, apesar do momento de extrema crise, onde boa parte dos governantes tem dificuldade nas relações com a população. “Por quê? Porque é um governo voltado àqueles que mais precisam. Então V. Exas ficam tentando aqui desqualificar o governo, mas parecem que não olham o que fizeram para trás”,  frisou.

Fundema e BNDES

Othelino explicou que, quando a oposição passada condenou o empréstimo ao BNDES o fez com muita convicção por discordar da forma como estava acontecendo e depois porque o governo Roseana Sarney tentou transferir aquele recurso do empréstimo para um tal Fundema, que iria manter os municípios no período vedado com a clara intenção de mudar a vontade do povo do Maranhão. “E, claro, nós não permitimos isso. Entramos com ações judiciais para evitar que o recurso fosse utilizado de forma eleitoreira”, esclareceu.

Durante o pronunciamento, o deputado disse que existe uma diferença muito marcante entre a comunicação do governo Flávio Dino e a da gestão Roseana Sarney. Segundo ele, no governo anterior, a gestão comunicava o que não existia e pagava muito mais por uma razão muito simples: saía de um bolso e entrava no mesmo bolso do outro lado. “Agora, o governo do Estado paga a veiculação, porque inclusive é necessário divulgar para que a população saiba, mas está mostrando o trabalho e, diga-se de passagem, paga hoje muito menos do que era pago no governo anterior”, afirmou.



 

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO MARANHÃO

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DO DEPUTADO OTHELINO NETO

DATA – 24/08/2016

  O deputado lembrou que, em todas as pesquisas que são feitas naquela cidade, o prefeito tem avaliação positiva bastante elevada

O deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) rebateu, na sessão desta quarta-feira (24), críticas feitas pela oposição ao prefeito de Barra do Corda, Eric Costa (PCdoB), na tribuna da Assembleia Legislativa do Maranhão. Segundo ele, o parlamentar Rigo Teles (PV), autor de várias acusações, demonstrou, no seu discurso, ter apenas muitas mágoas de ordem político-eleitoral.

“V. Ex.ª falou aqui de ineficiência de uma gestão que, como barracordense, como morador de Barra do Corda, deveria saber, mais do que todos nós aqui, que não condiz com a realidade. E começo citando um dado que demonstra bem que V.Exª está de má vontade política com o prefeito Eric Costa, que é seu adversário local. Trata-se da aprovação do prefeito”, comentou Othelino.

O deputado lembrou que, em todas as pesquisas que são feitas naquela cidade, o prefeito tem avaliação positiva bastante elevada, sempre na casa de 70%, e quando está no pior momento, 65% de aprovação. Segundo ele,  além disso, a população reconhece os avanços que foram possibilitados na gestão do prefeito Eric Costa.

“Então a má vontade do deputado Rigo faz com que ele não perceba isso. E os avanços da gestão do prefeito Eric Costa não são apenas na construção de escolas, mas a população reconhece as melhorias que existem e os esforços do prefeito da equipe da administração municipal para resolver os problemas”, afirmou o deputado.

Othelino reafirmou, na tribuna, que foram construídas sete escolas na gestão de Eric Costa, dado contestado por Rigo Teles. “Então talvez, precise que o deputado vá mais, ande mais lá para ver as escolas que foram construídas pelo prefeito Eric Costa”, alfinetou.

Obras importantes

O deputado destacou ainda que a  administração Eric Costa tem conseguido levar obras importantíssimas para Barra do Corda. Ele lembrou que o maior problema da cidade é o abastecimento de água que agora começa a ser resolvido numa ação conjunta da Prefeitura com o governo do Estado por determinação do governador Flávio Dino (PCdoB).

Othelino citou também o hospital, que será construído, inclusive com ajuda de uma emenda de sua autoria, em uma parceria também entre Prefeitura e Governo. Trata-se de  uma reivindicação antiga da população.

Segundo o deputado, o hospital vai resolver o problema de milhares de barracordenses. “V. Ex.ª, simplesmente, por má vontade eleitoral, por perceber a derrota que se avizinha, vem para esta tribuna criticar. Tudo bem que é um direito seu, mas também há um direito dos outros deputados, daqueles que conhecem a realidade de lá e que estão vendo a elevada aprovação do
prefeito Eric Costa. Nós também temos o mesmo direito de vir aqui rebater a sua fala, de mostrar a verdade do que está acontecendo naquela cidade”, comentou.

Othelino disse que a verdade se traduz em números com a elevada aprovação, a parceria vitoriosa do prefeito Eric Costa com o governador Flávio Dino. “Mas a verdade, deputado Rigo, é que V. Ex.ª está com dor de cotovelo e por isso está falando mal e levantando aqui suspeitas inaceitáveis quanto a funcionários do governo lá de Barra do Corda”, afirmou.

No final do pronunciamento, o deputado ratificou a parceria administrativa e política com o prefeito Eric Costa que está dando certo e beneficiando o povo de Barra do Corda. “Aqueles que gostam daquela cidade devem sim, em vez de falar mal, reconhecer os avanços que têm sido possíveis pela ação da Prefeitura em conjunto com o governo Flávio Dino”, frisou.