A MULHER BRASILEIRA

 

Mulher brasileira, simbolo de tenacidade, coragem, persistência e amor

Elegante sem saltos, sem sombras e com olhares…Não importa a cor

Uma sensibilidade pronta para disparar com pura e oculta beleza

Digna por excelência, sem depender de nada, pujante leveza

Mulher, coragem do medo, medo da coragem, um sentimento que traz

Figura que inveja o corpo, a pintura, as vestes e o alisar dos cabelos

São as Marias que sentem de tudo, mas só por excesso de zelos

Eis aqui os teus sentimentos de caridade e amor costumas!

Mulher, dona do poder de criação, uma benção de Deus, pelo acalento

Só a ti, mulher, o sublime, o divino poder do privilégio do amamento

Deleite-se na mangedora, mulher, e cultive esse sentimento só seu

És a perfeição do Universo, filha da naureza, pinte os lábios teus

Autor: José Raimundo Moreira


SEXO SEM LIMITES…

Pela tua fúria…Pelo teu carinho,
eu me deixo envolver.
Se em ti , mais e mais me aninho,
O  difícil é me conter !

O teu olhar… A tua boca e a tua sensibilidade,
rega o meu prazer e refresca o meu espirito /corpo.

E… Se dominas o meu furor, a ti…
Me entrego como o Eros/vencido
Eu sei não haver limites, nesse desejo incontido…

Tudo em nós se mistura: Sexo X corpos, a mais…
Tudo em nós cheira pecado, e… O sexo em sua soberania se expande ilimitado.

JGMOREIRA

Do livro: Divagantes…


 

Oh, uma noites destas, por volta da meia noite
Esta terra inteira vai se recolher e chacoalhar
Os santos vão tremer e chorar de dor
Pois o Senhor vai chegar em seu avião celestial

Se Deus tivesse um nome, qual seria?
E você o diria diante dele
Se estivesse cara a cara com Ele em toda a sua glória?
O que você perguntaria, se pudesse fazer só uma pergunta?

Sim, sim, Deus é maravilhoso
Sim, sim, Deus é bom
Sim, sim, sim, sim, sim

E se Deus fosse um de nós?
Apenas um desajeitado como um de nós
Apenas um estranho no ônibus
Tentando ir pra casa

Se Deus tivesse um rosto, como ele seria?
E você ia querer ver
Se ver significasse que você teria que crer
Em coisas como o Céu, Jesus e os santos
E todos os profetas?

Sim, sim, Deus é maravilhoso
Sim, sim, Deus é bom
Sim, sim, sim, sim, sim

E se Deus fosse um de nós?
Apenas um desajeitado como um de nós
Apenas um estranho no ônibus
Tentando ir pra casa
Apenas tentando ir pra casa
De volta para o Céu, sozinho
Ninguém ligando em seu telefone
Exceto, talvez, o Papa, em Roma

Sim, sim, Deus é maravilhoso
Sim, sim, Deus é bom
Sim, sim, sim, sim, sim

E se Deus fosse um de nós?
Apenas um desajeitado como um de nós
Apenas um estranho no ônibus
Tentando ir pra casa
Apenas tentando ir pra casa
Como um andarilho sagrado
De volta para o Céu, sozinho
Apenas tentando ir pra casa

Ninguém ligando em seu telefone
Exceto, talvez, o Papa, em Roma


 

 

 

 

 

 

 

PORQUE  EU* ENTÃO MEU DEUS?

As dores não cessam assim tão depressa
Elas são na verdade, as áqueas vertentes
Que escorrem dos meus olhos
Adentra o coração e consome a alma
Tal qual larvas de um vulcão.

As lagrimas do ontem…
São tantas quanto às de hoje
A saudade não é diferente!…
Ela preenche o vazio deixado…
Cá, dentro do meu peito.

Porque eu* então meu Deus?
Tenho que sufocar paixão
Acumular angustia
Rolar no chão do desprezo
Na dor que avassala e furta a alegria?

Porque eu *então meu Deus?

Tenho que alimentar a duvida
Calar a voz, conviver com o medo
E não poder trejurar…
Volte, volte, volte, abra teu coração
Deixe que eu te alcance
Não quero mais te perder
Mesmo que eu te reencontre em sonhos.

Jgmoreira  (APLAC)


BORBOLETAS

LAGRIMAS

 

A alma que chora de tanto sentir

É a mesma que tanto vivia a sorrir

Hoje chora ao brotar lagrimas a escorrer

Dos olhos acompanhando um sorriso

Entreaberto pelo canto dos olhos

Apertadas quão dores do coração

Lagrimas que escorrem por sobre o coração

Lagrimas que acompanham dores

Das saudades, lembranças que não se desfaz

Lagrimas que dão voz às dores do coração

Lagrimas que trazem de volta a visão

Dos sonhos o mal trato pelo descaso

Lagrimas que se fizeram agravar

O aumento à  distancia entre nós dois

Lagrimas que molharam e embaçaram sonhos, quais…

Esvaíram-se, escorreram pela estrada da vida

A deixar borrado o chão que ainda piso…

jgmoreira

 


RIO PERICUMÃ

SEMENTEIRA DO AMOR

Pinheiro Princesa, terra querida

Princesa, mulher encantada

Mistérios… Beleza que não sei revelar

Gentílico Pinheiro… De gentes humildes

Verdejai…  Sempre teus campos

Adormecidos… Férteis…

Do qual ventre… Que saiu teu bem maior…

Pericumã  que fertiliza… As sementes…

 

Os sonhos… E o brotar das sementeiras

Grávidas… De esperanças.

 

Princesa querida

Teu ventre… Maternidade

Dos filhos… Prodígios que tem nos dado

Causam…  Orgulho, brio e em verdade…

Torna honrado todo aquele que és mãe.

Vejo-te princesa!…

No glamour… Dessa beleza infinda

Na esplendorosa… Forma do teu corpo sinuoso…

A altivez… Da nobreza

A fronte erguida… Diante do sol de cada manhã…

O brilho maior… Do horizonte…

Num céu de anil a refletir…

A esperança… No espelho, águas do teu rio e lagos…

 

E nas noites?… O luar, céus, respingos e luz de estrelas…

Cantada na paixão deste teu seresteiro.

 

Jgmoreira

 


 

JASMIM II

AMANTES EM SEGREDO

 

Quero te amar como ninguém ainda te amou;

Quero teu corpo só meu, quero ter você sem fim;

Quero você como se fosse um pedaço de mim;

Quero amar-te até desconhecer no tempo / a razão;

 

Quero descobrir em ti o que ninguém encontrou;

Divagar contigo por entre flores do jardim;

Colhendo as mais perfumadas que o jasmim;

Para que então descubra quem por ti se apaixonou.

 

Quando te vejo:

Imagino alguém que completaria meu ego;

(um corpo febril, desejo incontido / sexo a bel-prazer)

Meu conteudismo insaciável, musa, ninfa… / Você!

 

E se não me amas por medo

Guarda de mim este secreto / desejo:

Seremos sempre amantes a viver em segredo!

(jgmoreira)


PALHAÇÃO

HILARISMO POLÍTICO

Hilários sacramentados
Estereotipia do vicio da política
Fitológicos da botânica cultural da maledicência
Apóstolos da mentira
Ases lado a lado , do vicio das palavras malditas
Consagrados réus confesso de promessas
Matérias universitárias, universalizada da formação políticas dos homens.
( Cortem pra mim ou atirem a primeira pedra se forem capazes )

Jgmoreira


7dab9a4d064efecf183081760c6d43ff

AMANTES EM SEGREDO

Quero te amar como ninguém ainda te amou;

Quero teu corpo só meu, quero ter-te sem fim;

Quero você como se fosse um pedaço de mim;

Quero amar-te até desconhecer no tempo a razão;

 

Quero descobrir em ti o que ninguém encontrou;

Divagar contigo por entre flores do jardim;

Colhendo as mais perfumadas que o jasmim;

Para que descubra quem por ti se apaixonou.

 

Quando te vejo:

Imagino alguém que completaria meu ego;

(um corpo febril, desejo incontido e o sexo a bel-prazer)

Meu conteudismo insaciável, musa, ninfa… Você!

 

E se não me amas por medo

Guarda de mim este secreto desejo:

Seremos sempre amantes a viver em segredo!

(JGMoreira)


EU JOSE DAS GRAÇAS

A SAUDADE QUE CHORA EM MIM

Sol a sol por proteção
De raios dourados, d’ouros
Vida minha coração
Minha terra meu tesouro
Meus sonhos Perizes
Floreis de rosas da minh’alma
Luz foco, inspiração dos versos meus
Centelhas vivas, matizes
Angema mãe do meu jardim
Flor fascínio, meu encantamento
Seis pétalas que te quero rosa…
Minha vida, meu São Bento!

Jgmoreira