O homem tinha muitos tiros pelo corpo e as mãos amarradas para trás

Um homem de 25 anos aproximadamente foi encontrado morto na madrugada deste sábado, 13, com as mãos amarradas para trás, marcas de tortura e pelo menos sete perfurações de arma de fogo que atingiram a cabeça e outras partes do corpo.

O cadáver estava jogado na Avenida Waldemar Jardim Maués, Condomínio da Colônia Japonesa, bairro do Novo Aleixo, Zona Norte de Manaus, e populares que passavam pelo local em um carro foram os primeiros a encontrar o homem assassinado.

Moradores da área disseram que ouviram gritos, disparos de arma de fogo e o barulho de um carro deixando o local por volta das 03h30 da madrugada, mas ficaram com medo de sair de suas casas para ver o que estava acontecendo.

Equipe do IML removeu o corpo ainda de madrugada mas até o final da manhã o homem permanecia sem identificação na sede do órgão Os policiais da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) tentaram identificar o homem no local do crime, mas não encontraram nenhum documento pessoal e somente duas chaves que seriam de motocicleta estavam em um dos bolsos da vítima.

O homem encontrado morto ainda não havia sido identificado até o final da manhã deste sábado, segundo um contato telefônico mantido com os funcionários da recepção do Instituto Médico Legal (IML).

A DEHS vai investigar o crime.

ATENÇÃO! IMAGENS FORTES! 


A diarista foi assassinada no bairro do Novo Aleixo, Zona Norte de Manaus

Walcicleia morreu no lugar do filho que era o alvo dos criminosos

A diarista Walcicleia Soares da Silva, 47, foi assassinada com 13 tiros pelo corpo na noite de ontem,  terça-feira, 09. O crime aconteceu por volta das 20 horas na Rua Elvira Costa, bairro Novo Aleixo Zona Norte de Manaus.

A polícia confirmou que a vítima estava no segundo mês de gravidez e que dois homens atiraram contra ela e um terceiro ficou na esquina da rua dando cobertura.

Familiares de Walcicleia disseram que os assassinos chegaram ao local, bateram na porta e perguntaram pelo filho da vítima. 

Walcicleia atendeu os visitantes e respondeu que o filho não estava na residência. Os dois homens sacaram as armas e passaram a atirar contra a diarista.

Segundo a polícia, as investigações aponto que Walcicleia morreu no lugar do filho que era o alvo dos criminosos.

Policiais militares estiveram no HPS e confirmaram o óbito da diarista (Foto: Divulgação)

Os atiradores fugiram correndo, vizinhos os familiares de Walcicléia a colocaram em um carro e seguiram com ela para o Hospital e Pronto-Socorro Platão Araújo onde ela deu entrada morta.

De acordo polícia o local do crime é tido como área vermelha devido o intenso tráfico de drogas.

O filho da vítima que os assassinos procuravam é um adolescente de 17 anos, e ainda não se sabe se ele tem envolvimento com o tráfico no bairro.

Os policiais da Delegacia de Homicídios tentaram obter mais informações sobre o assassinato, mas as testemunhas se negaram a falar temendo represálias dos traficantes.

O corpo de Walcicleia Soares foi removido do necrotério do HPS Dr. Platão Araújo pela equipe do Instituto Médico Leal.

A execução da diarista está sendo investigado por uma equipe de policiais da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).
 


Edi Castro agonizou por alguns minutos e morreu logo em seguida com vários tiros de pistolas.

Dois homens armados com pistolas calibres 9 milímetros e 380, ocupantes de um carro Voyage de cor prata, placa não identificada, dispararam cinco tiros contra o usuário de drogas Edi Castro Cruz de Souza 31, que morreu no local depois de agonizar por alguns instantes.

O homicídio aconteceu pro volta das 23h30 do último sábado, 17, na Rua Almada Negreiros, bairro de Nova Esperança 2, Zona Centro- Oeste de Manaus.

Várias pessoas testemunharam o crime e relataram para a polícia que Edi Castro caminhava sozinho, indo na direção de sua casa, quando os dois homens pararam o carro ao lado dele e efetuaram os disparos.

Os tiros atingiram a cabeça e o peito da vítima. Logo em seguida a dupla assassina deixou o local em alta velocidade. O carro seguiu na direção à Estrada da Ponta Negra, de acordo com uma das pessoas presentes no local do assassinato.

Familiares do rapaz ainda tiveram tempo de vê-lo agonizando e dando os últimos suspiros depois de serem avisados por terceiros do que tinha acontecido. Edi Castro não tinha passagem pela polícia, mas alguns moradores da rua revelaram que ele era usuário de drogas.

Os policiais da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) recolheram cápsulas das pistolas que foram encontradas perto da vítima.

O corpo foi removido do local pelo Instituto Médico Legal. Uma investigação já foi iniciada por determinação do delegado titular da DEHS, Orlando Amaral.

ATENÇÃO! IMAGENS FORTES! 

Fotos: Divulgação


Guilherme Cardoso da Silva, de 16 anos, aguardava a esposa e o filho, na rua Três Irmãos, no bairro do Coroado III, Zona Leste de Manaus, quando dois homens armados o alvejaram na cabeça.

 

Segundo familiares, Guilherme vinha sofrendo ameaça, pois era envolvido com o tráfico de drogas.

 

Em razão disso, a polícia acredita que o assassinato foi um “acerto de contas”.

 

Guilherme morreu no Serviço de Pronto-Atendimento do Coroado.

 

ATENÇÃO! IMAGENS FORTES!

Fotos: Divulgação Portal do Zacarias


Moradores da rua ficaram assustados ao saberem do crime brutal

O ex-presidiário identificado até o momento como “Raimundo Macaxeira” foi executado com tiros de pistolas calibres 9 milímetros e 380. O crime aconteceu por volta das 13h30 desta quinta-feira, na Rua Boa Vista, bairro do Braga Mendes, Zona Leste de Manaus.

De acordo com as primeiras informações obtidas pela polícia, o ex-presidiário estava almoçando em um restaurante quando dois homens chegaram em um carro Fiat Uno. A dupla entrou rapidamente no restaurante e dispararou ao menos sete tiros contra o alvo.

Os projéteis atingiram a cabeça, braço direito e o tórax de “Raimundo Macaxeira”, que morreu na hora. No momento do crime pelo menos dez pessoas almoçavam no restaurante e presenciaram a execução do ex-presidiário. CÁpsulas dos projéteis ficaram espalhadas no chão do restaurante.

 

Uma guarnição da 14ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) chegou ao local do crime em poucos instantes e saiu atrás dos assassinos mas não conseguiu prendê-los. Policiais da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros arrolaram funcionários e alguns clientes como testemunhas.

Um dos membros da família de “Raimundo Macaxeira” apareceu no local e disse que ele foi envolvido com O tráfico de drogas. Disse também que ele saiu da cadeia há menos de dois meses e vinha tentando se regenerar, mas tinha uma dívida de drogas e vivia sendo cobrado pelos traficantes do bairro.

Cameras de segurança de um comércio situado ao lado do restanrante onde o ex-presidiário foi assassinado teriam gravado imagens dos criminosos cHegado e no momento da fuga.

O corpo foi removido pela equipe do Instituto Médico Legal. Uma investigação já está em andamento na Delegacia de Homicídios.

ATENÇÃO! IMAGENS FORTES! 

Fotos: Divulgação Portal do zacarias


Foto: Divulgação Portal do Zacarias

Victor Kellyson foi executado com tiros no peito e cabeça

Um homem identificado como Victor Kellyson dos Santos Evangelista, 25, foi assassinado na noite do último sábado, 18, na Rua 2 de Agosto, bairro da União, Zona Centro-Sul.

Um tiro atingiu o peito, outros cinco perfuraram o lado esquerdo do seu rosto e todos foram disparados de pistolas calibre 380, segundo a polícia.

“Vitinho”, como era mais conhecido, estava dirigindo seu carro Gol, preto, quando foi interceptado e executado por quatro homens.

O quarteto assassino chegou ao local em um carro de cor escura, com placa, marca e modelo que não foram identificados pelas testemunhas do crime.

O carro foi intercerptado a pouco metros da casa de “Vitinho”

De acordo com policiais da Delegacia de Homicídios, o homem executado residia na mesma rua e tinha saído de casa para comprar leite para o filho de 2 meses de vida.

Os assassinos deixaram o local em alta velocidade logo depois do crime, e o corpo de “Vitinho” foi removido pelo Instituto Médico Legal ao término do trabalho da perícia.

A Delegacia de Homicídios vai investigar o crime.

 

ATENÇÃO! IMAGENS FORTES! 

 

Fotos: Divulgação Portal do Zacarias


Foto: Divulgação / Vítima tentou correr. mas foi alcançado. Ainda tentou conversar com assassino, mas foi colocada de joelhos e executada com dois tiros

A Polícia Militar foi informada sobre um assassinato que acontece às 3h da madrugada desta segunda-feira, 20, na rua Ocidental, bairro União da Vitória, Zona Oeste de Manaus.

Uma guarnição da 14ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) que patrulhava a aquela área do bairro, foi acionada e se deslocou para o endereço, onde constatou o crime de homicídio a tiros.

O corpo de um homem, que ainda não foi identificado, estava no meio da rua com tiros no peito e na cabeça, disparados por um motociclista que fugiu do local logo em seguida, segundo versão de um morador que testemunhou o episódio.

Quando a polícia chegou a rua estava repleta de pessoas (Foto: Divulgação) 

Sem se identificar e com medo de represálias, o morador revelou aos policiais que a vítima ainda tentou fugir da morte correndo por alguns metros, mas o motoqueiro, agindo com muita habilidade quando pilotava a moto, conseguiu alcançá-lo.

O homem parou e ainda tentou conversar, mas não foi perdoado e depois do motociclista mandar ele se ajoelhar, disparou um tiro no peito e outro na cabeça, provocando a morte instantânea do alvo.

O corpo foi removido do local pela equipe de plantão do Instituto Médico Legal por volta das 8h30. Uma investigação já foi iniciada na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).


Foto: Divulgação

A adolescente caminhava pela rua quando foi abordada e crivada de balas pelos motoqueiros

Está muito enganado quem pensa que os assassinatos brutais nos episódios violentos que as facções criminosas estão promovendo em Manaus atingem somente os homens ligados a estes grupos de traficantes.

Uma adolescente identificada pela polícia como Gracyellen Sinaira Rodrigues, 17, morreu com nove tiros de pistola calibre 380,  segundo o perito do Departamento de Polícia Técnica e Científica (DPTC) da Polícia Civil que examinou o corpo da mulher no local do crime

O assassinato aconteceu na Rua Isaura Esperança, segunda etapa do bairro do Zumbi, Zona Leste de Manaus.

Gracyellen Sinaira morreu no local

Segundo as pessoas que testemunharam o crime, a adolescente caminhava pela rua sozinha quando dois homens, usando capacetes e em cima de uma motocicleta, apareceram e dispararam os tiros que mataram Gracyellen Sinaira instantaneamente.

Há informações, que estão sendo investigadas pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequetros (DEHS), que a adolescente vendia drogas naquele local quase todas as noites e sua morte pode ter ligação com a guerra sangrenta e mortal entre facções criminosas.

O corpo da adolescente foi removido do local cercade duas horas depois da execução.  Até o começo da manhã desta sexta-feira, funcionários do Instituto Médico Legal informaram que ninguém havia comparecido para cuidar da liberação do corpo.

ATENÇÃO! IMAGENS FORTES! 

 

Fotos: Divulgação Portal do Zacarias


Foto: Divulgação

Dois homens foram mortos a tiros, no início da noite desta quinta-feira, na rua Danilo Corrêa, no bairro de Petrópolis, Zona Sul de Manaus.

 

As vítimas foram identificadas como Áureo Gustavo, de 19 anos, e Eduardo Paiva, de 35.

 

Áureo foi assassinado com um tiro de pistola calibre 380, e Eduardo, com três disparos no peito e 2 na cabeça.

 

A Delegacia de Homicídios deve investigar o duplo homicídio.

ATENÇÃO! IMAGENS FORTES!

 

Veja vídeo:


Um homem ainda não identificado foi assassinado a tiros, no início da noite desta terça-feira, no conjunto Parque das Nações, no bairro de Flores, em Manaus.

Os tiros acertaram na cabeça da vítima, e parte da massa encefálica ficou para fora.

Em breve mais informações.

ATENÇÃO! IMAGENS FORTES! 

 

 

 

Fotos: Divulgação Portal do Zacarias