Ações voltadas para o combate ao enfrentamento contra violência contra a mulher, incidiu no cumprimento de prisões na região metropolitana de São Luís. A operação identificada como “Salve Maria”, iniciou-se nas primeiras horas da manhã desta segunda-feira (09), por volta das 18hs. Os presos na operação foram identificados por Antônio Luís de Oliveira; Magno Cantanhede Araújo, Ronaldo Pereira Serejo e Paulo Eduardo Gomes Costa.

Operação “Salve Maria”, foi coordenada pela Delegacia Especial da Mulher de São Luís, com o apoio da Seccional Norte e do Departamento de Feminicídio. Nesta ação foi onde envolveu seis alvos, sendo concretizado o cumprimento de quatro mandados de Prisão Preventiva e um mandado de Busca e Apreensão, pelos crimes envolvendo a prática dos crimes de violência doméstica ou de gênero contra a mulher.

Crimes devem ser denunciados

Participaram da operação Salve Maria, contra o crime de violência contra as mulheres e a prática de crimes de violência doméstica, cerca de 40 policiais civil. A Delegada Wanda Moura Leite lembrou acerca destes crimes, na importância de se denunciar acerca desta violência contra as mulheres. Ela lembrou, que “Em qualquer situação de violência doméstica ou de gênero contra a mulher, que a vítima procure a Delegacia Especial da Mulher, que conta com um plantão de 24 hs, e denuncie a violência sofrida, o mais rápido possível, completou a delegada da DEM”.

Ascom-SSP-Ma.


A policia foi chamada assim que a idosa foi encontrada morta pela filha mais nova

Uma idosa de 67 anos identificada pela polícia com o nome de Francisca Bernardes da Silva, moradora do bairro do Mauazinho, na Zona Leste de Manaus, foi encontrada morta por estrangulamento, logo no começo da manhã, quando uma de suas filhas foi à sua casa fazer uma visita.

 

De acordo com o delegado Juan Valério, titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros,  e com informação do perito que esteve no local do crime, há suspeita de que a idosa sofreu violência sexual antes de ser morta.

 

O quarto de Francisca estava revirado como se um ou mais participantes do crime procurassem dinheiro ou objetos de valor antes da fuga.

 

Na casa morava apenas a idosa e o seu filho mais velho, que vive em estado vegetativo, após ficar tetraplégico e com sequelas mentais, devido a um acidente que sofreu.

 

A filha caçula de Francisca encontrou a mãe quando foi lhe fazer uma visita, como sempre fazia todo começo de semana.

 

Delegado já designou uma equipe para  investigar a morte da idosa (Foto: Divulgação) 

A polícia foi chamada e já tem uma mulher suspeita de participação direta ou indireta na morte de Francisca, que vinha recebendo inclusive ameaças em seu celular.

 

Uma mulher que viveu com o filho de Francisca antes de ele ficar em estado vegetativo, segundo salientou um dos investigadores da Delegacia de Homicídios, é a primeira suspeita.

O nome da mulher não foi revelado mas os policiais garantiram que ela será chamada para prestar depoimento dentro das próximas horas.

 

Depois do exame pericial no local do crime, os peritos autorizaram que a equipe do Instituto Médico Legal (IML) fizessem a remoção do corpo da idosa.


Homem é preso após estuprar e ameaçar enteada de 14 anos em Paulino Neves

Na noite desta terça-feira (06), por volta das 20h, policiais militares lotados na cidade de Paulino Neves efetuaram a prisão de Allan Ramos Castro, que reside no bairro centro daquele município.

Estuprador (1).jpg

Allan Ramos é acusado de ter estuprado sua enteada de apenas 14 anos de idade e posteriormente passou a ameaçá-la, inclusive utilizando uma arma branca (faca) contra ela. A denúncia foi feita aos policiais pela mãe da adolescente, ou seja, a companheira do estuprador. Fato este confirmado através de exames médicos.

Segundo a vítima, o crime aconteceu há alguns dias, mas que ela ainda não havia falado para ninguém devido as ameaças que sofria diariamente. O criminoso foi encaminhado para a delegacia de polícia civil de Tutóia para o conhecimento das autoridades e para que fossem tomadas as providências que o caso requer.


IDOSO

Miguel Barros, de 61 anos, foi preso em flagrante suspeito por abuso de bebê (Foto: Reprodução / TV Mirante)

01/03/2016 06h23 – Atualizado em 01/03/2016 09h45

Caso aconteceu na cidade de Balsas (MA), na região sul do Estado.
Suspeito nega envolvimento com caso, mas disse estar embriagado.

DO G1

Um homem de 61 anos foi preso suspeito de violentar sexualmente um bebê de onze meses emBalsas (MA), no sul do Estado. O caso aconteceu no fim de semana, no bairro Santa Rita de Cássia. A Polícia Militar foi chamada por uma vizinha da família que ao dar banho na criança percebeu que ela estava com manchas vermelhas pelo corpo.

Mãe e tia da criança e suspeito foram levados para Delegacia Regional de Balsas (Foto: Reprodução / TV Mirante)Mãe e tia da criança e suspeito foram levados para
Delegacia Regional (Foto: Reprodução / TV Mirante)

“Ele é o principal suspeito. Não há nada comprovado com relação a ele ainda, mas foi a pessoa que esteve na casa com essa criança”, diz o tenente-coronel Juarez Medeiros, comandante do 4º Batalhão de Polícia Militar (BPM).

A mãe da criança, uma tia – que não tiveram os nomes revelados – e o suspeito, Miguel Ferreira Barros, foram levados para a 11ª Delegacia Regional da cidade. Diante da polícia, Miguel negou qualquer envolvimento com o caso, mas confessou que estava embriagado.

“Vai ser autuado em flagrante pelo crime de estupro de vulnerável, ele; e ela por abandono de incapaz, respondendo provavelmente presos aqui em Balsas”, conta o delegado plantonista Elmerich Vanderlei Carvalho Bulhões.

A criança está sob os cuidados do Conselho Tutelar e vai ser encaminhada para o Instituto Médico Legal (IML) de Imperatriz para realização de exames.

Criança de onze meses está sob os cuidados do Conselho Tutelar de Balsas (MA) (Foto: Reprodução / TV Mirante)Criança está sob cuidados do Conselho Tutelar de Balsas (MA) (Foto: Reprodução / TV Mirante)