O Presidente da Câmara Municipal de Pinheiro ELIZEU DE TAN TAN (PP), a equipe da TV CÂMARA e os Vereadores Sandro Lima(PC do B), Rubemar Ribeiro(PMDB) e Alessandro Montenegro(PP), membros da comissão especial de Saúde e  inquérito da Câmara Municipal de Pinheiro, constituída para apurar supostas irregularidades na aplicação das receitas do executivo, visitas técnicas de vistorias em instalações de obras e hospitais. Realizaram nesta quarta-feira (29) uma visita técnica e de vistoria em todos os departamentos do  Hospital Materno Infantil.

A iniciativa dessa visita  foi provocada por denúncias  sobre falta de médicos,medicamentos, superlotação, problemas de má gestão e de estrutura do hospital, alegados pelo grupo oposicionista chamado de Viúvas do FIFI .

Os parlamentares foram acompanhados pelo Diretor do Hospital, encarregado de manutenção , além de outros funcionários do Materno Infantil e assessoria técnica. durante a visita os vereadores vistoriaram corredores, leitos, quarto de bebês,farmácia, deposito de medicamento e instalações diversas, comparando o estado de conservação das instalações com os itens constantes do funcionamento diuturno de aparelhos e materiais utilizados.  Os Vereadores percorreram a unidade e conheceram de perto o modelo de gestão do hospital.

De acordo com os Vereadores, as planilhas de valores que se apresentam nos itens de despesas de manutenção, compra de medicamentos e gêneros de necessidade para o perfeito funcionamento daquela casa de Saúde: Está tudo em conformidade e sem dispêndio absurdo e/ ou crasso, sustentando-se assim, a descaracterização maldosa dos opositores da gestão atual que pregam seus insensatos comentários mentirosos sobre o Hospital Materno , do que o mesmo estava deixando a desejar em termos de  atendimentos aos pacientes por falta de material e medicamentos; o que contradiz com depoimentos de pais, pacientes  e os próprios  funcionários da casa . 

” Só para recordar,,, Como parte do novo modelo de gestão do Hospital Materno , a prefeitura de Pinheiro no inicio do governo Luciano Genésio, iniciou um amplo trabalho de reestruturação, com investimentos para readequação do espaço físico e aquisição de novos equipamentos modernos. Essa foi  uma iniciativa louvável e de coragem,  tomada pelo Poder Executivo a fim de que os serviços viesse a ter  melhor qualidade no atendimento aos pacientes visto ao caos que se encontrava  o Hospital ”, destacou o vereador Elizeu de Tan Tan (PP)

“Na época constatou-se,  que a Prefeitura de Pinheiro assumiu o hospital totalmente sucateado e, em pouco mais de um mês de gestão, já tinha promovido mudanças que foram impactadas na melhoria do atendimento prestado aos pacientes de Pinheiro e região. Naquela data (Inicio da gestão), além da compra de novos equipamentos e da reforma do prédio, a administração municipal  iniciou o processo para abertura de novos leitos de UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) e de semi UTI”. Lembrou o Vereador Sandro LimaA visita ao Hospital foi muito importante, as informações colhidas vão embasar o relatório, junto com os depoimentos dos pacientes e funcionários. Constatamos em avaliação que a visita foi de grande valia, tendo em vista que nos  foi possível confirmar a excelência no  atendimento de saúde prestado aos pacientes . Convém lembrar também  que a Comissão de Saúde é muito cobrada  na Câmara, mas dentro das possibilidades, temos feito amplo trabalho de fiscalização com a finalidade de garantir a melhora dos serviços oferecidos à aos Pinheirense  e de toda região da baixada “. Pontuou o Vereador Elizeu.

AVALIAÇÃO FINAL ´POSITIVA. “As pessoas precisam conhecer melhor o HOSPITAL MATERNO INFANTIL. Muitos vezes as reclamações são feitas sem motivos e de forma irresponsável, o que vem a desencadear suposições, (oficio dos politiqueiros); que recorrem a expedientes pouco corretos, geralmente para atingir interesses próprios e denigrir imagens.” Finalizou o Vereador Elizeu de Tan Tan 

Assessoria de Comunicação/ www.jgmoreira.com.br/ Jornalista Registro nº0001396 SRTE-MA


O SAMU de Pinheiro, recebeu nesta segunda-feira (11) uma vistoria realizada pelo Ministério Público do Trabalho com as presenças da Procuradora do Trabalho – PRT 16º Região Dra. Anya Gadelha Diógenes e do Juiz do Trabalho Érico Renato Serra Cordeiro.

A imagem pode conter: 8 pessoas, incluindo Emerson Obem de Castro, pessoas sorrindo, pessoas em pé

A vistoria consiste numa diligência final sobre denúncia realizada em 2015 que apontava graves irregularidades no ambiente de trabalho que iam desde a pneus carecas das ambulâncias até a falta de água potável para consumo.

O prédio também não possuía extintores de incêndio e nem certificado de aprovação das instalações emitido pelo Corpo de Bombeiros.

A primeira diligência ocorreu em outubro de 2015 e resultou numa Ação Civil Pública, pois o gestor da época não manifestou interesse no Termo de Ajuste de Conduta.

Quando assumiu a gestão em janeiro de 2017, o atual Prefeito de Pinheiro, João Luciano encontrou a situação do SAMU em estado bem pior ao constatado pelos servidores do Ministério Público do Trabalho.

De lá pra cá, a atual gestão investiu em recuperação das ambulâncias, reformou o prédio do SAMU e instaurou todos os procedimentos exigidos pelas normas como o E-Sus – Sistema de Registro de Ligações, implantação do NEPE – Núcleo de Educação Permanente, aumentou o número de profissionais do Serviço, organizou e ambientou o local de trabalho, providenciou fardamento e material de EPI novos e adequados, entre outros.

Na diligência ocorrida hoje, tanto o Juiz do Trabalho quanto a Procuradora do Trabalho puderam comprovar as mudanças e avanços alcançados após um ano e meio de trabalho e parabenizaram a atual gestão pelo compromisso e responsabilidade com o servidor público e com a sociedade pinheirense.

A imagem pode conter: 1 pessoa, em pé

A imagem pode conter: pessoas sentadas, mesa e área interna