Consciência Negra

O Vereador Professor Sandro Lima, fez uso da tribuna na Câmara Municipal, quarta-feira (20/11), para chamar atenção sobre a data de hoje sobre a importância do “Dia da Consciência Negra”, neste dia 20 de novembro, inclusive defendendo a permanecia do feriado nesta data e, disse que o descanso é necessário para que o cidadão possa parar e refletir sobre a vida. 

O Vereador iniciou sua fala questionando estigma da pobreza da população negra, afirmando que no brasil a classe, trabalha muito e é pobre, entre esses pobres, a maioria de acordo com estudo de 20 anos das ciências sociais que mapeou a história para tentar entender o porquê a grande maioria do povo que passa fome é negra; resultado esse, pelo qual as pessoas negras não tem espaços de poder, diferentemente da sociedade branca, que compra a capacidade de impor a vontade sobre a vida da população negra.  “Digo isto porque acredito que todos nós deveríamos ser iguais, gostaria que fôssemos, mas não somos. No brasil só o fato de uma pessoa ser negra, a vida vai ser diferente para ela; o fato de uma pessoa ser mulher, a vida vai ser diferente para ela; o fato da pessoa ser mulher e negra a vida ainda é pior e completamente diferente daquela que uma minoria brasileira ver com bons olhos”  pontou.

“Segundo estudos de expressões culturais brasileiraConsciência Negra é uma expressão que designa a percepção histórica e cultural que os negros têm de si mesmos.Também representa a luta dos negros contra a discriminação racial e a desigualdade social, o  Dia da Consciência Negra é comemorado em todo território nacional. Esta data 20 de novembro foi escolhida por ter sido o dia da morte do líder negro Zumbi, que lutou contra a escravidão no nordeste.” cont…

“A data foi estabelecida pelo projeto Lei n.º 10.639, no dia 9 de janeiro de 2003.No entanto,somente em 2011 a lei foi sancionada (Lei 12.519/2011) pela então presidente Dilma Rousseff. A celebração relembra a importância de refletir sobre a posição dos negros na sociedade. Afinal, as gerações de afro-brasileiros que sucederam a época de escravidão sofreram ( e ainda sofrem) diversos níveis de preconceito.(* Estudo: Juliana Bezerra Professora de História).”

Quero aqui desejar de coração os meus Parabéns a todos os negros do universo.
Neste dia estou feliz em poder homenagear esses guerreiros, batalhadores, que sobrevivem com um único objetivo; cada dia mais provar suas capacidades, na obtenção das suas grandes conquistas”. disse o vereador

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *