PIOR QUE CARREGAR ÁGUA NA CABEÇA SÃO AS MENTIRAS DE POLÍTICOS

MACAPAZINHO, enfrenta falta d’água

Macapazinho-Palmeirândia : Os moradores do Povoado Macapazinho, não muito distante (09 KM) da sede do municipio a Zona Rural de Palmeirândia-Ma, enfrentam falta de água por toda quanta extensão da comunidade nas residencias ali existentes. O problema decorre das promessas de varias campanhas politicas dos Garcias que na maior cara de pau e a supressão das mentiras deixa o vazamento do descaso aberto alimentando a incerteza dos moradores da zona rural no que poderá ser o amanhã dos seus filhos. 

Sem a água, sem os poços artesianos das promessas dos Garcias ,os moradores se veem obrigados a consumir a água de péssima qualidade dos cacimbões existentes as margens dos igarapés distantes da suas casas e a conduzem na cabeça em latas para o uso domésticos e consumo humano. 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas em pé e atividades ao ar livre

Uma moradora entrevistada pela nossa reportagem diz: “A gente sabe que a água não é boa, mas vamos fazer o quê?”, questiona  . “Lavamos, roupa e louça; tomamos banho e também cozinhamos com ela além de beber”, pontuou. Para “melhorar a qualidade da água que retiramos da cacimba “, “a gente côa e ferve”.  A dona de casa, no entanto, reconhece que o consumo impróprio da água  tem ocasionado enfermidades. “As crianças vivem doentes: febre, enjoo e diarreia”, finalizou

A solução, segundo os moradores de Macapazinho , seria a perfuração de um poço na comunidade. Temos certeza que o Município possa arcar com a perfuração de um poço com um chafariz ou caixa d’água com plataforma, seria o viável”, comentaram.

 


PIOR QUE CARREGAR ÁGUA NA CABEÇA SÃO AS MENTIRAS DE POLÍTICOS

MACAPAZINHO, enfrenta falta d’água

Macapazinho-Palmeirândia : Os moradores do Povoado Macapazinho, não muito distante (09 KM) da sede do municipio a Zona Rural de Palmeirândia-Ma, enfrentam falta de água por toda quanta extensão da comunidade nas residencias ali existentes. O problema decorre das promessas de varias campanhas politicas dos Garcias que na maior cara de pau e a supressão das mentiras deixa o vazamento do descaso aberto alimentando a incerteza dos moradores da zona rural no que poderá ser o amanhã dos seus filhos. 

Sem a água, sem os poços artesianos das promessas dos Garcias ,os moradores se veem obrigados a consumir a água de péssima qualidade dos cacimbões existentes as margens dos igarapés distantes da suas casas e a conduzem na cabeça em latas para o uso domésticos e consumo humano. 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas em pé e atividades ao ar livre

Uma moradora entrevistada pela nossa reportagem diz: “A gente sabe que a água não é boa, mas vamos fazer o quê?”, questiona  . “Lavamos, roupa e louça; tomamos banho e também cozinhamos com ela além de beber”, pontuou. Para “melhorar a qualidade da água que retiramos da cacimba “, “a gente côa e ferve”.  A dona de casa, no entanto, reconhece que o consumo impróprio da água  tem ocasionado enfermidades. “As crianças vivem doentes: febre, enjoo e diarreia”, finalizou

A solução, segundo os moradores de Macapazinho , seria a perfuração de um poço na comunidade. Temos certeza que o Município possa arcar com a perfuração de um poço com um chafariz ou caixa d’água com plataforma, seria o viável”, comentaram.

 


Codevasf destina R$ 290.000,00 para instalação do sistema de abastecimento de água no Povoado de Pacas-Pinheiro.

O superintendente Regional da CODEVASF  João Francisco Jones Fortes Braga, oficializou ao  Vereador Elizeu de Tan Tan (PP) Presidente da Câmara Municipal de Pinheiro e autor da Moção que solicitou  o recurso junto a CODEVASF,  que já foi viabilizado conforme convênio e comunicado oficial  Nº 304/2018-8ª/SR  nesta quinta-feira (09),  para instalação do sistema de abastecimento de água para o Povoado de Pacas. O recurso faz parte do Projeto Água Para Todos que visa   garantir o acesso à água tratada e de qualidade para consumo humano  A medida conta com recursos federais da ordem de R$ 290.000;00(Duzentos e Noventa Mil Reais), que vai garantir o acesso à água tratada de qualidade para consumo humano  e vai beneficiar aproximadamente 10 mil pessoas  do Povoado Pacas e adjacências .

“Segundo informou ao Blog ,o Vereador  afirmou que  as obras de instalação dar-se-a em obediência do acordo de cooperação já conveniado pela CODEVASF e Prefeitura Municipal e que o seu Projeto em outras comunidades(Povoados)  prevê perfurações de poços que servirão  para abastecer as comunidades mais populosas do município, são projetos que nós estamos empenhados, discutindo com a Codevasf as alternativas para conclusão, além de Projetos para a construção de hortas comunitárias, de abastecimentos de água e financiamento de ações voltadas para as comunidades do município de Pinheiro”,  Explicou