Estado

A Câmara Municipal de Pinheiro-Ma, esteve reunida na manhã desta quinta-feira, (06/02), com representantes das polícias Militar e Civil para debater a Segurança Pública no nosso Município.  A reunião ocorreu no salão nobre da Câmara Municipal e contou com as presenças do Comandante do 10° Batalhão de Policia Militar, o Tenente-Coronel Robson Cláudio Martins Silva, dos delegados, autoridades civis, militares e eclesiásticas. 

O Comandante do 10º  BPM-Pinheiro, destacou as dificuldades que enfrenta para assegurar a segurança pública de toda a população Pinheirense e Baixada Maranhense e, destacou também como meta que é necessário um trabalho de combate às drogas e enfrentamento ao crime no Município que tem crescido nos últimos anos.

Por outro lado, o Presidente da Câmara Municipal destacou que a Câmara Municipal e o executivo  não tem medido esforços para garantir apoio a polícia militar e a guarda municipal naquilo que for possível, mas que precisa da ação mais efetiva das polícias.

O Presidente da Câmara, Vereador Elizeu Rodrigues Furtado (Elizeu de Tantan) idealizador da reunião, destacou que é necessário todos os Cidadãos e representantes da Sociedade possam dar as mãos para o enfrentamento aos atos violentos e a criminalidade em geral. No entanto também, será preciso criar uma linha de comunicação direta ( Um canal de comunicação onde as pessoas possam fazer com que as denuncias cheguem de forma concreta e que o cidadão (ã), lesados as formalizem junto às autoridades policiais.) O Vereador ainda pediu ao Comando do 10º BPM-Pinheiro, que sejam intensificadas rondas e abordagens.

Num clamor geral dos edis que se fizeram presentes na reunião, os quais consideram e pedem que seja feito um trabalho informativo e educativo junto a população, para que a mesma colabore com as policiais nessa luta em combate a criminalidade por meio de denúncias anônimas, quias seus nomes serão mantidos em completo sigilo.  

Considerada como positiva propondo medidas necessárias à melhoria da prevenção e proteção da sociedade Pinheirense nos seus mais diversos segmentos, foi sugerido o acompanhamento e a implementação de cooperação entre a Guarda Civil Municipal (GCM) e as corporações policiais Civil e Militar, dentre outras atribuições; com fins especiais de implementar fortemente a politica de segurança em nosso Município. 


Reencontro de lideranças politicas

O presidente da Câmara Municipal de Pinheiro Elizeu de Tantan (PP) e o Presidente da Assembleia Legislativa-Ma, Othelino Neto (PC do B) voltaram a se encontrar, na manhã de ontem quarta-feira(22), durante o evento de assinatura de ordem de serviço para a construção do segundo bloco da feira municipal de Pinheiro, promovido pela prefeitura. 

Ambos, depois do abraço fraterno que os une e num clima de descontração durante  evento, relembraram as grandes batalhas politicas e as campanhas eleitorais marcadas, tais como a de 2014, em que ambos estiveram juntos na batalha em uma coligação pela libertação do Maranhão, onde o Vereador Elizeu, somou grandiosamente para a vitoria de Othelino Neto. 

A imagem pode conter: 5 pessoas, incluindo Othelino Nova Alves Neto, pessoas sorrindo, barba e atividades ao ar livre

O presidente da Assembleia Legislativa e o Vereador Presidente da Câmara Municipal de Pinheiro prestigiaram o evento sob o tom político atual que os une em uma parceria com Assembleia Legislativa, Câmara Municipal e Prefeitura, nesta gestão Luciano Genésio.

*Esta parceria é uma forma amiga e conciliadora entra os três poderes na busca por melhores dias para o povo a população Pinheirense. Num papo legal, o Presidente Othelino Neto comentou: “Estou alegre e feliz  à inteira disposição do Legislativo Municipal, quanto do executivo  para somar no fortalecimento das boas ações de trabalho em beneficio de todos os Pinheirenses, pois sou conhecedor dos problemas da prefeitura vem enfrentado e  eu tenho certeza que esta nossa parceria vai surtir efeito na busca de recursos e convênios com o Governo do estado.”  disse o deputado Othelino, que já pretende uma agenda nos próximos dias com o Prefeito Luciano e o Presidente do Legislativo Municipal, Elizeu Rodrigues Furtado-(Elizeu de Tantan).

A nossa reportagem,Elizeu se reportou dizendo: Fiquei feliz com o nosso reencontro,foi um momento que veio consagrar e  fortalecer a nossa amizade pessoal e politica, principalmente pelo fato do deputado ter acenado com a parceria e ajuda para a nossa cidade”. Os dois se cumprimentaram com um aperto de mãos e se despediram após o evento.

A imagem pode conter: 5 pessoas, incluindo Othelino Nova Alves Neto, pessoas sorrindo, barba e atividades ao ar livre


Programa Maranhão Musical !

Na manhã desta quinta-feira (5) o prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio, esteve presente na cerimônia de entrega dos Kits do “Projeto Escola Musical” e do “Programa Maranhão Musical” ligados às Secretarias de Estado da Educação (Seduc) e Cultura (Secma). Também estiveram presentes na solenidade o Governador Flávio Dino e Senador Weverton Rocha.

Esses projetos têm por objetivo democratizar o acesso ao ensino de música gratuita em todo o estado, incentivando a realização de cursos de iniciação e formação musical, com aulas práticas e teóricas sobre diversos instrumentos.

Cerca de 56 escolas estaduais receberam os materiais e outras 20 entidades e prefeituras foram contempladas. Em Pinheiro as escolas Estaduais Centro Educa Mais Dom Ungarelli e Centro de Ensino José de Anchieta foram contempladas. Cada Kit é composto por 14 instrumentos musicais e 14 estantes para partituras.


Trabalhando demandas da educação

O prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio, e a deputada Dra. Thaiza Hortegal (PP) se reuniram nesta segunda-feira (4) com o secretário de estado da educação, Felipe Camarão, para tratar de várias demandas de Pinheiro e região.

Para baixada, o secretário adiantou sobre várias providências que estão em andamento, que foram apresentadas ainda para a gestora da URE de Pinheiro, Leidiane Roland, também presente na reunião com Felipe Camarão.

Tratamos da sede da URE em Pinheiro e do Centro de Ensino Lucília Moreira em Pacas, que serão prioridades para o secretário diante das condições estruturais. Ficamos muito satisfeitos pelas providências que foram tomadas no percurso da reunião e vamos continuar trabalhando para acelerar a solução dos problemas apresentados em Pinheiro, onde o secretário pode sempre contar com o apoio da prefeitura para as melhorias também na rede estadual de ensino”, destacou o prefeito Luciano.

“Ainda na região de competência da URE de Pinheiro, expomos as situações de outras escolas como em Santa Helena, também ressaltada pelo secretário Felipe como prioridade na retomada das obras ainda neste mês de novembro; e em Serrano do Maranhão que já possui recursos garantidos para a construção de um novo prédio”, complementou Leidiane Roland, gestora da URE de Pinheiro.

A deputada Dra. Thaiza Hortegal tratou também das demandas de Chapadinha e ainda apresentou detalhes do seu projeto de lei que visa melhorar a assistência aos autistas do Maranhão.

“A assistência à pessoa com o transtorno do espectro autista é uma das prioridades do meu mandato e desde o início do ano tenho articulado com a secretaria de estado da saúde e agora com a educação um trabalho mais amplo e com base em evidências para que os autistas no Maranhão recebam o mais eficaz tratamento para o TEA, que é o ABA. O secretário Felipe apoia totalmente nossa iniciativa e está impulsionado a unir forças para esta necessidade que tem sido crescente na rede de ensino também”, ressaltou Dra. Thaiza


 

Lembro como se fosse hoje o dia em que o conheci,muito agradável,educado. Logo percebi que nossa convivência seria tranquila.Entrei pra sua família com o seu aval e sua benção. Ao longo dos anos fui descobrindo as suas inúmeras qualidades,uma pessoa doce até alguém ferir um dos dele,amável,inteligente,ético,excelente marido,pai,sogro e avô…Tenho muita honra em ter convivido com ele.Agora estou com uma saudade imensa e de coração dilacerado com sua partida,meu sogro amado
Por: Ana Paula Lobato Nova Alves

Faleceu na tarde desta quinta-feira (14), no Hospital Albert Einstein, em São Paulo (SP), o  jornalista Othelino Alves Filho, pai do deputado Othelino Neto (PC do B), presidente em exercício da Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão.

Raimundo Nonato Othelino Filho Parente Alves, conhecido como Othelino Filho, nasceu em 22 de dezembro de 1949 na cidade de Sobral, no Ceará. Filho do jornalista maranhense Othelino Nova Alves e da cearense Zeneida Parente Alves, Othelino Filho, desde pequeno, seguia os passos de luta ensaiados por seu pai. Quando adolescente, iniciou sua experiência com o papel, a caneta e o ideal.

Escreveu seu primeiro artigo, intitulado “Sala de aula”, para um jornal estudantil de sua cidade. O artigo era uma denúncia contra o analfabetismo e a manipulação da informação dentro das escolas e, sobretudo, na sociedade. Para ele, a “sala de aula” mencionada no texto era ainda a fronteira entre a liberdade e a civilização.

O pequeno escritor tornou-se grande. Em 1964, durante o período da ditadura militar, foi estudar em Fortaleza. Nessa época, participou do Partido Comunista do Brasil (PCdoB) e recebeu a incumbência de editar o Jornal do Liceu do Ceará, que em muitos momentos era feito às escondidas. Aos 16 anos, fugiu de sua casa e veio em busca de sonhos no Maranhão.

Mais tarde, no ano de 1968, permaneceu definitivamente na Ilha de São Luís, que o abraçara desde o primeiro contato com a cidade. De maneira simultânea a essas mudanças de vida, Othelino Filho já ensaiava a profissão que iria seguir. Tornou-se correspondente, ainda adolescente, do Jornal Pequeno e da Rádio Timbira.

Já em São Luís, o cearense com coração ludovicense formou-se em Direito, em 1974, iniciou o curso de Filosofia e alavancou o seu trabalho como jornalista. Além da motivação paterna, Othelino Filho – segundo de três gerações de profissionais que fazem história na comunicação maranhense – tinha o jornalismo como determinação de vida. Era ainda uma forma de dar continuidade ao trabalho de seu pai, interrompido em 30 de setembro de 1967, quando foi assassinado em praça pública.

Um ano após a morte de seu pai, em 1968, conquistou seu registro como jornalista. Trabalhou na Rádio Educadora, Rádio Ribamar, TV e Rádio Difusora. Foi chefe da Assessoria de Imprensa na primeira administração do prefeito Jackson Lago e secretário de Comunicação Social da Assembleia Legislativa do Estado. Exerceu temporariamente o cargo de secretário do Meio Ambiente e Recursos Naturais do governo José Reinaldo.

Chegou ainda a ser repórter do Jornal Pequeno, diretor de jornalismo da Rádio Timbira e presidente, por três vezes, do Sindicato dos Trabalhadores de Empresas de Radiodifusão e Televisão, de cuja fundação participou.

Othelino exercia a profissão que preenchia seus anseios e que o fazia se dedicar de corpo e alma: o jornalismo. Ele destaca que o desafio que mais marcou sua carreira foi a participação como porta-voz da Frente de Libertação do Maranhão, nas eleições para o Governo do Estado, no ano de 2006. Desde 1995, ele já se dedicava à redação de artigos semanais no Jornal Pequeno. A compilação desses artigos resultou na publicação de quatro livros: A Oligarquia da Serpente (2006), A Rapina do Abutre, A Águia Libertária e O Polvo.

Com décadas de militância na profissão, que incluem suas experiências como jornalista amador, Othelino Filho não abre mão de manifestar seu pensamento, de assinar suas matérias e não crê na imparcialidade jornalística, no sentido de existir uma unidade na apresentação dos fatos.

Casado com a pedagoga Yolete Maria Alves e pai de Cláudia, Othelino Neto e Flávia, o então garoto nascido em Sobral alçou vôos distantes. É cidadão maranhense, durante diversos anos manteve uma coluna no Jornal Pequeno, fez o lançamento de seus quatro livros e considera-se um homem realizado.

Fonte/ Silvia Tereza


 

                           Wilson Ferreira vai responder por crimes de estupro e homicídio

Preso no município de Codajás, no último final de semana, o acusado de estupro e assassinato, Wilson Ferreira Abreu, 37, vulgo”Bodão”, foi apresentado nesta terça-feira às 10h00, na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).
De acordo com o delegado titular, Juan Valério, o acusado estuprou e matou no último dia 5 de agosto, no bairro do Mauazinho, na Zona Leste de Manaus, a comerciante Ivanilde Pedrosa dos Santos, 52. A vítima foi encontrada sem roupas e com o rosto desfigurado.

Wilson Ferreira arrastou a comerciante de dentro de sua casa até um terreno baldio, onde praticou o estupro e depois golpeou a cabeça de Ivanilde com um aro de caminhão.

 

Quando soube que era suspeito do crime, “Bodão” fugiu para Codajás, distante 240 quilômetros de Manaus em linha reta.

 

No entanto, a equipe da DEHS já estava sabendo onde o acusado estava.

 

                                                                                Filha, amigos e vizinhos durante protesto na DEHS

Uma mulher de 46 anos, que também já foi ouvida na DEHS, acusa “Bodão” de estuprá-la no dia 16 de julho deste ano, em uma rua do mesmo bairro onde violentou sexualmente e matou a comerciante Ivanilde Pedrosa.
Durante a apresentação de “Bodão” à imprensa, também estava na delegacia a comerciária Carla Suelen Pedrosa, 29, filha mais velha de Ivanilde. Ela gritava o tempo do todo por justiça e chamava o acusado de “monstro”, segurando cartazes, juntamente com outros familaires e vizinhos de Ivanilde.

Em um vídeo, “Bodão” assume o crime que vitimou a comerciante Ivanilde. Ele também confessa outros estupros.

No vídeo, o estuprador chora e pede perdão pra Deus e para os familiares das vítimas.
Segundo o delegado Juan Valério, “Bodão” foi indiciado e vai responder na Justiça Comum Estadual, pelos crimes de estupro e homicídio.

O acusado foi encaminhado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM).

VEJA VÍDEO!

 

 Portal/Zacarias

 

Filha mata a própria mãe com várias facadas em Caruaru

O aconteceu na tarde desta terça-feira (01), na Rua da Paz, no bairro João Mota, em Caruaru- PE Onde Maria do Carmo da Silva, 59 anos, foi assassinada a facadas, pela própria filhaJanaina Maria da Silva, 27 anos, que foi presa em flagrante por PMs.

O caso será investigado pela Delegacia de Homicídios da Polícia Civil.

Este é o 1º homicídio do mês de agosto, o 177º do ano de 2017 em Caruaru. O corpo da vítima foi encaminhado para o IML local.

 Informações que a filha sofria de Depressão
FONTE: `Portal no Detalhe

Crime foi filmado pelos estupradores e o vídeo está sendo compartilhado pelo aplicativo WhatsApp

A Delegacia da Criança e Adolescente Vítima (Dcav) investiga um caso de estupro coletivo de uma menina de 12 anos, ocorrido na Baixada Fluminense. O crime foi filmado pelos estupradores e o vídeo está sendo compartilhado pelo aplicativo WhatsApp.

A vítima ainda será ouvida pela polícia. Segundo informações preliminares, a menina gritou ao ser violentada por um grupo de pelo menos cinco pessoas. A queixa foi registrada na delegacia por uma tia dela.

A polícia tenta identificar os criminosos, que vão responder por estupro de vulnerável e deverão ser incluídos no artigo 240 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), que pune quem filma e reproduz cena de sexo envolvendo crianças ou adolescentes.

Há um ano, a DCAV investigou outro caso de estupro coletivo, cometido contra uma menina de 16 anos em Jacarepaguá, na zona oeste da capital. Três homens foram condenados a 15 anos de prisão pelo crime. A vítima foi incluída no programa de proteção a testemunhas do governo do Estado. Com informações do Estadão.


O corpo de uma mulher que morreu no Rio de Janeiro e era transportado para Santarém, no Pará, onde será velado, foi “extraviado” pela companhia aérea Latam, nesta segunda-feira (10).

Segundo os familiares Iara Otero Ferreira, de 60 anos, a princípio, a empresa que fazia o transporte disse que não sabia o que tinha acontecido com o corpo. Depois, informou ele ele tinha ido parar na Paraíba e que será transportado para Santarém nas próximas horas.

O marido de Iara, o militar Juarez Ferreira, disse ao G1 que o corpo da esposa saiu do Rio por volta das 16h e deveria chegar a Santarém às 2h50, depois de fazer uma escala em João Pessoa e outra em Brasília. Para ele, houve negligência por parte da companhia. “Os representantes daqui de Santarém não sabem nada, não sabiam informar onde o corpo estava. Agora a pouco fui informado que o corpo está na Paraíba”, afirmou.

Iara estava no Rio em tratamento médico, onde passou por cirurgia para retirada de pedras nos rins, mas não resistiu e morreu na última sexta-feira (7).

A família está em estado de choque, segundo Juarez. O militar contou que pretende acionar a Justiça para que os responsáveis sejam penalizados. “Sem palavras. Dá vontade de sair gritando e reclamando. Nossas filhas estão em estado de choque”, desabafou.

Em nota, a companhia aérea Latam Airlines Brasil informou que está apurando o caso.


Um detento mandou construir 112 quitinetes dentro da Penitenciária Odenir Guimarães, no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, na capital de Goiás, gastando aproximadamente R$ 200 mil na obra.

A construção, segundo o jornal O Dia, foi iniciada no fim de 2015 e estava quase terminada. Porém, o “motel” foi descoberto quando estava em fase final de acabamento.

O “dono do empreendimento”, o traficante preso Thiago César de Souza, de 32 anos, esperava arrecadar R$ 120 mil por mês com o “aluguel” das quitinetes íntimas. A obra em si na verdade custou R$ 120 mil, mas o traficante teve que gastar mais R$ 70 com o pagamento de propina ao diretor do presídio na época que a construção começou, Marcos Vinícius Alves. Ele está afastado desde o fim do ano passado.

A DESCOBERTA

Foi a Superintendência de Administração Penitenciária que descobriu o motel, ordenando em seguida a sua destruição.