Jovem Erica

Os pais da jovem identificada como Érica, de 19 anos, que recorreu ao suicídio foram presos na cidade de Governador Newton Bello, nesta quarta-feira 13. 
Segundo relatos da própria jovem por meio de uma carta, ela era forçada a beijar e a manter relações sexuais com o próprio pai, tendo a conivência da sua mãe.O casal Edmar Cavalcante Neves, de 46 anos e Rosinete Lima Neves, de 40 anos, foram presos quando estavam na loja de propriedade dos mesmo. De acordo com as investigações a garota sofria abuso desde 2015.
A ação foi comandada pela Delegada Licia Giuliana da Regional de Zé Doca, onde segundo as informações os pais devem responder por estrupo qualificado pela idade da jovem quando os abusos aconteceram.
Em entrevista ao repórter e apresentador do “Balanço Geral Zé Doca, Geovane Tavares, o casal não demostrou arrependimento e muito menos esboçou reação com o suicídio da filha.
https://mayconalves.com.br/

Incutindo em ações contra a criminalidade, a Polícia Civil do Maranhão cumpriu nesta quarta-feira (30), 15 Mandados de Prisão contra indivíduos envolvidos com a criminalidade em Viana, São Luís, Matinha, Penalva e no estado do Mato grosso. Nestas ações foram presas dentre os suspeitos, 04 policiais militares, os quais estavam cometendo os crimes de homicídios, tráfico de drogas, armas e munições, exploração de jogos de azar, prevaricação, dentre outros, A Operação é resultante da primeira fase da Operação Cifra Negra.

As informações repassadas pelo Superintendente de Polícia Civil do Interior, o Delegado Guilherme Campelo, foram que as prisões aconteceram pela primeira fase da “Operação Cifra Negra”, na qual envolveu na participação de policiais civis e militares, os quais foram às ruas para dar cumprimento a mais de 30 Mandados de Busca e Apreensão e 24 Mandados de Prisões. O delegado relatou, que “Dentre os Mandados de Prisões, já foram cumpridas 15 prisões. Há 05 Mandados de Prisão contra policiais militares, sendo que destes, já foram cumpridas 04 prisões de militares, pois um deles se apresentou nesta sexta-feira (01) no Comando Geral, o militar identificado por Lindonjoson Raposo. Há ainda um militar foragido. Há a participação também de Guardas Municipais na ação criminosa.

A operação tem a finalidade na investigação de associação criminosa, onde o grupo é envolvido em diversos homicídios, tráfico de drogas e posse/porte ilegal de arma de fogo. Registra-se o apoio operacional da polícia militar em todos os momentos da operação”. Ponderou o superintendente da SPCI.

O Delegado Geral da Polícia Civil do Maranhão, Leonardo do Nascimento Diniz, relatou, que foram cumpridos os Mandados de Prisão nas cidades de São Luís, Matinha, Penalva, Viana e no estado do Mato Grosso. A operação foi coordenada pela delegada de Polícia Civil, Nilmar da Gama Rocha. A Força Tarefa “Cifra Negra” tem a motivação de trabalho por conta dos elevados índices de criminalidade na cidade de Viana/MA, bem como por toda a região denominada “Baixada Maranhense”, sobretudo crimes contra a vida.

O Delegado repassou, que os integrantes do grupo agem metodologicamente fundados na violência e intimidação, e possuem relações com o Poder Público, o que lhes garantiam burlar a apuração dos crimes. Após os trabalhos da Força Tarefa “Cifra Negra” iniciados em fevereiro do corrente ano, desde então vem sendo investigado os crimes de homicídios. As investigações buscaram averiguar, a real dimensão dos fatos, a fim de se coletar maiores provas acerca da autoria, instrumentos utilizados, modus operandi, envolvidos, rota, desde quando se dava a atividade do grupo, precisão geográfica, bem como a distribuição de tarefas no grupo, dentre outros elementos, sendo que foi possível identificar, ainda, as seguintes atividades ilícitas: homicídios, tráfico de drogas, armas e munições, exploração de jogos de azar, prevaricação, dentre outros.Após quase seis meses de investigação, a força tarefa conseguiu identificar os membros mais atuantes, de acordo com as investigações, compõem o Grupo Criminoso que age na cidade de Viana e regiões vizinhas, como Viana, Penalva, Matinha, São Luís, dentre outras, cujas qualificações e individualizações.

Os envolvidos presos foram identificado por:

FRANCIOMAR COSTA TRAVASSOS
GILMAR VEIGA MORAES
AMARILDO MACHADO CUTRIM
FABINHO
ALAN
LUÍS DE JESUS PINTO DOS PASSOS
VALBER SANTOS (PM)
CLEOMAR MARTINS DO NASCIMENTO, (PM)
JANILSON SANTOS CORRÊA (PM)
Lindonjoson Raposo (PM)
FRANCISCO ALVES DA SILVA
JARDSON SOUSA JANSEN
JOSE NELSON PINTO PEREIRA
GILBERLAN PAIVA
HELTON MELONIO PEREIRA

Os demais criminosos ainda estão sendo procurados pela polícia.

SSP-Ascom


O acusado teve o mandado de prisão preventiva cumprido pelos policiais da Depca

Um padrasto acusado de estuprar a enteada desde os 5 anos de idade teve o mandado de prisão preventiva cumprido na tarde da última quinta-feira, 19, por policiais da Delegacia Especializada em Proteção a Criança e ao Adolescente (Depca).

O homem foi apresentado à imprensa durante uma entrevista coletiva realizada na manhã desta sexta-feira e, de acordo com a delegada titular, Joyce Coelho, a vítima agora está com 16 anos de idade.

Ainda segundo a delegada, a própria mãe da vítima era conivente com o crime do seu companheiro e vivia fazendo pressão psicológica para que a filha negasse qualquer acusação de estupro contra seu padrasto.

Mas a adolescente sustenta a acusação de que vinha sofrendo os abusos sexuais há mais dez anos e que todos os estupros aconteceram dentro da casa de sua mãe, situada no bairro de Jorge Teixeira, Zona Leste de Manaus.

Acusado já é detento do regime semiaberto e agora vai responder na|Justiça estadual por mais um crime

No seu depoimento, a menor chegou a declarar que sua mãe não apenas sabia que seu companheiro a estuprava como também chegou a pedir em várias oportunidades que a filha perdoasse e não denunciasse o mal que o padrasto fez a ela.

A delegada Joyce Coelho afirmou que não resta a menor dúvida de que a mãe da adolescente foi conivente com os abusos sexuais praticados por seu companheiro, motivo pelo qual ela também foi indiciada criminalmente.

A investigação durou cerca de seis meses e foi iniciada a partir do momento em que a vítima foi apresentada na Deapca por outros membros da família e várias pessoas foram ouvidas no inquérito instaurado na Depca.

O padrasto acusado já é detento do regime semiaberto do Sistema Penitenciário Estadual e agora vai responder por crime de estupro de vulnerável.

O padrasto estuiprador foi apresentado à imprensa em uma entrevista coletiva na Depca (Fotos: Divulgação) PORTAL DO ZACARIAS


Estuprador de menina de 4 anos é preso e confessa ter desejo incontrolável por crianças

Foto: Divulgação Portal do Zacarias

O tarado já é condenado por um crime que praticou anos atrás, também contra uma criança

O estuprador de uma menina de apenas 4 anos, Cristivaldo Alves Tavares, 39, teve mandado de prisão cumprido na manhã do último sábado no bairro Compensa, Zona Oeste de Manaus.

O acusado foi apresentado à imprensa na Delegacia Especializada em Apoio e Proteção a Criança e ao Adolescente (Deapca) pela delegada titular Joyce Coelho e pelo delegado Christiano Castilho, titular do 14º DIP.

De acordo com os dois delegados, o estuprador praticou o crime no dia 23 de agosto deste ano no bairro Tancredo Neves, Zona Leste de Manaus. Segundo relatou a delegada Joyce Coelho,  Cristivaldo estava morando em uma casa ao lado da residência dos pais da vítima.

 

No dia do crime, Cristivaldo pegou a criança no quintal de sua casa, levou para seu quarto e praticou diversos atos libidinosos, inclusive forçando a menina a fazer sexo oral em seus órgãos genitais.

 

O delegado adjunto Christiano Castilho esclareceu que foi a mãe da criança quem chamou a polícia depois de ouvir o choro da filha e flagrar o vizinho abusando sexualmente da criança.

 

O homem preso já tem uma condenação pelo crime de estupro de vulnerável e já vinha cumprindo pena, mas fugiu do regime semiaberto do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj) em março de 2014.

Em entrevista coletiva à imprensa, os delegados disseram que em seu depoimento o estuprador confessou que não consegue conter seus impulsos sexuais quando vê crianças.

Delegada Joyce Coelho apresentou o estuprador à imprensa (Foto: Divulgação) 

 

Para os delegados, trata-se de um maníaco extremamente perigoso, não podendo de forma alguma ficar solto, pois representa um risco para a  sociedade.

O estuprador vai responder por mais esse crime de estupro de vulnerável e na tarde desta segunda-feira, 17, foi reconduzido ao Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), onde certamente será muito bem tratado pelos outros detentos.



Márcio Romero foi gravado pela câmera de segurança da drogaria momentos antes do estupro

O acusado de estupro e espancamento quase mortal de uma dona de casa grávida de 3 meses, ocorrido no dia 20 de maio deste ano, na Avenida Noel Nutels, bairro da Cidade Nova, Zona Norte de Manaus, foi preso na tarde dessa segunda-feira, 25, no município de Juriti, Estado do Pará.

O autor do bárbaro crime é Márcio Romero do Nascimento Silva, 23, que já estava com a prisão preventiva decretada pela Justiça do Amazonas, e depois do crime que praticou em Manaus voltou para sua cidade de origem no Pará, onde uma denúncia anônima ajudou os policiais de Juriti a localizarem o endereço do estuprador.

A dona de casa foi estuprada por Márcio em um terreno baldio onde foi violentada sexualmente e espancada, perdendo o bebê e a visão do olho direito em razão de um dos murros desferidos pelo estuprador.

A dona de casa perdeu o filho e ficou  cega do olho direito (Foto: :Divulgação)

Antes de cometer o crime, Márcio Romero foi a uma drogaria e comprou preservativos, na qual teve sua imagem gravada pela câmera de segurança do estabelecimento, o que ajudou a polícia a identificá-lo durante a investigação.

De acordo com informações, a prisão do estuprador em Juriti foi comandada pelo delegado de Polícia Civil Madson Castro, titular do Distrito Policial do município paraense, que por sua vez comunicou posteriormente ao delegado Daniel Leão Lucas, do 6º Distrito Integrado de Polícia em Manaus.

O estuprador deve ser trazido para Manaus dentro das próximas horas.


Nas primeiras horas da manhã desta terça-feira (26), a Polícia Militar do Maranhão por intermédio da Diretoria de Inteligência (DIAE) e do Grupo de Serviço Avançado (GSA) do 6º BPM, conseguiram executar o mandado de prisão preventiva em desfavor de Ronald Fernando Santos Barros, vulgo “Sapatinho”, (25), suspeito cometer vários homicídios na região do bairro São Raimundo, em São Luís.

Uma equipe da Polícia Militar em contado com o 15° Distrito Policial do São Raimundo, foi informado que “Sapatinho”, elemento de alta periculosidade e suspeito de cometer vários crimes estaria na localidade. Após uma detalhada investigação, os policiais localizaram o esconderijo na região do Jardim São Cristóvão.

Em operação conjunta foi realizada a abordagem em uma quitinete na rua Santo Antônio no Jardim São Cristóvão, sendo capturado Ronald Fernando dos Santos Barros. O preso foi apresentado no 15° Distrito Policial para o cumprimento das formalidades legais.

Ascom – SSP


Em uma ação rápida desenvolvida na manhã desta terça-feira (26), a Polícia Civil do Maranhão através da 2ª Delegacia Regional da cidade de Itapecuru Mirim, conseguiu prender em flagrante Cristian Cunha Mendes (23), além de apreender um adolescente de 17 anos. Ambos são suspeitos de cometer um homicídio naquela localidade.

De acordo com o delegado Samuel Morita, o crime teria ocorrido horas antes da detenção da dupla, onde a vítima identificada como Erick Mateus Lopes (19) teria sido assassinada com uso de arma branca. De imediato, equipes da Polícia Civil iniciaram a providências necessárias por meio de investigações objetivando a elucidação do crime, tendo sucesso ao final.

Logo as autoridades policiais conseguiram localizar os suspeitos do ato criminoso em suas respectivas residências no bairro Roseana em Itapecuru. A dupla foi apresentada à sede da delegacia regional para atender às praxes legais e posteriormente encaminhada a Unidade Prisional do município.

Ascom SSP


Uma operação deflagrada na tarde da última quinta-feira (21), pela Polícia Militar através 14º CPM de Buriticupu resultou na prisão em flagrante de Francinete de Sousa Costa e de Valdemir de Sousa Costa, além de apreender um adolescente de 17 anos. Com o trio foram apreendidos cerca de 60 quilos maconha.

Após uma detalhada investigação, uma equipe da Força Tática chegou a uma residência localizada no bairro Terra Bela, onde após fazer revistas no interior da casa foram encontrados todos os materiais ilícitos.  Segundo os presos, a droga seria vendida por 250 reais cada tablete, resultando num montante de 15 mil reais. Além da maconha também foi apreendido vários sacos plásticos para armazenamento, cinco aparelhos celulares, um tablet, um notebook e alguns documentos pessoais.

Essa ação é resultado de um trabalho forte de combate ao crime, inclusive contra o tráfico e comercialização de drogas no Oeste Maranhense desenvolvido pela Polícia Militar. Ainda segundo comandante do 14º CPM, Tenente Coronel Nelson, tirar toda essa quantidade de droga das ruas é fundamental para a diminuição de outros delitos correlatos e diminuição da criminalidade.

 / Atualizado  www.jgmoreira.com.br


A Polícia Civil do Estado do Maranhão, por intermédio da equipe da Delegacia de Polícia de Matinha/MA, vinculada a 6° Delegacia Regional de Viana, na última terça-feira (12), deu cumprimento a um mandado de prisão preventiva em desfavor de Raimundo Moura, vulgarmente conhecido como “PIXI” pela acusação da prática do crime estupro de vulnerável incurso no artigo 217-A, c/c Art. 226, II, ambos do Código Penal.

As investigações mostraram que “PIXI” manteve conjunção carnal e a pratica de outros atos libidinosos com a filha de sua companheira, menor de idade que hoje conta com 12 anos de vida, porém, tais ações ocorriam há aproximadamente 4 anos, momento que a vítima tinha 8 anos de idade. As práticas delituosas se concretizavam no ambiente doméstico onde residiam o suposto autor e a vítima, localizado no povoado Curral de Varas no município de Matinha/MA. A prisão foi viabilizada pelo trabalho desenvolvido pelo Delegado titular da delegacia de Matinha, David Noleto, que representou junto ao poder judiciário pela prisão preventiva do acusado.

Ascom-SSP


Na manhã deste sábado (09), a Equipe de Policiais da 3°DRPC – Chapadinha através da Delegacia Especial da Mulher -DEM, cumpriu Mandado de Prisão Preventiva e Busca e Apreensão domiciliar contra Roberto Wellington Felix da Silva, em razão da suspeita de que o mesmo seja autor de uma série  de estupros e tentativas de estupros praticado em Chapadinha e cidade vizinha.
Os fatos criminosos aconteceram em série entre meados do mês de Outubro de 2017 a maio de 2018. E em resposta a Polícia Civil do MA, efetuou a prisão do suspeito com êxito.

 

Na casa do autor foi apreendido uma motocicleta pop de cor branca, chassi 9C2JB0100GR054988, ano/modelo 2015/2016, sem placa; um capacete rosa da marca TAURUS e uma camisa preta da FORMAV, formação  de vigilantes, todos objetos reconhecidos pelas vitimas e que colocam o suspeito diretamente nas  cenas dos crimes. O mesmo será encaminhado à UPR de Chapadinha e colocado à disposição da justiça.

ASCOM/SSP